Crowdfunding
De hipster a mainstream
Helena Martins
• Since the global financial crisis, alternative
finance - which includes financial instruments
and distributive channels that emerge outside
of the traditional financial system - has thrived
in the US, the UK and continental Europe. In
particular, online alternative finance, from
equity-based crowdfunding to peer-to-peer
business lending, and from reward-based
crowdfunding to debt-based securities, is
supplying credit to SMEs, providing venture
capital to start-ups, offering more diverse and
transparent ways for consumers to invest or
borrow money, fostering innovation, generating
jobs and funding worthwhile social causes.
(Wardrop et al., 2015)
E ainda…
• Until very recently, crowd and peer-to-peer
financing activity was seen by many observers –
particularly those within incumbent financial
institutions – as a tiny niche with little prospect
of ever impacting the broader financial system.
Not any more. Our findings in this European
Alternative Finance Benchmarking Report suggest
that these new forms of alternative finance are
growing quickly, and this growth is beginning to
attract institutional investors. Alternative
finance, at least in some European countries, is
on the cusp of becoming mainstream.
OU SEJA…
O poder da multidão
• Influência de redes sociais (facebook, reddit,
twitter, intagram, pinterest, etc.)
– Primavera árabe
– Motins de Londres
– Influência política, económica, etc.
A minha
experiência
pessoal:
literatura
Reflexões de um
exemplo prático
com aplicações
noutras áreas
O mundo editorial tradicional
• Gatekeepers
– Editores – JK Rowling viu os
seus livros do Harry Potter
serem recusados pelo menos
12 (doze) vezes antes de
alguém os aceitar publicar
• Hoje são livros que deixaram a
ela e à empresa ricos
– Sim, têm ideia de quanto ganha um
autor por livro editado por uma
editora?
“Inovações” no mundo editorial
• O autor como “sócio”
– O autor entra com parte do dinheiro (cerca de
2000€ para produzir 500 exemplares) e a editora
distribui e publicita o mesmo
• Pequeno parentises para vos contar algumas coisas
acerca deste modelo
Crowdfunding
• Vantagens:
– Asseguram-se que vendem o produto antes de o
produzirem
– Baixas obrigações fiscais (entra tudo na categoria
de doação, e só têm de pagar imposto de selo a
partir de uma quantia elevada)
– Experiência emocional
– Responsabilização e visibilidade do projeto
perante o vosso público
Crowdfunding
• Desvantagens:
– Dá trabalho (muito e que não tem a ver com o
core business)
– Obriga à aquisição de competências em distintas
áreas
Como fazer?
• 1. procurar plataformas online
• 2. preparar a candidatura
– 2.1 orçamento
– 2.2 comunicação
• 3. Executar a candidatura/divulgação
• 4. Concluir o projeto
Procurar plataformas online
• Exemplos
–
–
–
–
Indiegogo
Kickstarter
PPL.pt
Etc.
• O que considerar
– Eficiência
– Credibilidade
– Conforto (vosso, mas sobretudo dos vossos
fundadores!)
Custos e Orçamentos
• Existem custos associados a fazer uma campanha
de crowdfunding, além do próprio do projeto
(neste caso, do livro) nomeadamente,
– a plataforma por norma fica com uma percentagem
do valor angariado (no caso da PPL são 5%)
– recompensas para as pessoas que participam no
crowdfunding
– valor de envio das recompensas
• Fazer um plano de crowdfunding
– apelativo, mas rentável
– estratégia de divulgação e venda bem sólidas.
Dicas de um dos mais bem sucedidos
casos de Crowdfunding (Allan Karl)
• Project creators must
– approach their campaigns as a business.
– not by shy and be willing to ask for they want —
and that means beyond friends and family and
first-level contacts.
– Get everyone and anyone who is a potential fan or
backer to share the project.
– Less time is better.
– The most effective activity for me was
using LinkedIn Groups.
Dicas de um dos mais bem sucedidos
casos de Crowdfunding (Allan Karl)
• “I also learned how critical a good video is to the
success of a campaign. Again, shorter is better. It
doesn’t have to be professionally produced, but it does
have to be clear and concise: Explain the project, why
funds are needed, and ask for support. After several
rounds of editing, my video timed at about three and a
half minutes. Nearly 50 percent of those who watched
the video watched the entire video; of those who
watched the entire video more than 25 percent backed
my project.”
• “Look at other Kickstarter projects in your category,
those that were successfully funded and those that
failed.”
Continuando no meu caso em
particular
Uma grande experiência…
• Como aconteceu no meu caso
– Amigos e família entusiásticos
• Pessoas que eu já não via há anos e ex-alunos(! Olha a
lagriminha no canto do olho!) contribuiram e
escreveram-me
• “Put your money where your mouth is”
Conclusão do projeto
• Ainda por concretizar no meu caso!
Dicas Práticas
Dicas Práticas
• MARKETING RELACIONAL
• Manter a campanha “no radar” das pessoas
• Evento/festa de lançamento e outro de
encerramento da dita
• Manter o diálogo sobre o processo nas redes
sociais
• Usar recursos visuais, mais do que texto
• Personalizar o contacto tanto quanto possível.
Mais do que enviar mensagens “gerais”, interessa
fazer chegar a mensagem certa às pessoas certas.
No fundo é a diferença entre o SPAM e o
conteúdo que realmente interessa!
Dicas Práticas
• Facilitem a vida a quem vos quer
ajudar;
• A chave é não pedir, é oferecer
algo.
– no início da campanha o que eu fiz
foi apenas informar que a campanha
estava iniciada e dei o link para
apoiar a mesma.
– paguei uma quantia ao facebook
(15€) para promover o post.
– Informem de como está a correr o
projeto e *agradeçam* às pessoas
Conclusão
• Crowdfunding é uma forma de empoderar boas ideias
e bons projetos que noutros modelos poderiam ter
mais dificuldade em ser concretizados
• O modelo facilita a concretização de projetos, mas
implica que as características empreendedoras e
gestoras dos diferentes indivíduos têm de ser
promovidas e desenvolvidas
• Outros conceitos
– Microcrédito
– Crowdlending
Muito obrigada
helenagmartins@gmail.com
Referências
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Wardrop R., Zhang B., Rau, R. and Gray M. (2015). Moving Mainstream - The European Alternative
Finance Benchmarking Report. University of Cambridge disponível em:
http://www.jbs.cam.ac.uk/index.php?id=6481#.VPcPLFOsXvZ
Relatos da minha aventura pessoal: http://helenagmartins.com/category/projeto-literario/
Celebrities resorting to crowdfunding: http://www.popsugar.com/celebrity/Celebrities-Who-UseCrowdfunding-30648109#photo-30648109
Lista de todas as plataformas de crowdfunding:
http://en.wikipedia.org/wiki/Comparison_of_crowd_funding_services
Kickstarter Author Success: Allan Karl: http://www.pbs.org/mediashift/2013/12/kickstarter-authorsuccess-allan-karl/
Erros a evitar: http://www.crowdcrux.com/5-kickstarter-mistakes-you-should-avoid/
What successful Kickstarter campaigns have in common: http://smartblogs.com/socialmedia/2013/05/03/what-successful-kickstarter-campaigns-have-in-common/
Campanhas de Kickstarter na área de publicação de
livros: https://www.kickstarter.com/discover/categories/publishing
http://www.telegraph.co.uk/culture/books/10178960/The-Cuckoos-Calling-publishersembarrassment-at-turning-down-JK-Rowling-detective-novel.html
Best sellers innitially rejected: http://www.literaryrejections.com/best-sellers-initially-rejected/
Download

Crowdfunding - WordPress.com