CIRCUITOMATOGROSSO
CULTURA EM CIRCUITO PG 6
CUIABÁ, 14 A 20 DE JUNHO DE 2012
www.circuitomt.com.br
Por Anna Maria Ribeiro Costa
TERRA BRASILIS
SEMANA DE ARTE MODERNA: HEITOR VILLA-LOBOS E A CULTURA INDÍGENA
Anna é doutora em
História, etnógrafa e filatelista.
cultura@circuitomt.com.br
Semana de Arte Moderna: 90
anos! Manifestação cultural ocorrida
no Teatro Municipal de São Paulo, em
1922. Mário de Andrade, Oswald de
Andrade, Manuel Bandeira, Anita
Malfatti, Heitor Villa-Lobos foram
alguns dos
principais
integrantes do
movimento. O
grupo,
chamado de
“modernistas”,
almejava a
transformação
do contexto
artístico-cultural
urbano, a fim
de nascer uma
arte brasileira.
Essa nova
expressão foi
incompreendida
pela elite
paulista,
influenciada pelas formas de beleza
europeia. Os participantes, alvos de
críticas ferrenhas, foram efusivamente
vaiados, pois seus opositores estavam
aprisionados às estéticas
conservadoras que não representavam
a nacionalidade brasileira.
Na Semana de Arte Moderna,
Heitor VillaLobos
(19871959),
maestro e
compositor
carioca,
também não
foi poupado
de apupos.
Trouxe para
o evento
uma folha
de zinco e,
ao
chacoalhála,
provocou
um som até
então não ouvido em concertos. As
cortinas foram baixadas
repentinamente durante a
apresentação.
Suas composições incorporaram
elementos de canções folclóricas,
populares e indígenas. “Nozanina”,
cântico Paresi, com fonogramas
recolhidos pelo etnólogo RoquettePinto (1984-1954), traz versos alusivos
ao preparo do cauim, bebida à base
de milho ou mandioca. Várias músicas
indígenas uniram-se à obra coral e
orquestral de Villa-Lobos, numa fusão
singular de melodias, escalas e lendas
pré e pós-colombianas. “Nozanina”,
orquestrada por Villa-Lobos, foi
executada para receber Rondon no Rio
de Janeiro ao retornar de Letícia,
Colômbia. A música pode ser ouvida
nas vozes da soprano luso-brasileira
Cristina Maristany (1906-1966), de
Milton Nascimento e Marlui Miranda.
Villa-Lobos, que teve sua efígie
estampada nas cédulas de quinhentos
cruzados e representado no drama
biográfico do cineasta Zelito Viana, é
reconhecido como um dos maiores
musicistas da contemporaneidade.
Porta-voz da brasilidade, com sua
batuta e seu charuto, é aplaudido
efusivamente por todos aqueles que
apreciam uma boa música. No palco
da memória, as cortinas permanecem
abertas...
Mais um Dia dos Namorados passou
e você continua sozinho(a)? Tudo bem até
porque no Dia da Árvore você não passa
abraçada a uma árvore, e nem do Dia
da Páscoa você fica com um coelho,
muito menos no Dia dos Mortos você
procura um morto. Pois muito bem, se
você ficou de fora dessa data aí vão
algumas dicas pra você arrumar alguém
e acabar com essa macumba que sempre
destrói o seu Dia dos Namorados.
- Tenha um videogame: Se você
tem um videogame, ele(a) vai pensar:
putz, agora vou ter alguém pra jogar
junto.
- Se você não gosta de
videogame: Se você não tem e nem
quer ter um videogame e muito menos
sabe jogar, calma! Vale baralho, pegavaretas, até mesmo “STOP”. O importante
é promover a diversão.
- Coma: Ninguém gosta de gente
que só fica na
saladinha. Quer fazer
dieta? Faça em casa!
- Arrase na pista
de dança: Dance pra
você mesmo(a), como
se o DJ fosse seu. E
não se esqueça de
fazer aquela cara de
“Nossa, como sou feliz
sozinho(a)!”. Quando
você abrir os olhos vai
ter pelo menos alguém
te encarando. Nem que
seja o segurança da
boate.
- Elogie: Elogie.
Muito. Mas na
honestidade, elogie
realmente o que você
gostou. Todo mundo
precisa de uma
massageadinha no ego.
- Calma: Se ficar encantadinho(a)
com a pessoa, não imagine a criatura te
esperando no altar. Essa energia assusta.
Uma coisa de cada vez.
- Seja inteligente, mas nem
tanto: Se você é inteligente ok, parabéns
e não cometa a burrice de jogar na cara
do outro que é mais inteligente que ele!
- Ser sexy ou não ser? Eis a
questão: Não procure ser sexy. É melhor
o outro rir com você do que rir DE você.
Seja natural. Isso sim é ser sexy!
- Acredite se quiser: Saia com as
amigos decidido(a) a não ficar com
ninguém. A Lei de Murphy funciona que é
uma beleza!
- Ah! não se esqueça: Glorioso
Santo Antonio que tivestes a sublime dita
de abraçar e afagar o Menino Jesus,
alcançai-me a graça que vos peço e vos
imploro do fundo do meu coração (pedese a graça). Não custa tentar.
Por José Augusto Filho
MELHOR REMÉDIO
VALENTINE'S DAY
José Augusto é diretor de
teatro e produtor de programas de
variedades
cultura@circuitomt.com.br
Download

semana de arte moderna: heitor villa