Centralização do poder político no RJ
Transferência de
rendas dos
impostos recolhidos
nas províncias para
o RJ
Falta de autonomia
das províncias
pergunteapauloleite@gmail.com ospyciu.wordpress.com
1
Cabanagem
(PA)
1835-1840
Balaiada (MA)
1838-1841
Sabinada (BA)
1837-1838
Farroupilha
(RS)
1835-1845
Malês (BA)
1835
pergunteapauloleite@gmail.com ospyciu.wordpress.com
2
1º governo
cabano: Melcher
(traiu o movimento
– jurou fidelidade
a DPII)
2º governo cabano:
Vinagre (traiu e deu o
poder ao PP
nomeado pela
Regência)
Comércio: lusos e
ingleses
Elite e cabanos
tomam o poder
3º governo
cabano: Angelim
retoma a capital.
Aristocracia:
insatisfeita com
a centralização
Belém: lusofobia
e cri$e
PC reprime e
retoma controle.
Drogas do sertão,
madeira e pesca.
pergunteapauloleite@gmail.com ospyciu.wordpress.com
3
1837 – BG
População:10%
em Porto Alegre
Interior: pecuária
e charque para o
mercado interno
PC reprimiu (BG
preso na BA)
foge,volta e, em
1839, funda a
República Juliana
(SC) com apoio de
Garibaldi
1836 - República
Rio-Grandense
1842 – PC reage
com Exército –
farroupilhas
resistem
Bento
Gonçalves toma
Porto Alegre
1845: PC propõe
a “Paz Honrosa”
Estancieiros:
PC sobretaxava
os gaúchos e
‘protegia’ os
platinos
pergunteapauloleite@gmail.com ospyciu.wordpress.com
4
direito de
escolher seu
PP
Charque
platino: 25%
ad valorem
para entrar
no Brasil
Pelo
ACORDO
Comandantes
rebeldes
assumem
postos no
Exército do
Império
PC reconhece
liberdade de
escravos que
lutaram
pergunteapauloleite@gmail.com ospyciu.wordpress.com
5
Poder nas mãos de
minoria branca e
católica
República...
...Islâmica e...
Negros libertos ou
não: diversidade
religiosa
Projeto político
MALÊ:
...negra
Malês escolhem 25
de janeiro: N. Srª da
Guia (feriado*)
PC reprime: mortes,
objetos banidos, expulsão
da Bahia, volta para a
África –
BRANQUEAMENTO
SOCIAL
Culto MALÊ:
combinação de
elementos religiosos
africanos e
muçulmanos
pergunteapauloleite@gmail.com ospyciu.wordpress.com
6
Cri$e
Aristocracia do
Recôncavo reage BA com 2 governos:
Cachoeira e SSA
PC + Elite do
Recôncavo (forças
legalistas):
cerco a SSA e
invasão
Principal líder:
Francisco
Sabino
BA independente
(até a posse de
DPII)
Escravos não
aceitam lutar, parte
da elite muda de lado
Baianos convocados
pelo PC para lutar
contra os
Farroupilhas
Militares rebeldes
tomam o Forte de
S. Pedro e PP
foge de SSA
PC e o Júri de
Sangue
pergunteapauloleite@gmail.com ospyciu.wordpress.com
7
Algodão - queda
das exportações:
concorrente - EUA
1 - Comércio local
sob controle luso
2 - Comércio
externo sob
controle inglês
PC nomeia PP
conservador e
gera revolta de
parte da elite local
Manifesto balaio
(novos líderes) e
rompimento com o
PC
Sobrecarga dos
escravos (50% da
população)
favorecia fugas
Aliança
conservadores e
liberais x
BALAIOS
1 e 2 limitavam a
concorrência, elevavam
preços dos alimentos e
prejudicavam as
manufaturas
PC + elites locais
reprimem e
retomam o poder
pergunteapauloleite@gmail.com ospyciu.wordpress.com
8
Riscos de
fragmentação
territorial
Receio de vitória
de rebeliões
com projetos
políticos radicais
pergunteapauloleite@gmail.com ospyciu.wordpress.com
D. Pedro II
toma
posse
9
Download

PERÍODO REGENCIAL – Rebeliões nas províncias