A Paz do Senhor!
Chegou a hora de rever e
memorizar o que aprendemos
nas 13 lições da revista
“Sinais, milagres e livramentos
do Novo Testamento”
Muito Importante!
Peça ao Espírito Santo para fazer a diferença
em sua aula!
Ore, leia a Bíblia, consulte sua revista e
estude a lição. Uma boa consulta a outras
obras fidedignas enriquecerá ainda mais seus
conhecimentos.
Tenha uma boa aula e uma ótima semana!
Dúvidas, sugestões?
Entre em contato conosco:
comercial@editorabetel.com.br
Curta nossa página e acompanhe nossas
novidades:
facebook.com/EditoraBetel
“Aquele que leva a preciosa
semente, andando e chorando,
voltará, sem dúvida, com alegria,
trazendo consigo os seus molhos”
Salmos 126.6
Programa Inteligente de
Memorização
“Sinais, milagres e livramentos
do Novo Testamento”
O poder de Jesus Cristo e o segredo do sucesso
apostólico
3º Trimestre de 2015
Lição 1 – Os milagres do Novo Testamento
Na primeira lição vimos que uma nova dispensação para a
humanidade é inaugurada em Jesus. Sem Ele nada do que foi
feito se fez (Jo 1.3). Sua ressurreição redime o pecador, traz
esperança e cura toda sorte de males através de Sua graça
infinita.
O poder de Deus está à disposição de todos nós (Jo 14.12).
Milagres não são coisas do passado. Eles são e sempre serão
uma realidade na vida de todo aquele que crê. Um dos
propósitos mais importantes pelo qual Deus nos ungiu foi
para nos tornar testemunhas do Seu poder (At 1.8; Mc
16.17).
Lição 2 – O milagre produzido por um
toque especial
Nesta lição estudamos a vida de uma mulher sofrida, que
empobreceu por gastar todo o seu dinheiro em busca da
cura de sua enfermidade. Uma mulher sem paz que, ouvindo
falar de Jesus Cristo, resolve ir ao seu encontro.
Vimos que o poder de Deus está à disposição de todos nós
(Jo 14.12) e que milagres não são coisas do passado. Eles são
e sempre serão uma realidade na vida de todo aquele que
crê. Um dos propósitos mais importantes pelo qual Deus nos
ungiu foi para nos tornar testemunhas do Seu poder (At 1.8;
Mc 16.17).
Lição 3 – O milagre da cura da mão mirrada
Jesus entrou numa sinagoga e lá avistou um homem que
tinha uma das mãos mirrada. Para aquele homem, o milagre
foi o melhor presente de sua vida, mas, para os líderes
religioso, Jesus havia violado a Lei (Mt 12.10). A terceira lição
nos falou sobre um tempo de recomeço. A prova maior disso
foi o milagre realizado por Jesus, que devolveu a esse
homem sua vida e seus sonhos. Que possamos ter sempre
em mente e crer que não existe nada para Deus que seja
impossível (Lc 1.37).
Lição 4 – O milagre da filha de Jairo
Jairo era líder de uma sinagoga. Foi um homem que
abandonou tudo, até mesmo seus conceitos religiosos e se
dispôs a ir até Jesus em busca de uma solução para a
enfermidade de sua filha (Mc 5.22). Aprendemos nesta lição
que nosso Senhor Jesus entrou na casa de Jairo para dar
vida. Quem sabe não estejamos precisando de uma visita
como essa em nossos lares? Existem muitas coisas em nossas
casas que morreram com o passar dos tempos e que
precisam ressuscitar outra vez (Jo 11.25).
Lição 5 – O milagre do perdão
Perdoar é a decisão moral de remover o ódio abrigado em
nosso próprio coração. Jesus não disse que perdoar seria
uma tarefa fácil. Se aprendermos a orar pelos nossos
inimigos, então poderemos fazer todo o restante (Mt 5.44).
Na sexta lição vimos que o perdão é a ajuda do Espírito Santo
para nos livrarmos de todo sentimento ruim, seja ele qual
for. Através do perdão, somos libertos, livres e com
condições de seguir em frente. Nunca é tarde para
reconhecer os erros, pedir perdão e recomeçar. O perdão é
remissão de uma dívida. É paz e alegria no coração.
Lição 6 – O segredo dos milagres
apostólicos
O quinto livro do Novo Testamento recebe o nome de “Atos”
porque mostra exatamente o que os apóstolos começaram a
realizar movidos pelo poder do Espírito Santo e alicerçados
na ressurreição de Cristo (At 1.8). Nesta lição aprendemos
que os evangelhos relatam o que Jesus Cristo fez através de
um corpo mortal. No entanto, o livro de Atos apresenta o
que Ele fez por meio da Igreja, que é o Seu Corpo, a
plenitude daquele que cumpre tudo em todos (Ef 1.23).
Lição 7 – O milagre da Porta Formosa
Durante três anos e meio de ministério, Jesus caminhou,
orou, dormiu, manifestou Sua glória e instruiu Seus
discípulos. Sua meta era que aprendessem e pusessem em
prática aquilo que viram e ouviram. Aprendemos que
existem dois tipos de pessoas: as que veem as coisas
acontecerem e as que fazem as coisas acontecerem.
Devemos sempre pertencer ao segundo grupo. Jesus
franqueou para todos os Seus o poder de reproduzir em Seu
nome a mesma qualidade de vida que teve e as obras que
realizou (Mc 16.17).
Lição 8 – A unção que produz milagres
É preciso urgentemente entender que não se pode operar
milagres sem a unção do Espírito. Todavia, nosso maior
problema não seja a unção em si, mas compreender de
maneira plena o que ela realmente significa. Um bom
negócio ocorre quando as duas partes agem de maneira
responsável. No entanto, quando fazemos negócios e uma
das partes é irresponsável, teremos problemas. Deus sempre
será responsável para conosco. Façamos então a nossa
parte. Sejamos responsáveis.
Lição 9 – A irreverência de Ananias e Safira
Corremos grandes riscos quando tentamos aparentar ser o
que não somos. Tal ação é denominada hipocrisia. É a
dissimulação deliberada. É a tentativa de fazer as pessoas
acreditarem que somos mais espirituais do que somos. O
juízo sobre a vida de Ananias e Safira nos ensina que
ninguém deve brincar com o Espírito Santo, nem deixar de
levar a sério a importância de se dizer a verdade. A graça é a
oportunidade para se viver retamente; o juízo é a resposta
para quem se utiliza da graça para ser desonesto.
Lição 10 – O milagre da libertação de Pedro
O primeiro século da Era Cristã foi um tempo de perseguição
a todos aqueles que professassem o nome de Jesus. No
entanto, a Igreja tinha uma arma poderosa: a oração.
Através dela, Pedro foi salvo da prisão de forma sobrenatural
e miraculosa.
Pedro não era apenas o refém de uma potestade
governamental. Ele foi preso por uma força espiritual que
manipulava um homem poderoso para fins demoníacos. Mas
a Igreja fez o seu papel e Deus respondeu de forma
sobrenatural. Na décima lição vimos mais uma vez que a
oração pode todas as coisas (Mc 9.23).
Lição 11 – O milagre da ressurreição de
Dorcas
A ajuda prestada a outros mostra que a Palavra de Deus está
na vida do servo de Deus. O cuidado com as necessidades
diárias das pessoas prepara o solo do coração delas para que
a Palavra de Deus crie raízes.
A Igreja adiou o sepultamento da amada discípula Dorcas na
esperança da intervenção divina. O apóstolo Pedro havia
pouco tempo antes curado o paralítico Enéas e os devotos
cristãos esperavam que ele, através da oração e da fé,
restituísse a vida de Dorcas na autoridade do nome de Jesus.
Lição 12 – O milagre do livramento do
naufrágio
A poderosa pregação de Paulo feriu o ego dos religiosos
judeus de sua época. Por esse motivo, eles o levaram a
prisão e lá se amotinaram para acabar com sua vida. Mas
Paulo testemunhava aos grandes com graça e unção.
Nesta lição aprendemos que as tempestades da vida servem
para revelar o caráter do cristão. Há ocasiões em que todo o
ambiente pode ser mudado se tão somente crermos em
Deus. Independente de qual seja o destino final, a fé nos
permite ver as tempestades como oportunidades e não
como provações.
Lição 13 – O milagre do livramento da
serpente em Paulo
A experiência do naufrágio havia sido extremamente
traumática e descansar era tudo o que aqueles homens
precisavam antes de prosseguir a viagem. Estava escuro e
frio e o apóstolo resolveu acrescentar lenha na fogueira. A
última lição nos mostrou que nada nos acontecerá até que
Deus faça conosco o que determinou fazer. O que vai
motivar isso é nossa atitude diante de cada nova etapa com
a qual nos depararmos. Vamos sacudir as mãos, lançar a
víbora no fogo e caminhar com firmeza até a próxima fase de
nossas vidas.
Referências
Bíblia Sagrada – Concordância, Dicionário e Harpa –
Editora Betel.
Revista EBD Jovens e Adultos 3º Trimestre de 2015
– Editora Betel.
Download

PIM - Jovens e Adultos – 2º Trimestre de 2015