DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO
Ibertioga
Cidade se une pela
saúde e bem-estar
da população pag. 06
PAULO LEMOS
Capela Nova
Filtro biológico para
reduzir poluição
da água pag. 02
Madre de Deus
Samu Regional
e Centro de
Fisioterapia
já estão em
funcionamento
www.jornalnovamidia.com.br
ABRIL / 2012 - Ano 3 - Nº 33 - Ibertioga (Região do Campo das Vertentes e Sul de Minas) - Distribuição Gratuita
pagINAS 10 e 11
n APAE BARBACENA
Ser Diferente é Normal
e os Direitos são Iguais
FABRICANDO QUALIDADE
Cobrimos
qualquer
MÁRCIO CLEBER
orçamento
Oficina de culinária da APAE Barbacena
Barbacena
São João del-Rei
 Santos Dumont
 Lavras


Igualdade
14
Câmara de São
Vicente de Minas
promulga Lei que
cria Conselho para
defender direitos
de pessoas com
deficiência
Encontro
15
Festa anual de
confraternização
da FFBN em JF
A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Barbacena (APAE) estará
completando 50 anos no mês de maio.
Neste meio século de existência a instituição vem cumprindo a missão de promover e articular ações de defesa e direitos, prevenção, orientações, prestação de
serviços, apoio à família, ações estas direcionadas à melhoria da qualidade de vida
da pessoa com necesidades especiais e à
construção de uma sociedade mais justa
e solidária. Pode-se afirmar que centenas de famílias de Barbacena e de outras
cidades da região puderam ter uma vida
mais feliz usufruindo dos serviços oferecidos pela APAE.
PÁGINA 4
 BARBACENA
Criação de Núcleo
de Panificação visa
crescimento do setor
PÁGINA 03
2
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
Carmen Cristiane
Borges Losano
* Doutoranda em Literatura Comparada (UFMG);
professora e pesquisadora ES (UEMG);
bolsista PCRH-UEMG/Fapemig
Receita para entrar e
sair do trnsito com
"pacincia de J"
Para quem não sabe, a expressão “paciência de Jó” tem sua origem no texto bíblico. Relata a Bíblia que Jó era um homem de fé,
que sempre fez de tudo para agradar a Deus. Jó era um homem de
posses, de grande família, de filhos belos. Porém, foi tentado em sua
fé - não por Deus, mas por seu opositor - para que demonstrasse até
onde iria sua paciência, ainda que fosse atormentado por tribulações
das mais diversas. Jó perdeu tudo: bens, família, saúde. Porém, permaneceu firme, fiel a Deus, com paciência diante do sofrimento. Daí
vem a expressão “paciência de Jó”, que muitos utilizam, às vezes na
ignorância acerca da origem da mesma.
Pois bem. É com base em Jó que venho trazer a vocês, leitores,
a minha receita para entrar e sair do trânsito, principalmente em cidades onde a sinalização é apenas um conselho e, principalmente,
onde os pilotos de veículos de duas rodas simplesmente atormentam
os motoristas dos veículos de quatro rodas (talvez a recíproca seja
verdadeira). Estando ao volante em um veículo de quatro rodas, percebo, com frequência, que muitos companheiros de trajeto se aventuram na ultrapassagem (leia-se “costura”) pela direita e pela esquerda,
com base nas duas rodas. Só não passam por cima porque não têm
asas; só não passam por baixo porque não pretendem ficar mais por
baixo ainda (diria sete palmos abaixo).
A turma da bike, então, insiste em ficar justamente em frente, a 10
km/h, enquanto estamos a 40 km/h. Detalhe: de cara boa, pois pensam
que estão certos - ou de cara feia, pois pensam que estão certos. Enfim,
sempre pensam que estão certos. E os pedestres? Alguns atravessam
fora da faixa de pedestres, virando a cara para o outro lado, demonstrando total desprezo pelos motoristas que vêm em sua direção, ou
melhor, com total desprezo pela própria vida. Em caso de acidentes,
a culpa será do motorista, sim. Porém, em caso de morte, não haverá
remédio, ainda que a culpa continue recaindo sobre o motorista.
Receita: paciência de Jó. Eu disse Jó, com acento agudo, o da
Bíblia. Ele teve paciência o suficiente para aguardar o alívio que viria
de Deus. E veio: Deus lhe curou e ainda lhe retribuiu todos os bens e
familiares perdidos. Motoristas sobre quatro rodas: sejamos pacientes
como Jó; tenhamos compaixão daquele ciclista atordoado, que anda
sobre o asfalto como se estivesse pedalando sobre as nuvens. Tenhamos compaixão do motociclista apressado que sai costurando as ruas,
como se todas fossem deles, e só deles. Antes costurar as ruas, que a
pele, ou os ossos, após as terríveis fraturas expostas, que vemos nos
acidentes, pelas estradas da vida. Tenhamos compaixão do pedestre
desavisado, que atravessa fora da faixa, correndo da/para a morte,
como se a vida valesse menos que o tempo perdido. E tenhamos compaixão de nós mesmos, uma vez que o nervosismo e a irritação conduzem a doenças cardíacas. Com a paciência de Jó, o trânsito não vai
melhorar, mas vamos sair dele ilesos. E gratos pela vida. O Jornal Novamídia é uma publicação de PMV Comunicação Visual Ltda.
CNPJ 11.930.342/0001-27 - Ibertioga - MG
Diretor responsável e designer gráfico: Paulo Roberto Lemos
Diretora administrativa e comercial: Viviane Resende de Araújo
Jornalista responsável: Márcio Cleber (22564/MTbRJ)
Webmaster: Denner Martins
Impressão: Sempre Editora
Tiragem: 4.000 exemplares - Distribuição gratuita
Gerais
 CAPELA NOVA
Alunos produzem filtro
biolgico para reduzir
poluio da gua
Depois de utilizada para lavar as louças, a água que sai da pia
da casa do estudante Nilmar Celestino de Souza, está cada vez mais
limpa. Ele e seus colegas da Escola Estadual Chiquinho de Paiva, no
município de Capela Nova, produziram um filtro biológico. “A invenção utiliza brita, areia e plantas como o inhame e o copo de leite.
As raízes dessas plantas filtram os resíduos de gordura e a água sai
praticamente limpa”, ressalta o aluno do 2º ano do ensino médio.
O filtro foi feito com duas caixas de 250 litros. Em cada uma delas foram colocadas camadas de britas e de areia. Depois os estudantes
plantaram as mudas. As caixas foram colocadas na saída do cano da
pia das casas. “As caixas são ligadas por canos. A água cai por cima
da primeira caixa e é filtrada, passa pelo cano e cai em outra caixa.
Depois que é filtrada novamente ela é liberada”, conta Nilmar.
Ainda segundo o estudante, o inhame e o copo de leite foram escolhidos porque são plantas típicas da região e por terem
raízes longas. “De acordo com a nossa pesquisa, a raiz alongada
penetra mais facilmente na areia e facilita o filtro dos resíduos de
gordura”. As mudas foram doadas pelos alunos.
Os filtros foram colocados em quatro residências e o resultado pode ser visto na aprovação dos moradores. “As plantas filtram as impurezas da água e depois que ela passa pelas duas
caixas já sai clarinha. Depois que o filtro foi instalado melhorou
bastante”, aprova Sandra Regina Alves de Sousa.
Para expandir a iniciativa, os alunos montaram um folder que foi
distribuído para toda comunidade no mês de março, que tem um dia
dedicado a preservação da água: no dia 22 é comemorado o Dia Mun-
DIVULGAÇÃO
dial da Água. “Montamos um esquema para chamar a atenção das pessoas e
mostrar que a nossa ideia tem dado certo. É um método de baixo custo e que
qualquer pessoa pode fazer. O folder está sendo distribuído para toda comunidade. Nele estamos colocando os objetivos do projeto e ensinando como
fazer o filtro”, ressalta a professora de Geografia e idealizadora do projeto,
Márcia Moreira da Cunha. (Fonte: Agência Minas)
 BARBACENA
Cidade  contemplada
com Consultrio de Rua
Oficinas terapêuticas e
lúdicas, realização de paletras
e formação de grupos, acolhimento do usuário, família e
comunidade e de acordo com
a demanda de casos. Esses
são os serviços que estarão
à disposição da população de
Barbacena quando entrar em
funcionamento os programas
Consultório de Rua e Escola
de Redutores de Danos, que
são programas do Plano de
Enfrentamento ao Crack e
outras Drogas, do Ministério
da Saúde, implantado em parceria com o município.
O Consultório, a cada
dia da semana, ficará em
pontos estratégicos. Inicialmente será nos bairros Monte Mário, Santo Antônio,
JÚLIO BATISTA
Grogotó e Pontilhão de 13 às
17h. A preveisão é que entre
em funcionamento em aproximadamente um mês.
Barbacena foi beneficiada
com os programas por ser referência em nível nacional, no
que concerne à implantação
Circulação mensal nas cidades: Ibertioga, Barbacena, Santa Rita do Ibitipoca, Santana do
Garambéu, Piedade do Rio Grande, Madre de Deus de Minas, São Vicente de Minas, Minduri,
Andrelândia, Carrancas, Antônio Carlos, Bias Fortes, Barroso, Dores de Campos, Prados,
Tiradentes, São João del-Rei, Santa Cruz de Minas, Coronel Xavier Chaves, Resende Costa,
Conceição da Barra de Minas, Alfredo Vasconcelos, Ressaquinha, Carandaí, Desterro do Melo,
Senhora dos Remédios, Alto Rio Doce, Cipotânea e Santa Bárbara do Tugúrio.
Onde encontrar: Prefeituras e Câmaras Municipais, Associações e Entidades de Classe,
Sindicatos, Clínicas e Consultórios, Farmácias, Supermercados, Restaurantes, Pousadas, Hotéis
e em todos os anunciantes desta edição.
O Jornal Novamídia não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos dos seus colaboradores.
Endereço para correspondência:
Rua Abalém Jorge Sad, 60/102 - São Geraldo - CEP 36200-358 - Barbacena - MG
Tels. (32) 3331-4633 / 9982-5288 / 9983-1612
Email: redacao@jornalnovamidia.com.br
Site: www.jornalnovamidia.com.br
das políticas públicas de Saúde Mental. O Consultório de
Rua recebe o nome de “Ponto
de Encontro” . Segundo Lúcia
Helena Barbosa, gerente de
saúde mental do Demasp (Departamento Municipal de Saúde Pública de Barbacena), a fi-
nalidade é atrair o maior número
possível de pessoas para poder
ajudá-las no tratamento de sua
saúde. “Vamos procurar conscientizar, tratar e orientar sobre
o consumo prejudicial de álcool
e outras drogas”, comentou.
O lançamento dos programas foi realizado no dia 15
de março, no auditório do Ifet
(Instituto Federal de Educação,
Ciência e Tecnologia). “Ao sermos contemplados com estes
programas, Barbacena fica em
posição de destaque nacional
e passamos a ser exemplo para
outras cidades. Nosso município tem dado lições de grande
alcance na saúde mental e minimizando os danos causados nos
pacientes”, explica Danuza Bias
Fortes, prefeita de Barbacena.
Barbacena
n EMPRESÁRIA DE SUCESSO
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
n EMPREENDEDORISMO
3
Vida regada com Criao de Ncleo de Panificao
muito trabalho visa crescimento do setor
KÁTIA CILENE
MÁRCIO CLEBER
Ângela Maria Hespanhol Vieira
Quem nos conta um pouco da sua trajetória de sucesso no ramo
empresarial é Ângela Maria Hespanhol Vieira, proprietária da
Ótica Yolanda, em Barbacena. Sua trajetória na área comercial
começou quando era funcionária do Supermercado Mantiqueira
(que funcionava na rua Theobaldo Tolendal), depois na Bomboniere Wilma e na loja Bota de Ouro. Conta com uma experiência
de 42 anos no setor comercial. É natural de Barbacena e filha de
Gelson Hespanhol e Nelly Aparecida.
Novamídia - Como iniciou sua trajetória na área comercial?
Ângela - Com muito trabalho. Eu plantei uma sementinha com
muita dedicação e trabalho, e hoje estou colhendo o sucesso. Se
você não tiver amor, dignidade e respeito pelo que faz, você não é
ninguém dentro da área comercial. Graças a Deus posso dizer que
estou feliz com tudo que venho conquistando.
Por que você escolheu um empreendimento ligado à ótica?
Minha vida no mercado de trabalho iniciou em um supermercado. Depois fui para uma casa de doces, mas foi dentro do setor ótico que me adaptei melhor. Tive experiência de um patrão
(Orozimbo Paolucci) que me emprestava os livros para eu ler
sobre miopia, astigmatismo e hipermetropia. Ele ficou um pouco
assustado porque ninguém tinha pedido para ler sobre estes assuntos. Eu quis saber a profundidade, porque as pessoas tinham
aquilo. Trabalhei e estudei muito para chegar onde estou hoje,
com o meu próprio empreendimento.
Você está há 42 anos ligada ao setor comercial e a maior
parte desse tempo atua como empresária. O que você destaca de positivo?
Deixar de ser funcionária para ser proprietária de meu próprio
negócio, foi uma mudança muito brusca, uma responsabilidade
muito grande e de muito trabalho. Mas a experiência que tive
anteriormente na loja onde atuei como funcionária, me ajudou
muito. Atualmente estou aprendendo comigo mesma, deixando
sempre os conhecimentos e as novidades fazerem parte do meu
negócio. A área comercial é um ramo muito dificultoso porque
existe o lado A e o lado B. O lado A é o bom, honesto, positivo.
No B, existe muitos produtos falsificados no mercado.
O que é necessário para se tornar uma empresária de sucesso?
Arregaçar as mangas e trabalhar muito. Tudo vem do trabalho.
Lembro-me do José Campos Júnior, da Loja Primavera; e de
Orozimbo Paolucci, da Bota de Ouro, que se dedicavam totalmente ao seu comércio. Estou falando de empresários antigos e
as lojas estão em funcionamento. Se formos analisar, eles estavam no comércio, mas trabalhando.
O que representa Barbacena para você?
Tem dias que lamentamos porque a cidade em vez de melhorar
está encolhendo. Torço muito para que Barbacena evolua, mas
está uma cidade tão individualista, tão diferente. A política no
Brasil mudou muito. Barbacena era uma cidade polo de toda a
região. Lembro-me que vinha gente de todos os cantos da região
e isso não acontece como antigamente. Houve uma diminuição da
cidade porque alguém cresceu do outro lado. É uma cidade ótima
para se viver e com pessoas muito boas.
O Núcleo tem como presidente Ricardo Bello, proprietário da Padaria e Biscoiteria Avenida
Depois de constatar que o
setor de panificação, bares, restaurantes e similares vem sendo um importante segmento da
economia do município de Barbacena na geração de emprego
e renda, e que gera alta contribuição de tributos, a Associação
Comercial e Industrial de Barbacena criou o Núcleo da Panificação, Bares, Restaurantes
e Similares. O lançamento do
Núcleo aconteceu no dia 12 de
março durante uma cerimônia
realizada na sede da instituição.
“Percebemos que no setor
havia uma insuficiência muito
grande de mão-de-obra qualificada e algumas questões no que
se referem à gestão de negócios, enfim, um setor que precisa de uma atenção muito especial uma vez que temos muitos
associados ligados ao setor de
panificação, bares, restaurantes e similares”, pontou Flávio
Dani Franco, presidente da Associação Comercial e Industrial
de Barbacena.
Com a criação do Núcleo,
a Associação pretende trabalhar a capacitação desta mãode-obra que já está no mercado,
preparar aqueles que pretendem atuar no setor e também
capacitar os empresários para
que o setor se fortaleça ainda
mais e se torne uma referência
maior na economia do município. Segundo Flávio Dani, um
convênio está sendo firmado
com o Ifet (Instituto Federal de
Educação, Ciência e Tecnologia) para a realização das capacitações. “Estamos buscando
criar maior oferta para esta demanda de mão-de-obra que está
latente”, ressaltou.
Paralelamente a todo este
trabalho, já foi iniciado uma série de treinamentos que se refere
à gestão de negócios, principalmente no fluxo de caixa, preço
de custo e marketing, que vem
sendo realizado por uma empresa especializada, a Márcio Rodrigues Consultoria, de Belo Hori-
zonte. As pessoas que farão parte
do Núcleo terão um atendimento
diferenciado e melhor condição
para fortalecer seus negócios.
O diretor do Núcleo é Ricardo Bello, proprietário da
Padaria e Biscoiteria Avenida.
Foi escolhido para assumir o
cargo por ser um empresário
que já integra o setor, uma
pessoa qualificada e com condição de aglutinar todo esse
segmento fazendo com que os
trabalhos tenham sucesso, promovendo o crescimento do setor. Os trabalhos contam com
a parceria da empresa Atitude
Empresarial, de propriedade de
Felipe Alvim.
4
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
Incluso social
 BARBACENA
APAE: 50 anos de trabalho
voltado para toda a famlia
O dia 31 de maio de 2012
será uma data muito especial
para a Apae (Associação de Pais
e Amigos dos Excepcionais de
Barbacena), ou Abae (Associação Barbacenense de Assistência aos Excepcionais) como era
chamada no início. A instituição
estará completando 50 anos mudando a vida de diversas famílias
de Barbacena e de várias cidades
da região. Neste meio século de
existência, pode-se afirmar que
centenas de pessoas puderam ter
uma vida mais feliz depois de
usufruírem dos serviços oferecidos pela Apae. Uma felicidade
que atingiu não só a vida dos assistidos diretamente, mas das famílias e da própria sociedade que
perceberam a importância de um
atendimento especializado e com
total dedicação.
A Apae sempre procurou dar
assistência não só ao usuário,
mas também aos seus familiares.
Para isso, foi criado um espaço,
ou melhor, a “Oficina da Família”, dentro da instituição para a
promoção de atividades com as
mães, enquanto aguardam por
seus filhos. A Oficina da Família oferece cursos de artesanato
e culinária, alfabetização, atendimento psicológico, e ainda tem as
atividades na academia. Também
participam de excursões voltadas
somente para as mães. Todo um
trabalho desenvolvido para a promoção de vida de toda a família.
A coordenação da Apae acredita
que o resultado dos usuários é
muito maior quando se envolve
toda a família.
O que se vem observando
com a Oficina da Família é a melhora da autoestima das mães,
maior participação nas atividades da Apae, um entrosamento
melhor entre elas sendo que em
alguns momentos uma ajuda a
outra em determinado problema,
e, é claro, transformando-se em
uma família muito mais feliz.
A missão da Apae é promover e articular ações de defesa e
direitos, prevenção, orientações,
prestação de serviços, apoio à família, ações estas direcionadas à
melhoria da qualidade de vida da
Fotos: MÁRCIO CLEBER
Oficina da Família, realizada exclusivamente com as mães dos assistidos
pessoa com necessidades especiais e à construção de uma sociedade justa e solidária.
Atendimento
Os serviços da Apae são
oferecidos gratuitamente. A entidade sobrevive das doações,
um marco positivo de sua história; e também de recursos do
Governo Federal e de subvenção municipal, além das contribuições dos sócios, Tele-Apae e
rendas eventuais de promoções
sociais realizadas. As pessoas
que quiserem contribuir podem
ligar para (32) 3331-1486.
São oferecidos os seguintes atendimentos especializados:
academia de ginástica, atendimento odontológico, estimulação
precoce, educação infantil, equoterapia, fisioterapia, fonoterapia,
hidroterapia, iniciação à informática, musicoterapia, neurologia, nutrição e dietética, oficina
da família, oficinas pedagógicas,
oficina de funcionalidade, núcleo
rural, pediatria, primeiros socorros, psicologia, psicomotricidade,
psicopedagogia, psiquiatria, salas
de recursos e apoio pedagógico,
serviço social, terapia ocupacional, tratamento de habilitação e
tratamento de reabilitação.
Em 1962 um grupo de pais interessados na recuperação de
seus filhos portadores de deficiência começou um grande movimento com a comunidade barbacenense e conseguiu concretizar, em 31 de maio de 1962, a fundação da Abae (Associação
Barbacenense de Assistência aos Excepcionais).
Com grandes dificuldades financeiras, de conhecimento técnico e até
mesmo da causa que abraçavam, persistiram em seus ideais e instalaram a primeira casa onde um sonho começava a se tornar realidade.
Para o trabalho que estava sendo proposto instalou-se duas classes
anexas à Escola “Padre Sinfrônio de Castro” e professoras sensibilizadas despertaram o interesse de se especializarem, o que foi feito no
Instituto Nacional de Ensinos Pedagógicos, no Rio de Janeiro.
Outros profissionais começaram a aderir voluntariamente à causa em
prol dos portadores de deficiência. Com ajuda de pessoas influentes
nas esferas municipal, estadual e federal, conseguiu-se recursos para
a construção da sede própria, cuja conclusão aconteceu em 1968,
data esta em que a Associação se instalou nas novas dependências.
Neste momento tão importante, não podemos deixar de citar pessoas
que tanto se dedicaram na construção e no funcionamento da Apae de
Barbacena. São elas: Léa Paolucci Cascapera, Ítalo Sogno e Túlio
Octávio de Araújo Lima. Em 28 de setembro de 1999 sua razão mudou
de Abae (Associação Barbacenense de Assistência aos Excepcionais)
para Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais).
DEPOIMENTOS
Acompanho minha neta na Apae
há seis anos e ela mudou muito seu
comportamento depois que passou a frequentar a Apae. É uma pessoa mais participativa em tudo. Um serviço que só
trouxe benefícios, não só para ela, mas
para toda a família.
Terezinha Oliveira Santana (Barbacena)
Atendimento de neuro-evolutivo tem a participação dos pais na execução das atividades
Hoje, nós, as mães, que ficamos aguardando
nossos filhos usufruírem dos serviços da
Apae, também estamos sendo beneficiadas
pela instituição com a criação da Oficina da
Família. O tempo que antes ficava ocioso
enquanto esperávamos, passou a ser muito
produtivo, pois temos um espaço para estarmos
aprendendo uma variedade de coisas, como
artesanato. Vem contribuindo muito até mesmo
para a criação de amizade entre as mães.
Sueli Moreira (Barbacena)
O núcleo de fisioterapia é um dos atendimentos que fazem parte da Apae
Apae em números
Oficina de atividades diárias
Trajetria
50 anos de existência
700 pessoas atendidas mensalmente
27 atendimentos especializados
33 professores cedidos pelo Estado
07 professores cedidos pelo Município
80 empregados seletistas
05 equipes de nível superior
12 cidades beneficiadas
Foi ótima a criação de um espaço para
que nós, mães, pudéssemos aproveitar o
tempo ocioso que tínhamos enquanto nossos filhos eram atendidos. Aprendemos com
a Oficina da Família que devemos valorizar
a vida, cada coisa, por menor que ela seja.
Passamos a reconhecer o valor do artesanato porque hoje também produzimos.
Maria Aparecida da Costa (Barbacena)
São mais de três anos de caminhada
junto à Apae e está sendo bom em
tudo, principalmente na parte da
educação, pois apresentou um grande
desenvolvimento.
Kátia Cristina Ferreira Delben
(Barbacena)
Educa+Ao
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
Pedagogo - xnelson@uai.com.br
NELSON XAVIER
n COMPORTAMENTO
 IBERTIOGA
Aprendendo a dura arte de
envelhecer
“O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice.
Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã!” Leonardo da Vince
Como vai meu amigo leitor? Espero que tudo esteja transcorrendo em paz e harmonia. Retomemos o nosso passeio educacional, e hoje, iremos refletir sobre o envelhecer...
A história se deu mais ou menos assim: a garota ficara encantada com aquela velhinha bondosa que visitara o seu lar e passara
bons momentos em companhia de sua mãe. Seu jeito alegre de
conversar, sua espontaneidade e acima de tudo seu bom humor
diante das dificuldades da vida cativaram aquela criança
de modo tão especial que, quando a senhora foi
embora de sua residência, ela falou para a
sua mãe: Quando eu ficar velhinha,
quero ser igual a essa senhora. A
mãe sorriu e respondeu: Então,
minha filha, comece já, pois
a minha amiga cultivou todos esses hábitos ao longo
dos anos.
Que fantástica resposta
a mãe concedeu a sua filha.
Por mais que nos pareça estranho, envelhecer pede sabedoria. E quão poucas se educam
para envelhecer bem! Leonardo da
Vince nos recomenda semear o conhecimento na juventude para colhermos a sabedoria na idade madura. Sei que é muito
comum encontrarmos pessoas idosas
amargas, poli-queixosas e infelizes;
algumas argumentam que foram as
dificuldades e as lutas da vida que as
fizeram assim, já outras se acostumaram, durante toda a existência,
ter a tristeza como alimento, acabando por espalhar pessimismo e
amargura por onde passasse. Precisamos nos preparar para a velhice, ou terceira idade, ou melhor idade, como queiram.
Escolhi este tema, pois ao conversar com um companheiro de
trabalho e leitor do jornal (SO Adir); ele me pediu para falar deste
tema que o tem deixado angustiado. Um conhecido chegou para ele
e falou de seus cabelos, já não mais tão negros como antigamente, e
o comentário gerou uma série de incômodos internos. Além de nos
preocuparmos com a aparência, ficar idoso representa interiormente
uma série de coisas negativas. Reconheço que há uma turma de idosos dando show em muitos jovens por aí: são motivados, trabalhadores, alegres e confiantes na vida - mas este grupo ainda é minoria;
porque a maioria está despreparada para envelhecer, e também para
morrer (não estranhe, é isto mesmo, precisamos nos educar também
para a morte, mas isto são cenas do próximo capítulo).
O envelhecimento representa para muitos a perda da beleza da
juventude - o que já causa bastante medo; mas também significa
ficar dependentes dos outros, se limitar física e psiquicamente. No
passado, principalmente para as tribos indígenas, a velhice estava
vinculada à sabedoria; e os anciões eram consultados para que as
suas experiências pudessem nortear os destinos da aldeia. Embora a
criatura humana sempre se preocupasse em prolongar a existência,
nas últimas décadas vimos uma postura angustiada e angustiante no
que tange envelhecer na idade, mas mantendo uma aparência jovial.
Acabamos por nos inquietar em demasia para mantermos uma aparência... infelizmente, vivemos na era do parecer ser...
É comum encontrarmos pessoas que sempre comentam como
fulano ou sicrano envelheceram, e não percebem que o tempo está
passando para ela também. Foi assim que a mulher entrou no consultório daquele dentista pela primeira vez, e enquanto estava na
sala de espera, leu o nome do profissional em um diploma que estava à mostra. Era incrível, aquele dentista tinha o mesmo nome do
grande amor seu, da época do colégio. E a mulher pensava: Será
que é a mesma pessoa? Porém, quando ela adentra o consultório,
descartou logo a hipótese: esse homem careca, barrigudo e velho
- não podia ser o grande amor de sua vida escolar. Entretanto, ao
final da consulta, ela não se conteve e resolveu perguntar: Doutor, o
senhor, por acaso, não estudou, há uns trinta anos atrás, no colégio
tal (declinou o nome do educandário). Ele disse: Sim, estudei, mas
por que a senhora quer saber? E ela arrematou toda feliz: É que eu
acho que o senhor foi da minha classe. E o dentista surpreso perguntou: E a senhora era professora de quê?
5
Festa na Escola
Aconteceu no dia 23 de março, na Escola Municipal Dr.
Mário Batista do Nascimento em Ibertioga, a “Festa do Livro 2012”. O evento tem como finalidade incentivar os alunos ao hábito da leitura, conservação dos livros e também a
participação da família na vida escolar.
Embora os alunos já tenham contato com livros literários, agora estão recebendo o 1º livro didático, o qual será
um companheiro durante a vida escolar.
Na oportunidade, as professoras dos 1os anos: Inez, Juçania e Sônia Viol prepararam uma mostra das atividades
realizadas por seus alunos como: músicas, paródias, poesia
e peça teatral.
(Texto: Lucilene - secretária da escola)
Fotos: DIVULGAÇÃO
Apresentação da peça Dona Baratinha
e a presença de pais na escola
DIVULGAÇÃO
Na vida é assim, enquanto a gente acha que o tempo só está
passando para os outros, nos esquecemos de que o tempo está
passando para nós também. É impressionante como passamos
pela juventude como se nunca fôssemos envelhecer; é como se
fosse acontecer só com os outros; e é um assunto que não gostamos de pensar. O problema é que aqueles que não se educam para
chegar mais sábios à velhice, acabam por se tornar rabugentos e
ranzinzas. Talvez, amigo leitor, você conheça alguém que ainda
não chegou à velhice e você pensa: novo deste jeito e agindo desta
maneira, quando envelhecer ninguém vai suportá-lo.
A Organização das Nações Unidas (ONU) considera as pessoas acima de 60 anos como idosos, eles são uma grande parte da
população. Porém, podemos fazer uma distinção entre os velhos
e os idosos, e essa será a recomendação de hoje. Para aqueles que
não sabem, há grande diferença nestas duas posturas: tornar-se
idoso ou velho. O texto que se segue é de autoria desconhecida,
mas nos será de grande valia para nossas reflexões do momento:
“O idoso se renova a cada dia que começa, o velho se acaba em
cada dia que termina, pois o idoso tem seus olhos postos para
o horizonte e o velho tem seu olhar voltado para as sombras do
passado. O idoso faz planos e o velho só tem saudades e assim o
idoso tem muita idade e o velho perdeu a jovialidade.”
Cientistas canadenses, liderado por Oury Monchi descobriram
que pessoas com mais de 55 anos usam seus cérebros com muito
mais eficiência do que as pessoas mais jovens, demonstrando que
a velhice pode ser sinônimo de sabedoria; segundo as pesquisas, os
anos de experiência de vida faz com que cérebros mais velhos sejam
tão eficazes quando se trata de tomada de decisão quanto o de seus
colegas mais jovens. O autor do estudo afirma que: “Já se sabia que
o envelhecimento não é necessariamente associado a uma perda
significativa na função cognitiva. Quanto mais velho, mais experiência tem o cérebro, que sabe que nada se ganha com pressa”.
Walter Breuning, foi considerado o homem mais velho do
mundo, morreu de causas naturais com 114 anos, em um hospital
de Great Falls, Montana, EUA. Ele revelou seus segredos para ter
uma vida longa, que incluíam ajudar os outros, aceitar mudanças e manter-se ocupado. Ele aconselhou as pessoas a não terem
medo da morte e trabalhar enquanto pudessem. Sigamos seus conselhos e nos permitamos envelhecer acumulando conhecimentos,
para aplicá-los com sabedoria. Namastê!
NELSON XAVIER
Consultor em Desenvolvimento Humano
Pedagogo
xnelson@barbacena.com.br
6
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
Ibertioga
n AÇÃO SOCIAL
Unio pela sade e bem-estar
social foi sucesso em Ibertioga
Tendo em vista o tema da
Campanha da Fraternidade promovida pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) com o tema “Fraternidade e
Saúde Pública” e o lema “Que a
saúde se difunda sobre a Terra”
(cf. Eclo. 38,8) e o Dia Internacional da Mulher, aconteceu no
dia 9 de março a Ação Social
promovida pela Secretaria Municipal de Saúde de Ibertioga, que
teve abertura nas primeiras horas
da bela manhã com um “buzinaço” para chamar a atenção da
população.
Uma caminhada partiu de
cada bairro em direção à Praça
da Matriz e, de lá, seguiu para o
amplo pátio da Unidade Básica
de Saúde, onde a secretária de
saúde, Rosiany Araújo, deu as
boas vindas aos presentes, convidando-os a fazer uma oração
e a entoarem o Hino Nacional.
Em seguida, as fisioterapeutas
do município coordenaram um
alongamento coletivo, que ressaltava a importância da consciência corporal, ao mesmo tempo
em que chamava a atenção para
a prática de uma atividade física,
visando assim o bem-estar e a
saúde como um todo.
A equipe de funcionários
foi dividida em vários temas,
tidos como os mais importantes
a serem prevenidos e/ou controlados, e tendas com atividades
específicas acerca dos mesmos
foram montadas. As questões
“Prevenção e Controle da Hipertensão Arterial e Diabetes” e
“Saúde do Idoso” foram abordadas com aferição de pressão
arterial, teste de glicemia capilar
e orientações para uma vida sau-
Fotos: DIVULGAÇÃO
Abertura solene no pátio da Unidade Básica de Saúde
Promovendo a Saúde Bucal
dável. A equipe responsável pelo
tema “Prevenção do Câncer”,
entre eles próstata, mama e colo
uterino, também conseguiu prender a atenção do público participante através de vídeos breves e
didáticos.
Os adolescentes receberam
orientações sobre “Doenças Sexualmente Transmissíveis e Drogas” através de palestras e material explicativo. Às gestantes
e nutrizes, orientações sobre pré
e pós-parto foram transmitidas,
bem como incentivo ao aleitamento materno. O ponto alto do
evento ficou por conta do Setor
Odontológico que promoveu palestras educativas e lúdicas para
as crianças, além de um teatro de
fantoches e jogo de perguntas, no
qual uma resposta correta valia
um brinde, tudo com ênfase na
prevenção e promoção da saúde bucal. Outro destaque foi o
“Mosquitão da Dengue”, atração
criada pela equipe da Vigilância
Epidemiológica para orientar
a população a manter distância
deste inimigo. Ao longo do dia foram sorteados brindes e “mimos” do
“Cantinho da Beleza”, que contou com o trabalho voluntário
de profissionais da beleza de
Ibertioga, sendo bastante disputado não só pelas mulheres que
queriam fazer as unhas, cortar ou
escovar os cabelos, mas também
pelos homens.
Foram ofertadas mudas de
palmeira, cedidas pelo Horto
Florestal Municipal, aos participantes. Já a criançada disputou
a concorrida fila do pipoqueiro,
que se não fosse sua filha para dar
uma ajuda, teria suado mais que
a tampa de sua panela. E assim
finalizou-se a tão sonhada Ação
Social. Dizemos “sonhada”, pois
os funcionários planejaram cada
detalhe deste dia, à eles, às voluntárias da beleza, aos colaboradores e participantes, o nosso
muito obrigada, de coração.
(Pela Comissão Organizadora)
Cantinho da Beleza: manicure, pedicure, corte de cabelo...
Matando a sede com água distribuída pela Copasa
HiperDia e Melhor Idade
Autoridades municipais recebendo orientação do Mosquitão da Dengue
Profissionais orientando sobre a prevenção do câncer
Concentração para a caminhada
Distribuição de mudas de palmeira
Talento musical
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
n SERTANEJO UNIVERSITÁRIO
7
Douglas & Leon
A paixão pela música sertaneja veio unir estes dois artistas,
embalados pela emoção de poder levar uma mensagem de paz
e alegria às pessoas através desta
arte que Deus lhes concedeu: o
dom de poder executar. Alegria,
carisma, simpatia e principalmente humildade e respeito ao
público, essas são marcas registradas desta dupla mineira, que
vem com tudo pra mostrar o seu
novo trabalho.
Naturais de São Domingos
das Dores, leste de Minas, e residentes em Belo Horizonte, capital mineira, a dupla vem conquistando o carinho e a admiração do público por onde passam.
Leon fez parte da dupla “Cezar
e Leon”, e Douglas foi por três
anos vocalista da Cia. de Forró
Cintura Fina, tradicional banda
de forró de Belo Horizonte.
Com o fim da dupla “Cezar
& Leon”, Leon resolveu apostar
e seguir em frente com o trabalho
que vinha fazendo há algum tempo, e para isto convidou “Douglas” para formar então a dupla
“Douglas & Leon”, dando continuidade ao sonho de se estabelecer no cenário da música sertaneja nacional.
Em seu pouco tempo de formação a dupla já se apresentou
em casas como Caipirinha, Arrastapé, Peixe vivo e Cia. Cavalo, redutos da música sertaneja
situados em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte.
Apresentaram-se também na
casa de shows Cheio de Graça,
Engenho de Minas, além de colecionarem várias apresentações
em festas e exposições agropecurárias pelo interior do estado de
Minas Gerais, em cidades como
Caratinga, São Domingos das
Dores, Lavras, Araxá, Curvelo, Itabirito, Betim, Contagem,
Nova Serrana, etc.
Atualmente a dupla se apresenta em bares e casas noturnas
de Belo Horizonte e região. Com
muita simplicidade e um jeito
alegre de fazer música a dupla
vêm conquistando seu espaço e o
público por onde se apresentam.
Isso pode ser comprovado pela
criação do fã clube “Paixão ou loucura”, nome de
uma das canções de autoria
da dupla e que foi formado
espontaneamente pelos seus
integrantes, e que por onde
passa arrasta mais adeptos.
A dupla Douglas & Leon
estará se apresentando dia 7 de
abril no Clube Ressaquiense,
em Ressaquinha, com participações especiais dos MC’s
Fabinho e Teir e Dinho MC,
e do sertanejo universitário da
dupla Vagner e Osmar.
No dia 14 de abril, eles voltam a se apresentar no Centro
Social, em Ibertioga, com lançamento do CD da dupla e gravação
“ao vivo” do DVD.
O objetivo é levar alegria
através da música e contribuir
para o enriquecimento e engrandecimento da música sertaneja no
cenário nacional e internacional.
Para conhecer melhor o trabalho de Douglas & Leon acesse
www.douglaseleon.com, mande
seu recado e baixe as músicas em
MP3.
DIVULGAÇÃO
paixo pela msica
Se você ainda não conhece, não perca tempo, entre em contato conosco e leve
o melhor do sertanejo para o seu evento. www.douglaseleon.com
Contatos para shows: (32) 8409-1074 / (32) 9946-0936
ou envie email para ONDA Produções Artísticas: passeprafrente@gmail.com
8
Senac Tiradentes participa de
Aconteceu
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
 TIRADENTES
Festival de Fotografia
O II Foto em Pauta, Festival
de Fotografia criado por Eugênio Sávio, aconteceu em Tiradentes no período de 14 a 18 de
março, compreendendo várias
atividades, tais como palestras,
debates, exposições, workshops,
dentre outras. O evento esse ano
homenageou o fotógrafo mineiro Miguel Aun, e o Senac Tiradentes, parceiro do evento, ofereceu um jantar para o homenageado no Centro Gastronômico
do Senac Tiradentes, produzido
pela equipe do Hotel Senac Grogotó, de Barbacena, e da Pousada Senac Tiradentes, sob o comando do chef Jorge Costa, do
Senac de Belo Horizonte.
Na abertura do evento, a coordenadora regional do Senac,
Cintia Gomes, recebeu os convidados no Centro Gastronômico
do Senac Tiradentes e anunciou,
em primeira mão, a inauguração
da Pousada Escola, prevista para
o próximo mês, que funcionará
anexa ao Centro Gastronômico.
O prefeito de Tiradentes, Nilzio
Barbosa, que esteve presente no
jantar, agradeceu as parcerias
em prol da divulgação da cidade
e destaca o Senac como especial
fomentador da qualificação da
gastronomia local.
Em breve, Prefeitura de Tiradentes e Senac assinam convênio de cooperação mútua para
capacitação de mão-de-obra local em todas as áreas que o Senac pode operar. O fotógrafo
homenageado recebeu o exemplar do livro “Sabores e cores
de Minas Gerais”, publicado
pelo Senac Minas e organizado
por Maria Estela Libâneo (mãe
do frei Beto), com pratos produzidos na região de influência do
Hotel Senac Grogotó.
Hans Eberhard, coordenador
do Senac Minas, apresentou a
produção do evento, destacando
o caráter pedagógico do Festival
para o Senac com o chef e instrutor Jorge Costa. O jantar contou
com presenças ilustres, como o
secretário de Turismo de Tiradentes, Felipe Barbosa, empresários locais, além de vários representantes do Senac Minas.
Fotos: DIVULGAÇÃO
Miguel Aun: fotógrafo homenageado
Chef Jorge Costa entrega Livro a Miguel Aun
Chef Jorge Costa apresenta pratos da noite
Cintia Gomes, Hans Eberhard e Jorge Costa
MENU DO JANTAR OFERECIDO PELO SENAC
NO CENTRO GASTRONÔMICO
Entradas: Pamonha assada, recheada com bacon e queijo Minas;
Creme de abóbora com carne de sol crocante.
Pratos Principais: Tilápia em crosta de castanhas com purê bicolor
de cenoura e cará; Escalopes ao molho de jabuticaba com arroz
com alho e ora-pro-nobis.
Sobremesas: Verrine picante de manga; Tortinha souflê de banana.
Cintia Gomes, Paula, Vanda, Felipe Barbosa (secretário de Turismo de Tiradentes), Nilzio Barbosa
(prefeito de Tiradentes) e Hans Eberhard
O prefeito Nilzio Barbosa dando boas vindas ao homenageado Miguel Aun
n MULHER
Unimed Barbacena promove
campanha focando preveno
Acreditando que todo o dia é
o momento de cuidar da saúde, a
Unimed Barbacena promoveu de 8
de março a 5 de abril a campanha
“‘Março Rosa - Escolha um dia e
faça a sua mamografia”. Durante a
campanha, as clientes da Unimed
com idade mínima de 40 anos tiveram valores diferenciados para a realização do exame. Já as clientes de
Planos Participativos fizeram o exame de mamografia gratuitamente e
aquelas de Planos em Custo Operacional tiveram 50% de desconto.
O objetivo da Campanha Março Rosa foi estimular as clientes a
realizarem o exame e conscientizálas que só com a mamografia é pos-
sivel detectar o câncer de mama no
início. A Unimed Barbacena montou um estante em sua recepção
onde as clientes marcam a mamografia, pegaram a guia de autorização, além de tirarem dúvidas sobre
a campanha.
O câncer de mama é
uma doença grave, mas que pode
ser curada. Quanto mais cedo ele
for detectado, mais fácil será curálo. Segundo dados da Femama (Federação Brasileira de Instituições
Filantrópicas de Apoio à Saúde da
Mama), se no momento do diagnóstico o tumor tiver menos de
1 centímetro (estágio inicial), as
chances de cura chegam a 95%. A
detecção precoce é, portanto, uma
estratégia fundamental na luta contra o câncer de mama.
Se o diagnóstico precoce é
a melhor estratégia, a principal
arma para sair vitoriosa dessa luta
é a mamografia realizada uma vez
por ano em todas as mulheres com
idade acima dos 40 anos. A mamografia é o único exame diagnóstico capaz de detectar o câncer de
mama quando ele ainda tem menos de 1 centímetro. Com esse tamanho, o nódulo ainda não pode
ser palpado. Mas é com esse tamanho que ele pode ser curado na
maioria dos casos.
DIVULGAÇÃO
Ibertioga
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
n FUTEBOL DE BASE
n CAMPEONATO MUNICIPAL
9
VIVIANE ARAÚJO
Futebol Amador
SportClub
Sport
ClubIbertioga
Ibertioga
Um campeo fazendo histria
A Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esporte de
Ibertioga deu início, no dia 4 de março, ao Campeonato Municipal de Futebol Amador. Este ano, a competição recebe o nome
de um dos munícipes colaboradores do esporte, em especial
do futebol ibertiogano: José Firmino da Silva, mais conhecido
como Turé. Tem ainda Ernande Andrade Vargas e José Procópio
da Silva (Goiaba), homenageados especiais por também fazerem parte da história esportiva de Ibertioga.
O Campeonato 2012 conta com a participação de 10 equipes,
sendo eles: Cachoeirinha, Colorado, Expressinho, Flamenguinho,
Horizonte, Juventude, Juventus, Milan, Palestra e Vasquinho. O destaque fica para o retorno do tradicional time do Horizonte, que aproximadamente oito anos não disputava um campeonato municipal.
Nesta edição, com certeza, a disputa será acirrada pois todos os atletas participantes são de alto nível técnico e estão muito
empolgados com o evento. De acordo com os últimos jogos realizados no dia 25 de março, a liderança da competição está com a
equipe do Juventus, com três vitórias em três jogos.
A Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esporte conta com
a arbitragem da Associação de Árbitros de Barbacena e tem como
apoio a Polícia Militar e o Conselho Municipal de Esporte de Ibertioga. À todas as equipes, boa sorte e muito sucesso.
Fotos: DIVULGAÇÃO
Em pé, da esquerda para a direita: Ramon, Felipe, Fernando, Pedro, Matheus, Guilherme, Miranda, Geovane, Paulo Henrique, Juninho e Weliton. Agachados: Igor, Yan, João Igor,
Oluvres, Caio, João Victor e Gabriel Ferez. Também fazem parte do elenco campeão os seguintes jogadores: Túlio, Augusto, Alex, Felipe Santana, Gabriel Silva, Gustavo e Lucas
Passos. Técnico: Valdinei, Aux. técnico: Juninho
As duas primeiras partidas do Campeonato Regional de Futebol de Base, promovido
pela Liga de Desportos de Barbacena, retratavam um começo difícil para o Sport Club Ibertioga, a derrota por 4x0 para o Andaraí no jogo
de estreia e o placar de 1x1 em casa contra o
Santa Efigênia, davam a dura impressão que
o sonho do primeiro título regional em competição oficial, não aconteceria. A vida do novato Sport Club Ibertioga não era nada fácil,
seu principal adversário da primeira fase: “O
favoritíssimo Andaraí”, reforçado por mais de
15 atletas de Belo Horizonte, entre eles, meninos da base do Gol Brasil e do Clube Atlético
Mineiro, tornava a missão ainda mais dura.
Mas, o Ibertioga tinha em seu elenco atletas talentosos, meninos acostumados a vencer
competições e estes esboçariam uma reação
silenciosa e letal, pois não mais perderiam na
competição. As sequências de placares positivos começaram surgir: 3x1 e 4x1 contra o São
Francisco, 1x0 contra o Andaraí e 8x1 contra
o Santa Efigênia. Resultados que classificaram o Ibertioga para as quartas de finais.
Nesta fase, o time ibertiogano enfrentou o Guarani de São João del- Rei, vencendo as duas partidas, a primeira pelo placar
de 5x2 e a segunda pelo placar de 7x0, passando adiante com tranquilidade.
Na semifinal, enfrentando o Olympic
Club de Barbacena, a tensão tomaria conta dos
nervos, principalmente pelo frustrante empate
em casa pelo placar de 2x2. O segundo jogo
foi emocionante e com um gol salvador de
Miranda aos 35 minutos do segundo tempo, o
Ibertioga trouxe na marra e na raça, a vitória
por 2x1 que colocou o time na final. O adversário da final era o embalado e invicto Athletic
Club de São João del-Rei, que havia eliminado na semifinal da competição o favoritíssimo
“Andaraí”, vencendo o mesmo pelos placares
de 3x2 e 5x1.
O Sport Club Ibertioga, até então, não era
visto como favorito, principalmente por perder jogadores importantes na reta decisiva, os
atletas Augusto, Túlio e Gustavo. Mas, a superação era a alma do time e a raça sua principal
arma. Jogando com muito empenho e determinação o Ibertioga, derrotou em casa, o Athletic Club por 3x1, com 2 gols de Guilherme
e 1 belo gol de Caio. Garantiu, o time, uma
expressiva vantagem para a segunda partida,
onde poderia perder até pela diferença de um
gol que, ainda sim, se sagraria campeão.
Mas nem tudo era um mar de rosas, Túlio ainda era dúvida para o segundo jogo e
o time perdia mais um jogador importante,
o seu capitão “João Igor”. A situação ainda
pioraria, horas antes da segunda partida, a
comissão técnica do Ibertioga, foi comunicada pela mãe do meia armador “Oluvres”, que
o mesmo não iria jogar a final, pois o atleta
havia passado mal durante a noite, estando
com muita febre ao amanhecer.
Com tantos desfalques, havia apenas três
maneiras de vencer: armar as linhas defensivas para sair no contra-ataque, contar com a
individualidade de alguns atletas e vencer na
“RAÇA” mais uma vez. O Ibertioga começou
executando bem o plano, abriu o placar com
um gol do zagueiro Matheus e tudo parecia
tranquilo; até que o “fantasma da dificuldade”
voltou a assombrar a equipe ibertiogana. Foram expulsos os atletas Guilherme e Geovane,
do Ibertioga, juntamente com o jogador Pedro
Augusto, do Athletic, desta forma, o Ibertioga
ficou com um jogador a menos em campo.
Aproveitando a vantagem numérica,
o Athletic virou o placar para 2x1 a seu favor. Minutos depois o jogador Ricardinho,
do Athletic, também foi expulso, igualando
o número de expulsões. No segundo tempo,
despertou o gigante ao som vibrante, cantado
em coro pela torcida do Ibertioga, que silen-
ciou os donos da casa. O jogo virou dança, e
com um belo chute, Miranda empatou a partida. A dança era movida com sincronismo
e num perfeito lançamento “o pequeno Golias” ratificou a lenda; quando o ligeiro Yan,
em disputa com os grandalhões zagueiros do
Athletic, levou a melhor, desviando a bola
de cabeça para o fundo da rede e virando o
placar para 3x2 em favor do Ibertioga. Túlio de pênalti ampliou e Caio numa pintura
com cores vibrantes em verde e branco, fez o
quinto. O Athletic ainda diminuiu com Fofão
para 5x3, porém, tarde demais, pois, o Grito
de campeão já estava na garganta.
O som do apito final acalmou os corações agoniados, a emoção tomou conta, era
hora de festejar e extrapolar. No rosto de
cada atleta o sorriso estampado; no olhar o
brilho de campeão; no coração a sensação
da missão cumprida. A história foi escrita
com muita raça e suor. O Sport Club Ibertioga foi consagrado Campeão Regional de
Futebol de Base 2011/2012 – categoria infantil e batizado por uma linda carreata pelas ruas de Ibertioga, organizada por seus
ilustres torcedores.
Com o apoio dos jogadores e familiares;
da comissão técnica (Vera Elisângela, Juninho
e Valdinei); dos torcedores e imprescindíveis
parceiros: Jerônimo da Silva Aragão e Tazinho
(prefeito de Madre Deus de Minas), Donizete
Sales de Castro (Santana do Garambéu), Sebastião Dimas de Sales (Antônio Carlos), Mateus Schaeffer (Barbacena); dos ibertioganos:
Prof. Oscar Junior Viera Costa, Juvenal Fagundes (Nanico), Anério Durval; das empresas
que patrocinaram o uniforme: Gráfica Pontual
e Jornal Novamídia; fomos merecedores desse
título. Uma conquista que representa, não apenas a taça de campeão, mas também o progresso do esporte local, tão apoiado pelo prefeito
municipal Paulo Roberto Rodrigues.
Na abertura do evento, as crianças deram um show à parte
José Firmino da Silva (Turé), José Procópio da Silva (Goiaba) e Ernande Andrade Vargas
10
Samu Regional e
Centro de
Fisioterapia
em funcionamento
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
Madre de Deus de Minas
Fotos: VIVIANE ARAÚJO / PAULO LEMOS / MÁRCIO CLEBER
n SAÚDE PARA TODOS
Os moradores da cidade de Madre de Deus de Minas ganharam, no início do
mês de março, dois importantes presentes que fortaleceram muito o atendimento do
sistema de saúde do município. Um foi a Base Descentralizada do Samu Regional
e o outro foi o Centro de Fisioterapia. A inauguração dessas duas conquistas aconteceu no dia 9 de março e reuniu
prefeitos e autoridades de várias
cidades da região.
A Base Descentralizada do Samu Regional em Madre
de Deus de Minas atenderá também as cidades de
Piedade do Rio Grande e São Vicente de Minas
O Samu Regional de Madre
de Deus conta com um espaço
físico todo equipado, uma ambulância USB (Unidade de Suporte Básico) e uma equipe de
profissionais composta por seis
técnicos de enfermagem e quatro condutores, funcionando 24
horas. O Samu Regional é administrado pelo CISRU (Consórcio
Intermunicipal de Rede de Urgência e Emergência da Macrorregião Centro-Sul), que envolve
50 municípios.
Com o Centro de Fisioterapia, será possível atender 30
pacientes por semana, sendo
que antes, os atendimentos eram
mais residenciais e somente dez
pessoas eram atendidas, com seções três vezes na semana. Mesmo com o Centro de Fisioterapia, aqueles pacientes acamados, que não têm condições de se deslocarem, continuam recebendo seu atendimento em casa. O Centro de
Fisioterapia está equipado com nove aparelhos, macas e materiais que facilitarão na
reabilitação dos pacientes. Todos os equipamentos foram doados pelo Banco Itaú.
Cleonice Oliveira (gerente operacional do Banco Itaú) e Agnaldo de Alencar Lopes (Gerente Poder Público do Banco Itaú)
recebem das mãos da modelo internacional Ana Alice Fajardo, homenagem da Prefeitura de Madre de Deus de Minas
O Centro de Fisioterapia tem capacidade para
atender cerca de 30 pacientes por semana
Padre Graci abençoando as chaves das ambulâncias, juntamente com autoridades municipais
Madre de Deus de Minas
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
n FLASHES DA INAUGURAÇÃO DO SAMU REGIONAL E DO CENTRO DE FISIOTERAPIA
11
Mais de 40 sabores
para você se deliciar!
TELE ENTREGA
Marcelino Carvalho (vice-prefeito de Madre de Deus), Agnaldo de
Alencar Lopes e o prefeito Tazinho
Helder José Arantes (vice-prefeito de São Vicente de Minas) e
Marco Túlio de Araújo (coordenador UBS São Vicente de Minas)
Bianco Araújo Ribeiro (fisioterapeuta) e Sebastião Tarcísio de Sá
(Secretário de Saúde de Madre de Deus)
3333-1791
Funcionando de terça a
domingo, de 18h às 24h
Rua Sabino José Ferreira, 719 - Bairro do Carmo - Barbacena
www.pizzariareal.com.br
Duda, Angenilda, Ana Paula, José Fernandes Neto (prefeito de
Piedade do Rio Grande) e Edmir Geraldo Silva (prefeito de Minduri)
José Heitor (prefeito de Nazareno), Jovino (vereador de Nazareno),
Marcelino Carvalho e Vicente Nascimento (vereador de Nazareno)
O prefeito Tazinho com a esposa Cristina, Zélia e Domingos,
Renata e Bianco
Agnaldo de Alencar Lopes, Cleonice Oliveira, Fátima Sandin e
Lilian de Souza (vereadora de Madre de Deus de Minas)
O prefeito Tazinho ladeado pelos irmãos Ana Alice Fajardo e Otho
Fajardo
Marcelino Carvalho, Edson Rezende (vice-prefeito de Barbacena)
e Sebastião Tarcísio de Sá
Tazinho, Marcelino Carvalho e Edson Rezende
José Niraldo (vereador de Piedade), Edmir Geraldo Silva,
Cleonice Oliveira e Tazinho
Equipe do Samu Regional de Madre de Deus ao lado de
autoridades municipais
Cleonice Oliveira e Agnaldo de Alencar Lopes
O empresário Amarildo com a esposa Simone
Domingos e Zélia, Paulo Lemos e Viviane Araújo, Cristina
A Base Descentralizada do Samu Regional de Madre de
Deus de Minas atenderá nossa comunidade e também os
moradores das cidades de Piedade do Rio Grande e São
Vicente de Minas. Um grande fortalecimento no sistema
de urgência e emergência da região. Também conquistamos para o nosso município o Centro de Fisioterapia,
um empreendimento que tivemos como grande parceiro
o Banco Itaú.
O Banco Itaú faz parceria com diversos municípios tanto na
área de educação quanto de saúde. A prefeitura municipal solicitou uma parceria através da nossa agência local. Expliquei
como o Banco Itaú poderia participar nesta área. Através de um
projeto que foi muito bem elaborado pela prefeitura, analisado
no Banco Itaú, pela área social, a instituição decidiu doar todos
os equipamentos para o Centro de Fisioterapia, um investimento de aproximadamente R$ 23 mil em equipamentos.
Tazinho
Prefeito de Madre de Deus de Minas
Agnaldo de Alencar Lopes
Gerente Poder Público e Relacionamento do Banco Itaú
Tijolos furados da
melhor qualidade
(32) 9968-5499
3331-0327
3331-3330
9983-5216
SÃO BRÁS DO SUAÇUÍ - MG
12
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
Patrimnio
Um apaixonado pela arte
Fotos: MÁRCIO CLEBER
n RESTAURAÇÃO
Novamídia - Como iniciou sua vida no mundo da
arte?
Luis Álvaro Campos de Moraes Esteves, popularmente
Esteves - Teve início em 1978 quando, foleando um
conhecido como “Esteves” por causa do pai, é um
livro de artes, surgiu em mim a vontade de pintar um
profissional da arte de restaurar. A marca de seu
quadro. Escolhi como modelo um quadro do pintor
trabalho está presente em várias igrejas da região e de
Renoir (uma menina tocando piano). Peguei quatro
cidades do Brasil e em inúmera outras peças de pessoas
pincéis uma tela e reproduzi aquele quadro com as
que valorizam obras que fazem parte de sua história. Seu
técnicas que tinha, apesar de nunca ter estudado sobre
ateliê funciona em uma casa do ano de 1886, localizada
o assunto. Comecei a pintar, pintar e pintar e surgiu
à rua José Bonifácio, em Barbacena, e que resistiu ao
uma oportunidade de fazer uma exposição na Semana
de Arte promovida pela Sociedade de Cultura Musical
mundo da modernidade. Uma casa que chama atenção
de Barbacena. Em 1982 fui morar em Belo Horizonpela sua estrutura arquitetônica. É nesta casa que
te para fazer curso de desenho arquitetônico. Um dia,
Esteve veio ao mundo. São 18 anos trabalhando com
passeando pela rua Rio de Janeiro, deparei-me com a
restauração. Esteves é filho dos barbacenenses Rui
exposição do artista Frederico Bracher Júnior. VisiEsteves e Margarida Campos Esteves.
tando sua exposição, fiquei encantado com suas obras
e as técnicas que utilizava. Todos os dias ia para a
exposição e ficava conversando com ele que me passou algumas meçou a surgir em meus pensamentos de como
orientações sobre técnicas de pinceladas, marcas de tintas e outras poderia restaurá-las, qual seria o primeiro passo
teorias. Queria ter tido aulas com ele, mas não foi possível, porque para este processo e poder salvar o acervo. Enlogo depois que fez sua última exposição no Rio Grande do Nor- tão, em 1995, descobri o curso de restauração na
te, veio a falecer. A partir deste momento, comecei a pintar mais cidade de Ouro Preto e fui estudar.
quadros, a produzir mais, estudar mais e passei a montar minhas
Como foi seu primeiro trabalho de restaurapróprias exposições e graças a Deus sempre fui bem sucedido.
ção?
Em relação à arte de restaurar, como foi sua descoberta?
Antes mesmo de terminar o curso padre Paulo
Em 1992 quando encontrava-me no Santuário de Nossa Senhora e Dona Sinhá pediram-me para fazer a restauda Piedade, em Barbacena, Padre Paulo e Dona Sinhá pediram ração ambiental da Capela do Senhor dos Passos, do Santuário.
para eu acompanhar uma equipe do Patrimônio Cultural que iria Levei um susto com o convite porque, ainda não tinha terminado
ao Santuário para fazer um inventário do acervo cultural. Eu era meu curso. Mesmo assim, depositaram em mim toda confiança.
um pouco responsável pelas peças ali existentes. Acabei fazendo Iniciei no mês de maio e, em dezembro do mesmo ano, estava
parte da equipe no inventário da Matriz, da Igreja de Nossa Se- sendo reinaugurada. Padre Paulo disse que o próximo trabalho senhora da Assunção, do Solar dos Andradas e da Fazenda da Borda ria a restauração dos Anjos em Adoração situados sobre o arco
do Campo. Lidando com tudo isso despertou em mim o interesse do cruzeiro, uma obra que em 1968 tinha sido coberta por outra
pela restauração porque muitas obras estavam ali deterioradas. Co- camada de tinta. Então salvamos aquela bela arte que completou a
decoração do Santuário. A partir destas duas grandes restaurações,
não parei mais.
Além de Barbacena, em que outras cidades você já atuou?
Durante o tempo que estava restaurando os anjos do Santuário em
Barbacena, a cidade de Bias Fortes ficou sabendo do meu trabalho
e pediu para eu ir até lá para fazer uma avaliação de algumas obras
que estavam muito danificadas. Assim que terminei a restauração
em Barbacena, fui para Bias Fortes. Depois para Santa Rita de Jacutinga, Alto Rio Doce, Desterro do Melo, Paula Cândido e em várias outras cidades. Atualmente estou atuando na cidade de Magé
(RJ), na recuperação da imagem de São Nicolau e do Retábulo
Mor (que tinha 40% de sua estrutura todo destruídos por bichos),
da Igreja de São Nicolau. A previsão de término é para junho ou
julho deste ano.
De todo o trabalho de restauração executado por você, qual destaca como um grande desafio?
Este que estou realizando em Magé, porque naquela região não
tem mão-de-obra, oficinais para trabalhos em madeira. Diante de
Restauração da imagem de Sant’Ana
Restauração da imagem de São Nicolau
todo este trabalho e dificuldade de mão-de-obra, tive que me aventurar na área de marcenaria. Comprei os maquinários e a madeira e
produzi as peças que estavam faltando. Assim, descobri um outro
dom, o da marcenaria. Tinha apenas uma noção por observar outras
pessoas fazendo. Acabei sendo também marceneiro e escultor.
Em sua opinião, o que é primordial para se tornar um restaurador de excelente qualidade, como você é conhecido na região e
em outras cidades do Brasil?
Primeiro tem que ter o dom e junto a ele paciência, habilidade, ter
noção do que fazer na falta de determinado produto e utilizar algo
que você não prejudique a peça. Ter conhecimento da arte, daquela peça que você vai trabalhar porque é um mundo muito grande,
uma peça que será restaurada. Descobrir dela todas suas características e promover um trabalho que prolongue sua vida.
Como é o Esteves diante de uma restauração e quando vê o trabalho todo realizado?
Isso que são os aplausos, você ver uma peça quando chega no ateliê (toda deteriorada) e depois você vai trabalhando nela, entrando
naquele mundo da peça, do autor, porque você faz uma viagem ao
longo daquela atividade. Depois de pronta você compara com as
fotos de quando ela chegou. É uma beleza ver aquela peça salva.
A maior parte de sua restauração está ligada a obras sacras.
Você faz todo tipo de restauração?
Todas as peças que chegaram até mim, eu as restaurei. Foram peças sacras, esculturas, quadros, molduras, retratos e outras.
Então, o que é restaurar?
Muitas pessoas têm o conceito errado de restauração. A imagem
quebrou a cabeça a pessoa vai e cola de qualquer jeito e passa uma
tinta qualquer, ou cola até mesmo com durepox. Isso já encontrei
em muitas peças que trabalhei. Muitos acham que isso é restauração. Restauração é uma arte, uma ciência, tem toda uma técnica
que prolongue a vida daquela peça. É devolver à obra de arte todas
suas características que sofreram interferências.
* Esteves atua em qualquer área de restauração. Maiores informações (32) 9136-5805 ou pelo email: camposesteves@yahoo.com.br
COMUNICADO
AempresaAbatedouro Pradense Ltda, CNPJ 70.986.302/000166, torna público que requereu ao Conselho Estadual de Política Ambiental - COPAM, Licença de Operação Corretiva
(LOC), por meio do processo administrativo n° 04785/2006,
para ABATE DE ANIMAIS DE PEQUENO PORTE (Aves,
coelhos, rãs etc) e PROCESSAMENTO DE SUBPRODUTO DE ORIGEM ANIMAL PARA PRODUÇÃO DE SEBO,
ÓLEO E FARINHA, localizado no Sítio Água do Pote, Zona
Rural- Prados - MG, CEP: 36320-000.
Sade
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
TECNOLOGIA
CONFIABILIDADE
EXPERIÊNCIA
AS MARCAS DA MEDSCANER
A Medscaner existe em Barbacena desde 1996 e sempre uniu pioneirismo com inovação.
Foi a primeira empresa na região a dispor de Radiologia Digital, Ressonância Magnética e
Tomografia Multislice (16 canais). Seu corpo clínico é formado por um time de especialistas
experientes e capacitados a obter o máximo de cada equipamento usado nos diagnósticos.
UNIDADE MEDCENTRO Tomografia Multislice e Raios X: (32) 3331.7337
UNIDADE IBIAPABA Tomografia : (32) 3339.3531
UNIDADE IBIAPABA Raios X: (32) 3339.3523
UNIDADE IBIAPABA Ressonância: (32) 3333.6929
www.medscaner.com.br
13
14
Cidades
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO VICENTE DE MINAS
Avenida Dom Pedro II nº 54 - CEP 37370-000 - São Vicente de Minas - MG - Fone (35) 3323-1332 - E-mail: camarasvm@yahoo.com.br
Criao de Conselho garante direito de pessoas
com deficincia em So Vicente de Minas
Com o objetivo de fortalecer e fiscalizar as
entidades de São Vicente de Minas que fazem
atendimento às pessoas com deficiência, que a
Presidente da Câmara Municipal, Regina Coeli de
Oliveira Carvalho Lima, com o apoio de todos os
vereadores, promugou a Lei 1552/2012, de autoria
do Legislativo, que “cria o Conselho Municipal
de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência - CMDPD”.
Com a criação do Conselho, as pessoas com
deficiência terão a oportunidade de participar, junto aos membros do conselho, na construção de políticas públicas, e principalmente, trabalhar para
que a inclusão social seja garantida a pessoa com
qualquer tipo de deficiência.
A Lei está disponível para download no site
da Câmara Municipal de São Vicente de Minas:
http://camarasvm.hd1.com.br
LEI N° 1552 / 2012
CRIA O CONSELHO MUNICIPAL DE DEFESA DOS
DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA - CMDPD
Faço saber que a Câmara Municipal de São Vicente de Minas
aprovou e eu, Presidente dessa Casa Legislativa, face à falta de
promulgação pela Prefeita no prazo legal de 48 horas após a comunicação da rejeição de seu veto,nos termos do § 7° do artigo
54 c/c art. 39, V, da Lei Orgânica Municipal, e art. 66, § 7º, da
Constituição Federal, promulgo a seguinte lei:
Art. 1º. Fica criado o Conselho Municipal de Defesa dos
Direitos da Pessoa com Deficiência de São Vicente de
Minas - CMDPD, órgão de caráter permanente, deliberativo, com representação paritária entre poder governamental e sociedade civil, vinculado ao Departamento
Municipal de Assistência Social, responsável pela coordenação da Política Municipal de Defesa dos Direitos da
Pessoa com Deficiência, cujos membros, nomeados pelo
Prefeito Municipal, têm mandato de 2 (dois) anos consecutivos, podendo ser reconduzidos.
Art. 2°. O CMDPD funcionará como órgão regulamentador,
controlador, fiscalizador e de defesa das políticas de atendimento à pessoa com deficiência no âmbito do Município.
Art. 3°. A política de atendimento à pessoa com deficiência no âmbito municipal, far-se-á por meio de:
I - programas para avaliar, fiscalizar, propor e acompanhar o repasse e a aplicação dos recursos oriundos de
iniciativa pública ou privada;
II - programas para implementar a execução de diretrizes bá-
sicas da política municipal, voltadas à pessoa com deficiência, junto aos departamentos da Administração Municipal, e
de acordo com a Lei Orgânica Municipal, a Lei Orgânica de
Assistência Social e as conclusões extraídas da Conferência
Municipal da Pessoa com Deficiência, seminários específicos,
fóruns e Conferências Municipais da Assistência Social;
III - programas e serviços sociais básicos de educação,
saúde, recreação, esporte, cultura, lazer, profissionalização e outros que assegurem o desenvolvimento físico,
mental e social da pessoa com deficiência;
IV - campanhas junto à opinião pública informando sobre
os direitos assegurados à pessoa com deficiência.
Art. 4°. Compete ao CMDPD:
I - zelar pela efetiva implantação, defesa e promoção dos
direitos da pessoa com deficiência;
II - formular diretrizes e promover planos políticos e programas nos segmentos da administração local, para garantir os direitos e integração da pessoa com deficiência;
III - acompanhar o planejamento e avaliar a execução, mediante relatórios de gestão, das políticas e programas setoriais
de educação, saúde, trabalho, assistência social, transporte,
cultura, turismo, desporto, lazer, política urbana e outros que
objetivam a integração da pessoa com deficiência;
IV - opinar e acompanhar a elaboração de leis municipais
que tratem dos direitos da pessoa com deficiência;
V - recomendar o cumprimento e divulgar as leis municipais ou qualquer norma legal pertinente aos direitos da
pessoa com deficiência;
VI - propor a elaboração de estudos e pesquisas, que objetivem a melhoria da qualidade de vida da pessoa com
deficiência;
VII - propor e incentivar a realização de campanhas, visando à prevenção de deficiências e à promoção dos direitos da pessoa com deficiência;
VIII - receber e encaminhar aos órgãos competentes as
petições, denúncias e reclamações formuladas por qualquer pessoa ou entidade, quando ocorrer ameaça ou
violação dos direitos da pessoa com deficiência, asseguradas nas leis e na Constituição Federal, exigindo a adoção de medidas efetivas de proteção e reparação;
IX - cumprir e fazer cumprir as resoluções emanadas do
CMDPD.
Art. 5°. Caberá ao Departamento Municipal de Assistência
Social assegurar a manutenção da infraestrutura e garantir os
recursos materiais e humanos, bem como o apoio operacional necessários para o funcionamento do CMDPD.
Parágrafo único. As despesas decorrentes do caput deste artigo serão asseguradas pelo Departamento de Assistência Social mediante previsão orçamentária anual de
dotação específica.
Art. 6°. O CMDPD será composto por 10 (dez) membros,
sendo 5 representantes do poder público municipal e 5
representantes da sociedade civil, sendo:
I - Representantes do poder público municipal:
a) um representante do Departamento Municipal de Assistência Social;
b) um representante do Departamento Municipal de Educação;
c) um representante do Departamento Municipal de Saúde;
d) um representante do Departamento Municipal de Esporte, Cultura, Lazer, Turismo e Meio Ambiente;
e) um representante da Câmara Municipal de São Vicente de Minas;
II - Representantes da Sociedade Civil:
a) 2 (dois) representantes de associação de pessoa com
deficiência e/ou de instituições prestadoras de serviço à
pessoa com deficiência;
b) um representante de profissionais especializados na habilitação e reabilitação das pessoas portadoras de deficiência;
c) um representante de pais de pessoa com deficiência;
d) um representante de pessoa com deficiência física.
§ 1°. Cada membro titular do CMDPD terá um suplente
oriundo da mesma categoria representativa.
§ 2°. Os representantes do Poder Executivo Municipal serão indicados pelos titulares dos respectivos departamentos representados, dentre servidores com nível de chefia
ou efetivos lotados nos respectivos órgãos.
§ 3°. O representante da Câmara Municipal será indicado por
seu Presidente, dentre os vereadores em exercício.
§ 4°. Os representantes da sociedade civil, quando houver pluralidade de entidades, serão eleitos em assembleia no âmbito do respectivo segmento.
§ 5°. Somente será admitida a participação no CMDPD
de entidades que estejam comprovadamente em funcionamento.
§ 6°. Cada membro poderá representar somente um órgão ou entidade.
Art. 7°. Os membros efetivos e suplentes do CMDPD
serão nomeados pelo Prefeito Municipal para mandato
de 2 (dois) anos.
Parágrafo único. A eleição da diretoria do CMDPD
deverá ser realizada entre seus membros titulares, para
mandato de 2 (dois) anos, sendo permitida a reeleição e
recondução aos cargos.
Art. 8°. As atividades do CMDPD reger-se-ão pelas disposições seguintes:
I - o exercício da função de conselheiro é considerado
serviço público relevante e não será remunerado;
II - os conselheiros serão excluídos do CMDPD e substituídos pelos respectivos suplentes em caso de faltas injustificadas a 3 (três) reuniões consecutivas ou 5 (cinco)
reuniões intercaladas;
III - os membros do CMDPD poderão ser substituídos
mediante solicitação apresentada ao próprio conselho,
pela entidade ou órgão que representam;
IV - cada membro titular do CMDPD terá direito a voto na
São Vicente de Minas, 14 de março de 2012.
Fotos: EXPEDITO PAMPLONA
 ALTO RIO DOCE
Prefeitura inaugura
A prefeita Maria de Lourdes e
o diretor de Obras Públicas,
José Garcia, no descerramento
da placa inaugural
mais uma obra
Uma grande festa realizada pela Prefeitura Municipal de Alto Rio Doce, no dia 23
de março, marcou a inauguração da nova infraestrutura da Avenida Desembargador Pedro
Licínio. Centenas de moradores prestigiaram
o evento. As obras foram ao encontro de uma
reivindicação antiga. As melhorias estão beneficiando toda a população em geral, e representam mais segurança e qualidade de vida
para todos. Para a prefeita Maria de Lourdes,
as melhorias realizadas em vários pontos da
sessão plenária; em caso de ausência do titular, estando presente seu respectivo suplente, este exercerá o direito a voto;
V - as decisões do CMDPD serão consubstanciadas em
resoluções.
Art. 9°. O CMDPD terá seu funcionamento regido por regimento interno próprio e obedecendo às seguintes normas:
I - plenária como órgão de deliberação máxima;
II - as sessões plenárias serão realizadas ordinariamente
a cada mês, e extraordinariamente quando convocadas
pelo Presidente ou por requerimento da maioria dos
seus membros.
Art. 10º. Fica criado o Fundo Municipal de Promoção da
Pessoa com Deficiência - FMPD.
Art. 11º. Constituem receitas do Fundo:
I - dotações específicas do Orçamento Municipal;
II - rendimentos decorrentes de depósitos bancários e
aplicações financeiras, observadas as disposições legais
pertinentes;
III - contribuições e doações de pessoas físicas e jurídicas, nacionais ou estrangeiras;
IV - transferências orçamentárias provenientes de outras
entidades públicas;
V - outras receitas eventuais que vierem a ser destinadas
ao Fundo.
Art. 12º. Os recursos a que se refere o artigo anterior
serão depositados em conta especial de instituições financeiras oficiais, com especiflcação de origem.
Parágrafo único. Fica autorizada a aplicação financeira das disponibilidades do fundo em operações ativas,
de modo a preservá-Ias contra eventual perda do poder
aquisitivo da moeda.
Art. 13º. Todas as sessões do CMDPD serão públicas e
precedidas de ampla divulgação.
Parágrafo único. As resoluções do CMDPD, bem como
os temas tratados em plenário de diretoria e comissões,
serão objeto de ampla e sistemática divulgação.
Art. 14º. O CMDPD reger-se-á pelas disposições da presente
lei e por seu regimento interno.
Art. 15º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
cidade são resultados de um trabalho sério e
que sempre teve grandes parceiros. O investimento foi da ordem de R$ 429.089,31.
No mesmo dia, a prefeita Maria de Lourdes assinou um convênio com a Associação
Comunitária dos Trabalhadores Rurais e Similares de Arco Verde para a aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar que
serão utilizados na alimentação dos alunos da
rede municipal de ensino. A Associação tem
como presidente Osmar Dias de Araújo.
A prefeita Maria de Lourdes e a
secretária Municipal de Educação,
Norma Gomes Duarte, comemorando
com os integrantes da Associação de
Arco Verde a assinatura do convênio
Consumidor
n VOCÊ SABIA?
O poder da terceira idade
Eles não se enquadram
em estereótipos de vovôs
que praticam esportes radicais nem de velhinhos abandonados em asilos. Os idosos brasileiros formam um
grupo muito heterogêneo de
15 milhões de consumidores
(14% da população adulta),
que deve chegar a 30 milhões de pessoas até 2020,
a maioria mulheres, com
uma renda que soma R$ 7,5
bilhões ao mês, o dobro da
média nacional, e que têm
muito mais poder de influenciar hábitos de consumo nas
famílias do que se imagina. Estas
são algumas das principais conclusões de uma pesquisa inédita
no Brasil sobre o perfil da terceira idade, o Panorama da Maturidade, que acaba de ser concluída pela Indicator GfK após dois
anos de trabalho.
A pesquisa ouviu 1,8 mil
homens e mulheres com mais de
60 anos nas grandes regiões metropolitanas do País e em Goiânia e Brasília. O objetivo foi investigar o perfil dessa parcela da
população, buscando conhecer
características de comportamento, gastos, saúde, alimentação,
moradia, transporte, educação,
cultura, lazer e consumo de mídia. O seminário Terceira Idade Panorama Social de um Mercado
em Expansão, realizado em São
Paulo, discutiu a questão com especialistas de várias áreas que se
envolveram na pesquisa.
Os dados levantados mexem
com a imagem tradicional dos
velhinhos-problema. Ao contrário, são eles os responsáveis pela
manutenção de 25% dos lares
nacionais, ou seja, 47 milhões de
domicílios. De cada cem entrevistados, 68 declaram ser responsáveis pelas decisões de compra
da família.
Apenas 15% deles não têm
renda alguma. Já a renda média
mensal dessa parcela da população é de R$ 866. E eles estão
em maior número na classe A/B
do que a média nacional, segun-
DIVULGAÇÃO
do levantamento da Associação
Nacional das Empresas de Pesquisa de Mercado (Anep). Trinta e um por cento dos idosos
pesquisados fazem parte dessa
classe, contra 29% do total nas
regiões metropolitanas. E também estão em menor número
na classe D/E - 34% na pesquisa contra 35% considerando-se
toda a população avaliada pela
associação.
“Tradicionalmente, as pesquisas de mercado descartam as
opiniões daqueles com mais de
60 anos, desprezando uma parcela da população que se revela
mais importante nas decisões do
lar do que se imagina”, diz Paulo Cidade, sociólogo e gerente da
Indicator GfK, responsável pelo
estudo. “As entrevistas revelaram que os idosos têm um caráter
fortíssimo de formadores de opinião, geralmente cuidam dos netos para que os filhos possam trabalhar, influenciando assim toda
a família”, completa ele.
Um dos conceitos centrais
utilizados na análise dos dados é
que a terceira idade não acontece
de uma hora para outra, ela tem
um caráter de processo, já que
as pessoas não se transformam
de repente ao passarem dos 60.
“Portanto, o aspecto heterogêneo
desse grupo não é diferente do
resto da sociedade e isso é fundamental na hora de pensarmos
estratégias de comunicação que
incluam essas pessoas”, diz Ci-
dade. “Será que, em vez de vender imagem de beleza, não seria
interessante pensar em elegância,
que inclui as pessoas mais idosas?”, questiona.
Outro dado que aparece nas
entrevistas é que a visão negativa
da velhice, que permeia a sociedade em geral, também está entre
aqueles que já chegaram nela e,
portanto, há uma grande aversão
à rotulação de terceira idade. Esses consumidores revelaram um
desejo de ser incluídos, e não
separados dos demais cidadãos
na hora de se verem retratados
pela mídia. Afinal, eles são fortes consumidores de produtos
de comunicação. Entre as atividades que mais fazem dentro de
casa, assistir à televisão vem em
primeiro lugar, seguida de ouvir
rádio: 87% dos entrevistados assistem à televisão diariamente e
59% ouvem rádio todos os dias.
No levantamento semanal, o hábito é ainda maior, 92% assistem
à televisão ao menos uma vez por
semana e 72% ouvem rádio nesse período. A leitura de jornais e
revistas também está entre as atividades mais freqüentes.
As maiores despesas dos
idosos são com o supermercado, 24% do total de gastos. Em
seguida vêm os gastos com planos de saúde, 9%, e com luz e
telefone, ambos representam 6%
do orçamento. Nas despesas pessoais, a compra de remédios tem
o maior peso, 10%, e em seguida
vêm as viagens, 5%. Mais
da metade desses idosos
fez ao menos uma viagem
no último ano.
Dos entrevistados, 45%
têm plano de saúde. “Isso
significa que o crescimento acelerado dessa parcela
da população tem grande
impacto também nas políticas públicas, já que mais da
metade dos idosos depende
dos serviços de saúde do
governo”, acrescenta Paulo
Cidade. A questão da previdência, tanto pública como
privada, também terá grande influência na vida da terceira idade. Hoje apenas 1,3% dos
idosos vive com aposentadoria
privada, e 86% do restante nunca pensou nisso, o que indica um
enorme mercado potencial para
os jovens de hoje.
“As próximas gerações chegarão a essa idade de outra forma,
com outros tipos de retaguarda financeira, e é isso que o mercado
precisa antever. O grande objetivo da pesquisa é fornecer informações estratégicas para grandes
corporações que devem se preparar para futuras transformações
sociais”, completa o sociólogo.
A pesquisa chegou a oito
grandes grupos de perfis com as
características pessoais e de estilo de vida dos idosos. Esse refinamento, que vai além dos números, nunca havia sido mapeado no
Brasil e pode fornecer valiosas
informações para pensar se estratégias de marketing tanto para
as atuais gerações de jovens, que
em breve farão parte dessa parcela, como para os idosos. “Podemos concluir que há um grande
mercado potencial de produtos
específicos para a terceira idade,
como também há uma grande necessidade de readequar os produtos e serviços que já existem para
atender também os idosos”, diz
Paulo Cidade. Um dos problemas
levantados pelos entrevistados na
hora das compras, por exemplo, é
a dificuldade de ler rótulos.
Fonte: Revista Meio & Mensagem
 JUIZ DE FORA
Festa Anual de Confraternizao da FFBN
A Fundação Francisco Baptista Nascimento convida você e todos
os seus familiares a comparecerem à Festa Anual de Confraternização
da FFBN. O encontro acontecerá em Juiz de Fora, no dia 22 de abril,
no Clube Círculo Militar, um local agradável no centro da cidade, ideal
para um domingo de lazer com a família, amigos e parentes.
Nesta edição terá continuidade a “III Exposição de Talentos”,
uma mostra de trabalhos artísticos, artesanais e culinários produzidos
por membros de nossa família! Para participar expondo e vendendo
seus produtos, basta enviar-nos uma carta ou e-mail informando suas
necessidades de espaço para que possamos organizar a exposição. Venha participar. (Re) encontre velhos e novos amigos e aproveite para
compartilhar sua criatividade e talento.
PROGRAMAÇÃO
Local: Clube Círculo Militar - Av. Barão do Rio Branco nº 3.146 - Centro - Juiz de Fora - MG
Data - 22 de abril de 2012 (domingo)
09:00 - Missa em memória do patrono Francisco Baptista do Nascimento e demais membros falecidos;
10:00 - Café da manhã;
11:00 - Informes sobre a FFBN;
12:00 - Almoço (strogonoff de frango, lagarto ao molho madeira, arroz
branco, arroz temperado, batata frita, salada de folhas e salada
tropical)
Valor - R$ 7,00 (sete reais) – Bebidas à parte
Para melhor organização do Buffet e da “III Exposição de Talentos”
é indispensável a confirmação da presença, que pode ser feita através
de e-mail, carta ou telefone, até 15 de abril.
End.: Rua Dr. João Pinheiro, 328 - CEP 36015-040 - Juiz de Fora - MG
Tels.: (32) 3061-6793 / 3084-3422
E-mail: pedrogabrielffbn@hotmail.com
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
n EM BOA FORMA
15
Atividade fsica e sade
Os principais benefícios à saúde advindos da prática de atividade
física referem-se aos aspectos:
1) Metabólicos: Os efeitos são o aumento da função cardíaca,
aumento da potência aeróbica, aumento da ventilação pulmonar, diminuição da % de gordura no corpo e diminuição da
pressão arterial.
2) Com relação aos efeitos antropométricos (medidas) e neuromusculares (no músculo) ocorre, segundo Saulo, a diminuição
da gordura corporal, o aumento da força e da massa muscular,
da densidade óssea e da flexibilidade.
3) Com relação aos efeitos psicológicos, o professor Saulo afirma
que a atividade física atua na melhoria da autoestima, do autoconceito, da imagem corporal, na diminuição do estresse e da
ansiedade e na diminuição do consumo de medicamentos.
Por sua vez, Saulo afirma que a prática de exercícios físicos com
orientação de um personal é tudo de bom.
Procure uma de nossas academias
Perfil Academia
Rua Comendador João Fernandes, 115 - Centro - Barbacena
(32) 4101-1151
Perfil Sport Academia
Plaza Shopping - 3º Piso - Centro - Barbacena
(32) 3331-7654
Saulo N. Carvalho
Prof. Educação Física / Personal Trainer
CREF 02144-G/MG - Cel. 8875-9645
16
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
Medicina
José Marcos Ribeiro de Oliveira*
Hidroterapia
Beba água também com estômago vazio
Hoje é muito comum nos países do Oriente beber água imediatamente ao acordar, e continuar bebendo durante o dia pelo menos um copo a
cada duas horas, isto para atingir uma média de dois litros por dia.
Além disso, as evidências científicas têm demonstrado estes valores. Façamos uma relação do procedimento a seguir: Para enfermidades antigas e modernas, este tratamento com água tem sido muito bem
sucedido. Para a sociedade médica japonesa, uma cura de até 100%
para as seguintes doenças: dores de cabeça, dores no corpo, problemas
cardíacos, artrite, taquicardia, epilepsia, excesso de gordura, bronquite,
asma, tuberculose, meningite, problemas do aparelho urinário e doenças renais, vômitos, gastrite, diarreia, diabetes, hemorróidas, todas
as doenças oculares, obstipação, útero, câncer e distúrbios menstruais,
doenças do ouvido, nariz e garganta.
Se não vejamos o método de tratamento da água.
1 - De manhã e antes de escovar os dentes, beber 2 copos de água.
2 - Escovar os dentes, mas não comer ou beber nada durante 15 minutos.
3 - Após 15 minutos, você pode comer e beber normalmente.
4 - Depois do lanche, almoço e jantar não se deve comer ou beber nada
durante 2 horas.
5 - Pessoas idosas ou doentes que não podem beber 2 copos, no início
podem começas a tomar um copo de água e aumentar gradualmente.
6 - O método de tratamento pode curar os enfermos e permitir aos outros
desfrutar de uma vida mais saudável.
A lista que se segue apresenta o número de dias de tratamento que
requer a cura das principais enfermidades:
s Gastrite e Obstipação: 10 dias
s Pressão alta e Diabates: 30 dias
s Tuberculose: 90 dias
s Câncer: 180 dias
Os enfermos de artrite devem continuar o tratamento por apenas 3
dias na semana, e a partir da segunda semana, diariamente. Esse método de tratamento não tem efeitos secundários. No entanto, no início
do tratamento, terá que urinar frequentemente.
É melhor continuarmos o tratamento depois da cura, porque este
procedimento funciona como uma rotina nas nossas vidas. Beber
água é saudável e dá energia. Isto faz sentido: os chineses e os japoneses bebem líquido quente com as refeições, e não água fria. Talvez
tenha chegado o momento de mudar seus hábitos de água fria para
água quente, enquanto se come. Nada a perder, tudo a ganhar...!
Para quem gosta de beber água fria. Beber um copo de água fria
ou uma bebida fria após a refeição solidifica o alimento gorduroso
que você acabou de ingerir. Isso retarda a digestão, fazendo acumular
gordura em nosso organismo, o que danifica o intestino, transportando
acidez para o mesmo, porque o intestino só funciona bem em meio alcalino. Então seria melhor até beber “água morna” ou, se tiver dificuldade, beber água natural. Mesmo porque a água é insubstituível para o
organismo humano por conta do Oxigênio (H20) nela contido, é o que
acaba sendo o “obstáculo” para proliferação da célula cancerosa, uma
vez que ela não necessita de Oxigênio. Então, BEBA ÁGUA!
... Uma boa saúde.
* Terapeuta Holístico - CRT 45948 (Fisioterapeuta e Iridólogo) Pós-graduado pela UnB
(32) 9974-2622 - j.irisfito@gmail.com photosj.marcos@ig.com.br
Vida Saudvel
n FIQUE POR DENTRO
Adolescncia
Rebeldia ou preguia?
Muito se diz que a adolescência é a fase
da vida dos filhos mais temida pelos pais.
Mas será que essa idade tem de ser sempre
tão conturbada assim?
Muitos pais de adolescentes se queixam
dizendo: “Meu filho se tornou um preguiçoso,
vive agora ‘esparramado’ no sofá a ouvir música”. Alguns lamentam: “Ele está tão rebelde,
contesta tudo e a tudo exige explicações”. Os
mais ciumentos, cheios de saudades reclamam:
“minha filha agora que está se tornando moça
nem liga mais para nós, só pensa em ficar com
as amigas e de ‘namoricos’”.
Será que são preguiçosos? Não é verdade que o adolescente seja de fato preguiçoso.
Nessa fase, devido às mudanças hormonais e
outros fatores biológicos, é natural que lhes
custe mais desempenhar tarefas que exigem
esforços. Aliás, aquela vitalidade incansável
da criança, que corre de um lado para o outro, sempre solícitos a fazer o que lhes pedem, não poderia durar para sempre.
É conveniente, então, sabendo que essa
“moleza” surgirá nessa fase da vida, que os
pais os estimulem com carinho e compreensão. Não se trata de deixar as coisas correrem, pensando que “logo isso passa”. Se não
se fizer nada, não passa não, e terão esse vício
para o resto da vida. Mas há que se estimular
com um sentido positivo, sem ares de ameaça
ou de reclamação, a fazer algum esporte, a estudar, a envolver-se em atividades de serviço
aos demais (voluntariado), enfim, a vencer e,
sobretudo, vencer-se.
Talvez a crítica mais injusta que se faz
contra o adolescente seja a de que é rebelde. A
rebeldia em si não é ruim, mas deve ser bem
orientada. E se o for é capaz de mudar o mundo. As crianças trazem gravadas na alma um
sentido muito forte de justiça. Quando crescem e passam a compreender um pouco melhor o mundo e a tomar conta das injustiças,
hipocrisias e traições que há nas pessoas, seus
corações puros tendem a rebelar-se, sobretudo
contra aqueles que ousam dizer-lhes que “as
coisas são assim mesmo, afinal, quando você
for da minha idade entenderá”. Que frase mais
inútil e de mau gosto para ser pronunciada a
um adolescente! Ainda que o adulto que a pro-
n AIDS
Fiocruz testar
remdio contra
HIV em crianas
O Instituto Farmanguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz, começará a testar em seres
humanos um remédio desenvolvido especialmente para tratar a Aids em crianças. Os
testes terão início no segundo semestre deste ano. Calcula- se que, se forem bem-sucedidos, o remédio estará disponível no mercado a partir de 2014, de acordo com as previsões dos cientistas da instituição pública. Em um único comprimido, os pesquisadores
conseguiram combinar princípios ativos usados no tratamento da doença - lamivudina,
zidovudina e nevirapina - e em doses adequadas para crianças. Em vez de três, o paciente tomará apenas um comprimido. Além disso, o antirretroviral tem sabor agradável e
pode ser dissolvido em água, facilitando a ingestão pelas crianças de até 13 anos. Pelos
dados oficiais, entre 1980 e 2010 foram registrados no Brasil 14 mil casos de Aids em
crianças menores de 13 anos. Na maioria, elas herdaram a doença das mães durante a
gravidez ou contraíram no momento do parto. (Fonte: Jornal Estado de Minas)
DIVULGAÇÃO
nuncia tenha razão, seguramente não é com
ela que convencerá o jovem a nada.
Por que incomoda ou intriga que estejam de “paqueras”? Salvo para umas poucas pessoas, que por escolha ou um desígnio
qualquer que não convém aqui investigar
optam pelo celibato, a grande maioria das
pessoas sonha em se casar, em constituir
uma família. E para essas, o desejo de dar-se
a outra pessoa começa já nessa fase da vida.
Dar-se, não no sentido de relação sexual,
mas de entrega a alguém com quem um dia
se vai formar uma comunhão plena de vida,
parafraseando o nosso Código Civil. Assim,
está-se a procura desse alguém com quem
mereça compartilhar uma vida.
É bem verdade que alguns jovens vivem
isso de forma inconsequente. É momento,
então, de orientá-los, fazendo-os enxergar
a imensa dignidade que encerra a condição
de ser humano, de modo que essa doação a
outra pessoa há de ser ponderada, refletida,
ainda que tenha como impulso uma forte
carga emotiva.
Os conflitos da adolescência são devidos
mais aos pais que aos filhos. Afinal, os pais já
passaram por essa fase, portanto, seria muito mais lógico exigir deles a compreensão,
o carinho e a atenção de que os filhos tanto
necessitam nessa idade. Mas a solução não é
encontrar culpados e sim empreender esforços
por harmonizar essa relação. Para isso, muitas
vezes os pais de nosso tempo não conseguem
empreender essa luta sozinhos. Têm de buscar
conselhos em bons profissionais. Há também
bons cursos que ensinam a educar os filhos
nas diversas fases da vida, em especial nessa.
Enfim, têm de estudar e colocar os estudos em prática sobre a educação dos filhos. E
convém lembrar que na educação, como em
quase tudo, é melhor chegar antes que o problema. Assim, o momento ideal para pensar
em como educar adolescentes é quando os filhos estão ainda na infância.
Fonte: www.portaldafamilia.org
Piedade do Rio Grande
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
n SAÚDE PARA TODOS
17
Trabalhos realizados pelo Setor da Sade
Ao longo dos anos, a cidade de Piedade do Rio Grande tem
se desenvolvido cada vez mais no setor da saúde, destacando
dos demais municípios da Microrregião de Saúde à qual pertence, por suas atividades de promoção e prevenção da saúde.
Aqui você vai conhecer algumas delas.
Atendimentos em Saúde Mental
Disponibilidade de atendimento dos profissionais: psicólogo, neurologista e psiquiatra, que atendem por mês, uma média 50, 24 e 20
pacientes respectivamente. Tendo também a disponibilidade de oficinas terapêuticas, realizadas semanalmente e com a orientação de um
terapeuta ocupacional.
Ações realizadas pelas Equipes de Estratégias de Saúde da Família
Fotos: DIVULGAÇÃO
n São realizadas mensalmente os grupos de hipertensos e bimestralmente o grupo de diabéticos, onde os pacientes são acompanhados e fazem o controle da hipertensão e do diabetes, são
avaliados ampometricamente, recebem a medicação e ainda recebem orientações para criarem
hábitos de vida saudáveis e a combaterem inúmeros agravos, tais como dengue, tuberculose,
hanseníase, doenças sexualmente transmissíveis,
dentre outros. Com direito até peças teatrais.
Fotos: DIVULGAÇÃO
n Ações na praça: ações realizadas periodicamente
para fazer a abordagem dos moradores para o controle da hipertensão arterial, diabetes, Aids, dengue,
hanseníase, tuberculose, dentre outros.
n Atividades físicas, realizadas em parceria com os profissionais do NASF.
Ações em Odontologia
n Abordagem ao tabagista: são realizadas palestras com o
objetivo de identificar os fumantes e convidá-los a tomar a
iniciativa de parar com o hábito de fumar. Foi montado um
grupo antitabaco para incentivar e ajudar as
pessoas a deixarem de fumar.
Inicialmente,
este grupo foi
voltado para os
profissionais da
área da saúde.
n Grupo de gestantes: criado com
o intuito de orientar às futuras mamães como cuidar do bebê e de sua
própria saúde.
Os profissionais de odontologia realizam, periodicamente, palestras e
ações de escovação dental supervisionada, orientando quanto à correta
escovação, aplicação de flúor nas escolas, grupos de hipertensos e diabéticos e no Centro de Referência de Assistência Social do município.
Já está implantado o projeto de prótese dental, iniciativa trazida pelos
acadêmicos de Odontologia da UFMG, que juntamente com o coordenador de Saúde Bucal, Dr. Júlio Cezar Couto de Barros, viabilizaram
a confecção das próteses, com o apoio da Prefeitura Municipal e da
Secretaria de Saúde. Piedade do Rio Grande foi um dos municípios
selecionados para participar do projeto SB Minas.
n Ações voltadas para a Saúde do Trabalhador:
atividades voltadas para melhoria da qualidade
de vida e de trabalho. Com realização de palestras e atividades educativas.
n Mobilizações para combate à exploração sexual infantil
n Cumprimento das quatro metas propostas
pelo Ministério da Saúde que são:
ä Sete primeiras consultas de pré-natal;
ä Cobertura vacinal tratavalente em crianças
menores de 1 ano;
ä Realização de exames citopatológico em
mulheres de 25 a 59 anos;
ä Cobertura de 100% do Programa Saúde da
Família.
Futebol Regional
SEXO COM CADÁVER
Um homem foi levado perante o juiz e acusado
de necrofilia, por ter feito sexo com um cadáver
feminino.
Disse-lhe o juiz:
- Em 20 anos de magistratura, nunca ouvi uma
coisa tão imoral. Dê-me uma única razão para eu
não pô-lo na cadeia e jogar fora a chave!
- Vou lhe dar não uma, mas TRÊS boas razões:
1º) Não é da sua conta.
2º) Ela era minha esposa.
3º) NÃO SABIA que ela estava morta. Ela SEMPRE agia assim!!!
FOI ABSOLVIDO.
NA ESTRADA
O caminhoneiro estava a cinco quilômetros de
Pelotas, quando encostou o caminhão para urinar. Neste momento foi picado por uma abelha
e “aquilo” inchou bastante. Ele, muito aflito, foi
procurar uma farmácia. Abriu a calça e disse:
- Veja o que o senhor pode fazer por mim!
- Casa, comida, roupa lavada e dois mil reais por
mês!
PAULO LEMOS
Humor
NOSSOS VIZINHOS
À noite, enquanto o marido lia o jornal, a esposa comentou:
- Os nossos vizinhos, o casal que mora aí
em frente, parecem dois namorados. Ele,
sempre que regressa a casa, tenho reparado,
traz um presente e, de manhã, ao sair, lhe dá
sempre vários beijos. Por que você não faz
o mesmo?
- Querida, mas eu nem sequer conheço a mulher!
A LOIRA E O BEBÊ
Duas loiras estavam conversando em um bar
quando começaram a falar sobre filhos (já que
as duas tinham filhos pequenos) e uma delas
falou:
- Amiga, meu filho já está andando faz 6 meses!
E a outra loira responde:
-Noooosaaaaaaaa... então ele já deve estar bem
longe heim...!
A equipe infantil do Sport Club Ibertioga, comandada pelo técnico Valdiney, sagrou-se campeã do Campeonato de Base, realizado pela
Liga de Desportos de Barbacena. A partida final foi disputada no dia 18 de março e o Ibertioga venceu o Athletic, de São João del-Rei, pelo
placar de 5x3. Parabéns aos jogadores e à comissão técnica, em especial à Prefeitura de Ibertioga que deu total apoio à garotada.
PAULO LEMOS
18
Lazer & Cia.
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
Cruzadas
diretas
PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS
www.coquetel.com.br
Dois tradicionais ingredientes
do quentão
© Revistas COQUETEL 2012
Sem falsa
James (?), humildade
ídolo dos
anos 50 Conjunção
aditiva
Cidade da
Zona da
Mata (MG)
Colarinho
Ressurgimento
G
Brinquedo
como o
PlayStation
Vasilha
para
alimentar
animais
(?) Thorpe,
nadador
australiano
Destreza;
rapidez
(?) Watson, atriz
de "Harry
Potter"
(?), Melquior e Baltazar: os
Três Reis
Magos
(Bíblia)
Seguir;
rumar
Fecha;
entope
Transmissor da
febre
tifoide
L
Arremate
do teto
junto à
parede
Na bacia
das (?):
com custo
baixo
Copa Sul Mineira ter
mais de 800 jogadores
A
Jorge Ben
(?), músico da
MPB
Lago, em
francês
Autores
(abrev.)
A pilha
palito
Arte, em
inglês
Maior
evento de
MMA do
mundo
François
Truffaut,
cineasta
francês
Também pelo Campeonato de Base de Barbacena, a equipe mirim do Athletic Club de São João del-Rei, dirigida pelo técnico Tiaguinho,
sagrou-se campeã invicta da categoria, vencendo o Social de Carandaí por 6x0. Com uma invejável campanha, o mirim do Athletic conseguiu 12 vitórias em 12 jogos, com 78 gols a favor e 6 contra e um saldo de 72 gols. Parabéns aos atletas mirins e a todos da diretoria.
Parte final
de um
balé (pl.)
Cheio de
(?): pretensioso
Gargalha
Registro
necessário
à pessoa
jurídica
Gelo, em
inglês
Alex
Escobar,
jornalista
carioca
Apartamento
(abrev.)
3/art — ice — lac — ufc. 5/codas. 6/gamela. 8/laranjal.
22
Solução
P
V I
N
G
I A
E
A G
E
N
G
I
O B
R
P E
D E
E
A M
N
A
I L
M M
A
A S
R
T U
F
R C
M
O
D
E
S
T
I
A
A
P
A
R
T
E
L
G A
O R
L A
A N
J
D A
L
A
A R
I
A
A
V E
C
N
P
J
C
O
D
A
S
M
I
R
E
A
P
A
R
E
C
I
M
E
N
T
O
BANCO
O
Jorge (?),
ator
A bola já começou a rolar na Copa Sul Mineira
de Futebol 2012, que esse ano contará com 12 equipes participantes divididas em duas chaves. São mais
de 800 atletas selecionados por categorias Mirim e
Infantil, que foram inscritos de cidades mineiras
como São João del-Rei, Alpinópolis, Boa Esperança, Lavras, Guaxupé, Campo Belo, Coqueiral, entre
outras. O Athletic de São João del-Rei, que foi vicecampeão nas duas modalidades do torneio em 2011
representará o município novamente nesta edição e
sua estreia será no sábado, 31, contra o São Luis Futebol Clube, de Campo Belo.
Os jogos de abertura aconteceram no dia 24 de
março, no Estádio Joaquim Vilela, em Boa Esperança.
As equipes que se enfrentaram foram o Clube Atlético
Esperancense, de Boa Esperança e o SindUfla de Lavras. A equipe de Boa Esperança venceu o SindUfla
nas duas categorias: Mirim 3x2 e Infantil 2x1.
O torneio é realizado pela Liga Sul Mineira de
Futebol e de acordo com o presidente da Liga, Mauro Alves da Costa, os jogos que se seguem a partir do
dia 31, acontecerão todos aos sábados, às 14h30 pela
categoria mirim e às 15h30 pela infantil.
Segundo ele, um dos objetivos da Copa, além de
proporcionar ocupação para os jovens, é fazer com
que haja uma interação entre as cidades mineiras.
“Promovendo campeonatos desse tipo fazemos com
que os jogadores fiquem focados no esporte e longe
dos caminhos negativos, como a ociosidade e as drogas. Além disso, como eles estarão disputando com
equipes de outros municípios, terão a oportunidade
de estar com outros jogadores que já viveram experiências diferentes. Isso fará com que eles aprendam uns com os outros e aprimorem cada vez mais
o talento nesse esporte, que é uma paixão no Brasil
todo”, comentou Costa.
Para os treinadores das equipes do Athletic, a
expectativa é grande e o campeonato será uma disputa que exigirá bastante disciplina. “Vamos ter que
trabalhar muito, principalmente porque alguns jogos
serão em cidades distantes e isso mexe um pouco
com o emocional dos garotos”, lembrou o treinador
da categoria Infantil, Tiago Augusto do Nascimento.
O preparador do Infantil, Magno dos Santos, finalizou comentando que os jogadores estão centrados no
início do torneio. “Estamos treinando bastante para
essa Copa e vamos tentar fazer o melhor que pudermos. Tenho certeza de que eles vão aprender muito”,
finalizou.
(Fonte: Gazeta de São João del-Rei)
EQUIPES PARTICIPANTES
CHAVE A
CHAVE B
ä Associação Real Minas Futebol Clube (Poço Fundo)
ä Sparta Futebol Clube (Campo Belo)
ä Associação Esportiva de Paraguaçu (Paraguaçu)
ä SindUfla / Prefeitura Municipal (Lavras)
ä Guaxupé / Centenário (Guaxupé)
ä Athletic Club / Unimed (São João del-Rei)
ä Alpinópolis Futebol Clube (Alpinópolis)
ä Clube Atlético Esperancense (Boa Esperança)
ä Coqueiral Futebol Clube (Coqueiral)
ä São Luis Futebol Clube (Campo Belo)
ä Palestra Futebol Clube (Muzambinho)
ä Flamengo Futebol Clube (Campo Belo)
Mais informações sobre o campeonato no site da Liga Sul Mineira de Futebol: www.ligasulmineiradefutebol.com.br
Poltica
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
19
n REFLEXÃO
n MEIO AMBIENTE
Amaznia Azul e as Foras
Desarmadas do Brasil
Grupo Brasil Verde
e Fundao Diaulas
Abreu promovem curso
de capacitao
A televisão, num dos
seus programas humorísticos
apresentado há muitos anos,
o “BALANÇA, MAS NÃO
CAI”, criou um personagem
interessante para parodiar o
coronelismo nordestino e ao
mesmo tempo zombetear dos
militares que governavam o
Brasil. Tratava-se do desastrado e pândego coronel das
Forças Desarmadas do Brasil. O patusco militar trajava
terno de linho branco, ostentava um chapelão de abas largas, botinas pretas, esporas
e o indefectível óculos Ray
Ban. De vez em quando, ao
se aborrecer, sacava o revólver enferrujado e mal carregado. Diante do vexame da
falha do tiro ele o arremessava no oponente e ameaçava
aos berros:
- Da próxima vez eu te
pego!
Depois de tantos anos a
imagem do velho coronel retorna oportunamente à lembrança diante do também
velho, porém negligenciado,
desafio do Brasil salvaguardar suas gigantescas riquezas naturais e sua inefável
soberania. Logo depois da
abertura política e da posse
do presidente Sarney, quando
os retornados do exílio dentre eles os fantasiosos neoliberais, começaram a crescer
no cenário político nacional,
deu-se início à discussão sobre o real papel das forças armadas brasileiras, cuja imagem enxovalhada, trazida dos
tempos da ditadura, era fantasmagórica demais para os
defensores dessa democracia
pirotécnica* que sonhavam
instalar no país. Obviamente
temiam que os militares não
se contivessem ao seu papel
precípuo nas artes da guerra
e foram contra sua revitalização tecnológica interpondo
o argumento de que o Brasil
é um país de tradição pacífica, circunscrito entre vizinhos amigos e que, em caso
de ameaças mais sérias, os
Estados Unidos se incumbiriam da nossa defesa. Além
do mais, havia centenas de
prioridades no âmbito social as quais não cumpriram nem
dez por cento - que deveriam
merecer atenção maior que
a simples perda de tempo e
dinheiro investido em algo
de menor importância, que o
país podia e devia prescindir.
Daquela época em diante, nossas forças armadas
impuseram-se um silêncio
sepulcral e restringiram-se
aos muros dos quartéis, sem
verba nem para gasolina e
manutenção adequada da frota; muito menos para novos
aparelhamentos e modernização tecnológica. Os salários
do pessoal foram minguando
a ponto de um oficial general ganhar menos que muitos
coronéis de polícia pelo país
afora. O contingente foi reduzido e a semana de trabalho não mais incluía, nem as
tardes de quarta, nem muitas
sextas-feiras.
Enquanto isso, a farra
com os recursos públicos se
multiplicava irracionalmente
em todas as esferas do poder, desde a prefeitura mais
simples, até os mais altos escalões governamentais. Na
outra ponta da linha trataram
de azeitar os motores da engrenagem tributária a ponto
de estrangular o contribuinte
com uma das maiores cargas
tributárias da galáxia e de
consolo uma oferta de serviços em pé de igualdade com
o Gabão. Em seguida quebraram todos os bancos estatais e
depois os rifaram juntamente
com outras grandes empresas
públicas insolventes pela roubalheira sempre escudados
na desculpa esfarrapada de
que “mais valiam em mãos
alheias do que em poder do
governo”.
De quebra roubaram do
Brasil sua condição de grande exportador de armas de
guerra e navios, certamente
por não acharem conveniente um país habitado por um
povo altamente civilizado e
pacífico tratar dessas coisas
brutas capazes de machucar
interesses estrangeiros. Fernando Henrique, diante da
imponência arcaica e inoperante do porta-aviões Minas
Gerais, foi à França adquirir
outro com histórico de honrosos serviços prestados à
marinha daquele país na segunda grande guerra, cujo
término registrara-se há quase sessenta anos, pelo qual
o país investiu a desprezível
importância de vinte e quatro
milhões de dólares e ainda
tiveram a brilhante ideia de
batizar a obsoleta enterprise*
barroca com o santo nome de
São Paulo.
Nesse ínterim, alguns
governantes de países reconhecidamente expansionistas
declaravam explicitamente,
liderados pelo presidente russo Michail Gorbatchov, que a
biodiversidade amazônica e
suas inimagináveis riquezas
deveriam ser consideradas de
interesse internacional, cuja
exploração deveria ser monitorada por observadores estrangeiros. Alguns anos mais
tarde, o mundo passaria a discutir a eminente escassez de
água doce em alusão diretas
aos imensos recursos hídricos
amazônicos e brasileiros. E
mais recentemente o visionário e temperamental presidente da Venezuela, Hugo Chaves; vem trabalhando para
transformar seu país numa
ilha fortificada inundada de
armamentos russos, exatamente ali nas nossas barbas
auriverdes.
Até quando a prodigiosa
inteligência brasileira continuará anestesiada pela crença de que não necessitamos
de grandes defesas, ninguém
pode prever. Contudo, seria
bom se a crença de que Deus
é brasileiro tivesse mesmo
fundamento, pelo menos no
combate ao estrabismo estratégico da nossa inteligência
burra.
Mas felizmente depois
que a Petrobrás anunciou ao
mundo a gigantesca descoberta de petróleo na camada
do pré-sal e a quarta frota da
marinha americana foi avis-
ANTONIO KLEBER
DOS SANTOS CECILIO
(São Vicente de Minas)
gritossemecos.blogspot.com
tada rondando nossas fronteiras marítimas e petrolíferas o presidente Lula apressou-se a telefonar para Jorge
Bush, a fim de lembrá-lo da
velha amizade que sempre
norteou as relações americano-brasileiras e mais recentemente, com o acirramento
da contenda Argentino-Britânica pelo controle das Ilhas
Malvinas, o Brasil discretamente se posiciona a favor
da Argentina disfarçado na
falsa desculpa de que somos
povos irmãos, quando, na
verdade, a grande preocupação é com a rota de navios de
guerra ingleses próxima ao
nosso quintal aurífero.
Graças ao bom Deus
brasileiro, Lula, enfim, lembrou-se de investir na armada marítima incrementando
a construção de submarinos
a propulsão nuclear com tecnologia nacional. Pena que o
projeto, se esse não for mais
um devaneio governamental,
somente deverá começar a
virar realidade daqui a, pelo
menos, dez anos. Até lá, se as
escassas verbas governamentais faltarem e americanos ou
outros quaisquer crescerem
os olhos nos nossos ovos negros, talvez nos sobre a opção
de agir como aquele coronel
grotesco e atiremos nossas
cangalhas flutuantes e voadoras contra as robustas fortalezas atômicas dos amigos;
obviamente sem nos esquecermos do grito de guerra:
“DA PRÓXIMA VEZ EU TE
PEGO!”.
Glossário:
Enterprise - Denominação da nave espacial em ação na série futurística de ficção científica Star Trek, cuja história se
passa no ano 2151. (lê-se interpraise) - série produzida na
década dos anos 60.
Amazônia Azul - Uma referência às incalculáveis riquezas
que supostamente repousam na bacia continental oceânica
brasilera.
Democracia pirotécnica - Sistema de governo que não respeita a igualdade de direitos e deveres para todos (conforme
se lê na Constituição: “todos são iguais perante a lei”). Democracia política numa ditadura econômica.
MÁRCIO CLEBER / ARQUIVO
As aulas acontecerão na Fundação Diaulas Abreu, de 21 de abril a 8 de
dezembro, sendo realizadas um final de semana por mês
O Grupo Brasil Verde, do Centro de Capacitação em Conservação da Natureza da Organização Não-Governamental, e a
Fundação de Apoio a Pesquisa e Extensão Diaulas Abreus / Ifet
Barbacena, estarão realizando, de abril a dezembro, os cursos de
capacitação “Planejamento e Gestão de Áreas Naturais Protegidas” e “Biologia da Conservação”. Os cursos são destinados a
qualquer pessoa que pretenda se preparar para o mercado de trabalho atuando em áreas ligadas à conservação da natureza e educação ambiental. Tem como principal objetivo capacitar e aperfeiçoar profissionais para atuarem em órgãos públicos, ONG’s,
empresas privadas e instituições de ensino e pesquisa.
O curso Planejamento e Gestão de Áreas Naturais Protegidas
será baseado na Lei n. 9985, que trata do Sistema Nacional de
Unidades de Conservação, no decreto 4.340 e em experiências
de criação, implantação e gestão de áreas protegidas brasileiras e
de outros países. É fruto de dezessete anos de estudo, pesquisa e,
principalmente, de visitas, da vivência e da troca de experiências
com gestores e outros profissionais que atuam em Unidades de
Conservação de vários países.
O curso Biologia da Conservação abordará os principais impactos antropogênicos causados à natureza, bem como as iniciativas e tecnologias que visem minimizar tais impactos através do
conhecimento técnico-científico. Tratará de outras estratégias de
conservação que, aliadas às Áreas Protegidas, podem permitir a
convergência entre o aparente paradoxo desenvolvimento e conservação. Serão abordadas, do ponto de vista científico, questões
básicas como o conceito de Biodiversidade e sua aplicação na
conservação da Natureza, dando destaque aos biomas brasileiros
e suas principais ameaças; os principais desafios dos ambientes
urbanos, destacando legislações específicas, processos de licenciamento ambiental, programas ligados ao parcelamento e ocupação
do solo, a gestão dos resíduos sólidos, as catástrofes naturais e a
gestão pública dos centros urbanos numa perspectiva de integração
com os princípios ambientalmente sustentáveis; a Educação Ambiental como ferramenta e fomentadora de uma nova perspectiva
de relação do Homem com a Natureza e vários outros temas.
As aulas acontecerão na Fundação Diaulas Abreu e terão início no dia 21 de abril com encerramento no dia 8 de dezembro,
sendo realizadas um final de semana por mês. Nos sábados das
14h às 19h e nos domingos das 9h às 13h. Terá uma carga horária de 120 horas, sendo 90 presenciais e 30 horas não presenciais.
Para cada curso são apenas 50 vagas. O valor de cada curso é de
R$ 300,00 incluindo as aulas, certificado e todo material didático
fornecido durante o curso. A coordenação do curso é de responsabilidade do professor Geraldo Majela Mores Savio. Outras informações sobre o curso, principalmente sobre inscrições, podem
ser obtidas pelo e-mail gap.barbacena@ifsudestemg.edu.br ou por
meio do site www.grupobrasilverde.org.br
20
ABRIL/2012 - ANO 3 - Nº 33
www.jornalnovamidia.com.br
Curiosidade
Consumir chocolate pode
fazer bem para o corao
Chocolate diet, ao leite, branco, meio amargo... São tantos tipos
que fica impossível resistir. Saiba
os benefícios do consumo do chocolate e os malefícios causados
pelo excesso. Segundo o endocrinologista Alfredo Halpern, não há
problema em consumir chocolate
diariamente, desde que seja em pequena quantidade. Ele recomenda
um chocolate de 13 gramas ou um
com poucas calorias.
Estudos mostram que os chocolates amargos (meio amargo e
com 70% ou 90% de cacau) ajudam a prevenir doenças cardiovasculares. Porém, para isso acontecer, os voluntários dos estudos
tiveram que consumir diariamente
cerca de 30 a 100 gramas de chocolate amargo por 20 anos. Para
o cardiologista Daniel Magnoni,
com a chegada da Páscoa, o chocolate está liberado, mas no dia a
dia é melhor se controlar porque
com o prazer, vêm também as
calorias. O chocolate é rico em
gordura saturada, açúcar e cacau,
substâncias que podem trazer benefícios, mas que também oferecem efeitos nocivos, como obesidade e aumento da glicemia.
O que os consumidores não
sabem é que o chocolate diet é
mais calórico do que o chocolate
ao leite. Apesar de não ter açúcar,
o diet tem mais gordura. No chocolate ao leite, quanto mais leite
DIVULGAÇÃO
na composição, maior a quantidade de gordura saturada.
Os chocolates meio amargos
costumam ser menos calóricos
porque têm menos açúcar, leite e
gordura. Mas a quantidade destes
ingredientes varia muito, então
antes de escolher o meio amargo,
preste atenção no rótulo para saber quantas calorias ele tem.
Considerados funcionais, os
produtos com 70% e 90% de cacau têm alto teor de antioxidantes e podem proteger contra doenças do coração. Existem ainda
os chocolates brancos, à base de
soja, de alfarroba, entre outros.
Quanto mais doce o chocolate,
menor a quantidade de massa
de cacau em sua formulação. O
chocolate branco, por exemplo,
não possui massa de cacau em
sua composição e não traz benefícios à saúde.
A média anual de consumo dos brasileiros é de 2,2kg
de chocolate por pessoa. Existem os “chocólatras”, aquelas
pessoas que possuem obsessão
ao chocolate. Mas o chocolate
não vicia. Algumas pessoas têm
uma fissura pelo doce que pode
ser comparada ao vício, mas jamais com dependência química.
Pessoas que sofrem de gastrite
ou possuem pré-disposição para
a doença devem evitar o consumo excessivo de chocolate. Além
do aumento de peso, o consumo
excessivo pode provocar taquicardia leve, já que possui uma
substância conhecida como xantinas, um estimulante alcaloide
do mesmo grupo da cafeína.
Ympacto Boutique
lança griffe de calçados
Alessandra Navarro
Venha conhecer a coleção Outono / Inverno 2012
Moda feminina e masculina
A Aruba Tur é uma empresa especializada para
atender a todos seus clientes com qualidade de
serviços e com um atendimento diferenciado.
 Programas turísticos individuais ou em grupos (utilizando os
serviços das melhores e mais qualificadas operadoras do Brasil
e do exterior)
 Viagens de Lua de Mel
 Viagens a países e regiões exóticas em todos os continentes
 Compras em Nova York e viagens ao Mundo Mágico da Disney
 Buenos Aires, Bariloche, Santiago e Patagônia
 Seguro de viagem Travel Ace
 Hotelaria nacional e internacional
 Passagens aéreas nacionais e internacionais
 Cruzeiros marítimos
GRUPOS ESPECIAIS DA AGÊNCIA ARUBA TUR
COM SAÍDAS DE BARBACENA
CALDAS NOVAS - SAÍDA 22/07
PORTO SEGURO - SAÍDA 23/07
ADA DE
R
O
P
M
E
T
OS 2013
CRUZEIR
Maiores informações:
(32) 3331-2429 / 3333-7860
8852-5608
Praça do Rosário, 15 - Loja 01
Centro - Barbacena - MG
E-mail: arubatur@hotmail.com
Download

E OS DIREITOS SÃO IGUAIS