Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
MBA
Fernando Branco
Ano lectivo 2003-2004
Trimestre de Inverno
Sessão 12
Parte 1
O que é um leilão?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Porquê teoria de leilões?
Leilões como mecanismos de mercado.
Utilizações de leilões:
–
–
–
–
Obras de arte;
Automóveis usados;
Flores / Gado / Peixe
Concursos Públicos
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
–
–
–
–
Privatizações
Acções
IPOs
Licenças de concessão
MBA
©Fernando Branco
Tipos de leilões
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
MBA
©Fernando Branco
Tipos de leilões
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
 Propostas em
sequência e valor
ascendente;
 Vence o último
licitante activo;
 Paga o preço de
paragem;
 Exemplo: obras de
arte.
MBA
©Fernando Branco
Tipos de leilões
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
 Preço anunciado vai
descendo;
Holandês
 Vence o primeiro
licitante activo;
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
 Paga o preço de
paragem;
 Exemplo: flores.
MBA
©Fernando Branco
Tipos de leilões
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Inglês
 Propostas em
envelope fechado;
Holandês
 Vence quem oferece
o preço mais alto;
Primeiro preço
 Paga o preço que
ofereceu;
Segundo preço
 Exemplo: concurso
público.
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
MBA
©Fernando Branco
Tipos de leilões
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
 Propostas em envelope
fechado;
Holandês
 Vence quem oferece o
preço mais alto;
Primeiro preço
 Paga o preço da segunda
oferta mais elevada;
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
 Exemplo: venda de
espectro na Nova
Zelândia.
MBA
©Fernando Branco
Estrutura de informação
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Os compradores têm informação sobre o
valor do objecto para si;
O vendedor não sabe o valor estimado
por cada comprador;
Informação disponível:
– Independentes;
– Correlacionados.
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
MBA
©Fernando Branco
Valores para os compradores
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Em certos casos os compradores sabem o
valor do objecto para si:
– Exemplo: leilão de obra de arte;
– Valores privados independentes.
Em outros casos os compradores obtêm
apenas um sinal do valor do objecto:
– Exemplo: leilão de campo de petróleo;
– Valores comuns.
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
MBA
©Fernando Branco
Como licitar em leilões?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
O objectivo dos participantes no leilão
será maximizar a sua utilidade esperada.
Assumindo neutralidade ao risco esse
objectivo por ser escrito como:
Max Ev  p ProbGanhar 
A proposta apresentada no leilão deve
levar em conta o seu efeito no preço a
pagar e na probabilidade de ganhar.
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
MBA
©Fernando Branco
Como licitar em leilões com
valores privados?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
MBA
©Fernando Branco
Como licitar em leilões com
valores privados?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
 Cada licitante deve
manter-se activo até
que o preço alcance
o seu valor;
 Vence o licitante
com maior valor;
 Paga um preço
(essencialmente)
igual ao segundo
valor mais elevado.
MBA
©Fernando Branco
Como licitar em leilões com
valores privados?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
 Cada licitante só
deve intervir quando
o preço já é inferior
ao seu valor;
 O vencedor é o
licitante com maior
valor;
 O preço é, em média,
igual ao segundo
valor mais elevado.
MBA
©Fernando Branco
Como licitar em leilões com
valores privados?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
 Cada licitante oferece
um preço inferior ao seu
valor:
– Estimativa do valor do
segundo comprador mais
elevado;
 O vencedor é o licitante
com maior valor;
 O preço é, em média,
igual ao segundo valor
mais elevado.
MBA
©Fernando Branco
Como licitar em leilões com
valores privados?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
 Cada licitante
oferece um preço
igual ao seu valor;
 O vencedor é o
licitante com maior
valor;
 O preço é igual ao
segundo valor mais
elevado.
MBA
©Fernando Branco
Equivalência entre os leilões
com valores privados
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
O vencedor é sempre o comprador com
maior valor;
O preço pago é, em média, igual ao valor
do segundo licitante mais elevado
(Princípio da equivalência da receita).
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
MBA
©Fernando Branco
Como licitar em leilões com
valores comuns?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
MBA
©Fernando Branco
Como licitar em leilões com
valores comuns?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
 Cada licitante deve
manter-se activo até que
o preço alcance a sua
estimativa do valor:
– Varia ao longo do leilão;
 Vence o licitante com
maior estimativa do
valor;
 Paga um preço
(essencialmente) igual à
estimativa de valor feita
pelo segundo comprador
mais elevado.
MBA
©Fernando Branco
Como licitar em leilões com
valores comuns?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
 Cada licitante só deve
intervir quando o preço
já é inferior à sua
estimativa do valor;
 O vencedor é o licitante
com maior estimativa do
valor;
 O preço é, em média,
igual à estimativa de
valor do segundo
comprador mais
elevado.
MBA
©Fernando Branco
Como licitar em leilões com
valores comuns?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
 Cada licitante oferece
um preço inferior ao seu
valor:
– Estimativa do valor para
o segundo comprador
mais elevado;
 O vencedor é o licitante
com maior estimativa do
valor;
 O preço é, em média,
igual à estimativa do
segundo comprador
mais elevado.
MBA
©Fernando Branco
Como licitar em leilões com
valores comuns?
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Inglês
Holandês
Primeiro preço
Segundo preço
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
 Cada licitante
oferece um preço
igual à sua
estimativa do valor;
 O vencedor é o
licitante com maior
estimativa do valor;
 O preço é igual, em
média, à segunda
estimativa mais
elevada.
MBA
©Fernando Branco
Comparação entre os leilões
com valores comuns
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
O vencedor é sempre o comprador com
maior estimativa do valor;
O preço pago é, em média, igual à
estimativa do valor feita pelo segundo
licitante mais elevado:
– Varia consoante os leilões.
Ordenação pelo preço pago:
– Inglês >= SP >= PP = Holandês.
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
MBA
©Fernando Branco
Maldição do vencedor em
leilões com valores comuns
Universidade
Católica
Portuguesa
Faculdade
de Ciências
Económicas
e Empresariais
Tel.: 351217270250
Fax: 351217270252
fbranco@fcee.ucp.pt
 Num leilão com valores comuns é possível
que o vencedor pague mais do que o valor
que atribui ao bem:
– Maldição do vencedor.
 Surge com maior facilidade nos leilões de
primeiro preço ou holandês.
 A estratégia óptima pode requerer que se
ofereça um preço muitpo inferior ao valor
estimado.
Economia Aplicada
Ano lectivo 2003-2004 • Trimestre de Inverno • Sessão 12
MBA
©Fernando Branco
Download

PowerPoint - Universidade Católica Portuguesa