Adm. José Acurcio Vaz Sousa
Coordenador da Qualidade
30/ 11 / 2006
ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
Conselho de
Administração
SEDUR
EMBASA
Presidência
Assessorias
Diretoria
Administrativa
Departamentos
Divisões
Diretoria de Engenharia
e Meio Ambiente
Diretoria Financeira e
Comercial
Sup.Comercial/Departamentos
Divisões
Departamentos
Sup. De Meio
Ambiente e Proj.
Departamentos
Diretoria de Operação
Superintendências
Unidades de Negócios
ÁREAS DE ATUAÇÃO
UNIDADE DE NEGÓCIOS
RMS
12
CAMAÇARI
CANDEIAS
UMB/UMF/UML/UMJ
Região Norte
4
6
2
170
ALAGOINHAS
BARREIRAS
FEIRA DE SANTANA
IRECÊ
ITABERABA
PAULO AFONSO
SENHOR DO BONFIM
Região Sul
32
16
38
22
24
9
29
173
CAETITÉ
ITABUNA
ITAMARAJU
JEQUIÉ
SANTO ANTÔNIO DE JESUS
VITÓRIA DA CONQUISTA
TOTAL
Municípios atendidos pela Embasa
por Unidades de Negócios
Nº MUNICÍPIOS
Base: dez/2005
24
26
21
32
36
34
355
IDENTIDADE ORGANIZACIONAL
MISSÃO
Assegurar o abastecimento de água e o esgotamento sanitário,
garantindo a satisfação dos clientes, acionistas, colaboradores e poder
concedente, interagindo com fornecedores, buscando o equilíbrio
econômico - financeiro, contribuindo para a melhoria da qualidade de
vida da sociedade e a preservação do meio ambiente.
VISÃO 2007
Ser reconhecida
nacionalmente
como uma empresa
de excelência no
setor de saneamento.
VALORES
Ética
Comprometimento
Criatividade
Responsabilidade Ambiental e Social
Integração
Valorização e Desenvolvimento das
Pessoas
A EMPRESA
RANKING FATURAMENTO BRUTO
(RECEITA DE VENDAS)
 414ª entre as 500 maiores empresas do Brasil segundo a
Receita Operacional Bruta (ROB)
 54ª entre as maiores do Norte-Nordeste segundo a ROB
 33ª entre as 50 maiores estatais segundo a ROB
 6ª em crescimento no Estado segundo a ROB
Fonte: Exame - Melhores e Maiores - As 500 maiores Empresas do Brasil - Edição Abril/2006
Dados: Balanço do Exercício 2005
A EMPRESA
POSIÇÃO NO RANKING DO SANEAMENTO
(Critérios Revista Valor Econômico)
 Crescimento sustentável (variação da ROL / variação do
patrimônio líquido ajustado;
 1ª do Nordeste emROL;
 Rentabilidade (lucro líquido / patrimônio líquido);
 Margem da atividade (lucro / ROL);
 Liquidez corrente (AC / PC);
 Geração de valor (Ebitda / ROL);
 Cobertura de dívidas (Ebitda / despesas financeiras);
1
2
3
4
5
6
Pontos
75
62
59
55
47
47
Sabesp
Sanepar
Copasa
Caesb
Sanasa
Corsan
7 Embasa
44
8 Cagece
9 Compesa
10 Casan
Média das 10 primeiras
40
38
23
49
 Giro do ativo (ROL / ativo total).

1ª em cobertura de dívidas (EBITDA sobre despesas financeiras)
entre as empresas de Água e Saneamento do Brasil. Fonte: Revista Valor Econômico - Valor 1000
Dados: Balanços do Exercício 2005
SITUAÇÃO INÍCIO ANOS 90
 Baixos níveis de atendimento (água: 74,4%; esgoto: 9,8%)
 Sistemas obsoletos com vida útil esgotada
 Atraso tecnológico nas áreas fins e áreas meio
 Baixa produtividade / Desmotivação / Greves Contínuas
 Descontinuidade Administrativa
 Elevado nível de insatisfação dos clientes
 Imagem negativa da Empresa
SITUAÇÃO INÍCIO ANOS 90
 100% da Arrecadação comprometida com despesas de pessoal
 Dívidas com os Principais Fornecedores ( Coelba, Produtos Químicos)
 Ameaças de suspensão no fornecimento de insumos
 Suspensão do pagamento de Encargos Sociais e Trabalhistas
 Sistema de Faturamento e Cobrança sem confiabilidade
 Tarifas defasadas / Balanços Atrasados/ Gastos sem Controle
 Ausência de Investimentos
GESTÃO NAS ORGANIZAÇÕES
Visão
ESTADO ATUAL DE ALGUMAS
ORGANIZAÇÕES
Metas Globais
MARCOS REFERENCIAIS
DA MUDANÇA
Implantação do Programa GQT
1º Planejamento Estratégico
1996 / 1998
Adesão ao Programa Qualidade Bahia
PMSS - Projeto de Modernização do Setor Saneamento -
1996
1995
1994
1993
FRENTES DO PROGRAMA
GESTÃO
ESTRATÉGICA
ISO 9000
GPD
CRITÉRIOS
PNQ
PROGRAMA
GQT
5S
CCQ
GERENCIAMENTO
DA ROTINA
ATENDIMENTO
A CLIENTE
ISO 14000
GORR
GORR
SISTEMA DE GESTÃO
COMITÊ DIRETIVO
DA QUALIDADE
(Função Estratégica)
PLANEJAMENTO & DIRETRIZES
(Metas Prioritárias)
GRUPOS DE TRABALHO
e COMITÊS SETORIAIS
COMITÊ GERENCIAL
DA QUALIDADE
(Função Operacional)
(Função Tática)
TREINAMENTO & ACOMPANHAMENTO
(Facilitadores e Multiplicadores)
PROPOSTAS & PLANOS GLOBAIS
COORDENAÇÃO
DA QUALIDADE
(Função Assessoramento)
ORIENTAÇÃO, ANÁLISE & AVALIAÇÃO
(Metas Setoriais)
CONHECENDO A
CULTURA DA EXCELÊNCIA
Participação no Prêmio ABES da Qualidade - PAQ (PNQS) - 1997
(Camaçari)
Participação no Prêmio Gestão Qualidade Bahia (PGQB) - 1998
(Cabula e Stº Antonio)
CRITÉRIOS PNQ - 2006
DEFINIÇÕES
ESTRATÉGICAS
PLANEJAMENTO
ESTRATÉGICO
MISSÃO / VISÃO
VALORES
ESTRATÉGICO
POLÍTICAS
INDICADORES
TÁTICO
DESDOBRAR
METAS E
MEDIDAS
ATINGIR
METAS
OPERACIONAL
MACRO INDICADOR
ÍNDICE DE EFICIÊNCIA OPERACIONAL (IEO)
2006
1,40
1,366
1,269 1,279
1,30
1,194
1,20
1,215
1,161
1,154
1,167
1,153 1,167
1,172
1,10
melhor
1,302
1,233
1,234
1,212
1,196 1,191
1,195
1,178
1,171
1,176
1,171 1,172
1,110 1,158
1,094
1,190
1,194
1,00
0,999
0,90
0,840
0,80
0,70
1997
2005
JAN
FEV
2006 - MENSAL
MAR
ABR
MAI
JUN
MED. ACUM. ANO
JUL
AGO
SET
OUT
NOV
MED. ACUM. 12 MESES
DEZ
META
2006
INDICADORES
Índice de Atendimento de Água*
Índice de Atendimento de Esgoto*
99%
35%
100%
80%
34%
30%
74%
25%
60%
20%
40%
15%
10%
10%
20%
5%
0%
0%
1990
2006
1990
2006
INDICADORES
Evolução da Receita Operacional Bruta
(em R$ milhões)
900
800
734,7
700
628,6
600
538,6
500
443,3
400
355,0
381,9
398,7
404,9
2000
2001
308,3
300
200
1997
1998
1999
2002
2003
2004
2005
INDICADORES
EFICIÊNCIA DA ARRECADAÇÃO
EMBASA TOTAL - GLOBAL
% 105
99,09
100
98,81
95,67
95,23
95
94
93,29
91,79
90
88,13
88,13
85
91,29
89,25
90,47
87,20
86,28
89,61
90,45
91,47
85,21
83,51
80
75
2004
ACUM.
2005
ACUM.
0,00
JAN
FEV
0,00
MAR
ABR
0,00 0,00
MAI
JUN
0,00
JUL
0,00
AGO
0,00
SET
0,00
OUT
NOV
DEZ
META
2006
INDICADORES
ÍNDICE DE QUALIDADE DE ÁGUA (IQA)
100
99,17
99,23
99
98,70
98,57
98,94
99,25
99,18
98,00
97,70
98
97
96
94,95
95,00
95
4
94
93
20
06
V
T
A
N
O
O
U
T
E
S
O
G
A
JU
L
JU
N
I
A
M
A
B
R
R
A
M
V
FE
N
JA
D
E
Z
M
E
20
05
T
A
C
U
M
.
92
INDICADORES
yDATAQUALY
76%
“SINTO
ORGULHO DE
TRABALHAR
NA EMBASA”
18%
5%
Concordo totalmente/ Concordo em grande parte
Concordo mais ou menos
Discordo em grande parte/ Discordo totalmente
Sem Resposta
1%
DIFICULDADES NO PERCURSO
 Resistência a Mudanças / Descrença
 Visão Equivocada Qualidade X Trabalho
 Dimensão (Porte) da Empresa
 Acordos Coletivos Pendentes
 PDV
 Processo de Terceirização
 Ansiedade Quanto ao Cenário Futuro (Privatização)
GANHOS OBTIDOS
COM A GQT
 Metodologia focada em resultados
 Melhoria do desempenho empresarial
 Envolvimento de todas as áreas da Empresa
 Motivação da Força de Trabalho
 Implementação do PPR
RECONHECIMENTOS
EXTERNOS 2006
 Prêmio Gestão Qualidade Bahia - PGQB
1 Troféu ouro 02 bronze no Nível 2 (500 pontos)
1 Placa no Nível 1 (250 pontos)
 Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento - PNQS
3 Troféus ouro Nível 2 (500 pontos)
1 Troféu bronze e 06 Diplomas no Nível 1 (250 )
 Prêmio Nacional da Gestão Pública - PQGF
Premiação Faixa ouro ( 2005 - 1000 pontos)
RESULTADOS / CONQUISTAS /
APRENDIZADOS
 Melhoria dos Indicadores Empresariais ligados às
várias Partes Interessadas (Especialmente Clientes)
 Melhoria da Imagem da Empresa e do Clima Organizacional
 Conquista de 60 premiações de 1998 a 2006
(36 pelo PGQB, 23 pelo PNQS, 01 PQGF)
 Certificações: 6 pela Norma ISO 9001 e 5 pela Norma
ISO 14000)
 Formação de uma Cultura de Gestão focada em resultados
 Estímulo ao Aprendizado Coletivo permanente
FATORES DE SUCESSO
DA GESTÃO
 Comprometimento da Alta Direção
 Resultados das Áreas Piloto
 Educação e treinamento
 Engajamento da Força de Trabalho
 Surgimento de Novas Lideranças
 Objetividade e Simplicidade da Metodologia GQT
O homem não é produto das circunstâncias.
As circunstâncias são produtos do homem.
Benjamim Disraeli
OBRIGADO !
Contato: 3372 - 4615 / 4616
E-mail: acurcio.vaz@embasa.ba.gov.br
Download

INDICADORES