INTERATIVIDADE E COOPERAÇÃO:
possibilidades para uma concepção de domínios
alternativos no processo educativo
13o CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
Profª. Dra. Eliana Maria do Sacramento Soares
emsoares@ucs.br
Profª. Dra. Isolda Giani de Lima
iglima@ucs.br
Profª. Dra. Laurete Zanol Sauer
lzsauer@ucs.br
Setembro de 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
 DOMÍNIOS ALTERNATIVOS DE APRENDIZAGEM
 RESIGNIFICANDO O PROCESSO EDUCATIVO
 ALGUMAS POSSIBILIDADES
 COMENTÁRIOS FINAIS
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Ambientes virtuais como domínio de convivência:
•Tempo e espaço resignificados
•Ultrapassar as práticas usuais do presencial
•Presencial e virtual se complementando
• Suporte a atividades e comunicação extraclasse
•Espaço social de convivência: aprendizagem
emerge dos fluxos de comunicação entre os atores
do processo
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Ambiente: dinâmico e em construção, suportando a interação
e os fluxos de conversação
Plano pedagógico e a configuração do ambiente: codependentes para que os interagentes se construam como
elementos ativos, co-autores do processo de aprendizagem
Gestão pedagógica: problematiza, chama para as discussões,
sistematiza os registros e interações, propondo tarefas de
aprendizagem
Aprendizagem emerge da rede de interações, fluxos de
informação que veiculam nos ambientes
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Interface e gestão pedagógica
Transformações na convivência
Aprendizagem
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Interação
Colaboração
Consciência
Cooperação
Participação ativa
Ética
Envolvimento em atividades de estudo
descentração
Pesquisa
Socialização de idéias
Síntese
Moral
Argumentação
Autonomia
Analisar erros e regular o processo
Assumir o próprio processo de construção de conhecimento
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
CCET – DEME – 29/08/2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Ambientes para as disciplinas de Matemática
de cursos do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia da
Universidade de Caxias do Sul – RS
Semi-presenciais
Apoio ao presencial
Portal acadêmico ucsvirtual
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Ambiente no portal acadêmico:
Mural
Agenda e cronograma
Orientações
Acervo: material de apoio
Webfólio
Fórum e Sala de bate-papo
Espaço social de convivência
Conexão entre os diferentes espaços e recursos
Diálogos e construção do conhecimento
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Sujeitos se colocam na condição de interlocutores, num
esforço representativo, buscando a descentração e
a coordenação de diferentes pontos de vista;
Surgem novos entendimentos da realidade, são criados
vínculos e motivação
Fórum: interações compartilhadas e alimentadas por
discussões entre professor e estudantes, exigindo esforço na
compreensão, no fazer-se entender pelo outro e na clareza
da escrita
Software Scientific Notebook: editor de textos matemáticos
com processador algébrico, numérico e gráfico
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Protocolo:
Dicas de participação: ler, ver o que já tem sobre o tema em
discussão e entrar no fluxo, acrescentar, comentar,
contribuir, ampliando a discussão, de forma que os textos se
constituam num diálogo reflexivo que leve a construção
coletiva
estipular prazos para que a discussão ocorra;
definir moderador, que organize e sistematize (monitor)
fechamento das discussões e começo de novas:
coordenações de ações
FÓRUM: CONVERSAS MATEMÁTICAS E PRODUÇÕES
COLETIVAS
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Realizar operações: aplicar fórmulas, regras;
Traduzir e descrever as operações realizadas;
Explicar e entender as operações ;
Argumentar: fazer e compreender
Aprendizagem de Matemática emerge de sucessivos
níveis de tomadas de consciência: fazer e compreender;
Fórum nesse contexto: registro e socialização do diálogo e
das reflexões
Texto dialógico, coordenações de ações e transformações
estruturais
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Acoplamento com os recursos tecnológicos
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
O que estamos percebendo:
Acolhimento de nossas propostas;
Desenvolvimento de autonomia;
Capacidade de escrever: sistematizar, organizar e
elaborar idéias matemáticas;
Mudança da cultura sobre processo pedagógico;
Organização do material de apoio de forma colaborativa com colegas
e organização de banco de problemas e de perguntas freqüentes
que vai sendo construído e aprimorado a cada semestre;
Construção do professor reflexivo: capacitação contínua
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
“Bom para discutir dificuldades comuns”
“O acompanhamento das discussões é útil para resolver os
problemas, para comparar com o que está sendo feito, para
identificar erros cometidos, a partir do que é dito pelos colegas”
“Dúvidas e dificuldades são superadas através do
acompanhamento de perguntas e respostas de colegas e do
professor”
“Útil para participar fora da aula, podendo acessar as discussões e
ler com mais calma”
“Auxilia na revisão dos conceitos e na construção do
conhecimento”
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
“Lendo os textos me fez esclarecer dúvidas, ir a teoria e ver o
que não entendia, notar que precisava estudar mais...”
“O aluno pensa, formula seu modo de pensar para escrever,
obriga a construir com ajuda dos colegas”
“Válido para discutir e tirar dúvidas”
“Bom para reler depois...perceber onde está a dificuldade...”
“Útil para compartilhar idéias, receber e dar sugestões: uma
explicação diferente facilita o entendimento”..
O fórum pode ser um meio muito eficiente para desenvolver
aprendizagem, desde que baseado em estratégias e
intervenções adequadas, no contexto do ambiente de
aprendizagem
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
Setembro 2007
Interatividade e cooperação: possibilidades para uma concepção de domínios alternativos no processo educativo
LIMA, I. G. A equilibração dos processos cognitivos na aprendizagem de
matemática no ambiente do Mecam. 2004, Tese de doutorado. PGIE, UFRGS,
Porto Alegre, 2004.
MATURANA, H. A ontologia da realidade. Belo Horizonte. Editora UFMG,
1999.
PIAGET, J. Fazer e compreender. São Paulo: Melhoramentos, 1978.
SAUER, L.Z. O diálogo matemático e o processo de tomada de consciência
da aprendizagem em ambientes telemáticos. 2004, Tese de doutorado. PGIE,
UFRGS, Porto Alegre, 2004.
SILVA, Marco. Sala de aula interativa. Rio de Janeiro: Quartet, 2000.
SOARES. E. M. S; VALENTINI, C. B. Aprendizagem em ambientes virtuais:
compartilhando idéias e construindo cenários. Caxias do Sul-RS: EDUCS,
2005.
SOARES, E. M. S. Laboratório de Ambientes virtuais de aprendizagem. Projeto
Profas. Eliana, Isolda, Laurete
apoiado pela Pró-reitoria de pós graduação e pesquisa da UCS
e pelo CNPq.
Setembro 2007
Caxias do Sul, 1999. (http://www.ucs.br/lavia)
INTERATIVIDADE E COOPERAÇÃO:
possibilidades para uma concepção de domínios
alternativos no processo educativo
13o CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
Profª. Dra. Eliana Maria do Sacramento Soares
emsoares@ucs.br
Profª. Dra. Isolda Giani de Lima
Profª. Dra. Laurete Zanol Sauer
Setembro de 2007
Download

INTERATIVIDADE E COOPERAÇÃO: possibilidades para