Modelo Marcopolo Paradiso 1.800 DD, chassi Scania K 420 8x2.
Ônibus para o transporte da Seleção Brasileira, enquanto a
equipe estiver no Brasil se preparando para a Copa da Alemanha.
Divulgação dos Resultados
do 1º Trimestre de 2006
Apresentação
José Rubens de La Rosa
Diretor Geral
José Antonio Valiati
Diretor Administrativo Financeiro
Carlos Zignani
Diretor de Relações com Investidores
João Luiz Borsoi
Gerente de Relações com Investidores
Caxias do Sul, 09-05-2006.
3
Desempenho do 1T06
DESTAQUES
Positivos:
• melhoria na margem bruta e líquida
• melhoria na margem EBITDA
• redução no endividamento financeiro
• saudável posição financeira
4
Desempenho do 1T06
DESTAQUES
Negativos:
• redução na produção total
• redução na receita líquida
• redução no market share
• preço das ações subavaliado
5
Desempenho do 1T06
Produção Total
3,3%
(unidades físicas)
20.000
15.938
16.500
16.456
-3,8%
8.200
ME
10.000
3.798
3.654
8.300
1T05
1T06
2006E
MI
0
2004
2005
Receita Líquida Total
(R$ milhões)
6,5%
2.000,0
1.605,4
1.800,0
1.709,1
-2,7%
850,0
ME
950,0
MI
1.000,0
399,1
388,3
1T05
1T06
0,0
2004
MI = Mercado Interno
ME = Mercado Externo
2006E = Estimativa
2005
2006E
6
Desempenho do 1T06
Produção Exterior/Exportações
(unidades físicas)
29,7%
9.145
10.000
8.200
7.049
-12,3%
5.000
2.006
1.759
1T05
1T06
0
2004
2005
2006E
Receita no Exterior/Exportações
12,0%
1.000,0
(R$ milhões)
948,3
846,6
850,0
-13,4%
500,0
223,8
193,9
1T05
1T06
0,0
2004
2006E = Estimativa
2005
2006E
7
Desempenho do 1T06
Composição da Receita Líquida
Relação das Receitas no Brasil e ME
1T06
Peças/Outros
9,9%
1T06
Rodoviários
34,5%
Chassis
1,3%
Brasil
50,1%
Volare
19,1%
Exterior
49,9%
Minis
1,2%
Micros
5,5%
Urbanos
28,5%
1T05
Peças/Outros
9,1%
Chassis
3,8%
Volare
14,7%
Minis
2,5%
Micros
6,4%
Urbanos
24,8%
1T05
Rodoviários
38,7%
8
Desempenho do 1T06
Lucro Bruto (R$ milhões)
-5,9%
400,0
300,0
273,4
30,0%
18,2%
257,2
16,3%
13,5%
20,0%
200,0
17,0%
15,1%
100,0
10,0%
53,7
63,5
0,0%
0,0
2004
2005
Lucro Bruto
1T05
1T06
EBITDA (ajustado)
(R$ milhões)
Margem Bruta EBITDA
-3,2%
20,0%
200,0
156,0
37,3%
150,9
9,8%
100,0
10,0%
6,9%
9,7%
8,8%
27,6
37,9
0,0%
0,0
2004
2005
EBITDA (ajustado)
1T05
1T06
Margem EBITDA
9
Desempenho do 1T06
Lucro Líquido (R$ milhões)
-3,1%
100,0
10,0%
85,0
82,4
91,3%
5,0%
50,0
5,3%
4,8%
5,0%
2,6%
19,5
10,2
0,0%
0,0
2004
2005
Lucro Líquido
1T05
1T06
Endividamento Financeiro (R$ milhões)
Margem Líquida
-21,5%
-38,0%
200,0
191,5
186,1
150,3
115,4
100,0
0,0
2004
2005
1T05
1T06
10
Desempenho do 1T06
Investimentos (R$ milhões)
50,0
48,9
-49,5%
25,0
24,7
25,0
-12,7%
7,1
6,2
1T05
1T06
0,0
2004
2005
2006E = Estimativa
2006E
11
Dividendos/Juros s/Capital Próprio
(em R$ milhões)
PAY OUT MÉDIO:
46,8%
90,0
80,0
70,0
60,0
50,0
51,5
49,3
48,9
44,9
37,6
40,0
30,0
20,0
10,0
0,0
2001
2002
Lucro Líquido
(Controladora)
2003
2004
Pay Out (em %)
2005
Dividendos
12
Desempenho das Ações
13
Resultado Consolidado
14
1. Cenários 2006
2. Novos Negócios
• Rússia
• Índia
15
Maiores Informações:
www.marcopolo.com.br
ou
Departamento de RI
Carlos Zignani
carlos.zignani@marcopolo.com.br
Tel: (54) 2101.4115
João Luiz Borsoi
joao.borsoi@marcopolo.com.br
Tel: (54) 2101.4660
16
Observações:
Esta apresentação contém informações futuras. Elas não são apenas fatos
históricos, mas refletem os desejos e as expectativas da direção da
Companhia. As palavras antecipa, deseja, espera, prevê, pretende, planeja,
prediz, projeta, almeja e similares pretendem identificar afirmações que,
necessariamente, envolvem riscos conhecidos e desconhecidos. Riscos
conhecidos incluem incertezas, que não são limitadas ao impacto da
competitividade dos preços e serviços, aceitação dos serviços no
mercado, transições de serviços da Companhia e seus competidores,
aprovação regulamentar, moeda, flutuação da moeda, mudanças no mix de
serviços oferecidos e outros riscos descritos nos relatórios da
Companhia. Esta apresentação está atualizada até a presente data e a
Marcopolo não se obriga a atualizá-la, mediante novas informações e/ou
acontecimentos futuros.
Download

Teleconferência 1T06