Temas da Pesquisa
1. Perfil
das
organizações
2. Perfil
dos Responsáveis
pelos SEC’s
3. Estrutura
dos SEC’s
4. Alinhamento
Estratégico e
Inserção na Cultura
5. Integração com
as demais Áreas
6. Modelo de
Governança dos
SEC’s
7. Internacionalização
da EC
8. Programas
Educacionais
9. Práticas de
EAD
10. Integração com
Gestão do Conhecimento
11. Mensuração e
Avaliação dos
Resultados
12. Papel dos Líderes
13. Comunicação
14. Investimentos
e Recursos
15. Desafios
para EC
16. Tendências
em EC
Desafios
• Extensão da Educação Corporativa a todas as partes interessadas;
• Maior conscientização das lideranças sobre a importância da Educação
Corporativa;
• Inserção da Educação Corporativa na cultura da empresa;
• Mensuração dos resultados da Educação Corporativa;
• Alcance das estratégias relacionadas ao Desenvolvimento Sustentável
por meio das ações de Educação Corporativa.
Tópicos
Evolução da Educação Corporativa no Brasil: evidências, pesquisas e fundamentos
Pesquisa Nacional sobre Educação Corporativa: resultados e desafios
Educação Corporativa: relembrando conceitos, princípios e práticas
Papéis e responsabilidades na gestão de um SEC
A Educação Corporativa surge da confluência de
diversos fatores...
‒ Organizações flexíveis
‒ Economia do conhecimento
‒ Rápida obsolescência do conhecimento
‒ Empregabilidade
‒ Educação para estratégia global
Educação corporativa
CONSTRUINDO A PONTE
ENTRE
DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
(COMPETÊNCIAS HUMANAS)
E AS
ESTRATÉGIAS DE NEGÓCIO
(COMPETÊNCIAS EMPRESARIAIS)
O conceito de Educação Corporativa surge diretamente
relacionado à estratégia de negócios...
A Universidade Corporativa (UC) é um
“guarda-chuva estratégico” para desenvolver
e educar funcionários, clientes,
fornecedores e comunidade, a fim de
cumprir as estratégias empresariais da
organização.
Jeanne Meister
O modelo de UC é baseado em
competências e interliga aprendizagem às
necessidades estratégicas de negócios.
1999
O sucesso da implantação de um Sistema de Educação Corporativa é
garantido por sete princípios fundamentais...
2
Perpetuidade
7
Sustentabilidade
3
Conectividade
1
Competitividade
6
Parceria
5
4
Disponibilidade
Cidadania
Fonte: M. Eboli (2004)
O conceito de Educação Corporativa surge diretamente relacionado à
estratégia de negócios...
Educação Corporativa é um sistema
de formação de pessoas pautado por
uma gestão de pessoas com base em
competências, devendo instalar e
desenvolver nos colaborados
(internos e externos) as competências
consideradas críticas para a
viabilização das estratégias de
negócio, promovendo um processo
de aprendizagem ativo vinculado aos
propósitos, valores, objetivos e
metas empresariais.
Marisa Eboli
1999
2004
Sete princípios
2
Perpetuidade
3
7
Sustentabilidade
Conectividade
1
6
Competitividade
Parceria
5
4
Disponibilidade
Cidadania
Fonte: M. Eboli (2004)
Competência: o que é?
Atributo
da
Organização
Capacidade de
competir e
alcançar sucesso
Atributo
da
Pessoa
Alinhamento das competências
E
M
P
R
E
S
A
P
E
S
S
O
A
S
Competências
Organizacionais
Competências
Humanas
Empresa
Por quê?
Estratégia
Áreas/Processos
Segmentos
de Negócio
O que?
Tático
Operacional
Competências
Gerais,
Gerenciais e
Funcionais
Como?
Colaborador
CENTRO DE T&D
TRADICIONAL
EDUCAÇÃO
CORPORATIVA
=
CARGO
COMPETÊNCIAS
Sete princípios
2
Perpetuidade
3
7
Conectividade
Sustentabilidade
1
6
Competitividade
Parceria
5
4
Disponibilidade
Cidadania
Fonte: M. Eboli (2004)
Conhecimento não é coleção...
...É conexão.
Sete princípios
2
Perpetuidade
3
7
Sustentabilidade
Conectividade
1
6
Competitividade
Parceria
5
4
Disponibilidade
Cidadania
Fonte: M. Eboli (2004)
NINTENDO Generation
― Impertinentes
― Arrogantes
― Impacientes
― Imediatistas
― Sem capacidade de atenção e concentração
Fonte: Pesquisa da Universidade da Carolina do Norte (1998)
NINTENDO Generation
Porém com atributos como:
― Têm habilidade para enfrentar estratégias em mudança
― Têm destreza para aprender dentro de ambiente muito competitivo
― Têm reações rápidas e sabem tomar decisões rápidas
― Conseguem antecipar as estratégias dos inimigos
― Lidam com uma complexidade e multiplicidade de variáveis
simultaneamente
― Sentem-se à vontade com tecnologia e têm a expectativa que ela avance cada
vez mais
― Aprendem em ambientes de ritmo acelerado e impulsionados pela tecnologia
VEJA
Edição 2072
6 de agosto de 2008
Comportamento
Oscar Cabral
Tudo ao mesmo tempo - e agora
Pelo computador e pelo celular, as crianças conversam
com vários amigos, jogam videogame e ainda discutem
com os pais. Agora você pelo menos sabe o nome disso:
seu filho é multitarefas.
Otavio Dias de Oliveira
LIMITE NA REDE
Eric, 10 anos, horário para brincar e para se
conectar: sem internet, mistura livro, lição e TV
Fotos Oscar Cabral e Lailson Santos
LIGADA, SEMPRE
Beatriz, 10 anos, muitas atividades simultâneas e boas
notas na escola: "Tenho de ficar atenta a tudo"
FERAS DO TECLADO
Atenção dividida: Giovanna, 9 anos, que digita com todos
os dedos (inclusive polegares), e os irmãos Guilherme, 11, e
Heloísa, 8, conversam enquanto jogam e acham
normalíssimo
Nova Onda de Conceitos Educacionais
IDADE MÉDIA
Tópicos
Evolução da Educação Corporativa no Brasil: evidências, pesquisas e fundamentos
Pesquisa Nacional sobre Educação Corporativa: resultados e desafios
Educação Corporativa: relembrando conceitos, princípios e práticas
Papéis e responsabilidades na gestão de um SEC
De quem é a responsabilidade
pelo sucesso da educação corporativa?
Cirque du Soleil
VAREKAI
― Chief Learning Officer (CLO) ou Gestor da Educação
Corporativa e seu staff
― Parceiros internos: os líderes (áreas corporativas e áreas de
negócio)
Competências e Papéis do
Chief Learning Officer
Dimensão
Visão de Longo
Prazo
Papel
Visionário
Construtor de Alianças Internas
“Indo além” da UC
Construtor de Alianças Externas
Desenvolvedor de parcerias
Desenvolvimento de Consultor
Soluções de
Líder na Gestão do Conhecimento
Aprendizado
Planejador
da
Tecnologia
de
Aprendizado
Marketing
Operação da Unidade
Empreendedor
de Negócio de
Desenvolvedor de Novos Negócios
Educação
Fonte: Corporate University Exchange, 2004, p. 42
Gerador de Receitas
Percentual
78%
73%
55%
66%
54%
46%
38%
55%
43%
34%
24%
A Lógica do Modelo de Aprendizagem Concêntrico
― Delegar a cada líder aprendiz
atribuições que requeiram
prática deliberada em situações
crescentes de complexidade.
― Criar desafios que
proporcionem saltos de
aprendizado.
O Líder Educador
As pessoas aprimoram sua prática deliberada
quando recebem feedback específico e construtivo
em tempo real.
O que faz um bom Líder Educador?
DIÁLOGO É A SUA
PRINCIPAL
FERRAMENTA
Caso HBS
GE’s Talent Machine:
The Making of a CEO
- Mais de 300.000
funcionários no mundo.
- Presente em mais de 100
países.
-Tradição fenomenal de CEO’s (Charles
Coffin presidente de 1892 a 1922, que
sucedeu o fundador Thomas Edison,
foi nomeado o CEO “número 1” de
todos os tempos pela Fortune
Magazine).
-Coffin criou uma meritocracia baseada em avaliação de
performance que foi a pedra fundamental de uma cultura
que fez da GE uma máquina de fazer talentos.
- Sua Universidade Corporativa - Crotonville - fundada em
1956, é a primeira que se tem registro no mundo, e revelouse como uma importante ferramenta na consolidação dessa
cultura, aonde é muito forte compromisso pessoal do líder
com os processos e as práticas diárias de gestão de pessoas.
GE
- A intranet global da corporação - Inside GE, além de
conectar todo o seu quadro de pessoal, transformou-se
numa poderosa ferramenta de aprendizado a distância com
milhares de cursos disponível para os seus 315 mil
empregados que, em 2006 completaram 3.5 milhões de
cursos on-line.
- Support Central, um sistema global de gestão do conhecimento que
contém o registro de todos os business cases desenvolvidos pela
corporação e centenas de grupos de discussão.
- Weblog (fórum) da GE Global Research Lab batizado de From Edison’s Desk.
- Encontros realizados no centro de aprendizado corporativo em Crotonville.
Fonte: Anais do XII Seminário Latino-Iberoamericano de Gestión Tecnologica – ALTEC 2007 – Buenos Aires, Argentina (09/2007). Os
autores são Marisa Eboli e Marcos Bosquetti.
Crotonville a primeira
Universidade Corporativa
(1956)
Fonte: Monografia dos alunos Celso José Pereira Fernanda Vianna de Andrade e Julia Ruback Fernandes da
turma 08 do MBA Gestão Empresarial apresentada no IV Fórum Gestão Empresarial realizado em
16.06.2007.
O líder na janela!
Líder Educador
Muito Obrigada!
Marisa Eboli
meboli@usp.br
Download

Fonte