JORNAL ASGAP
Jornal da ASGAP - Associação Solidariedade Grupo de Apoio ao Paciente Portador de Câncer
EDITORIAL
FELIZ ANO NOVO
Mais um ano se
foi e com ele
nossas alegrias e
também as
tristezas!
Vamos orar ao
nosso Bom Deus
para que nesse
ano tenhamos
muito mais
alegrias do que
tristezas.
Nós da ASGAP,
queremos
agradecer a todos
que nos ajudaram
a ajudar neste ano
que se foi.
Nossa ASGAP
continuará seus
trabalhos com
toda força que
provém de vocês
queridos leitores .
Deus lhes pague !
EQUIPE
Faça parte da equipe do
nosso JORNAL ASGAP
Mande seu artigo pelo
[email protected]
com.br
CONTATOS
www.asgap.com.br
CNPJ:000.999.080/0001-30
ASGAP - Casa de Apoio
Local abençoado por
Deus,onde a solidariedade é
a regra maior !
Ladeira do Ipiranga n°28
Cidade Nova - Salvador/Ba
Tesl/Fax. 71/3381-1492
71/3242-1809
E-mails
[email protected]
[email protected]
ANO V Janeiro/2015 N. 53
Mais um ano começando,que ele venha com
toda força para que possa ajudar a “ASGAP
a ajudar” !
Queridos leitores
Já colocamos essas imagens em outros números de nosso Jornal.
Mais uma vez fazemos chegar até vocês nosso apelo para que vocês se
tornem “voluntários” em prol dos trabalhos da ASGAP. O “voluntariado” na
ASGAP, não quer dizer somente “trabalhar” na mesma. Claro que qualquer
que seja o trabalho que vocês possam prestar, vai ajudar muito no
desenvolvimento dos trabalhos em prol dos pacientes carentes que nos
procuram, quando em tratamento em Salvador.
Se estamos frisando o “trabalho voluntario” é para deixar bem claro que outras
maneiras existem para ajudar a ASGAP, como por exemplo, divulgar com os
amigos, principalmente agora quando inúmeros são os meios de comunicação
principalmente a INTERNET, através das redes sociais.
Acesse www.asgap.com.br que encontrará noticias nossas para repassar.
Outra maneira de ajudar a ASGAP é tornando-se associado com contribuição
mensal, que pode ser com qualquer valor.
Nossa ASGAP realiza anualmente vários eventos, para proporcionar rendas
que permitam custear nossas despesas nas ações em prol dos necessitados.
Aqui mais uma maneira de ajudar: divulgando o evento, participando na
organização dos mesmos, passando convites aos amigos, etc.
Ainda uma outra maneira de ajudar: fazendo doações de roupas, sapatos, e
outros artigos em bom estado, para que possamos colocar em nossos
“Bazares” que realizamos todo mês.
Pois é amigos, tudo isso vocês podem fazer pela ASGAP e nos encher de
forças para que possamos ter um 2015 cheio de esperança para que
possamos ajudar aos que nos procuram .
DEUS LHES PAGUE E UM FELIZ 2015
DIRETORIA DA ASGAP
Presidente: Francisco Dantas
Vice-Presidente: Jorge Britto de S. Ribeiro
Diretor Administrativo: Ana Maria C. Duarte
Diretor Social: Comissão de Eventos
Diretor Financeiro: Maria da Graça Sobrinho
Diretor Assistencial: Maria Alba T. de Oliveira
DOAÇÕES : BRADESCO Agência: 3231-0 PITUBA C/C: 87438-8
2
MENSAGENS
DE ANO NOVO ( textos tirados da Internet )
FELIZ ANO NOVO AOS AMIGOS
“O nosso caminho é feito pelos nossos próprios passos… Mas a beleza da caminhada
depende dos que vão conosco!
Assim, neste novo ano que se inicia possamos caminhar mais e mais juntos… Em busca
de um mundo melhor, cheio de paz, saúde, compreensão e muito amor.
O ano se finda e tão logo o outro se inicia… E neste ciclo do “ir” e “vir” o tempo passa… E
como passa! Os anos se esvaem… E nem sempre estamos atentos ao que realmente
importa.
Deixe a vida fluir e perceba entre tantas exigências do cotidiano o que é indispensável
para você!
Ponha de lado o passado e até mesmo o presente! E crie uma nova vida… Um novo
dia… Um novo ano que ora se inicia! Crie um novo quadro para você! Crie, parte por
parte… Em sua mente… Até que tenha um quadro perfeito para o futuro… Que está logo
além do presente. E assim dê início a uma nova jornada! Que o levará a uma nova vida, a
um novo lar… E aos novos progressos na vida! Você logo verá esta realidade, e assim
encontrará a maior felicidade… E recompensa…
Que o Ano Novo renova nossas esperanças, e que a estrela crística resplandeça em
nossas vidas e o fulgor dos nossos corações unidos intensifique a manifestação de um
Ano Novo repleto de vitórias! E que o resplendor dessa chama seja como a tocha que
ilumina nossos caminhos para a construção de um futuro, repleto de alegrias! E assim
tenhamos um mundo melhor!
A todos vocês companheiros (as) que temos o mesmo ideal, amigos (as) que já fazem
parte da minha vida, desejo que as experiências próximas de um Ano Novo lhes sejam
construtivas, saudáveis e harmoniosas.
Muita paz em seu contínuo despertar.
Um feliz Ano Novo! “
ESTÁ CHEGANDO A HORA
Mais um ano se indo e um novinho em folha chegando. Que este ano que está por vir
traga juntamente consigo novas esperanças, novas pessoas, novos sonhos, novos
objetivos e que todos nós tenhamos a capacidade de correr atrás e ir em busca do que
realmente queremos. Que este ano traga-nos mais pensamentos positivos, e nada de
negatividade. Que nos traga mais força, para que possamos enfrentar as dificuldades
que ainda estão por vir.
Não espere que as coisas irão mudar simplesmente porque um novo ano está
chegando. A mudança vem de você! Seja você a mudança que quer ver, não espere
pela mudança dos outros. Quer um ano melhor? Comece mudando por você sem
esperar por ninguém, com o tempo todos se darão conta e começarão a mudar também,
mesmo que leve tempo.
Tenha coragem de seguir seus sonhos, sem medo de ser feliz, sem medo de arriscar,
são os teus sonhos e tem de segui-los, não importa o que digam. Não vá atrás dos
ideais dos outros, busque os seus. Não ligue para o que falam ou deixam de falar, a vida
é isso e você só tem que aprender a tapar os ouvidos e fazer o que tiver vontade de
fazer, sem se arrepender!
Desejo que você deseje mais, sonhe mais, viva mais, arrisque mais, aproveite mais tudo
o que tem para aproveitar, pois um dia tudo isso irá acabar, para todos nós.
Feliz Ano Novo!
(continuação do publicado no jornal de novembro)
3
CONHEÇA A ASGAP
Ações desenvolvidas
A equipe da Asgap é composta por Diretoria, Conselho Fiscal, cinco funcionários, cinco
diaristas e seis voluntários, atuando, exclusivamente, na área de Assistência Social.
“Esperamos um dia desenvolver atividades nas áreas de Educação e Saúde, o que só
será possível quando tivermos espaço adequado e profissionais da área que se
disponham a assumir este compromisso”, projeta Jorge Britto.
A Asgap não conta com um médico que permaneça na Casa em horário preestabelecido.
“Entretanto, se um paciente não está bem, entramos em contato com o médico que o
acompanha, pedindo orientação. Quando o caso é grave, ele recebe a assistência do
próprio doutor Francisco Dantas. Em casos especiais, se o paciente necessita de serviço
de enfermagem, dispomos de uma profissional voluntária para atendê-lo”, esclarece.
Cursos e palestras com profissionais ligados à área ajudam na compreensão dos variados
aspectos que compõem o quadro da doença. Os frequentadores participam da Terapia de
Grupo - credenciada pelo Sindicato dos Terapeutas (Sinte) -, realizada uma vez por
semana pela Diretoria Assistencial, e, quando necessário, recebem atendimento individual.
A abordagem destas reuniões tem como base desmistificar o estigma representado pelo
câncer, levando o paciente ao enfrentamento da doença, à compreensão de que a mesma
é uma porta para o crescimento interno e à percepção da necessidade de trabalhar-se
mental e emocionalmente, a fim de obter uma melhor qualidade de vida. Temas como
ansiedade, estresse, dor, medo da recidiva da doença e da morte, entre outros, são
discutidos no encontro, que abre espaço para que os pacientes coloquem suas posições
sobre eles. São utilizadas dinâmicas de grupo, a exemplo de técnicas de relaxamento,
concentração, meditação e visualização, com a finalidade de aprofundar o assunto em
pauta e favorecer o auto conhecimento, como estímulo para a transformação.
De 15 em 15 dias, sob a responsabilidade do presidente da Asgap, são organizadas
reuniões de auto ajuda, com a participação de pacientes, acompanhantes, voluntários e
visitantes. Nelas, é possível tirar dúvidas concernentes à doença e aos diversos tipos de
tratamento existentes. Os assuntos debatidos vão desde questões médicas, emocionais e
comportamentais até comentários de livros e filmes, contanto que guardem relação com o
câncer. Esporadicamente, são oferecidas terapias alternativas, como reiki, reflexologia,
jorei e shiatsu.
A Asgap está sempre aberta a grupos religiosos que vêm prestar solidariedade e conforto
aos pacientes. São, também, regularmente, promovidos passeios, excursões e festas – de
carnaval, páscoa, São João e Natal, além das comemorações aos aniversariantes do mês
-, em que alguns grupos encenam peças, outros cantam, com o propósito de estreitar os
laços de amizade entre todos os envolvidos no trabalho da instituição. Cestas básicas são
distribuídas aos pacientes, empregados e voluntários carentes da entidade.
É editado, ainda, o jornalzinho Jornal ASGAP, como forma de disponibilizar mais
informações a respeito do tratamento, motivações para que os pacientes adquiram forças
para enfrentar e vencer a doença, notícias sobre eventos, depoimentos de beneficiados e
familiares, aniversários do mês e agradecimentos aos colaboradores. (cont.na pg.05)
5
Grupo especial
“Sempre me comoveram a doçura desses pacientes e a amarga abnegação dos seus parentes,
que seguem dois níveis. Por fora, a força, a montanha, o apoio. Por dentro, quebrados, a depressão, o
desespero e o fio da tenacidade, a custo mantido pela força do amor. Mesmo impronunciada a
palavra, eles vagueiam com doce sorriso, aceitando o jogo, quem sabe para não nos constranger ou
assustar com a avassaladora ideia do que sabem. Quando seus corpos são a casa da dor e do
desespero e quando a construção dos ossos, músculos e sangue começa a desmanchar em lágrimas
e vazios, todos sofrem. Alguns se revoltam, mas, de alguma forma, aceitam a situação, vencidos pela
força nefasta do estigma. Sempre me ocorreu que este é um grupo especial de pessoas, não porque
têm câncer, mas pela capacidade de se doar, pela entrega, em geral, calma de seu destino. Como se
para isto viessem. Heróis desbravadores, românticos que são, abrindo fendas entre brumas, deixando
rastros luminosos, que permanecem dentro da noite, mesmo após suas partidas. Para aprendermos a
conviver e aceitar o que existe, mudarmos o que podemos e aproveitarmos o nosso dia a dia em
benefício uns dos outros, precisamos estimular cada vez mais o amor”, receita o presidente da Asgap,
Francisco Dantas.
O grande desafio inicial no enfrentamento do quadro já começa no próprio nome da doença.
“Câncer é uma palavra forte. Existe todo um condicionamento em cima disso. As pessoas têm medo
de pronunciar a palavra. Aliás, toda vez que se fala em câncer, é num tom mais baixo, quase
sussurrando. Por quê? Porque câncer mata. Realmente, câncer mata, mas doenças cardíacas,
diabetes etc. também matam, e ninguém vê um cardíaco ou um diabético com medo de afirmar que o
é. Ao contrário, um cardíaco diz: sou cardíaco. E parece que dá status o número de pontes de safena.
Ele abre o peito, mostra a cicatriz”, explica o médico Baltazar de Melo.
Mary Faquellet, ex-paciente da Asgap, confirma o imenso preconceito que cerca a enfermidade.
“Existe muito tabu, muita coisa que não se conversa. A mim irrita alguém falando assim: Mary, você
tem certeza que já teve? Outro dia minha vizinha me perguntou: é verdade que você teve CA?
Respondi: não. Eu tive câncer, eu não sei o que é CA. Quando temos amigdalite, não dizemos: Tive
AM. Acho que devemos falar. A mim ajudou muito fazer isso”, assegura.
Valdete Sarmento, familiar de um beneficiado pelas ações da entidade, complementa esse
raciocínio. “Desde que cheguei ao Grupo, ouço relatos de reações preconceituosas às pessoas que
têm câncer. Nunca é demais lembrar que o preconceito resulta de desinformação e egoísmo. Para
quem ainda não sabe, câncer não é contagioso. E só a humildade nos dá a dimensão real de que
todos nós somos vulneráveis. Com certeza, nos sentiríamos muito magoados e injustiçados se
fôssemos nós, ou alguém a quem amamos, os alvos da discriminação”. Outra ex-paciente, Cristiane
Silva, recomenda: “Sempre que possível, amparem a quem estiver doente, seja a doença que for.
Nunca se recusem a ajudar. Beije, abrace, aperte a sua mão. Anime-o, porque isto facilita muito a sua
recuperação. Ninguém pediu para adoecer. Pode acontecer na vida de qualquer um”, adverte.
Solidariedade e compreensão
A enfermeira Iraci Brito relata como ingressou na Asgap. “Ao ser convidada pelo doutor
Francisco, fiquei de início, preocupada, sem saber que tipo de apoio eu poderia dar ao paciente com
câncer. Depois, comprovei que, ao participar de um grupo como esse, nós não só damos, como
recebemos muito apoio e exemplo de vida. Se eu pudesse me doaria muito mais”. Sua colega de
enfermagem Carmosa Abreu acrescenta: “Acho que a maior ajuda que podemos proporcionar a
alguém, principalmente quem se encontra sensibilizado por uma doença, é solidariedade,
compreensão e amor”.
A Diretora Assistencial da entidade, Maria Alba Tanner, expõe sua trajetória como ex-paciente.
“Fiz um câncer na vesícula em julho de 1996. O diagnóstico puxou o meu tapete. Entretanto, por
pertencer à Fraternidade Branca Universal (Asham Mahatma Gandhi) e a uma família unida e
amorosa, o impacto foi bem suportado. Uma semana após, conheci a Asgap, o que foi muito
importante, por estar entre pessoas que sentiam as mesmas inquietações, inseguranças e medo. Nas
reuniões, o doutor Francisco Dantas abordava assuntos pertinentes à doença, sempre desmistificando
o estigma de que seu portador está condenado ao desencarne precoce. Com as recomendações de
seguir toda a orientação médica e psicológica, praticar atividades físicas e ter a boa alimentação e o
lazer como parte do tratamento, saía dos encontros cheia de esperança. Hoje, sou responsável por
realizar este trabalho com os frequentadores da instituição”. (continua no próximo número)
AGRADECIMENTOS
Ao Grupo Baba da Chiada –
Representado por Silinho e Bira
Eneida Tavares e Silva Grandchamp
A todos que colaboraram e participaram
para mais um “Bingo Asgap”
NOVOS ASSOCIADOS:
MARLUCE DE CASTRO CRISOSTOMO
MARIA JOSÉ CARDOSO CASTRO
EMPRESAS PARCEIRAS
HOTEL VERDEMAR
MESSIAS DA LAPINHA
HORTIFRUT
LÚCIA SANTOS – PARA TODOS BAHIA
PÓDIO DISTRIBUIDORA - CAROL
ALUGUEL DE MATERIAL P/EVENTOS
TOALHAS, COPOS, PRATOS
p/ALMOÇO, DE SOBREMESAS E
TALHERES). Desejando alugar,entre em
contato conosco pelos tels: 3242 1809 /
3381 1492
A todos vocês que tanto têm ajudado aos
pacientes portadores de câncer, o nosso
muito obrigado e que Deus lhes pague !
Agradecimento Especial
Aproveitamos esse espaço para agradecer
a todos que participaram no nosso ultimo
Bingo realizado no Centro Comunitário da
Pituba.
Seria uma lista enorme, colocar os nomes
de tantos que contribuíram para o sucesso
do nosso evento.
A ASGAP sempre conta com essa ajuda, de
tantos
que
pela
boa
vontade
e
solidariedade se juntam a nos para ajudar.
Deus lhes pague e proteja sempre suas
ações.
ANIVERSARIANTES DE JANEIRO
QUE
NESTE
ANIVERSÀRIO
TODOS
POSSAM
COMEMORAR JUNTO AOS QUE AMAM E QUE
NOSSO SENHOR JESUS CRISTO CUBRA-OS DE
BENÇÃOS !!
01-IVONALVA GESTEIRA/PATRÍCIA MACÊDO /
02-ANA JOAQUINA ALVES/ CLAUDINÉIA OLIVEIRA DA SILVA/
NIVALDO REIS/ADEMILSON SILVA OLIVEIRA
03-AIX CAVALCANTE MELLO / LUCRÉCIA BELCHIOR /
MARLENE DE SOUZA PUGAS/EDCELIA DOS SANTOS
LOPES/LENICE PEREIRA DE OLIVEIA/TEREZINHA GOMES DA
SILVA
04-HÉLIO BRITO DE OLIVEIRA/DALVA FERREIRA BULHÕES /
VALMIR ÁLVES SAMPAIO / ELIETE ALVES SILVA
05-JOSÉ ALMEIDA DE SOUSA/ NERY AGUIAR
06-MARIA DOS REIS CARNEIRO GÓIS / GRECI REIS MOTA /
MARIA DOS REIS CARNEIRO GÓES
07-GILDETE PEREIRA DOS SANTOS PIMENTEL / LÚCIA MARIA
GONÇALVES / MARIA GORETE MIRANDA DA SILVA/HONORINA
ROSA DE JESUS
08-MARIA VIRGÍLIA CARDOSO DE JESUS /ELENILDA SANTOS
CALHAU
09-ALMERITA TELES DIAS / MARIA NILZA DOS SANTOS
COELHO
10-ELIENE IRES FONSECA /EDINALVA DE ARAUJO PEREIRA
BATISTA/JOANA REBELLO
11-MARIA HILDA DE JESUS SANTOS / NATALIA LIMA
CASTRO/RENILTON ALVES DUARTE
12-ALFREDO DAMASCENO/ SELMA ANDRADE / DELIA
CELESTINA DE JESUS / ELIZIARIA
CELESTINA DA S.
ALMEIDA/GERSONITA DOS SANTOS
13-TIAGO B. DE OLIVEIRA / ELIZABETE MOTA DOS
SANTOS/DANIELA RIBEIRO DE ASSUNÇÃO/ELIZABETE MOTA
DOS SANTOS.
14-MARIA INÊS VASCONCELOS /
15-ANGELA MARIA ANDRADE MACHADO / VALMIRÁ
RODRIGUES DOS REIS /ALEXANDRINA MARIA BARBOZA/IVO
ALVES NUNES
16-HONORATA CLARINDA DA SILVA / ELIANA ALMEIDA
SANTOS/CARLA JAMILY DE ALMEIDA CAMPOS
17-ALMAISA BATISTA / ANTONIO BATISTA PINTO
18
19-JOANITA SIMÕES DE AZEVEDO / ALOISIO DE CASTRO
BRAGA/ WALQUIRIA MONTEIRO /MARIA CRISTINA REIS DA
SILVA/ DULCINEIA DE SANTANA
20-DÁRIO DE SANTANA MEIRA/ MARIA LÍGIA TOURINHO /
SEBASTIÃO FRANCICO SOBRINHO
21-ADAIL CRISPINIANA
DOS
SANTOS/LILIAN BORGES
CONCEIÇÃO / VÂNIA VASCONCELOS / MARIA INÊS PEREIRA
DE ALBUQUERQUE / MARLI SANTANA SANTOS
22-JOSÉ VALDIVINO DOS SANTOS
23-TÂNIA MARIA DOS SANTOS / MARIA IDELFONSA DA SILVA
24-MARIA CRISTINA CAMPOS VILAS BOAS / MARLISON VIVAS
DOS SANTOS/ GERALDO SANTOS COELHO / SANDRA
FORGAÇA DA SILVA
25-ALEXANDRINA FERREIRA DE ALMEIDA / JOSÉ ELIAS
GONÇALVES / IRENULIA BONFIM FERRAL BRANDÃO
26-ALEXANDRINA
OLIVEIRA
/
JOSENITA
PAULINA
ANDRADE/MARIA RITA REIS
27-MARIA DE LURDES M. GAMA/ FRANCISCA MOREIRA DA
SILVA / MARIA PAULA MAIA BRITO
28-LUCIENE PIRES LISBOA / MARIA DA CONCEIÇÃO PIMENTEL
CASTRO / VANDERLEI BARBOSA DA SILVA
29-EDNA FEREIRA ALFREDO/ EDLENE TRINDADE DE ALMEIDA
CORTES/ MEIRE ANDRADE SILVA / EUFLAVIA MENEZES
DONATO/FRANCISCO DOS SANTOS REIS
30-MARIA IZABEL SANTOS OLIVEIRA / ANGELO EUDES
PEREIRA TEIXEIRA / MARIA DE ARAUJO CARMELITA/ADELIA
CELESTINA DE JESUS
31-SANDRA RODRIGUES DA SILVA / MARCELO SANTOS
MENDES / MARIA DO CARMO B. SANTOS / NELSON DE JESUS
NOGUEIRA
CASAR E MORAR JUNTO!
“Casar e morar junto são duas coisas completamente diferentes.
Não tem nada a ver com seu status no cartório.
Tem a ver com entrega.
Você pode casar com todas as honras.
Dar uma festa linda.
Gastar os tubos na Lua de Mel.
Se mudar com o marido para um apartamento lindo.
Todo pronto.Todo decorado, cheio de almofadas em cima da cama…
Vocês podem ter se casado – mas vão demorar muito pra saber o que é morar junto.
Acho que existem casais que se casam com pompas, e nunca talvez tenham realmente
morado juntos.
Morar junto é saber dividir. Saber cobrar.Saber ceder.Saber doar.
Morar junto é dividir as contas e as almas.
Morar junto é ter um pilha de louça pra lavar, depois de um dia terrível de 10 horas de trabalho.
e o outro cantar com você para que, em um karaokê com detergente, o trabalho se torne
divertido.
Morar junto é ter que assistir Homem Aranha no Telecine Action, e se esforçar para achar legal.
Morar junto é tomar banho junto.
Transformar o chuveiro em uma cachoeira. (e o banheiro em um charco).
Morar junto é ouvir onde dói no outro.Do que ele sente medo. Onde ele é criança.
O que o deixa frágil.
Morar junto é poder chorar sem parar. E ser ouvida. E cuidada.
Mas é também rir.E achar graça em alguma coisa, quando o outro está pra baixo.
Morar junto é fazer contabilidade de frustrações, e saber quando não colocar na conta do
outro.
Morar junto é demorar para levantar.
Morar junto não precisa de uma casa, e sim de um espaço. Quem mora junto geralmente é
solidário.
Casar não. Qualquer um casa.Pra casar basta assinatura e champanhe.
Casar leva umas horas.
Morar junto leva tempo. O tempo todo.
Quando moramos juntos vemos o cabelo dele crescer e ela cortar uma franja.
Quando moramos juntos viramos adultos aos pouquinhos, dando um adeus doído ao
adolescente que éramos.
Quando moramos junto mudamos junto. E o outro vira um outro diferente com os anos.
E nós vamos aprendendo a amar aquela nova pessoa, todo dia.
Até o dia que, talvez, deixemos de morar juntos.
Mas se o amor existe morar junto aumenta cada dia mais o prazer da companhia mutua.
Chega a alegria com a vinda dos filhos e como compartilhamos tudo que de bom acontece
com eles.
Ajuda-los nas tarefas diárias, acompanha-los nos desenvolvimentos nas escolas, faze-los rir
todos os dias e orienta-los para que possam amanhã viver junto a alguém,com a mesma felicidade que vivemos.
Vibrar com as conquistas daqueles que com o amor que nos une, conseguimos gera-los.
Participar juntos de todos os momentos que em família vivemos,quer sejam alegres ou tristes.
Acreditar sempre no dia de amanhã.
Lutar sempre juntos para que todos os sonhos possam se realizar,quer sejam os nossos como
os dos que nos acompanham ao longo da vida,agradecendo ao Criador por tudo de bom que
possa nos acontecer!”
,
6
Download

Janeiro/2015