Programa para o Aumento da
Produção de Milho no Brasil
Dr. Rubens Augusto de Miranda
Qual a razão em
aumentar a produção de
milho no Brasil?
Existem oportunidades para o
aumento da produção de milho no
Brasil
Oportunidades:
• Mercado externo
• Mercado interno
Mercado externo
• Demanda mundial por importações de milho
devem aumentar em, pelo menos, 35 milhões
de toneladas nos próximos 10 anos.
• O grande exportador mundial, os EUA, não
devem aumentar as exportações. Perdendo
assim participação no mercado.
Mercado externo
Os grandes exportadores mundiais, com a
exceção dos EUA, devem fornecer esse milho
adicional. Quem são ?
• Argentina
• Brasil
• Ucrânia
Mercado externo
Juntos, esse bloco de países produziu 116,5
milhões de toneladas na safra 2011/2012. Os 35
milhões de toneladas de demanda adicional
correspondem a 30% do montante produzido na
última safra.
Mercado externo
Assim, mantendo a produção relativa entre esses
países, cada um teria que aumentar a sua
produção em 30% apenas para satisfazer a
demanda externa. No que tange ao Brasil, isso
equivaleria a 21,8 milhões de toneladas
adicionais até a safra 2021/2022.
Mercado externo
Adicionalmente, o Brasil pode aumentar a sua
participação em mercados com pouca ou
nenhuma participação. Esse é um movimento
observado a partir de 2008.
Localização das importações mundiais de milho
por região em 2010
Destino das exportações brasileiras de milho
em 2007 (% de participação)
Destino das exportações brasileiras de milho
em 2010 (% de participação)
Mercado Interno
Segundo projeções do MAPA e da Embrapa:
• a produção de carne bovina passará de 9,15, em
2010/2011, para 11,35 milhões de toneladas, em
2020/2021, aumento de 24%.
• No mesmo período, a produção de carne suína
passará de 3,38 para 4,09 milhões de toneladas,
aumento de 21%, e a produção de carne de frango
passará de 12,11 para 15,74 milhões de toneladas,
aumento de 30%.
Mercado Interno
Em 2010/2011, estimativas da ABIMILHO/Céleres
indicam que o consumo de milho pelo mercado de aves
foi da ordem 21,9 milhões de toneladas, pela
suinocultura foi de 11 milhões de toneladas e
bovinocultura consumiu 3,5 milhões de toneladas.
Mercado Interno
Utilizando as projeções do aumento de produção da
carne e o consumo atual de milho para projetar o
aumento do consumo do grão pela avicultura,
suinocultura e bovinocultura seriam respectivamente de
6,57 milhões, 2,32 milhões e 0,84 milhões de
toneladas. Assim, a projeção de aumento do consumo
de milho por esses três mercados seria de 9,73 milhões
de toneladas.
Assim, considerando a perspectiva
externa e a interna, na próxima década
o Brasil terá que aumentar a sua
produção em 31,5 milhões de
toneladas.
Para
aproveitar
as
oportunidades, o país precisará
produzir mais de 100 milhões de
toneladas em 10 anos.
FOCOS DO PROGRAMA DE AUMENTO DE
PRODUÇÃO DE MILHO
1 . Foco em eixos de produção e/ou regiões
geográficas com identificação de
característica específicas, oportunidades e
gargalos
Eixo Safrinha no Centro Oeste
Eixo Safrinha no Centro Oeste
Possibilidade de plantio de Milho de 2ª SAFRA
Média das Safras 2006/07 a 2010/11
Área Plantada em mil hectares
REGIÃO/UF
Soja
1000ha
Milho 2ª
Algodão
safra
Área
adicional Produtividad
Possível
possível de e média 5
produção
Sorgo
plantio de anos - milho adicional de
milho 2ª
2ª safra
milho 2ª Safra
safra
1000ha
1000ha
1000ha
CENTRO-OESTE
MT
5.850,3 1.665,6
524,6
MS
1.731,3
858,7
45,2
GO
2.366,7
372,3
74,3
DF
51,5
6,6
0,5
SUDESTE
SP
556,1
281,6
15,8
SUL
PR
4.220,1 1.529,4
5,2
CENTRO-SUL
20.059,1 4.751,4
688,5
BRASIL
22.278,4 5.156,9 1.050,7
FONTE: CONAB
(1) Dados Preliminares: sujeitos a mudanças
(2) Dados Estimados: sujeitos a mudanças
115,2
70,7
284,1
8,0
51,4
2,1
649,8
781,8
1000ha
1.836,3
1.000,0
300,0
500,0
36,3
100,0
100,0
500,0
500,0
2.436,3
2.436,3
kg/ha
4.171,2
4.161,4
3.189,0
4.670,8
5.675,4
3.239,0
3.239,0
3.696,2
3.696,2
4.035,5
4.035,5
toneladas
7.659.744,0
4.161.400,0
956.700,0
2.335.400,0
206.244,0
323.900,0
323.900,0
1.848.100,0
1.848.100,0
9.831.744,0
9.831.744,0
Região MAPITO
FOCOS DO PROGRAMA DE AUMENTO DE
PRODUÇÃO DE MILHO
2 . Expansão da área através de ações políticas
voltadas para ILPf
FOCOS DO PROGRAMA DE AUMENTO DE
PRODUÇÃO DE MILHO
3 . Aumento de produtividade em áreas que
estão abaixo da média nacional, regional,
estadual e municipal.
Municípios e estabelecimentos de alta
produtividade pode servir de Benchmark
AMOSTRAGEM
Área : 60.000 ha
1095 propriedades
Área da lavoura: 1 a 443 ha.
Rendimento: 11.034 kg/ha
(1041 observações)
Fonte: Dados foram coletados na Internet nos sites das
empresas fornecedoras de sementes (pioneer, monsanto,
dow agrosciences, agroeste, syngenta, biomatrix, balu),
foram analisados também Folder e revistas emitidas pelas
empresas de sementes, totalizando uma área de 60 mil
hectares espalhados em todo território brasileiro.
Municípios que apresentam alta produtividade
Produção
Produção 8-9 mil kg/há
8%
Produção 9-10 mil kg/há
Produção 10-11 mil kg/há
14%
Produção 11-12 mil kg/há
9%
Produção 12-13 mil kg/há
Produção 13-14 mil kg/há
Produção > 14 mil kg/há
13%
20%
14%
22%
Rendimento médio Municípal da produção (kg/ha)
Milho (em grão) - 1ª safra 2009
Rendimento médio Municípal da produção (kg/ha)
Milho (em grão) - 2ª safra 2009
FOCOS DO PROGRAMA DE AUMENTO DE
PRODUÇÃO DE MILHO
4 . Uso de programas de governos para fomento da
produção:
• Brasil sem miséria;
• ABC;
FOCOS DO PROGRAMA DE AUMENTO DE
PRODUÇÃO DE MILHO
O Programa ABC
Dentre os objetivos específicos Programa há o incentivo de
expansão das seguintes tecnologias: (i) Recuperação de
Pastagens Degradadas; (ii) Integração Lavoura Pecuária
Floresta (ILPF) e Sistemas Agroflorestais (SAFs); (iii) Sistema
Plantio Direto (SPD); (iv) Fixação Biológica de Nitrogênio
(FBN); e (v) Florestas Plantadas.
As tecnologias (ii), (iii) e (iv) são de grande interesse para a
cultura do milho.
FOCOS DO PROGRAMA DE AUMENTO DE
PRODUÇÃO DE MILHO
5. Parcerias estratégicas para inovação em
sistemas regionais de produção de milho.
Parcerias estratégicas com
Cooperativas
. Altas produtividades
. Equipe técnica qualificada
. Facilidades operacionais
. Foco: ajustes e desenvolvimento de tecnologias
Parcerias estratégicas com
Cooperativas
•
•
•
•
Etapas
Identificação de gargalos
Prioridades
Adaptação de tecnologias
Desenvolvimento de tecnologias
Cooperativas Parceiras
PROGRAMA PARA O AUMENTO DE
PRODUÇÃO DE MILHO NO BRASIL
ABRAMILHO-Embrapa
Iniciativa ABRAMILHO-Embrapa
Surgiu a partir interesse comum em aumentar
a produção de milho no Brasil
Fase atual: reuniões para mapeamento de
problemas e demandas locais
PROGRAMA PARA O AUMENTO DE PRODUÇÃO DE
MILHO NO BRASIL
Reuniões realizadas:
Porto Alegre – RS
Belo Horizonte – MG
São Paulo – SP
Goiânia – GO
Salvador – BA
Próximas reuniões:
Paraná
Mato Grosso
PROGRAMA PARA O AUMENTO DE PRODUÇÃO DE
MILHO NO BRASIL
Principais problemas:
•
•
•
•
•
Armazenamento
Seguro agrícola
Preço mínimo
Irrigação (legislação)
Conflitos na cadeia produtiva (produtores de milho
vs indústria de aves)
Microdados de Produção de Milho no Brasil
Obrigado!
rubens@cnpms.embrapa.br
Download

anexo2 - ABCAO