A atuação do Bibliotecário Escolar:
perfil, desafio e dilemas éticos
Hivellyse Rodrigues
CRB 14/1011
Biblioteca Escolar:
espaço de aprendizagem e formação
• A biblioteca escolar é um espaço oferecido pela escola, seja
ela pública ou privada, devendo atender aos alunos da
educação básica, professores e funcionários, buscando
sempre se adequar ao perfil da instituição educacional
(BORBA, 2011).
• A biblioteca constitui um instrumento essencial do
desenvolvimento do currículo escolar e as suas
atividades devem estar integradas nas restantes
atividades da escola e fazer parte do seu projeto
educativo (VEIGA, 2001).
Bibliotecário Escolar
• O profissional da informação que atua ou pretende atuar em um
ambiente escolar, precisa ser competente nas atividades que serão
desenvolvidas, sendo flexível moldando-as de acordo com as
necessidades pedagógicas e institucionais que surgem.
• Ser paciente, respeitando sempre a individualidade de cada aluno,
porém, adotando atitudes que contribuam para a coletividade.
Como também, ser um sujeito atencioso e entusiasmado em
trabalhar com o público, visando sempre facilitar a aprendizagem
dos usuários.
• DIFERENCIAL:
– ágil; dinâmico; pró-ativo; bem informado; diplomata; atualizado;
audacioso; curioso; “antenado” em tudo o que se passa ao seu redor;
“ter jogo de cintura” para driblar situações; ter um pouco de bruxo,
sem perder a pose de fada; saber se relacionar com pares e com o
público em geral; ser organizado; deve criar e manter um clima
agradável e de convívio propício aos usuários da biblioteca; ter
habilidade para perceber e aceitar mudanças e que a forma tradicional
de administrar deve estar aliada à tecnologia, fazendo com que a
biblioteca não fique estagnada e distante de toda a transformação
pela qual o mundo da informação passa constantemente; deve
proporcionar oportunidades diversas para o usuário obter a
informação desejada e ter contato com toda e qualquer leitura
disponível na biblioteca (BERNARDI; BARROS, 2008).
• Os deveres do bibliotecário escolar e o seu cumprimento:
– Análise de recursos e as necessidades de informação da
comunidade escolar;
– Promover programas de leitura e eventos culturais;
– Apoiar alunos e professores na utilização de recursos da
biblioteca e de tecnologia.
A atuação do Bibliotecário Escolar no
Colégio Catarinense
• Participação nas reuniões pedagógicas semanais;
• Participação na organização do currículo do colégio;
• Integrar as atividades na biblioteca de acordo com os eventos
do colégio;
• Desenvolver o acervo de acordo com as necessidades do
currículo e do interesse dos alunos;
• Incentivar a leitura;
• Desenvolver parceria com professores.
Desafios e dilemas éticos
• Somente 1 bibliotecário responsável e atuante para exercer os
serviços de:
– Aquisição;
– Catalogação;
– Desenvolvimento de projetos junto aos serviços de
Orientação Pedagógica e do próprio colégio.
– Dilema ético: na ausência do profissional, quem ficará em seu lugar?
Como a instituição atenderá a demanda?
É na biblioteca escolar que nós profissionais
bibliotecários podemos acompanhar a formação
do
leitor
e
fazer
a
diferença
no
desenvolvimento de atitudes positivas em
relação à leitura, aos livros e à biblioteca.
Referências
BERNARDI, Marilucia; BARROS, Maria Helena T. C.. Biblioteca escolar: o profissional faz a
diferença.
InfoHome,
[s.l.]:
[s.n.],
out.
2008.
Disponível
em:
<http://www.ofaj.com.br/colunas_conteudo.php?cod=393>. Acesso em: 12 fev. 2011.
BORBA, Maria do Socorro Azevedo. Bibliotecário Educador: reflexão-ação-reflexão. In:
CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA
INFORMAÇÃO, 14., 2011, Maceió. Anais... Maceió: [s.n.], 2011. Disponível em:
<http://febab.org.br/congressos/index.php/cbbd/xxiv/paper/view/58>. Acesso em: 12 fev.
2011.
VEIGA, Isabel, et al. Lançar a rede de bibliotecas escolares: relatório síntese. 2. ed. Lisboa:
Ministério da Educação, 2001.
Hivellyse Rodrigues
CRB 14/1011
hivellyse@colegiocatarinense.g12.br
(48) 3251.1575
Download

Perfil do bibliotecário escolar: experiência da Biblioteca do Colégio