DESENVOLVIMENTO DE MODELO DE
CÉLULAS ANIMAL E VEGETAL
Autor: Maria Jocelem da Fonseca (maria.jocelem@hotmail.com) ¹
Co-autor: Ana Paula Silvestri (aninhasilvestri@hotmail.com) ²
Co-autor: Bianca Poletto (bianka_poletto@hotmail.com) ³
Co-autor: Pâmela Andréia da Rosa (pamelarosinha@hotmail.com) 4
Co-autor: Débora Raquel Mergen Lima Reis (debora.reis@ifpr.edu.br) 5
Co-autor: Gustavo Luis Lopes Silveira (gustavo.silveira@ifpr.edu.br) 6
Orientadora: Vergínia Mello Perin Andriola (verginia.andriola@ifpr.edu.br) 7
1 Colégio Estadual Sebastião Paraná
2,3,4,5,6,7 Instituto Federal do Paraná – Câmpus Palmas
Introdução
O ensino de Ciências vem sendo desenvolvido nos últimos tempos associando a teoria e a prática por um número cada vez maior de
professores. Essa perspectiva é primordial, uma vez que o aluno tende a questionar e argumentar, buscando respostas e
consequentemente, chegando à um aprendizado mais significativo. O estudo das células encontra-se no planejamento escolar,
servindo de base para a compreensão e entendimento do organismo como um todo. O objetivo do presente projeto foi avaliar o
aprendizado e desempenho dos alunos em relação à estrutura de uma célula animal e uma célula vegetal, suas organelas e
diferentes características, a partir da montagem de modelos destas células com o uso de material concreto.
Métodos
Este projeto foi desenvolvido com os alunos do sétimo ano do Colégio Estadual Sebastião Paraná, no município de Palmas - PR,
pelas acadêmicas do curso de Ciências Biológicas do IFPR, bolsistas do PIBID e a professora supervisora. Em um primeiro momento
foi realizado um estudo teórico do tema em questão, abordando aspectos diversos como caracterização da célula animal e da célula
vegetal, seus principais constituintes celulares e diferenças entre estes tipos celulares. No momento seguinte, os alunos foram
divididos em dois grupos e cada um deles, montou o modelo de um dos tipos de célula. Durante esta fase, muitas dúvidas surgiram as
quais foram sendo esclarecidas enquanto os alunos iam moldando cada componente celular, conforme o conteúdo teórico visto
anteriormente.
Resultados
Observou-se que durante as atividades ouve um grande entrosamento entre os alunos, pois os mesmos iam comentando com os
colegas, quais estruturas estavam montando e qual a função desempenhada pela mesma. Pode-se notar também, que esta troca de
conhecimentos e informações foi de importância significativa e todos participaram com muita dedicação. Após a montagem dos
modelos de células, os alunos participaram de uma exposição de trabalhos, promovida pela escola, com a participação dos demais
alunos do colégio, visitada por toda a comunidade escolar.
Conclusão
Os modelos desenvolvidos despertaram grande interesse por parte dos demais alunos da escola. Para os alunos do sétimo ano, foi
possível perceber que a atividade diferenciada permitiu um aprendizado mais eficaz e atrativo ao unir a teoria com a prática.
Download

Anexo9