Governo do Estado do Espírito Santo
Secretaria de Gestão e Recursos Humanos - SEGER
Programa de Capacitação Gerencial para a Alta Direção
Gestão pública, reforma do
Estado e recursos humanos
Marco Aurélio Nogueira
nogueira@fclar.unesp.br
A gestão está no centro das
atenções, cercada por muitas
expectativas e por distintas fontes
geradoras de pressão.
Por que?
1. A atual estrutura do mundo e da vida
social desafia permanentemente a
gestão.
• Nova noção de tempo e espaço
• Mudança acelerada
• Mais informações e comunicações
• Globalização
• Dificuldades de coordenação
• Incerteza e insegurança
• Individualização e fragmentação social
2. Os centros típicos de coordenação,
controle e direção enfrentam
dificuldades.
O Estado está desafiado.
• Crise fiscal
• Redução da soberania
• Desgaste da política
• Menos regulação e planejamento
• Desorganização do pacto societal
• Reivindicações desagregadas
3. Há crise e perda de confiança nas
modalidades “tradicionais” de gestão, a
começar da burocracia.
 Formalismo
 Lentidão processual
 Estruturas rígidas
 Hierarquia
 Ênfase nos procedimentos
 Planejamento normativo
4. A realidade brasileira espera e exige
mais da gestão e dos gestores.
 Capitalismo «selvagem»
 Reprodução da desigualdade
 Desequilíbrios regionais
 Desdobramentos da transição democrática
 Uma sociedade civil maior e diferenciada
Uma nova modalidade de gestão está
hoje imposta pela vida.
Como fazer para que sejam efetivamente
respeitados e praticados os princípios básicos da
Administração Pública?
• Legalidade
• Impessoalidade
• Moralidade
• Publicidade
• Eficiência
• Transparência na gestão
• Controle social
Dois princípios cautelares
A resolução dos problemas gerenciais do
setor público depende da assimilação de
novas técnicas e tecnologias, mas não se
resume a isso.
As mudanças são mais lentas no plano dos
valores, idéias e comportamentos do que
no plano estrutural (técnico, econômicosocial e político).
É improdutivo pensar a gestão
sem pensar o Estado e
sem pensar a reforma do Estado.
O Estado como fato complexo
 Estado político
 Estado administrativo
 Estado jurídico
 Estado federativo
Os problemas da gestão pública
estão enraizados:
► nas idéias e instituições;
► no sistema político;
► na cultura da época;
► nas culturas organizacionais;
► no modo de vida social.
Quem são os gestores?
 Cidadãos
 Servidores
 Dirigentes
Para a constituição de um novo quadro de
gestores públicos
1
Pensar criticamente
Assimilar a incerteza
Incorporar cultura abrangente
Processar informações
Técnica, ciência, política e cultura
Para a constituição de um novo quadro de
gestores públicos
2
 O cidadão como referência
 Reformar o Estado
 Praticar democracia
 Politização: a comunidade política como
valor
 Participação e controle social
Para a constituição de um novo quadro de
gestores públicos
3
Cooperação, negociação, coordenação
Redes e parcerias
O poder da argumentação e da persuasão
Para a constituição de um novo quadro de
gestores públicos
4
 Inventar um novo desenvolvimento
 Acertar as contas com o passado: uma
reforma social como meta
Para a constituição de um novo quadro de
gestores públicos
5
 Adesões democráticas consistentes
 Direção política
 Decisões governamentais claras
 Transparência
 Reformismo abrangente e integrado
 Planejamento
 Ética pública
O coração do sistema:
recursos humanos inteligentes
Qualidades básicas
Razão crítica
Razão técnica
Razão política
saber pensar
saber fazer
saber conviver
FIM
Download

Gestão Pública, Reforma do Estado e Recursos Humanos