ORIENTAÇÕES DA VIGILÂNCIA SANITÁRIA
NO CUIDADO COM OS ALIMENTOS DURANTE AS
FESTAS DE FINAL DE ANO
Ana Valéria de Almeida Carli
Coordenadora do SIM-CURITIBA/ VISA – ALIMENTOS
Fabiane Antunes¹;Fernanda Nogari¹; Inês G. S. Irineu¹; Paula R. R. Martins¹; Moacir Gerolomo¹;
Rosana L. R. Zappe¹
Porto Alegre
2008
JUSTIFICATIVA
As intoxicações alimentares ocorrem com
maior freqüência no verão podendo ser justificadas
pelo fato de que os organismos patogênicos ou
deteriorantes crescem melhor a 37ºC, embora a
maioria se multiplique entre 15ºC e 45ºC. A
contaminação de um alimento pronto para o
consumo pode advir da matéria-prima que lhe deu
origem ou das inúmeras e sucessivas fases de
preparo. Todavia, um alimento mesmo
adequadamente preparado, apresenta sempre um
risco potencial de contaminação
OBJETIVO
Este trabalho teve por objetivo divulgar
orientações aos consumidores sobre medidas
capazes de diminuir o risco de toxinfecções
alimentares nas festas de final de ano, onde o
preparo antecipado de alimentos bastante
elaborados, geralmente em grandes
quantidades, associa-se às temperaturas
elevadas do verão constituindo grande risco à
saúde, por facilitar a multiplicação de
microrganismos.
METODOLOGIA
Elaboração de filipeta em formato de guirlanda.
 Inclusão de informações que se fazem
necessárias durante e após as compras dos
produtos alimentícios como: forma de
acondicionamento, preparo e conservação dos
alimentos em casa, assim como informações
quanto à higiene dos alimentos.
 Distribuição em hipermercados, supermercados,
feiras livres e mercado municipal.
 Disponibilidade nos Distritos Sanitários onde se
localizam as Vigilâncias Sanitárias do município de
Curitiba.

RESULTADOS
Vinte e um mil exemplares de guirlandas
distribuídas nos pontos de maior circulação de
pessoas na semana que antecedeu o Natal.
 Divulgação dos cuidados com os alimentos no
período das festas de Natal e Ano Novo, através de
orientações para a população .

CONSIDERAÇÕES
O consumidor tem buscado, cada vez mais,
atualizar seus conhecimentos a respeito dos
diversos assuntos relacionados à alimentação,
sendo um fator determinante na promoção da
saúde e prevenção de doenças.

A educação é um processo contínuo, portanto,
constantemente devem-se divulgar orientações
sobre segurança alimentar e condições higiênicosanitárias adequadas para que a população
adquira e reforce seus conhecimentos quanto à
importância destes fatores na prevenção de
doenças transmitidas por alimentos.

Obrigada!
sim@sms.curitiba.pr.gov.brv
visa.alimentos@sms.curitiba.pr.gov.br
tel.: 41 3350-9394/3350-9382
Download

orientações da vigilância sanitária no cuidado com os