Conferência
Uma conferência é um espaço público de debates, um
mecanismo institucional de democracia participativa.
Uma conferência nacional é resultante de outras diversas
conferências realizadas em nível local, municipal, regional,
estadual e federal.
Conferências nacionais são grandes fóruns organizados,
em que os diversos segmentos da sociedade debatem,
por meio de metodologia específica, determinadas
políticas públicas do país que sejam referentes aos temas
discutidos.
Exemplos de Políticas Públicas propostas em
Conferências
Sistema Único de Saúde (SUS)
Sistema Único de Assistência Social (SUAS)
Criação da Secretaria Especial dos Direitos Humanos/ PR
Criação do Conselho das Cidades – CONCIDADES
Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional
Plano Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil
Plano Nacional de Segurança Pública
Histórico de metodologia das Conferências Nacionais
• Metodologia tradicional (Conferências de Saúde, Meio
Ambiente, Cidades, Assistência Social...)
• Novas Experiências: I Conferência de Cultura, I
Conferência de Juventude, 1ª Conferência de Segurança
Pública, 1ª Conferência de Saúde Ambiental e a 1ª
Conferência Nacional sobre Transparência e Controle
Social
Opções Metodológicas

Promover espaços acessíveis de encontro,
articulação, diálogo, proposições de ideias;

Formação de pessoas com a apropriação dos conceitos e
promoção de um processo participativo;

Ampliação do debate sobre os temas propostos;

Número reduzido de proposições;

Busca por efetividade e implementação da Política Nacional
de Resíduos Sólidos.
interação,
Grupos de Trabalho (GT)

Espaços democráticos para análise e diálogo sobre cada eixo

GTs sobre cada Eixo Temático, proporcionando análises mais
qualificadas

Maior tempo de exposição e troca de ideias

Elaboração de ações que serão priorizadas por todos os
participantes da etapa no momento final.
Priorização

Busca por consensos

Agenda de Prioridades

Momento democrático

Ambiente favorável ao diálogo e articulação entre os
participantes

Foco no conteúdo das proposições geradas nos Grupos de
Trabalho
Visão Geral da 4ª CNMA
2º Dia
1º Dia
Proposta de programação – Conferência Municipal/ Regional
8h00 - 9h30 Credenciamento
9h30 - 10h00 Abertura Oficial
10h00 - 10h30 Apresentação da metodologia e Programação
10h30 - 12h00 Painel sobre Resíduos Sólidos e debate
12h00 - 14h00 Almoço
Grupos de Trabalho (GT)
14h00 - 18h00
Inscrição de candidaturas
Plenária para leitura das ações e defesa das propostas
9h00 - 12h00 Apresentação dos candidatos a delegados
12h00 - 14h00 Intervalo para Almoço
Eleição de delegados
14h00 - 16h30
Priorização das Ações Prioritárias
Leitura final das Ações priorizadas;
16h30 - 18h00 Resultado das eleições;
Encerramento.
Papel do(a) Mediador(a)
• Mediar os diálogos dentro do grupo, tornando o processo
democrático ao garantir que todos tenham voz e vez.
• Não atribuir juízo de valor às opiniões dos participantes, mas
deve conhecer a metodologia proposta para a Conferência.
• Incentivar a participação de todos e, principalmente, garantir
a fala daqueles com opiniões distintas.
• Cuidar do tempo disponível para cada etapa do trabalho e
relembra o grupo para a construção dos resultados
esperados.
Um convite à formação...
Contatos: cnma@mma.gov.br – (61)2028-1372
Obrigada!
Download

Caminhos Metodológicos