Esta newsletter é uma publicação da Metso Brasil para o segmento de Construção
Edição 11 | Dezembro de 2008
Conjuntos Móveis de Britagem - Linha NW
Como está o nivelamento do conjunto
móvel?
Muitos conjuntos móveis, devido ao pouco tempo de
permanência na obra, não estão apoiados sobre bases
de concreto, ficando portanto sujeitos à vibração
excessiva caso ocorra um desnivelamento durante o
período de operação.
Limpeza das plantas de britagem
Principalmente em plantas de britagem móveis, onde
as instalações são compactas, a limpeza é um item
muito importante, pois possibilita detectar possíveis
irregularidades durante as inspeções diárias, facilita os
trabalhos de manutenção e evita danos aos
equipamentos, principalmente aos componentes do
conjunto de retorno dos transportadores de produto.
Quando a permanência do conjunto móvel de
britagem no canteiro de obras justificar a execução de
bases de concreto para assentá-lo, sugerimos a
elevação do mesmo, melhorando assim o acesso para
limpeza e manutenção.
O piso poderá ter uma inclinação para facilitar o
escoamento de água de chuva ou de limpeza.
Tal fato pode ocorrer caso os pés de apoio estejam
escorados sobre dormentes de madeira com baixa
resistência (moles) e/ou quando o solo não possui a
resistência adequada para suportar o peso da
unidade.
Esta vibração ou movimento indesejável do conjunto
móvel pode causar trincas na estrutura, quebra de
componentes e danos elétricos.
Figura ilustrativa
Envie sua pergunta para [email protected]
Sua questão pode ser o tema da próxima edição.
ENDEREÇO AVENIDA INDEPENDÊNCIA, 2500 - SOROCABA - SP
TELEFONE 15 2102 1300
E-MAIL [email protected]
Esta newsletter é uma publicação da Metso Brasil para o segmento de Construção
Edição 20 | Setembro de 2009
Dando partida no Lokotrack
Verificações Importantes Antes da
Partida
7- Indicador do nível de óleo hidráulico
Antes de realizar o arranque do motor do Lokotrack,
devemos fazer algumas verificações. São elas:
nível
8- Verificar a carga da bateria - o nível de água correto
está cerca de 5mm acima das células.
1- Nível de óleo do motor - deve estar dentro da escala
"STOP".
2- Filtro de ar - deve estar limpo e desobstruído.
3- Nível do fluido de refrigeração - o nível correto
situa-se cerca de 50mm abaixo da superfície da tampa
de vedação.
4- Filtro do fluido hidráulico - o indicador deve estar no
verde.
9- Verificar se não foi pressionado nenhum botão de
parada de emergência, pois não será possível arrancar
o motor com algum botão de parada de emergência
pressionado.
10- Girar a chave de ignição do painel de comando
principal (A) na posição 1, aguardar de 5-10 segundos
para carregar o programa, após, girar a chave para o
arranque, mantendo até a partida completa do motor.
Se for utilizar o controle remoto via rádio (opcional),
colocar a chave de controle via rádio (B) na posição 1.
5- Verificar o volume do combustível - display do
equipamento.
(B)
6- Válvulas do reservatório do fluido hidráulico devem
estar totalmente abertas. O motor não poderá ser
acionado caso as válvulas estejam fechadas.
(A)
Atenção: nunca arranque o motor do Lokotrack antes de
fazer estas verificações. Desta forma, será garantido o
bom funcionamento e conservação do equipamento.
alavanca
Envie sua pergunta para [email protected]
Sua questão pode ser o tema da próxima edição.
ENDEREÇO AVENIDA INDEPENDÊNCIA, 2500 - SOROCABA - SP
TELEFONE 15 2102 1300
E-MAIL [email protected]
Esta newsletter é uma publicação da Metso Brasil para o segmento de Construção
Edição 22 | Novembro de 2009
Dando partida no Lokotrack
Deslocamento do Lokotrack
Algumas recomendações durante Transporte:
Você pode conduzir a máquina por meio de comandos
- A virada do Lokotrack é mais fácil em pisos duros.
do controle de transmissão com uma das tomadas de
- Se não for possível virar o Lokotrack durante as
ligação localizadas no chassis ou através do sistema de
subidas, deslocar a máquina para trás, efetuando a
controle remoto via rádio.
virada ao mesmo tempo.
- Se o deslocamento for muito longo (superior a 100m),
a máquina deve ser conduzida com o alimentador virado
Controle Remoto com Fio
para frente, com isto, a lagarta fica tensionada,
impedindo que sua corrente salte do tambor de
transmissão.
- A velocidade de deslocamento pode ser ajustada
regulando a velocidade do motor entre 1.000 e 1.800
rpm, utilizando os botões da unidade de controle
remoto.
Deslocamento entre locais de trabalho
Controle Remoto via Rádio
- A saída ou entrada do Lokotrack do veículo
transportador deve ser efetuada com extremo cuidado.
- O Lokotrack pode entrar ou sair do veículo de
transporte em marcha-atrás ou marcha à frente,
conforme o tipo de veículo utilizado.
- Antes de colocar o Lokotrack no veículo de transporte,
verificar sempre o nível do fluído hidráulico e o volume
de combustível (verificar no display)por volta de 50% do
tanque.
- Instalar uma rampa adequada no veículo de
(C)
transporte, de modo que a inclinação máxima não seja
superior a 1:4, ao conduzir para cima do veículo
transportador.
Antes da condução devemos verificar que:
- A estrada é suficientemente plana.
- O relevo ou inclinação máxima do terreno de 5° no
sentido transversal e de 15° no sentido longitudinal.
- A área encontra-se livre e se todo pessoal tem o
conhecimento do deslocamento para manter uma
distância segura da máquina.
- Se utilizar controle remoto por rádio, verificar se foi
1
selecionado o modo de translado (botão para cima),
desenho de cor laranja das lagartas, conforme detalhe
Envie sua pergunta para [email protected]
(C).
Sua questão pode ser o tema da próxima edição.
ENDEREÇO AVENIDA INDEPENDÊNCIA, 2500 - SOROCABA - SP
TELEFONE 15 2102 1300
E-MAIL [email protected]
Service Tips
Construção
JANEIRO/2010 | EDIÇÃO 24
mente 90°. Para isso utilizar a alavanca
especial (enviada com o equipamento). Esta
alavanca deverá ser fixada na própria
engrenagem através de dois parafusos M20:
Conjuntos Móveis - Peneiras Vibratórias
Conjuntos móveis
Os conjuntos móveis fabricados a partir de
2006, possuem peneiras vibratórias horizontais com movimento elíptico (modelo ES) e
sistema de sincronismo eletrônico que
controla o posicionamento entre os contrapesos alterando o ângulo de vibração e
interferindo diretamente na classificação da
peneira
Problemas no sincronismo eletrônico
Caso o sistema eletrônico apresente alguma
falha, os mecanismos vibratórios não serão
sincronizados.
Essa falha pode ser causada por problemas
nos encoders ou no inversor de frequência
que controlam esse sincronismo, causando
problemas de transporte e classificação do
material.
Para manter o equipamento em funcionamento, enquanto se aguarda a chegada de
novos componentes para substituição,
pode-se utilizar um recurso alternativo de
instalação do sistema de sincronismo
mecânico que é feito com engrenagens que
são enviadas com o conjunto móvel.
Substituindo o sincronismo eletrônico pelo
mecânico
1 – Girar a chave seletora para Posição 2 (essa
chave se encontra dentro do painel elétrico ).
2 - Montar a engrenagem do mecanismo
V-100. A face da engrenagem que possui
uma seta indicadora do sentido de rotação
deve ficar sempre voltada para o lado de fora
da peneira.
4 – Com o mecanismo V-100 rotacionado 90°,
efetue a montagem da engrenagem do
mecanismo V-120.
5 – Não se esqueça de montar a tampa de
proteção dos contra-pesos, para garantir
uma operação segura mesmo quando estiver
operando com o sincronismo mecânico.
Atenção:
Não se esqueça que este é um recurso de
emergência para evitar a parada do equipamento, portanto, o sincronismo eletrônico
deve ser reparado o mais rápido possível.
3 - Girar o mecanismo V-100 aproximada-
PUBLICADO POR METSO BRASIL IND. E COM. LTDA
Av. Independência, 2500, Éden
Sorocaba, São Paulo
TEL +55 15 2102 1300
SITE www.metso.com
Envie sua pergunta para [email protected]
Sua questão pode ser o tema da próxima edição.
Todos os direitos reservados
Edição 37 | Fevereiro de 2011
NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE CONSTRUÇÃO
Antes de realizar os testes nas esteiras, o operador
deve se situar em local seguro.
Ajustando os parâmetros:
Conjuntos móveis
Ajustando a marcha lenta
Ajustando a marcha lenta dos Lokotracks e Screentracks baseado no
ajuste do sinal do controle elétrico.
Os Lokotracks e Screentracks deslocam-se em
três marchas de velocidades (lenta, normal
e rápida) de acordo com a rotação do motor
ajustada em controle remoto.
Devido às variações da temperatura
ambiente/ óleo hidráulico, o equipamento
deslocamentos retilíneos em marcha lenta
(acionamento leve e simultâneo de ambas as
operacionais das esteiras (T1 a T4) presentes
A manipulação dos valores destes parâmetros
permite a redução/ aumento da vazão de óleo
pelo acionamento hidráulico de cada uma
das duas esteiras (direita ou esquerda). A nova
divisão de vazão permite compensar o desvio
existente.
Os ajustes devem ser realizados após
menor velocidade em marcha lenta (à ré e à
frente). Atenção: os testes da esteira devem ser
realizados somente por controle remoto e com
o operador situado em local seguro!
Ɣ T1 (Marcha à ré/ esteira direita)
O aumento do valor deste parâmetro ocasiona
aumento da velocidade em marcha à ré da
esteira direita (aumento da vazão de óleo pelo
acionamento). Os valores deste parâmetro
variam de 50%* a 90%
Ɣ T2 (Marcha à frente/ esteira direita)
A redução do valor deste parâmetro ocasiona
aumento da velocidade em marcha à frente
da esteira direita (aumento da vazão de óleo
pelo acionamento). Os valores deste parâmetro
variam de 5% a 50%*
Ɣ T3 (Marcha à ré/ esteira esquerda)
O aumento do valor deste parâmetro ocasiona
aumento da velocidade em marcha à ré da
esteira esquerda (aumento da vazão de óleo
pelo acionamento). Os valores deste parâmetro
variam de 50%* a 90%
Ɣ T4 (Marcha à frente/ esteira esquerda)
A redução do valor deste parâmetro ocasiona
aumento da velocidade em marcha à frente da
esteira esquerda (aumento da vazão de óleo
pelo acionamento). Os valores deste parâmetro
variam de 5% a 50%*
*50% é o valor que representa deslocamento nulo
para todos os parâmetros.
Não se esqueça de salvar os novos valores uma
Ŷ
PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema de futuras edições.
E-MAIL [email protected]
WEBSITE www.metso.com.br
Direitos reservados.
Edição 48 | Janeiro de 2012
NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE CONSTRUÇÃO
Quais cuidados tomar na hora da lubrificação?
A lubrificação deve ser feita diretamente no
mancal. Se feita por meio dos bicos de lubrificação
remotos, certifique-se que a graxa está indo para
os mancais e inspecione-os regularmente. Caso o
bombeamento se mostre difícil, verifique se não
há entupimento na mangueira e/ou bico.
Lokotrack
Lubrificação e tensão da correia
Os acionamentos dos britadores dos Lokotracks
primários são compostos de itens simples tais
como: rolamentos, mancais, eixo, acoplamento,
vedações, polias e correias. Convém ressaltar que
os acoplamentos são itens de desgaste cuja vida
útil varia conforme suas condições de operação
e manutenção. Acima vemos um exemplo típico
de acionamento de um Lokotrack primário.
Os conjuntos de acionamento normalmente
são lubrificados com bomba manual.
As principais causas geradoras de problemas
nos acionamentos normalmente são:
Ɣ Lubrificação com graxa inadequada (fora da
especificação recomendada)
Ɣ Aplicação equivocada da quantidade de graxa
recomendada, tanto para mais quanto para menos
Ɣ Excesso de tensionamento nas correias de
acionamento
As lubrificações têm que ser realizadas
seguindo sempre as recomendações definidas
nos manuais das máquinas. Abaixo um exemplo
típico de recomendação constante do manual:
Condições normais
(80 horas)
Condições de poeira
intensa (40 horas)
Massa lubrificante
por bico gramas (oz.)
Massa lubrificante por
bico gramas (oz.)
C80
40 (1.4)
20 (0.7)
C96
40 (1.4)
20 (0.7)
C106
40 (1.4)
20 (0.7)
C110
70 (2.5)
35 (1.2)
C116
55 (2)
28 (1)
C3054
55 (2)
28 (1)
C125
70 (2.5)
35 (1.2)
C140
70 (2.5)
35 (1.2)
C145
70 (2.5)
35 (1.2)
C160
80 (2.8)
40 (1.4)
C200
80 (2.8)
40 (1.4)
Figura 5.8: lubrificação dos rolamentos do eixo
intermediário (transmissão hidráulica).
Como certificar que a manutenção está
sendo realizada corretamente?
Devemos nos certificar se estamos colocando a
graxa recomendada na quantidade e no intervalo
certos. Se tudo isso estiver correto, a temperatura de
trabalho dos rolamentos não deverá ser superior a
70 °C. Caso a temperatura de funcionamento atinja
75 °C ou, em condições de muito calor, 90 °C, devese efetuar uma inspeção para se determinar a causa.
Outro cuidado importante é a tensão nas correias.
Veja abaixo a forma de medir esta tensão:
Modelo
Tabela 5.5: programa de lubrificação dos rolamentos
do eixo do intermediário.
AUTOR Heber Souza | REVISOR Rodrigo Gomes
PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema de futuras edições.
E-MAIL [email protected] | WEBSITE www.metso.com.br
F = força e D = deflexão. Uma força aplicada no
centro de L gerará uma deflexão. É preciso aplicar a
força correta e medir a deflexão gerada. Consulte os
manuais das máquinas para ver a recomendação da
força e saber a deflexão correspondente.
Ferramentas adequadas para medir tensão
Existem no mercado ferramentas para medir
tensão em correias através da deflexão e da
força aplicada. Recomendamos que este tipo
de ferramenta esteja disponível na oficina
de nossos clientes para garantir a aplicação
correta de tensão nas correias durante as
manutenções periódicas dos equipamentos. Ŷ
Direitos reservados.
Edição 51 | Abril de 2012
NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE CONSTRUÇÃO
Indicador de impregnação ligado à tela de comandos
Conjuntos móveis sobre esteiras
Manutenção do filtro de ar do motor
A
B
C
E
D
Filtro de ar Lokotrack LT106
Para prolongar a vida útil do motor dos conjuntos
móveis sobre esteiras Lokotrack, bem como
do próprio filtro de ar, deve-se seguir alguns
procedimentos de manutenção e troca do filtro de ar.
A - Troca do elemento filtrante a cada 100-120
horas quinzenais de trabalho ou 200-250 horas
mensais de trabalho.
B - Troca do cartucho de segurança a cada 3
trocas do elemento filtrante.
C - Inspeção visual do indicador de impregnação
do filtro a cada início de turno. Caso seja
detectada a impregnação no filtro, realizar a
troca do elemento filtrante. Caso contrário, dar
sequência no trabalho conforme figura ao lado.
D - Inspeção visual a cada troca de turno, ou
seja, a cada 8 horas de trabalho.
E - Inspeção visual do duto de admissão de ar a cada
8 horas. Identificando existência de poeira, verificar o
aperto das braçadeiras ou tubos danificados.
Em alguns equipamentos, como por exemplo
o ST 4.8, o indicador de impregnação do filtro
é eletrônico. Nesse caso, o alerta aparece no
próprio display de comando do Lokotrack
conforme figura acima.
A Metso recomenda também a realização
de análise química de uma amostra do óleo
lubrificante do motor diesel a cada 250 horas
de trabalho. Essa análise visa o aumento
da vida útil do motor, maior economia
de combustível e do óleo lubrificante,
consequentemente proporcionando uma
maior disponibilidade operacional do
equipamento.
Essa análise indicará se a concentração de
determinados elementos químicos (Si, Cu, Al,
Fe, Cr, Pb, Sn, Mo, Ni, Ag, Na, K, Ca, P, Zn, Mg, B e
Ba) está dentro da faixa adequada especificada
pelo fabricante. Caso não esteja, pode-se
estabelecer uma correlação com as possíveis
causas, permitindo prever necessidade
de intervenção no equipamento com
antecedência, evitando assim consequências
mais graves.
Disciplina no programa de inspeção
Cada procedimento indicado acima é
extremamente importante e nunca pode
deixar de ser realizado. O uso do filtro de
ar e cartucho de segurança sujos e/ou
impregnados ocasionará danos ao motor e
comprometerá o desempenho do mesmo. Ŷ
Indicador de impregnação do filtro
AUTOR Leonardo Daronco | REVISOR Rodrigo Gomes
PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema de futuras edições.
E-MAIL [email protected] | WEBSITE www.metso.com.br
Direitos reservados.
Edição 54 | Julho de 2012
NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE CONSTRUÇÃO
No caso do pavimento estar escorregadio
ou com gelo, certifique-se de que a
cobertura com areia é suficiente para
impedir uma deslocação imprevista da LT.
Quando a movimentação for realizada em
pequenas distâncias (menor que 100 metros) e
o terreno não for acidentado, pode-se mover o
Lokotrack em ambas direções (frente/ trás).
Conjuntos móveis sobre esteiras
Cuidados na movimentação dos
Lokotracks
As condições e a inclinação do caminho por
onde movimenta-se um Lokotrack requerem
alguns cuidados:
Ɣ A inclinação máxima permitida para a
máquina no seu modo de tracção é de 5 graus
no sentido lateral e de 15 graus no sentido
longitudinal.
15°
Transportadores longos (não articulados)
deverão ser desmontados e transportados
separadamente.
Podemos movimentar um Lokotrack por
grandes distâncias em qualquer direção
(frente ou trás)
Quando a distância de movimentação for
maior que 100 metros, recomenda-se que a
mesma seja feita mantendo a roda movida
posicionada para trás, para que a roda motora
estique a parte inferior da esteira e afrouxe a
parte superior, evitando assim que as partes
dobráveis sofram “trancos”.
Ɣ Se a unidade estiver equipada com uma
unidade de alimentação opcional, conduza
sempre com o transportador principal no lado
inferior da superfície inclinada.
Ɣ O terreno não deve ser acidentado, pois
pode causar torções na estrutura da máquina.
Outros cuidados na movimentação
Em movimentações longas (mais de 100 metros
de distância) deve-se fechar as partes salientes
(transportadores e tremonhas) dos Lokotracks,
colocando-as travadas e em posição de transporte.
Regulagem da esteira
Verifique se as correntes estão correctamente
tensionadas. Ajuste conforme as necessidades.
Meça-a a meia distância entre a polia principal
e o rolete. Para aplicar tensão às lagartas,
bombeie mais massa para dentro do cilindro
de regulação com uma pistola de massa.
Verifique a existência de deterioração das
sapatas das lagartas.
A regulagem correta da esteira varia de acordo
com o modelo e está descrita no manual da
máquina. No exemplo abaixo - LT 106, a flexão
da esteira deve ser de 25 milímetros. Caso a
flexão seja maior, será preciso bombear graxa
pela graxeira, fazendo com que o pistão interno
distancie a roda motora e estique a esteira.
Muita tensão causará carga excessiva
na caixa de redução e nos rolamentos da
engrenagem, levando a um desgaste excessivo
e à falhas prematuras. Utilize graxa de boa
qualidade para propósito geral tipo EP2. Ŷ
25...30 mm
A
C
B
A- Afrouxada
B- Esticada
C- Direção correta
AUTOR Heber Souza | REVISOR Rodrigo Gomes
PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema de futuras edições.
E-MAIL [email protected] | WEBSITE www.metso.com.br
Direitos reservados.
Edição 67 | Maio de 2014
NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE CONSTRUÇÃO
Para ler o nível de tensão no sistema de IC,
pressione o botão de informações no menu
principal. Uma vez que você clicar neste
botão, a tela de informações da unidade será
aberta. Nesta nova tela, pressione o botão
com símbolo do motor. Nível de tensão é
ilustrada por um símbolo de bateria.
Conjuntos móveis sobre esteiras
Manutenção das baterias
O nível de fluído das baterias deve ser verificado a cada 100 horas de
funcionamento e deve estar sempre cerca de 10mm acima das placas da
bateria.
O fluído da bateria é uma mistura composta
por 25% de ácido sulfúrico e 75% de água
destilada.
Adicione água destilada limpa sempre que
necessário. Nunca deixe o nível de fluído da
bateria baixar o suficiente para expor as placas
de chumbo.
A minha bateria está consumindo muito
fluído
Quando o consumo de fluído da bateria
se mostra muito elevado (em torno de
2mm por dia), é possível que o regime
de carga do alternador esteja muito alto,
causando um superaquecimento da bateria
e consequentemente a evaporação da água
contida na mesma. Nesse caso, recomenda-se
verificar a instalação do alternador e medir seu
nível de carga usando um multímetro. No caso
de um Lokotrack que possui duas baterias de
12V ligadas em série, o nível correto de carga
proveniente do alternador deve variar entre
25V e 28V.
Recarga das baterias
O sistema recomendado para a recarga de
baterias é o de carga lenta, pois o modo de
carga rápida provoca muitos danos à bateria.
Recomenda-se utilizar no mínimo 5% e
no máximo 10% da corrente de recarga em
relação a capacidade nominal em Ah (Ampère/
hora) da bateria. Exemplo: bateria com
capacidade de 150Ah deverá ser recarregada
entre 7,5 e 15 Ah.
Se necessário - antes de ligar o aparelho de
carga ou durante a carga - complete o nível
do fluido da bateria utilizando apenas água
destilada.
Retirar a bateria do equipamento e dar
por encerrada a recarga somente quando a
mesma estiver em plena carga (nesse caso,
quando a voltagem entre os polos com a
bateria ligada ao aparelho estiver no mínimo
com 14,8V durante duas leituras consecutivas
em um intervalo de uma hora sob a mesma
intensidade de corrente).
AUTOR Rafael Adolfo Rodrigues | REVISOR Rodrigo Alfredo Gomes
PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema de futuras edições.
E-MAIL [email protected] | WEBSITE www.metso.com.br
Nunca utilize uma chama ao verificar o nível
do fluido de uma bateria. Os gases liberados
através da reação química são altamente
inflamáveis.
O fluido de bateria contém ácido sulfúrico
diluído, que é altamente corrosivo e pode
provocar graves queimaduras na pele e olhos tenha cuidado e utilize EPIs ao manusear uma
bateria.
Limpeza de baterias, terminais e cabos
As baterias e os terminais devem ser limpos
com frequência, utilizando ferramentas que
não danifiquem a zona de contato.
Utilize ferramenta apropriada (escova) para limpar os
terminais da bateria caso apresentem resíduos.
Atenção
Ao utilizar baterias auxiliares para arranque do
motor, certifique-se de que:
Ɣ As baterias tenham a mesma voltagem.
Ɣ Os polos não estejam invertidos. Ŷ
Para mais detalhes, consulte o manual
do equipamento.
Direitos reservados.
Dezembro de 2014
NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE AGREGADOS
ST4.8
25487
5000
8500
5000
20555
5000
5000
Lokotracks - Segurança
Material de apoio sobre segurança em
unidades móveis de britagem Lokotrack
Ɣ Nunca circule por baixo de equipamentos
em operação ou movimento. Ex.: Correias
Transportadoras de saída de produtos.
LT120
24500
R3500
Ɣ Recolha as correias transportadoras quando
for movimentar o equipamento por mais de
100m.
R3500
14000
R3500
R4500
R3500
As unidades móveis Lokotrack oferecem
uma grande flexibilidade para operação e
movimentação, permitindo sua utilização em
distintos projetos de uma empresa.
Para que essa movimentação ocorra com
segurança, algumas atitudes devem ser
continuamente observadas / praticadas.
Nessa edição, vamos mostrar as áreas restritas
de alguns equipamentos, durante a operação
ou deslocamentos.
Posição opcional do transportador lateral
Áreas restritas durante a operação ou
movimentação dos equipamentos
Notas:
Ɣ Todos os colaboradores devem ser
orientados sobre os procedimentos de
segurança e operação dos equipamentos.
Ɣ Quando o equipamento estiver em posição
de trabalho, a velocidade de deslocamento
não deve exceder 0,6 km/h (Ajuste de Fábrica –
Com o motor diesel a 850 RPM).
Ɣ Sempre consulte o manual de instruções do
equipamento Ŷ
ST3.5
Em caso de dúvidas entre em contato
com a Metso.
22500
LT106
5000
5000
R3500
R4500
R3500
13800
R3500
18500
8500
R3500
23200
R2
Posição opcional do
transportador lateral
50
0
AUTOR Rafael Adolfo Rodrigues | REVISOR Fabio Contoli Isoldi
PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema de futuras edições.
E-MAIL [email protected] | WEBSITE www.metso.com.br
Direitos reservados.
Fevereiro de 2015
NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE AGREGADOS
Lokotracks
Ajuste do sensor de nível ultrassônico
(cavidade do britador)
1- Volume de material na cavidade do
britador:
O nível de material dentro da câmara de
britagem de um britador de mandíbulas
convencional da linha C deve ser de 70%,
ou seja, aproximadamente 2/3 da câmara
de britagem deve conter material durante o
funcionamento do britador.
O sensor deve ser calibrado antes de ser colocado
em operação.
2- Calibração do sensor ultrassônico:
A calibração deve ser feita, conforme as etapas
descritas abaixo.
1° Etapa – O parâmetro F6 deve ser alterado
para “1”, ativando o sensor de nível.
2° Etapa – Verificar o parâmetro FS43, para
identificar o tipo de sensor instalado no
equipamento em questão.
Sensor ultrassônico = Medição analógica.
(índice de enchimento aconselhado)
Os equipamentos da linha Lokotrack
possuem como opcional um sensor de nível
ultrassônico, que realiza o monitoramento
e o controle desse volume, otimizando a
produtividade do equipamento.
4° Etapa – Com a placa na posição desejada,
anote o valor medido pelo sensor, que estará
indicado na tela principal.
3° Etapa – Com o auxílio de uma placa de
papelão, forme uma barreira na linha de nível
desejado dentro cavidade do britador. Essa
linha deve estar ao alcance da área coberta
pelo sensor.
AUTOR Rafael Adolfo Rodrigues | REVISOR Fabio Contoli Isoldi
PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema de futuras edições.
E-MAIL [email protected] | WEBSITE www.metso.com.br
5° Etapa – Retire a placa de papelão e insira o
valor anotado no parâmetro F71.
Notas:
t O parâmetro F71 determina a medida “alvo”
de material na cavidade do britador. Sendo
assim, após realizar os procedimentos acima
descritos, o equipamento (quando em modo
automático) manterá o nível de material
na cavidade do britador dentro do limite
determinado.
t Esse tipo de calibração somente se aplica aos
sensores do tipo ultrassônico. Ŷ
Direitos reservados.
Fevereiro de 2015
NEWSLETTER METSO PARA CLIENTES DE AGREGADOS
Nota: Após a abertura do registro para
despressurizar o sistema de travamento,
recomenda-se verificar redundantemente a
pressão atual do cilindro através da tela 1.2 do
display. Ŷ
Lokotracks
Verificação do sistema de travamento
do britador
O sistema de travamento do britador de
mandíbulas consiste num cilindro hidráulico
ligado a um acumulador. Sua função é
tensionar o queixo do britador e impedir que
o mesmo execute movimentos indesejados no
processo.
O acumulador tem papel semelhante ao
de uma mola, prover um intervalo de pressão
variável dentro da tolerância permitida.
O intervalo de pressão do cilindro de
travamento é de 135bar a 155bar, e é
monitorado por um sensor de pressão que
envia um sinal que pode variar de 4mA a 20mA
para o sistema de automação do equipamento
(IC700).
O valor medido pelo sensor de pressão da
linha de travamento pode ser verificado na tela
de diagnósticos do equipamento ECM XM3.6.
Valores abaixo de 3,5mA e acima de 20,5mA
podem evidênciar falha no sensor e/ou em seu
cabeamento.
Um registro localizado junto ao bloco de
válvulas permite a despressurização do cilindro
de travamento.
É muito importante realizar essa
despressurização antes de realizar qualquer
reparo ou manutenção no britador, tal como
reapertar o registro antes de ligar o motor.
Qualquer falha envolvendo o sensor de
pressão do sistema de travamento é indicada
através do alarme A41.
AUTOR Rafael Adolfo Rodrigues | REVISOR Fabio Contoli Isoldi
PUBLICADO POR METSO BRASIL INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
Perguntas devem ser enviadas para o e-mail abaixo. Sua questão pode ser o tema de futuras edições.
E-MAIL [email protected] | WEBSITE www.metso.com.br
Direitos reservados.
Download

Conjuntos Móveis de Britagem - Linha NW