O que é cultura?
Web Aula 3
Fundamentos das Ciências Sociais
professor; Luciano Stodulny
Email; stodulny@hotmail.com

Sociologia - o conceito de cultura tem
um sentido diferente do senso
comum. Simboliza tudo o que é
apreendido
e
partilhado
pelos
indivíduos de um determinado grupo
e que confere uma identidade dentro
do seu grupo de pertença.

Antropologia - esta ciência encara a
cultura como o totalidade de
padrões
apreendidos
e
desenvolvidos pelo ser humano.
Segundo a definição pioneira de
Edward Burnett Tylor, sob a
etnologia
(ciência
relativa
especificamente
do
estudo
da
cultura) a cultura seria “o complexo
que inclui conhecimento, crenças,
arte, morais, leis, costumes e outras
aptidões e hábitos adquiridos pelo
homem
como
membro
da
sociedade.”
Portanto corresponde, neste último
sentido, às formas de organização
de um povo, seus costumes e
tradições transmitidas de geração
para geração que, a partir de uma
vivência e tradição comum, se
apresentam como a identidade
desse povo.

Cultura (do latim colere,
que significa cultivar) é um
conceito de várias
acepções, sendo a mais
corrente a definição
genérica formulada por
Edward B. Tylor
RELATIVISMO CULTURAL

É a postura, privilegiada pela Antropologia contemporânea,
de buscar compreender a lógica da vida do outro. Antes de
cogitar se “aceitamos” ou não esta outra forma de ver o
mundo, a antropologia nos convida a compreendê-la, e
verificar que ao seu jeito outra vida é vivida, segundo outros
modelos de pensamento e de costumes.

Por isso, faz-se necessário o exercício da alteridade, ou
seja, a postura de apreender a visão do outro na plenitude
de seu significado. Alteridade pressupõe a valorização da
diversidade cultural, da diferença.
Reflexo e prefiguração, em cada momento
histórico,
das
possibilidades
de
organização da vida cotidiana; composto
pela estética, sentimentos e costumes
mediante os quais uma coletividade reage
diante da vida que lhe é oferecida
objetivamente pela economia...
conjunto dos elementos materiais e
espirituais que as gerações recebem e
incorporam das anteriores e transmitem às
gerações subsequentes
“Os seres humanos são desiguais ou diferentes em muitas coisas
que os hierarquizam entre si. Isso é indiferente em certos casos,
positivo em alguns e inaceitável sob o ponto de vista ético, em
outros.”
GIMENO SACRISTÁN,
2002
“Aprender a conviver significa conciliar a relação igualdade e
diferença.”
XESUS JAREZ. 2007
O que é natural e o que é cultural no homem?
Para o antropólogo Levi-Strauss, a
natureza e a cultura estão ligadas no
homem. O autor utilizou um critério
para identificar o natural e o cultural.
O que é UNIVERSAL? É um critério
da natureza
O que é uma norma específica, uma
REGRA LOCAL de um determinado
povo ou grupo é critério da cultura.
.
"O Beijo" (1886), de Auguste Rodin, exposta
no Museu Rodin, em Paris
A evolução da cultura no homem
Fonte: MediaLibrary/Imagens/sedentário-evolução.jpg
A imagem destaca a passagem do homem nômade para o grande
sedentarismo que é a marca da cultura contemporânea.
A cultural é uma marca, uma identidade
“Cultura é a forma comum e aprendida da vida,
que compartilham os membros de uma
sociedade, e que consta da totalidade dos
instrumentos, das técnicas, instituições, atitudes,
crenças, motivações e dos sistemas de valores
que o grupo conhece (FOSTER)
CONCEITO DE CULTURA COMO CONSENSO
“Sistema de atitudes, valores e significados
compartilhados e as formas simbólicas em
que se acham incorporados.”
(Peter Burke e antropólogos)
A principal marca das culturas são as
normas e regras.
Onde há regras, há culturas...
CONCEITO DE CULTURA COMO CONFLITO
“Um conjunto de diferentes recursos, em que há
sempre uma troca entre o escrito e o oral, o
dominante e o subordinado, a aldeia e a metrópole.”
(E.P.Thompson, historiador)
DIVERSIDADE CULTURAL
“A diversidade é percebida, com frequência, como uma
disparidade, uma variação, uma pluralidade, quer dizer, o
contrário da uniformidade e da homogeneidade. Em seu
sentido primeiro e literal, a diversidade cultural referia-se
apenas e simplesmente, em consequência, à multiplicidade de
culturas ou de identidades culturais.”
Alain Kiyindou.
DIVERSIDADE CULTURAL
“O Sentido da diversidade cultural é o
da auto-preservação.
É através das diversas culturas que
estranhamos os nossos próprios
hábitos e passamos a olhá-los de
uma forma nova.
DIVERSIDADE CULTURAL
“A diversidade é percebida, com frequência, como uma
disparidade, uma variação, uma pluralidade, quer dizer, o
contrário da uniformidade e da homogeneidade. Em seu
sentido primeiro e literal, a diversidade cultural referia-se
apenas e simplesmente, em consequência, à multiplicidade de
culturas ou de identidades culturais.”
Alain Kiyindou.
LIMITES E FRONTEIRAS
O limite é o território da cultura
A fronteira é o espaço da cultura
De acordo com a
cultura, um muro pode
separar ou aproximar
pessoas.
Como nas imagens ao
lado.
Muro de segurança de Israel
Muro grafitado na periferia de
São Paulo
DIVERSIDADE CULTURAL
A sociedade brasileira possui uma grande diversidade. Observe no
quadro abaixo, a composição étnica, segundo a classificação do IBGE.
Fonte: IBGE
DIVERSIDADE
CULTURAL
Mas quando a
própria pessoa
declara a sua etnia
ou identidade, veja o
que acontece no
quadro ao lado.
Fonte: IBGE
QUADRO 2
“Já não consumimos coisas, mas somente
signos.” (Jean Baudrillard)
“A sobrecarga sensorial gera uma cultura sem
profundidade.” (Frederic Jameson)
“O consumo é o novo
fundamentalismo.”
(Milton Santos)

Questão discursiva:
Leia a letra da música “Comida”, de Arnaldo Antunes, Marcelo Fromer
e Sérgio Brito e responda as questões propostas:
Bebida é água. Comida é pasto. Você tem sede de que? Você tem
fome de que? A gente não quer só comida, A gente quer comida,
diversão e arte. A gente não quer só comida, A gente quer bebida,
diversão, balé. A gente não quer só comida, A gente quer a vida como
a vida quer. Bebida é água. Comida é pasto. Você tem sede de que?
Você tem fome de que? A gente não quer só comer, A gente quer
comer e fazer amor. A gente não quer só comer, A gente quer prazer
pra aliviar a dor. A gente não quer só dinheiro, A gente quer inteiro e
não pela metade.
1.
Se em todas as sociedades encontramos homens desempenhando
ações básicas como comer, dormir, reproduzir-se. Neste sentido, a
partir do discutido nesta aula, dados sobre a diferença entre as
ciências sociais e as naturais, explique e argumente sobre o que há
para além destes fatos básicos da vida;
A letra da música fala de comida como forma de alimento, mas
também de outro tipo de comida que sacia a “fome da alma”.É o
mesmo tipo de comida? A partir desta visão faça um quadro
comparativo que mostre a diferença entre ciências sociais e ciências
naturais.
2.
Questão de múltipla escolha:
Considere as afirmativas a seguir:
I. A matéria prima da “Ciência Natural” não pode ser isolada em
laboratório;
II. O cientista social desenvolve hipóteses e as testas em
laboratório;
III. Nas ciências naturais, a prova ou teste de uma dada teoria pode
ser feita por dois observadores situados em locais diversos, que
chegarão a resultados iguais;
IV. As ciências sociais lidam com realidades e “verdades”
dinâmicas em diferentes contextos temporais e regionais.
São corretas as seguintes afirmativas:
a) I e IV
b) III e IV
c) I e II
d) I e III
e) II e IV
Download

3 web aula FCS