Carmine Maglio Neto
carminemaglio@yahoo.com.br
Nossa Matéria Prima – Água Potável
Nossa Matéria Prima – Água Potável
 Água potável
 Portaria 518 de 25/03/2004
 Resolução SS 65 de 12/04 /2005
 Portaria 443/SBS de 03/10/1978
 Portaria SS 48 de 31/03/1999
 Resolução Conama 357 de 17/03/2005
Nosso Objetivo:
Água tratada para hemodiálise
Legislação – ISSO É O MÍNIMO...
• RDC 154 de 15 de Junho de 2004
• RDC 33 de 3 de junho de 2008
Será que o mínimo é suficiente ?
• On the Influence of Ultrapure Dialysate on Blood Pressure and
Arrythmia During Daily Hemodialysis
Kjellstrand C, Blagg CR, e outros
• The Importance of Water Quality and Haemodialysis Fluid
Composition
Nicholas A. Hoenicha, Claudio Roncob, Robert Levinc
Nosso Objetivo Mínimo:
Água tratada para hemodiálise
Parâmetro
VMP
 Coliforme Total
Ausência
200 UFC/ml
2 EU/ml
2 mg/L
0,01
0,1
0,5
0,1mg/L
0,2
70
2
4
 Bact Heterotróficas
 Endotoxinas
 Nitrato
 Alumínio
 Cloramina
 Cloro
 Cobre
 Fluoreto
 Sódio
 Cálcio
 Magnésio
Parâmetro
VMP (mg/L)














0,1
100
0,005
0,005
0,005
0,001
0,014
0,09
0,0002
0,0004
0,002
0,006
0,1
8
Zinco
Sulfato
Arsênico
Chumbo
Prata
Cádmio
Cromo
Selênio
Mercúrio
Berílio
Tálio
Antimônio
Bário
Potássio
Fluxograma Básico do Sistema de Água
Reservatório
Sistema
Tratamento de água
de água Potável
Pré Tratamento
Osmose Reversa
Sistema de armazenagem e
distribuição de Água tratada
Máquinas de diálise
Salas de Reuso
Água rejeitada
(para o dreno)
Típico sistema de tratamento de água para HD
Dosador
de cloro
•rede pública
•Poço artesiano
Manômetro
Filtro de ar
Tomada
de amostra
Salas de
Reuso
Sala de
concentrados
Tanque
Máquinas
de Diálise
Monitorando o reservatório de água potável
• Controle diário das características
físicas e organolépticas da água
potável
• Cor
• Odor
• Sabor
• Turbidez
• pH
Dosador de
cloro
Rede publica
Para o Pré
Tratamento
Poço artesiano
• Limpeza semestral – no mínimo
• Controle bacteriológico mensal
• Comunicação com a empresa de água
Mantendo o sistema pré tratamento
• Verificação diária vazamentos
P/ osmose
• Retrolavagem diária
• filtro de areia
• filtro de carvão
• Regeneração periódica
• Abrandador
• Desinfecção semestral
• Troca do carvão
• 18 meses (boa pratica!)
Monitorando o sistema pré tratamento
• Cloro livre pré areia
P/ osmose
• Dureza pré e pós abrandador
• Quantidade de sal / limpeza
do reservatório
• Cloro total pós carvão
• Pressão dinâmica
• Coleta com Millipore®/ 3M®
• pré areia
• pós carvão
Monitorando o sistema de armazenagem e distribuição
• Desinfecção mensal: tanque e loop
• Hipoclorito de sódio 500ppm
• Ozônio
manômetro
tomada de
amostra
Filtro de ar
Salas de
Reuso
Sala de
concentrados
Tanque
Máquinas
de Diálise
• Análise bacteriológica mensal
• Limite: 200 ufc/ml
• nível de ação 50 ufc/ml
• Análise de endotoxina mensal
• Limite: 2 EU/ml
• nível de ação 1EU/ml
• Análise físico-química semestral
• Análise bacteriológica do dialisato
• Limite: 2000 ufc/ml
• nível de ação 1500
Monitorando o sistema de armazenagem e distribuição
manômetro
tomada de
amostra
Filtro de ar
Salas de
Reuso
Sala de
concentrados
Tanque
Máquinas
de Diálise
• Coleta com kit Millipore®/ 3M®
• Retorno do loop
• Bancadas de Reuso
• Máquinas de Hemodiálise
• Coleta para LAL
• Máquina automática de Reuso
• Bancada de Reuso
• Limite: 2 EU/ml
• 0,25EU/ml
Monitorando o sistema de armazenagem e distribuição
Exemplo:
Amostrador Millipore
Monitoramento da Qualidade
 Registro diário das características físicas e organolépticas da água




potável, do sistema de pré tratamento e da osmose reversa
Controle bacteriológico / endotoxinas
 Laboratório credenciado no REBLAS
 Técnicas de cultivo interna
Controle físico química da água tratada
 Laboratório credenciado no REBLAS
Reuniões multidisciplinar
Programas de CQI - Continuous Quality Improvement
 Procedimentos escritos e validados
 Planos de contingência
 Pessoal treinado e motivado
 Consistência ao longo do tempo
Registro das características físicas e organolépticas
da água potável
Frequência da verificação
Características
Diária
Valor aceitável 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31
Cor aparente
A
Turvação
A
Sabor
A
Odor
A
Cloro resid. livre > 0,5 ppm
pH
6,0 a 9,5
Iniciais do técnico
Análise de Cloro total na água tratada
Data
Resultado do
Cloro Total
Resultado do
Cloro Livre
Resultado
Cloramina
Turno
Comentários
Controle Diário do Pré tratamento e da OR
Data
Pressão pré filtro de areia
Pressão pré abrandador
Pressão pré carvão
Cloro total pós carvão
Dureza pré filtro de areia
Dureza pós abrandador
Ferro pré filtro de areia
Ferro pós abrandador
Cloramina pós-carvão
V. N.
90 - 98
80 - 90
70 - 80
0
64,4 - 205,2
0
0 - 0,4
0 - 0,4
0
O.R. PLUS 4
Pressão pré filtro ( psi)
Pressão pós filtro
Pressão Primária ( psi )
Fluxo de Permeado (gpm)
Fluxo de Concentrado
Temperatura de entrada ºF
pH do Permeado
Condutividade de entrada
Condutividade do Permeado
Taxa de Rejeição %
Taxa de recuperação%
Nº de horas
30 - 42
26 - 40
105 - 125
4,8 - 6,0
2,9 - 3,4
70 - 90
5,5 - 8,5
30 - 280
1-9
95 - 99,9
61 - 65
--
O.R. PLUS 5
Pressão pré filtro ( psi)
30 - 42
Pressão pós filtro
26 - 40
Pressão Primária ( psi )
110 - 135
Fluxo de Permeado (gpm)
4,8 - 5,8
Fluxo de Concentrado
1,8 - 2,4
Temperatura de entrada ºF
70 - 93
pH do Permeado
5,5 8,5
Condutividade de entrada
30 - 280
Condutividade do Permeado
1-9
Taxa de Rejeição %
95,5 - 99,9
Taxa de recuperação %
66 - 74
Nº de horas
-Iniciais do técnico
Adição de sal grosso (kg)
Troca dos filtros 1µm
Limpeza química
Comentários / Observações
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
RD 62 - AAMI 2006 - OZONIO
A.4.2.15 Ozone disinfection systems
At the time of the 2001 revision of this standard, ozonation was being introduced as a
new means of controlling bacterial proliferation in treated water storage and distribution
systems. The committee recognized that this new technology might have widespread
applicability in dialysis facilities in light of the increased concern about endotoxin
contamination of dialysate (see A.4.1.1).
4.2.15 Ozone disinfection systems
When used to control bacterial proliferation in water storage and distribution systems, an
ozone generator shall be capable of delivering ozone at the concentration and for the
exposure time specified by the manufacturer. To remove biofilm and kill the underlying
organisms, an ozone level of 0.5 ppm, sustained for at least 10 minutes, is considered
necessary. Following disinfection, the residual ozone level should be reduced to less
than 0.1 ppm.
A.4.2.2 Materials compatibility
Nontoxicity of construction materials for hemodialysis equipment is of major importance.
……………..
Therefore, the committee chose to require manufacturers to include warnings that only
ozone- or heat-compatible materials be used in piping systems intended for use with
ozone or hot water disinfection devices, respectively
Download

Água Potável