Gestão de pessoas e Desenvolvimento
de equipes
Prof.ª Esp. Eveline de Carvalho
Salvador
evelinedecarvalho@hotmail.com
1
Agenda
• 1º aula: Grupos e equipes
• Planejamento de Recursos Humanos.
• Recrutamento.
• 2º aula: Seleção
• Admissão.
• Desligamento.
• Motivação.
2
Agenda
• 3º aula: Remuneração, incentivos e
benefícios.
• A importância e os tipos de treinamentos.
3
Visão do RH
4
GRUPOS E EQUIPES:
ESTRUTURAS E PROCESSOS
• Grupo é o conjunto de interações que ocorre
entre duas ou mais pessoas, as quais se
diferenciam pela força de uso de poder,
crenças, valores e tipo de tomada de
decisão...
• Robbins (1998) ao definir grupo: Interação de
dois ou mais indivíduos interdependentes que
se juntam para atingir objetivos especiais.
5
Grupos formais e informais
• Grupos formais – definidos pela estrutura da
organização.
• Grupos informais – não são estruturados nem
determinados organizacionalmente.
6
Grupos x Equipes
• Grupos: Os grupos compartilham
informações e tomam decisões para se
ajudarem mutuamente no que se refere ao
desempenho individual da tarefa, cada
qual em sua área de atuação diferenciada.
• Equipes: comprometidas com um objetivo
em comum, atuam de forma
interdependente, procurando colocar os
objetivos do grupo acima dos interesses
pessoais.
7
Vantagens do trabalho em
equipe
•
•
•
•
Simplificação das comunicações.
Fidelidade às decisões tomadas.
Maior aceitação das diferenças.
Melhor aproveitamento das potencialidades
individuais.
• Maior chance de sucesso para ações
complexas.
8
Aspectos negativos nas
equipes
• Inibição do exercício da perícia.
• Criação de uma cultura de “consenso
obrigatório”.
• Redução excessiva da supervisão.
• Radicalidade em torno das decisões .
• Sentimento de identidade excessivo.
• Comprometimento do profissional.
• Redução ousadia nas decisões.
9
PLANEJAMENTO DOS RECURSOS
HUMANOS
• O desafio de formar uma boa equipe é do
recursos humanos.
• Objetivo: ter a pessoa certa na posição certa
e no momento certo.
• É preciso estar constantemente avaliando o
pessoal e renovando-o, sem mencionar o seu
aperfeiçoamento, sua condução e a criação
de um ambiente propício à atração de bons
colaboradores.
10
Planejamento dos recursos
humanos
• O planejamento dos recursos humanos tem
de
ser
elaborado
como
parte
do
planejamento estratégico da empresa.
• O planejamento estratégico irá indicar quais
as pessoas necessárias, suas qualificações e
o que elas precisam fazer para atingir os
objetivos previstos no plano.
11
Planejamento estratégico
• É necessário definir o cenário que se deseja
alcançar em determinado prazo, bem como a
estratégia para viabilizá-lo.
• O planejamento estratégico deve visar o que
deve ser feito para se atingir o cenário
desejado.
12
Consistência com o
planejamento estratégico
• O planejamento dos recursos humanos deve
ser parte integrante do planejamento global,
pois é ele que retrata aquilo que é necessário
para que se atinjam os objetivos estratégicos
da empresa.
13
Avaliação em recursos
humanos
• Um plano formal de avaliação deve conduzir
a avaliações menos subjetivas e menos
distorcidas do que as realizadas sem
nenhuma estruturação.
• Um sistema de avaliação, bem formulado e
conduzido, torna-se um instrumento útil para
determinar se a organização dispõe ou não
da equipe que necessita.
14
Finalidades da avaliação para
recursos humanos
• Melhorar o desempenho da pessoa na
posição atual.
• Proporcionar informações dos funcionários
para a administração da empresa.
15
Avaliação de desempenho
• Objetivo:
Melhorar o desempenho dos avaliados nas
atividades que executam.
• Este método de avaliação deve ser alinhado
a um plano de administração por metas.
16
Avaliação de desempenho
• Nível operacional: Quantidade de trabalho
produzido, qualidade e relacionamento com
as pessoas.
• Nível intermediário: Cumprimento de metas
periódicas.
• Alto
nível:
Baseado
em
resultados
alcançados.
17
Avaliação de desempenho
• A finalidade é proporcionar informações
sobre promoções, demissões, necessidade
de treinamentos, transferências e outras
decisões, visando ter as pessoas certas aos
lugares certos com os treinamentos
adequados.
18
Feedback
• O feedback é indispensável no programa de
avaliação.
• É feito pela chefia imediata.
• O ambiente deve ser preparado.
• Deve ser prática habitual.
19
Erros nas avaliações
•
•
•
•
Objetivos múltiplos e conflitantes.
Subjetividade.
Falta de preparo dos gestores.
Não utilização do sistema pela alta
administração.
• Dificuldade em demonstrar os benefícios.
20
RECRUTAMENTO
• O recrutamento é um conjunto de práticas e
processos utilizados para atrair candidatos
para as vagas existentes ou potenciais.
• É a primeira etapa de um processo que
termina após o período de experiência.
21
Quem deve ser recrutado?
• Perfil bem definido.
• Descrição de função.
• Requisitos exigidos.
22
Objetivos da descrição de
função
•
•
•
•
•
•
Definir a função.
Facilitar a coordenação das pessoas.
Facilitar o R&S.
Integração dos novos colaboradores.
Fornecer subsídios para treinamento.
Assegurar a existência de um responsável
formal.
23
Recrutamento interno
•
•
•
•
•
•
Motivação dos funcionários.
Rápido.
Facilita o recrutamento.
Baixo custo.
Probabilidade maior de acerto.
Aproveitamento de treinamento.
24
Promoções
•
•
•
•
Considerar o universo de candidatos.
Usar critérios claros.
Comunicar a todos.
Sempre dar o retorno aos envolvidos.
25
Recrutamento externo
•
•
•
•
•
•
Mídia (jornal, televisão, rádio, revistas).
Tabuletas na porta / quadros de avisos.
Indicações / rede de relacionamento.
Agências de emprego.
Intercâmbios com outras empresas.
Headhunting.
26
O processo de recrutamento
• O recrutamento inicia-se com a requisição de
pessoal.
• Informações importantes desse documento:
cargo, horário de trabalho, salário previsto,
justificativa
da
vaga,
assinatura
de
autorização de contratação.
• Modelo pág. 76.
27
Gestão de pessoas e Desenvolvimento
de equipes
Prof.ª Esp. Eveline de Carvalho
Salvador
28
Download

Planejamento dos recursos humanos