Aula 5. Ética da pesquisa
Biotecnologia
Módulo 2
Profª. Chayane C. de Souza
Ética da pesquisa
A bioética de inicio esteve relacionada com a
pesquisa com humanos, produção de
medicamentosa entre outros. Pode se observar que
a pesquisa vem se separando de maneira
convincente da atividade clinica.
Os procedimentos de pesquisa que se
inspiram na demanda da ciência da
natureza e por meio das quais pode
se construir uma ciência experimental
dos seres vivos e dos efeitos das
substancias sobre ele.
Dois tipos de experimentação:
 Tratamento inovadores que visam
a cura de um doente em particular;
 Pesquisa e experimentação que
tendem a desenvolver
conhecimento.
O olhar do pesquisador e do clinico se opõe.
A ética da pesquisa designa a reflexão moral
aplicada a atividades de pesquisa e
experimentação tendo como objeto seres
humanos e elementos do corpo.
Existem alguns dilemas entre a proteção das
pessoas e o desenvolvimento deste
conhecimento, bem individual ou comum.
- O bem estar dos indivíduos e da comunidade em
seu conjunto;
- As responsabilidades do médico em relação ao
seu paciente e suas responsabilidades como
pesquisador-clinico;
- As exigências dos pacientes que exigem acesso
aos novos tratamentos e a necessidade de avaliar
novos tratamentos com eficácia e de sua relação
custo beneficio.
A bioética se liga com frequência as questões
concretas: sob algumas condições uma determinada
experimentação é moral. Tal projeto é legitimo? A
experimentação sobre o ser humano é aceitável?
Qual é a relação entre a ética e a tecnociência.
Este pensando já foi trabalhado por Claude Bernard
(século XIX) a ética é pouco compreensível para o
conjunto de população mas que se imponha
friamente ao pesquisador com risco de confirma-lo
em um nobre isolamento.
Nas instituições de pesquisa e de ensino a bioética
é representada pelos comitês de ética ,
encarregados de aprovar o plano de pesquisa que
atingem os objetivos de pesquisa.
O Comitê de Ética em Pesquisa - CEP
È um colegiado multi e transdisciplinar,
independente, que deve existir nas instituições que
realizam pesquisa envolvendo seres humanos no
Brasil, criado para defender os interesses dos
sujeitos da pesquisa em sua integridade e dignidade
e para contribuir no desenvolvimento da pesquisa
dentro de padrões éticos (Resolução nº 466/12
Conselho Nacional de Saúde).
O CEP é responsável pela avaliação e
acompanhamento dos aspectos éticos de todas as
pesquisas envolvendo seres humanos. Este papel
está baseado nas diretrizes éticas internacionais
(Declaração de Helsinque, Diretrizes
Internacionais para Pesquisas Biomédicas
envolvendo Seres Humanos – CIOMS) e
brasileiras (Res. CNS 466/12 e complementares).
De acordo com estas diretrizes: “toda pesquisa
envolvendo seres humanos deverá ser submetida
à apreciação de um CEP”
Como submeter:
1- Cadastrar na Plataforma Brasil sendo esta uma base
nacional e unificada de registros de pesquisas envolvendo
seres humanos para todo o sistema CEP/Conep. O sistema
permite, ainda, a apresentação de documentos também em
meio digital, propiciando ainda à sociedade o acesso aos
dados públicos de todas as pesquisas aprovadas.
http://www.comitedeetica.ufop.br/index.php/plataforma-brasil
2) Encaminhar projeto acompanhado com o
currículo lattes do pesquisador e um TLEC- Termo
de consentimento livre e esclarecido.
( Modelo site) docentes.ifsc.lages
Discussão – experimentação com animais
O que você acha sobre o tema.
Leia o texto de apoio no site.
Dúvidas??
Chayane.souza@ifsc.edu.br
Download

Aula 5. ètica da pesquisa e Comitê de ética - Docente