Introdução
Nos dias de hoje, a rapidez, a quantidade e a velocidade de informação
exigem a capacidade de adaptação e de transformação para filtrar e absorver
o que a mídia e o mercado competitivo lançam como metas de excelência.
O impacto causado pelas novas mídias e a necessidade de antever como as
pessoas irão se relacionar com produtos, serviços, marcas, empresas e
sociedade em um futuro próximo, deixam claro que não podemos descuidar
da necessidade de educar e incentivar o desenvolvimento de valores
humanos e éticos. Que valores serão importantes? Como será a política? A
saúde? E o meio-ambiente?
Tudo dependerá da educação. A educação é básica. A construção dos valores
humanos, da qualidade política, de um mercado de trabalho equilibrado, da
saúde preventiva; da preservação do meio-ambiente, tudo passa por ela.
Tanto ou mais do que saber, é preciso aprender a ser. Escolhas racionais,
como deter o conhecimento, conhecer as opções e ter
condições de exercer seu papel social dependem de uma série de
questões subjetivas. Auto-estima, reconhecimento de limitações e
potenciais, capacidade de relacionamento, inteligência emocional
e social podem ser citados como alguns dos aspectos relevantes
que interferem na educação.
Realidade Atual
Papel da Escola
Considerada um espaço privilegiado e importante para dar sentido à vida como
um todo.
Local de formação e estruturação de indivíduos - futuros cidadãos do país.
Educadores e educandos interagem como protagonistas.
Segundo alguns estudiosos, fatores explicativos do êxito escolar provêm da
estrutura sócio-familiar e da afetividade do ambiente escolar.
A escola tem sido considerada como um espaço onde a tensão e a violência
institucional - tanto simbólica como física - aparecem como responsáveis diante
dos fracassos da educação. A escola reflete a sociedade e a sociedade reflete a
escola.
Educadores no Brasil
Baixa auto-estima.
Sentimento de desvalorização de seu trabalho.
Desorientados na sua própria formação como seres humanos.
SATEDUC
O Instituto SATEDUC investiga a evolução da educação há
anos. Seu trabalho considera a complexidade envolvida neste
processo de aprendizagem, estimula a consciência dos
educadores para que atuem como multiplicadores e propõe
novas atitudes que transformam a maneira de reter e transmitir
o saber.
Como OSCIP (Organização Civil de Interesse Público), propõe
que as empresas se envolvam por meio de apoio e isenção
fiscal.
A seguir, aprofundamos um pouco a explicação sobre o nosso
projeto, mostrando como sua empresa pode se beneficiar e
beneficiar a sociedade.
O que é
Formação de profissionais de educação, para que sejam
capazes de atuar em um mundo cada vez mais complexo. É,
portanto, uma formação abrangente, que valoriza tanto os
aspectos racionais quanto os comportamentais. Baseada no
método SAT, reconhecido internacionalmente, promove o
desenvolvimento integral do educador, preparando-o para agir
como agente transformador.
Objetivos Específicos
Contribuir com a formação e a capacitação do educador para o
desenvolvimento de uma educação aberta e que seja capaz de reconhecerse como sujeito de ação e criação.
Resgatar o sentido estruturante do trabalho do educador, suas
possibilidades criativas e emancipatórias.
Disseminar uma cultura de paz, justiça e solidariedade.
Desenvolvimento da auto-estima e valorização do papel do educador.
Fomentar o sentido de comunidade e facilitar as relações interpessoais
entre educador, educando e comunidade social.
Capacitar os educadores para que desenvolvam, no seu dia-a-dia de
sala de aula, a arte do cuidado e da atenção nas relações inter e
intrapessoais e no desenvolvimento do amor ao aprender.
Propiciar um espaço de reflexão e comunicação
permanente e continuada sobre a educação.
Por que é diferente
O método consegue reunir o que há de ponta no mundo da
metodologia do educar para ser, utilizando de
transdisciplinariedade, interdisciplinariedade e aplicando
disciplinas de forma dinâmica.
Importante: quem aprende e passa pelo processo, torna-se um
agente multiplicador, capacitando-se para lidar com a
diversidade, os conflitos, o estabelecimento de valores, o
desenvolvimento da ética, da inclusão, do conviver democrático.
Assim, conseguem-se ganhos em cadeia que se auto-sustentam
ao longo do tempo.
Ser ou não ser
Educar para aprender a ser. O pilar da Unesco é o fundamento do SATEDUC.
A Unesco (1998), em seu relatório Comissão Internacional sobre Educação
para o Século XXI, enfatiza os quatro pilares para um novo tipo de educação:
aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser
(Morin, 2002). Pensar em uma educação e na formação de seus educadores
e educandos passa, necessariamente, por estes quatro pilares. Com a
Constituição de 1988 do Brasil e a LDB (Leis de Diretrizes e Bases), houve
mudanças significativas no que diz respeito à educação. Porém, a legislação,
por si só, não tem força para mudar qualitativamente um sistema, embora a
sociedade civil tenha contribuído com muitas iniciativas para transformá-la.
Talvez o maior desafio colocado à educação seja o de transformá-la em um
espaço de educação para ser.
Após reunir dados e pesquisar a situação da educação, o SATEDUC notou que
existe um profundo abismo entre o que se pratica e o ideal. Educadores com
baixa auto-estima, desmotivados, sem saber se expressar e agir no presente
são uma constante. Como lidar com limites, indisciplina, questões sociais,
violência familiar se, muitas vezes, o próprio educador não tem tudo isso
resolvido dentro de si?
“As idéias de Naranjo sobre a educação se baseiam na tradução de pensadores
como Rousseau, Dewey, Montessori ou Steiner. Ele propõe uma educação nova,
‘uma educação da pessoa integral para um mundo total’ para ‘entendermos o
que nos acontece e o que acontece à nossa volta’. Um dos pontos centrais
que encontramos nas idéias do mesmo é a necessidade de desenvolver
uma educação que possa integrar as pessoas e o mundo em que vivem”.
Juan Cassassus
Funcionário Internacional Especialista Principal da Unesco para a
América Latina e o Caribe
Transformar
O Instituto SATEDUC incentiva valores universais e a aplicabilidade de
um conhecimento ético para a formação e o bem estar próprio da
sociedade e, principalmente, do educando e do educador.
O Instituto SATEDUC no Brasil é dirigido pela Dra. Maria de Fátima
Fernandes Caldas e tem sua origem no trabalho desenvolvido pelo
psiquiatra Cláudio Naranjo, em Berkeley, desde os anos 70. É uma
vertente da Escola SAT, dirigida por Alaor Passos.
Claudio Naranjo
Claudio Naranjo nasceu no Chile em 24 de novembro de 1932. Estudou
medicina, música e filosofia neste país, onde fez residência médica em
clínica psiquiátrica, supervisionado por Matte-Blanco. Foi professor de
psicologia da arte e psiquiatria social e exerceu o cargo de diretor do
centro de estudos de antropologia médica.
Nos EUA, foi um dos integrantes do Instituto Esalen desde o seu início, onde chegou a
ser um dos três sucessores de Fritz Perls. É considerado um dos pioneiros da sicologia
transpessoal e um integrador entre psicoterapia e espiritualidade, buscando despertar,
no indivíduo, aspectos do self que transcendem o plano psicológico. Sua insatisfação
pessoal e profissional o levaram a uma peregrinação intensa, chegando a receber
ensinamentos de diversos mestres como Swami Muktananda, Idries Shah, Suleyman
Dede, S. S. El Karmapa XVI e, mais decisivamente, de Tarthang Tulku Rinpoché. Foi
investigador adjunto do Instituto de Evolução da Personalidade na Universidade de
Berkeley e associado de Raymond Cattell no Instituto para a Evolução da Personalidade
e Habilidades. Ensinou Religião Comparada no Instituto de Estudos Asiáticos da
Califórnia, Psicologia Humanista na Universidade da Califórnia em Santa Cruz e
Meditação no Instituto Nyngma de Berkeley. Claudio Naranjo é Presidente Honorário do
Instituto de Gestalt, membro do Instituto de Investigação Cultural de Londres e
da Associação Clube de Roma nos EUA. É considerado um dos pioneiros do
movimento para o potencial humano e um mestre integrador dos
conhecimentos da sabedoria tradicional e do conhecimento científico acerca
do ser humano. Atualmente, dedica-se à educação integradora e
transpessoal de psicoterapeutas e educadores em diversos países
europeus e sul–americanos, através do programa SAT.
Fátima Caldas
Médica especializada em Neurologia pelo Departamento
de Neurociências do Hospital das Clínicas da USP. Médica
assistente colaboradora da psiquiatria da Santa Casa de
Misericórdia de SP. Dedica-se ao estudo do desenvolvimento
neuropsicomotor do comportamento e da consciência em todos os seus
aspectos e da fenomenologia. Especializou-se em psicodrama pelo Instituo
Sedes Sapientiae SP, em Gestalt pelo Instituto de Gestalt SP, terapia
transpessoal versada em técnicas de regressão pela respiração holotrópica,
terapias sistêmicas e em anatomia emocional (Stanley Keleman).
É membro internacional da escola SAT, fazendo parte da equipe desde
1996, sendo autorizada pelo Dr. Claudio Naranjo a aplicar a psicologia dos
eneatipos. Atua como psicoterapeuta em módulos SAT desde 2001, é
coordenadora do programa SATEDUC no Brasil e diretora fundadora do
Instituto SATEDUC para Aprimoramento Humano.
Organizadora do I Simpósio para Educação: “Mudar a
Educação para Mudar o Mundo, o Desafio mais Significativo do
Milênio” em 2005.
Alaor Passos
Doutor em Sociologia, conferencista e professor. Foi pioneiro
no Brasil ao introduzir o estudo dos eneatipos no Centro
Cultural de Pesquisa e Desenvolvimento Humano de BH desde meados da
década de 80, quando se tornou representante de Claudio Naranjo no
Brasil.
É membro da equipe internacional da Escola SAT, Diretor da escola SAT no
Brasil e do Instituto Eneasat.
Presença Internacional
Espanha, Chile, México, Argentina, Austrália e Itália já experimentaram os
conceitos revolucionários do SATEDUC. No Brasil, onde está há quatro anos, o
Instituto promove congressos e treinamentos para educadores.
Espanha – O Projeto SATEDUC teve início
na Espanha, onde elegeu um
representante para cada país
presente e, a partir daí, foram
criadas associações para a
execução do mesmo.
México – Nas Universidades
Iberoamericana e
de Las Americas.
Argentina, Itália, Austrália –
Através de grupos de educadores
reunidos pelas
associações, têm
experimentado com
bastante entusiasmo
o programa.
Chile – Em 2002, uma parceria
com o Ministério da Educação
realizou o
projeto na
formação
de docentes.
Metodologia
O programa Sateducação completo é composto por três módulos
sucessivos e complementares, realizados na forma de curso
intensivo, cada um com a duração de cinco a sete dias. Sua
realização pode ser uma vez por ano ou a cada seis meses,
conforme decisão do grupo participante. Normalmente é precedido
por um curso introdutório de cinco dias, para que os participantes
possam optar, conscientemente, por sua participação no programa
completo. Durante os intervalos dos módulos I, II e III, haverá
acompanhamento e suporte com duração de quatro horas mensais,
coordenados pela equipe terapêutica.
O conteúdo programático se desenvolverá com base nos
seguintes programas:
ENEAGRAMA
conformismo
9 e status quo
preguiça
violência
8
1
luxúria
repressão
moralismo
ira
7
2
orgulho
gula
autoristarismo
3
6
mentira
dinheiro
vaidadefelicidade
medo
5
avareza
4
inveja
Metodologia
Figuras parentais. Conhecer a própria história e o contexto interrelacional para que se possa atuar na realidade psico/social do
sistema educacional.
Grupos de gestalt. Vivências nas quais se busca uma maior
abrangência dos contextos sócio/psico/cultural, buscando uma
aprendizagem através da expressão emocional.
Metodologia
A estrutura da relação família e a célula máter de uma sociedade
em desenvolvimento.
Oficinas de teatro. A abrangência de viver seu próprio papel e o
do outro em um contexto de se trabalhar as várias linguagens em
processos de comunicação e de expressão na educação.
Metodologia
Trabalho corporal e técnicas de expressão. Experimentar,
através de técnicas expressivas, a motricidade espontânea e o
ritmo, elementos básicos e fundamentais no desenvolvimento
neurológico e nos processos de aprendizagem.
Metodologia
Laboratório de pesquisas mútuas de como desenvolver no
cotidiano escolas. Será desenvolvida a capacidade que cada
indivíduo tem ajudar a si e ao outro através de elementos que
envolvam aspectos de ética, de cidadania e de solidariedade.
Meditação com ênfase na técnica budista.
Vivências reparadoras. Conhecer a própria história buscando
despertar e ampliar sentimentos de compaixão e de afetividade.
Operacionalização do Sateduc
Convênios junto a universidades, secretarias municipais e/ou estaduais de
educação, ministério da educação ou órgãos do terceiro setor como
organizações não governamentais, OSCIPS, dentre outros.
Detalhamento das condições e responsabilidades de cada entidade, bem
como os critérios de avaliação, os recursos logísticos e financeiros
necessários.
Local de aplicação, número de participantes e condições para tal xxxx
Lugar residencial com pensão completa onde aproximadamente 60 pessoas
possam permanecer durante todos os dias do curso em regime integral.
Esse lugar deverá pautar-se por conter:
Uma sala ampla para todo o grupo, com colchonetes visando facilitar
os trabalhos relativos a atividades corporais e técnicas de meditação.
Salas menores para as diferentes modalidades: teatro gestáltico,
técnicas terapêuticas, dentre outras.
Espaço externo com verde e piscina para ampla convivência
social e atividades de relaxamento e lazer.
O Simpósio de 2005
Foi realizado no auditório da TV Cultura Franco Zampari.
Os objetivos foram atingidos: iniciar o espaço de debates para o tema “Mudar a
Educação para Mudar o Mundo”.
Os participantes tiveram espaço para manifestar o que levavam consigo e
obtivemos depoimentos marcados por esperança no futuro, por descobertas de
novas maneiras de como Educar para Ser.
Obtivemos apoio da Secretaria da Educação através do Prof. Pinotti, com a
divulgação do evento pela rede pública.
A arrecadação do ingresso do Simpósio foi doada para a creche do Município de SP.
Obtivemos apoio e patrocínio da empresa de celulose APTC.
Participaram educadores de diversas escolas públicas e particulares (Colégio
Rio Branco, Colégio Santa Cruz, Colégio Miguel de Cervantes, Colégio Porto
Seguro, Graded School, entre outras) e universidades (USP, Unicamp, PUC-SP,
entre outras)
Contamos com a presença do Secretário da Educação do Estado de Rondônia,
Sr. César Licório; da Secretária da Educação da Estância Turística do Embu,
Sra. Rosemery Mendes de Mattos; do Institutional Relations da Fundação
de Rotarianos de SP, Sr. Gunter Wolfgang Pollack; da Assessora do Mec
para TV Educativa, Sra. Angela Martins e da Acadêmica e Pesquisadora
da Universidade Autônoma da Baixa Califórnia, Dra. Nicole Diesback.
Simpósio Educação 2007
O II Simpósio será um espaço para informação através de
palestras, conferências, debates, vivências e grupos de reflexão
sobre a necessidade de "Mudar a Educação para Mudar o Mundo, o
Desafio mais Significativo do Milênio”.
Queremos divulgar e envolver cada vez mais educadores no
programa SAT. Concretizar, edificando de forma cada vez mais
consistente, qualitativa e quantitativamente, este espaço.
Simpósio Educação 2007
Dias: 05 e 06 de maio de 2007
Horário: das 08h30 às 17h30
Público convidado: professores e pedagogos da rede pública, de
escolas particulares, de universidades e profissionais da área de
educação de todo o Brasil
Estimativa de público presente: 500 pessoas
Inscrições:
Os interessados poderão se inscrever pelo site
www.simposioeducacao.com.br.
A taxa de inscrição custa R$18,00
O valor arrecadado das inscrições será revertido para um
trabalho educativo do SATEDUC com adolescentes da Febem
de Franco da Rocha
Projeto Autoria:
Dr. Cláudio Naranjo
Projeto: PROJETO SATEDUCAÇÃO - Uma Alternativa para o Aprimoramento
do Educador
Responsabilidade: Instituto SATEDUC para Aprimoramento Humano
Execução: OSCIP
Endereço: R. Santarém, 91 – Sumaré
CEP.01251-040 – São Paulo – SP
Fone: (11)3862-8872 (11)3872-7803
Celular: (11)9149-4583
E-mail: contato@fatimacaldas.com.br
Registro Jurídico: CNPJ 85.446.459/00015-37
Responsabilidade: Maria de Fátima Fernandes Caldas
Download

CENÁRIO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL