informa
n° 50
Divulgação
INFORMATIVO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO • 26 de outubro a 8 de novembro de 2015 | nº 500
Apresentações de Robótica, Química e Minerais farão parte da programação da Semana de Ciência e Tecnologia da Universidade
Eventos reúnem tecnologia,
ciência e cultura na Ufes
As atividades começam no dia 26 de outubro, no campus de Goiabeiras
Grandes eventos movimentam a Ufes
a partir do dia 26 de outubro. Neste dia
tem início a Semana de Ciência, Tecnologia, Extensão e Inovação 2015 da Ufes,
realizada pelo Centro de Ciências Exatas
(CCE), em diversos espaços do Centro,
no campus de Goiabeiras, em Vitória.
O evento vai até o dia 29 e integra a
programação das semanas Nacional e
Estadual de Ciência e Tecnologia - cujo
tema é Luz, Ciência e Vida - com atividades diversificadas: palestras, mesas de
discussões, oficinas, exibição de filmes
e apresentações culturais, além da XVII
Mostra de Física e Astronomia (prédio ICI), observação do sol e sessões dos Shows
de Física e Química (auditório do CCE).
Foto: Ana Carolina Sabino
Extensão e cultura – No dia 26 começa também, no auditório do CCE, a III
Jornada de Extensão e Cultura da Ufes.
Com o tema “Universidade Extramuros:
o papel da extensão no desenvolvimento da comunidade”, o evento vai até o
dia 28 com a exposição de projetos de
extensão realizados pela Ufes em tenda
montada na Praça das Bandeiras. Os melhores projetos vão concorrer ao Prêmio
Extensionista “Maria Filina”.
Iniciação Científica – Já a PRPPG
realizará a partir do dia 28 de outubro
a XXV Jornada de Iniciação Científica.
Até o dia 6 de novembro, 988 estudantes bolsistas e voluntários vinculados
ao Programa Institucional de Iniciação Científica (PIIC) terão a oportunidade de apresentar os resultados
de suas pesquisas para a comunidade
universitária e a sociedade em geral.
No dia 28 de outubro, as apresentações serão realizadas simultaneamente nos campi de Alegre (na quadra
de esportes), São Mateus (próximo
à Biblioteca) e Goiabeiras (Praça das
Bandeiras), onde também serão apresentados os trabalhos produzidos no
campus de Maruípe.
As 12 melhores apresentações
serão indicadas para uma exposição oral a ser realizada no dia 6 de
novembro, no auditório do Departamento de Desenvolvimento de
Pessoas do campus de Goiabeiras, a
partir das 10 horas. No mesmo dia,
às 17 horas, os indicados para a apresentação receberão Certificado de
Menção Honrosa e os projetos vencedores receberão Certificado da Indicação de Melhor Projeto.
Especial: Informa chega
à 500ª edição e reafirma
sua importância como
veículo de comunicação
da Universidade
Biblioteca Central
realiza semana
de atividades em
comemoração ao Dia
Nacional do Livro
Cine Metrópolis
recebe Festival
Internacional de Cine
Documental de la
Ciudad de México
Páginas 4 e 5
Página 7
Página 8
0
foto do leitor
Este espaço está aberto
para a publicação de foto
sobre a Ufes produzida
por você, leitor. A imagem
deve ter alta resolução
e formato horizontal.
O envio pode ser feito
para o e-mail
[email protected] Na
mensagem, é importante
informar o local onde
foi produzida a imagem,
o nome do autor, sua
relação com a Ufes (se
estudante, técnico-administrativo, professor ou
funcionário de empresa
terceirizada) e telefone
para contato.
A cada edição, uma foto
será selecionada para
publicação.
Primavera no campus de Goiabeiras: “Olhos abertos para aprender o belo idioma que a natureza nos pode ensinar”
Foto de Antonio Rocha Neto, diretor da Divisão de Iniciação Científica do Departamento de Pesquisa,
da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação
agenda acadêmica
II Escola de Física do Norte do Espírito Santo
Realização: Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes) e Fundação de Amparo
à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes)
Data: 26 a 28 de outubro
Local: Auditório principal do Ceunes
II Seminário de Estudantes de Filosofia da
Ufes (Sefufes)
Realização: Grupo Filosofia Q Roda
Data: 28, 29 e 30 de outubro, das 16 às 22 horas
Local: Auditório do prédio IC–II - Centro de
Ciências Humanas e Naturais (CCHN)
Debate “Trabalho, Indivíduo e História: o
Conceito de Trabalho em Lukács”
Realização: Programa de Pós-Graduação em
Política Social e Grupo de Estudos: Ontologia
do Ser Social
Data: 27 de outubro, às 9 horas
Local: Salão Rosa - Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE)
1º Seminário Regional de Formação Política
e Comunicação
Realização: Coletivo Enecos Espírito Santo
Data: 30 de outubro a 2 de novembro, a partir
das 14 horas
Local: Auditório do Centro de Artes - Cemuni IV
I Simpósio Internacional de Estudos Comparados em Educação
Realização: Programa de Pós-Graduação em
Educação da Ufes (PPGE)
Data: 27 e 29 de outubro, às 16 horas
Local: Auditório do Centro de Educação Física
e Desportos (CEFD)
Ciclo de Palestras 40 anos do Centro de
Educação – “Precarização do Trabalho
Docente: da Violência ao Adoecimento”
Realização: Centro de Educação
Data: 3 de novembro, às 19 horas
Local: Auditório do Centro de Educação (CE)
Seminário Nietzche e Hannah Arendt
Realização: Programa de Pós-Graduação em
Filosofia
Data : 3 e 4 de novembro, das 14h30 às 18h30
Local: Sala 308 do prédio da Pós-Graduação
Barbara Weinberg, no CCHN
10 anos do Núcleo de Cidadania Digital (NCD)
– Palestras, debates, oficinas e Install Fest
Realização: NCD
Data: 3 a 5 de novembro, às 14 horas
Local: Auditório do Centro de Artes - Cemuni IV
II Simpósio de Ciências em Animais
Realização: Programa de Pós-Graduação em
Ciências Fisiológicas (PPGCF) da Ufes
Data: 5 de novembro, às 20h30
Local: Auditório do Projeto Elsa – campus
de Maruípe
Treinamento sobre gerenciamento eficiente
de equipamentos no setor de exploração e
produção de petróleo
Realização: Empresa Júnior de Petróleo, Gás
e Energias Renováveis - Energy
Data: 9 de novembro, das 8 às 12 horas
Local: Auditório da Biblioteca do Ceunes
Sugestões de pauta para o Informa: 4009-2383, 4009-2203 ou 4009-2204 - [email protected]
UFES - Universidade Federal do Espírito Santo
Reitor: Reinaldo Centoducatte Vice-Reitora: Ethel Maciel
Informa - Superintendente de Cultura e Comunicação: Edgard Rebouças Secretária de Comunicação e jornalista responsável: Thereza Marinho Jornalistas: Ana
Paula Vieira, Camila Fregona, Hélio Marchioni, Jorge Lellis, Letícia Nassar e Luiz Vital Bolsistas: Ana Carolina Sabino, Betina Hatum, Daniella Camilo, João Francisco
Silva, Juliana do Amaral, Lívia Castro, Nayara Santana, Rodrigo Schereder, Stefhani Paiva Revisão: Márcia Rocha Programação Visual: Juliana Braga e Leonardo Paiva
Apoio: Aurenice Cruz, Eliza Gobira, Kenia Tinelli Endereço: Av. Fernando Ferrari - nº 514 - Goiabeiras - Vitória - ES - CEP: 29075-910 Tiragem: 4 mil exemplares
Impressão: Scribo
2
Administração Central
Ufes sedia
V Encontro
Capixaba
de Química
Medicina, Direito e
Arquitetura são os
cursos mais concorridos
Entre os optantes pela reserva de vagas, a concorrência é maior em 70 cursos
Mais uma vez o curso de Medicina
é o mais disputado do vestibular da
Ufes, com 93,10 candidatos por vaga
entre os não optantes pela reserva de
vagas. A lista com a concorrência para
o VestUfes 2016 foi divulgada pela Comissão Coordenadora do Vestibular
(CCV) no dia 21 de outubro.
Além de Medicina, os outros quatro cursos mais concorridos entre os
não optantes pela reserva de vagas são
Direito (19,05 por vaga), Arquitetura
e Urbanismo (14,47), Engenharia de
Produção (14,10) e Engenharia Civil
(12,28). Em comparação com o VestUfes 2015, a concorrência para os cinco
cursos mais disputados só diminuiu na
Engenharia Civil.
Concorrência – Os candidatos optantes pelo sistema de reserva de vagas
são divididos em quatro faixas e o curso
de Medicina também é o mais concorrido entre eles, com 67,63 candidatos
para uma vaga, em uma dessas faixas.
Em 70 dos 73 cursos oferecidos no vestibular a concorrência é maior entre os
estudantes optantes pela reserva de vagas do que entre os não optantes.
O VestUfes 2016 terá 23.579 candidatos na disputa pelas 3.834 vagas em
73 cursos da Universidade. Deste total,
11.037 candidatos optaram pelo sistema de reserva de vagas, que destina
50% das vagas para estudantes que te-
nham cursado integralmente o ensino
médio em escolas públicas, e 688 participarão do processo seletivo na condição de treineiros, não concorrendo às
vagas ofertadas. Ou seja, na concorrência geral há 11.854 candidatos.
Além de um aumento de 19% no
número de inscritos para o VestUfes
2016, segundo a coordenadora administrativa da CCV, Ana Cláudia Locateli, as inscrições entre os optantes
pela reserva de vagas também tem
aumentado. “Desde que a reserva de
vagas surgiu, a Universidade promove
ações junto às escolas públicas para
orientar os alunos. Essas ações podem
estar contribuindo para o aumento da
concorrência entre os alunos optantes
por esse sistema”, salientou.
Provas – A Ufes utilizará as notas
das provas objetivas do Enem 2015
para a 1ª etapa do processo seletivo,
mas todos os inscritos farão as provas
da 2ª etapa nos dias 6, 7 e 8 de dezembro, nas cidades de Vitória, Serra, Vila
Velha, Cariacica, Alegre, São Mateus e
Guarapari.
No dia 28 de novembro, os candidatos deverão consultar os locais de
prova e imprimir o cartão de inscrição
no endereço eletrônico www.ccv.ufes.
br . O resultado final do VestUfes 2016
está previsto para ser divulgado no dia
22 de janeiro de 2016.
Entre os dias 9 e 12 de novembro a Ufes sediará o V Encontro
Capixaba de Química (Encaqui). O
evento será realizado pela Sociedade Brasileira de Química (SBQ) em
parceria com a Ufes e com o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).
A abertura do Encontro será às
17 horas no Teatro Universitário,
com uma conferência ministrada
pelo professor da Universidade de
São Paulo (USP) e presidente do
CNPq de 2011 a fevereiro de 2015,
Glaucius Oliva, sobre o tema “Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento Nacional”. Nos outros dias
a programação será das 8 às 20
horas, nos auditórios do Centro de
Ciências Exatas e do Programa de
Pós-Graduação em Física, e no IC-I.
O evento tem como proposta discutir o tema “Os desafios da química
e a multidisciplinaridade”, além de
apresentar e difundir temas atuais e
as novas tendências da área.
A programação contará com minicursos, palestras, apresentações
de trabalho, entre outras atividades. O presidente da SBQ e professor da USP, Adriano Andricopulo,
participará do evento com uma
palestra sobre “Planejamento de
Fármacos: Desafios e Oportunidades em Química Medicinal”.
O Encaqui é dirigido a estudantes, professores e profissionais das
áreas de Química, Engenharia Química e afins.
Mais informações e a programação podem ser encontradas no site
do evento www.encaquisbq.com.br.
3
“Dá para sair no Informa?”
Com 17 anos de existência, informativo chega à edição de número 500
Uma frase, ouvida frequentemente
pelos profissionais que atuam na Secretaria de Comunicação da Ufes, demonstra a importância do informativo
quinzenal da Universidade: “Dá para
sair no Informa?”. Com esse questionamento, professores, estudantes e
servidores
técnico-administrativos
buscam a redação da Ufes para divulgar editais, eventos ou notícias de interesse das mais de 30 mil pessoas que
compõem a comunidade acadêmica.
Ao completar sua 500ª edição e 17
anos de existência, o jornal reafirma
seu papel de veículo de comunicação
impresso da Universidade, com informações sobre as ações acadêmicas,
administrativas e culturais realizadas
pela comunidade universitária.
“O Informa é uma referência, um
instrumento perene, com 17 anos de
existência. É um elo de comunicação
e integração com todos os campi. Para
mim, como reitor, é um orgulho poder
dar continuidade a este importante
instrumento de comunicação da Ufes”,
destaca o reitor Reinaldo Centoducatte.
A vice-reitora Ethel Maciel afirma
Foto: Jorge Medina
Acontece na Ufes
que, além de ser um instrumento de
comunicação, o jornal Informa é uma
marca da Ufes. “O Informa se tornou
uma marca, um símbolo da comunidade universitária. Com o novo formato,
ele ganhou mais corpo e novas seções,
possibilitando mais interação com o
leitor. A divulgação científica também
conta com mais espaço”, afirma.
Melhorias - Sempre buscando melhorar o processo de comunicação, em
2015 o jornal passou por alterações:
está maior, com novas seções e oito
páginas, ao invés de quatro.
A circulação também mudou e o informativo, que antes era semanal, passou a ser quinzenal. O objetivo é atingir,
em um mesmo período, todos os públicos da Ufes, inclusive aqueles que estão
nos campi de Alegre e São Mateus, onde
o jornal leva mais tempo para chegar.
“Estamos sempre atentos ao que
pode ser aperfeiçoado para que o informativo atenda, da melhor forma
possível, ao seu objetivo de divulgar
para o público interno e externo o que
acontece na Ufes. Nosso desafio é pro-
Ao longo dos anos, o Informa
duzir um jornal atraente a cada edição”, destaca a secretária de Comunicação, Thereza Marinho.
Atualmente, o Informa possui uma
tiragem de 4 mil exemplares e sua distribuição contempla os quatro campi
da Universidade, a imprensa local e
nacional, instituições federais de ensino e órgãos públicos de todo o País.
“Fui bolsista na Secretaria de Comunicação
entre 2008 e 2009. Um
grande aprendizado, um
contato com variadas áreas do Jornalismo: sugeria
pautas, escrevia para o
jornal, o portal, fazia fotos
e gravava o “Minuto Ufes”
para a Rádio Universitária. Lembro de me sensibilizar ao escrever sobre
a recuperação de livros em obras danificadas por
usuários da Biblioteca, e de ficar muito curiosa
para entender o teste de qualidade feito em vinhos
nos laboratórios do Centro Tecnológico. Tudo
isso contribuiu para que escolhesse a redação de
jornal para iniciar minha carreira. Hoje trabalho
com jornalismo diário, mas posso dizer que esse
aprendizado começou lá na época do Informa,
quando encontrei espaço para experimentar e
bons profissionais que me ajudaram a entender
na prática como fazer jornalismo”.
Carla Sá – Repórter de A Gazeta
4
“Falar do jornal Informa é uma emoção
particular. Há exatos 15
anos, um jovem cheio de
sonhos chegava para a
sua primeira experiência
num jornal impresso de
grande circulação na comunidade acadêmica. E
o resultado não poderia
ter sido melhor. Fazer parte daquela equipe de
excelentes profissionais me fez abrir horizontes,
quebrar tabus e construir parte do profissional
que me tornei. Como bolsista, aprendi a captar
a emoção de professores, alunos e servidores e
retratá-la aos leitores nas páginas do Informa.
Transmitir à comunidade acadêmica e à sociedade os avanços da Ufes foi uma satisfação à
parte. Agradeço a todos os profissionais que
contribuíram para a minha formação e desejo
outras 500 edições de muito sucesso”.
Gleberson Nascimento – Editor de Política de A Tribuna
“Fui bolsista entre
2007 e 2009. É quase
impossível dimensionar
o quanto esse período
contribuiu para a minha
formação acadêmica,
minha preparação profissional e minha vida.
Aprendi muito com os
excelentes profissionais da Secom, que
foram receptivos, dispostos a ensinar, orientar
e compartilhar suas experiências. Como bolsista percorri todos os campi em busca das
matérias e fotos para o Informa, e conheci o
amplo universo que é a Ufes. Minha experiência
como bolsista foi tema do meu Trabalho de
Conclusão de Curso, quando, mais uma vez,
compreendi o real papel da Universidade e,
sobretudo, a importância da comunicação no
setor público”.
Susana Kohler – Assessora de Comunicação do Governo do Estado
Divulgação
Além de informar, jornal contribui para a formação de profissionais
Acontece na Ufes
“Trajetória
significante”
Quando o Informa surgiu
Foto: Ana Carolina Sabino
O jornal Informa foi lançado na gestão da secretária de
Comunicação e Divulgação da Ufes no período de 1998 a
2002, Dalva Ramaldes (foto), hoje professora aposentada do
curso de Comunicação Social.
Dalva Ramaldes relata que, quando assumiu a Secretaria,
identificou de imediato a ausência de um mecanismo que
desse conta da enormidade de fatos que aconteciam na
Universidade.
“Ainda que um jornal fosse o meu sonho, adiei esta proposta em virtude de
sua complexidade de produção, optando pela criação de um informativo semanal
simples, porém que nos oferecesse a agilidade necessária para fazermos circular as
informações essenciais. Além de oferecermos à própria comunidade universitária
um panorama de sua produção interna, esta visibilidade permitiria ainda, para a
comunidade externa, a noção exata de que uma universidade não cumpria somente
o mero papel de formação de profissionais titulados”, lembra.
“Fico imensamente feliz por ver que dois projetos que ousei iniciar - o informativo e a TV Ufes - permanecem vivos, e parabenizo aos que deram continuidade
aos projetos e garantem sua permanência e vigor. É muito gratificante constatar
que o Informa chega a sua 500ª edição, cumprindo com eficiência o seu objetivo
inicial, mesmo com a adição de outros mecanismos de comunicação”, destaca.
Redação da
Secretaria de
Comunicação da
Ufes, onde são
produzidas as
matérias para o
jornal Informa
Divulgação
passou por diversas alterações no formato, sempre buscando adequar-se às necessidades do público leitor
“A longevidade é uma dádiva. Somar 500 edições, como faz o Informa,
é para poucos. Mas que não se credite
tal conquista ao acaso ou providência
divina. Muito pelo contrário. Ainda
mais em caso de publicação institucional, cuja continuidade pode ser desafiada pelas trocas de gestão. Para
ultrapassar as fronteiras de sucessivas
centenas de edições, é preciso, antes
de tudo, ser essencialmente relevante,
profissionalmente produzido e organizacionalmente eficaz.
O fato de termos um informativo
tão longevo merece mesmo comemoração, posto que cumpre função central na comunicação pública da Ufes,
além de somar ao esforço de se manter e se incrementar um sentimento
de pertencimento e comunidade em
nossos campi.
A comunicação organizacional pública é potencialmente um meio de
transparência institucional e de incremento da cidadania. Deve ser vista por
todos (de emissores a públicos-alvo)
como um elemento da vida republicana, no sentido de garantir a circulação
de informação relevante sobre fatos
de interesse público, registrados no
âmbito de instituições originalmente
devotadas ao bem comum e sustentadas pelos impostos do povo.
Assim sendo, e com a dádiva do
profissionalismo e da qualidade, vida
longa ao Informa”!
Prof. Dr. José Antonio Martinuzzo Professor do Departamento de Comunicação Social e do Programa de
Pós-Gradução em Comunicação e Territorialidades; autor dos livros Seis questões
fundamentais da comunicação organizacional estratégica em rede; Seis questões
fundamentais da assessoria de imprensa
estratégica em rede;
e Os públicos justificam os meios: mídias
customizadas e comunicação organizacional na economia da
atenção.
Foto: Alair Caliari
5
Acontece na Ufes
editais de
pós-graduação
Confira os processos seletivos
para pós-graduação que estão com
inscrições abertas:
Educação Física – mestrado (23
vagas): inscrições até 6 de novembro, na Secretaria do Programa de
Pós-Graduação do Centro de Educação Física e Desportos, localizado
no campus de Goiabeiras.
Agricultura Tropical – mestrado
(16 vagas): inscrições até 9 de novembro, na Secretaria Unificada de
Pós-Graduação do Centro Universitário Norte do Espírito Santo, localizado no campus de São Mateus.
Letras – mestrado (25 vagas)
e doutorado (15 vagas): inscrições
até 13 de novembro, na Secretaria
Integrada de Programas de PósGraduação, localizada no Centro
de Ciências Humanas e Naturais,
no campus de Goiabeiras.
Psicologia – mestrado (29 vagas) e doutorado (19 vagas): inscrições de 3 a 13 de novembro, na
Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Psicologia, localizada
em Goiabeiras.
Ciência e Tecnologia de Alimentos – mestrado. Inscrições até 16
de novembro, na Secretaria de PósGraduação de Ciência e Tecnologia
de Alimentos, localizada no Centro
de Ciências Agrárias, no campus de
Alegre.
Matemática – mestrado (10 vagas): inscrições até 30 de novembro, na Secretaria do Programa de
Pós-Graduação em Matemática, localizada no campus de Goiabeiras.
Todos os editais estão disponíveis no site da Pró-Reitoria de
Pesquisa e Pós-Graduação (www.
prppg.ufes.br) . Mais informações:
(27) 4009-2434.
6
Semana de Filosofia
propõe leitura filosófica
do mundo contemporâneo
O evento contará com palestrantes de outras universidades federais
O Departamento de Filosofia realizará entre os dias 3 e 6 de novembro,
no campus de Goiabeiras, a XIV Semana
de Filosofia da Ufes. O tema do evento é
“Filosofia e Sociedade: Uma leitura filosófica do mundo contemporâneo”.
A programação contará com apresentação cultural, palestras e minicursos. Os estudantes de graduação e pósgraduação atuarão como comunicadores
e apresentarão trabalhos nas áreas de
Política, Ética, Direito, Educação, Ciências, Tecnologia, Arte, Literatura, Cultura e Religião. O objetivo é proporcionar
reflexões e diálogos sobre esses assuntos, além de mostrar as pesquisas e discussões para a comunidade em geral.
A conferência de abertura será rea-
lizada pelo professor da Faculdade de
Direito da Universidade de São Paulo
(USP) e professor dos cursos de mestrado e doutorado em Direito Político e
Econômico e da graduação em Direito
da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Alysson Leandro Mascaro. Também
serão palestrantes os professores das
Universidades Federais de Minas Gerais
(UFMG), Guilherme Massara, e do Ceará
(UFC), Manfredo Araujo de Oliveira.
O valor da inscrição é de R$ 10,00
para graduando, R$ 20,00 para mestrando, R$ 30,00 para doutorando e
será gratuita para quem apresentar
algum trabalho. As inscrições poderão
ser feitas até o dia do evento e todos
irão receber certificado.
Comunicação e Territorialidades é tema
de seminário no Centro de Artes
O Programa de Pós-Graduação em
Comunicação e Territorialidades (PósCom/Ufes) promove, entre os dias 4 e
6 de novembro, no Auditório do Centro de Artes, seu segundo seminário
anual, que nesta edição contará com
as presenças de Rossana Reguill, da
Universidade Jesuíta de Guadalajara
(México), e Javier Toret, da Universidade Aberta da Catalunha (Espanha).
Eles farão palestras na mesa “Comunicação, juventude e estudos culturais
- Territorialidades em rede”.
O evento pretende debater e refle-
tir sobre as contribuições e os impactos da comunicação na constituição e
nos processos de produção nas territorialidades espaciais e culturais. Além
dos convidados, que também incluem
Frederico Tavares, da Universidade
Federal de Ouro Preto (MG), e Rogério
Haesbaert, da Universidade Federal
Fluminense (RJ), estarão apresentando
seus estudos os professores e mestrandos do PósCom/Ufes.
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 3 de novembro na página www.eventos.ufes.br.
Foto: Arquivo Supecc
Cultura
sugestão de
leitura
A Biblioteca Central reúne o maior acervo de livros do Estado, com mais de 200 mil exemplares
Biblioteca comemora Dia do
Livro com ações culturais
A programação contará com exibição de filmes, roda de leitura e sarau
Comemorar o Dia Nacional do Livro por meio do estímulo à leitura e a
promoção do intercâmbio entre editores, autores e público são as propostas
das ações culturais que serão realizadas nos dias 26, 28 e 29 de outubro, na
Biblioteca Central, localizada no campus de Goiabeiras, em Vitória.
A iniciativa também é uma homenagem ao Dia Nacional do Livro,
comemorado em 29 de outubro. A
programação começa no dia 26, às 8
horas, com o lançamento da campanha “Cuide bem dos nossos livros”.
Mais tarde, às 17 horas, haverá Contação de História, no auditório Carlos
Drummond de Andrade. Já às 18 horas
será aberta a exposição Os mutilados,
de Djair Rodrigues, com a apresenta-
ção do Coral da Ufes.
No dia 28 de outubro, às 18 horas,
ocorrerá a III edição do Circuito Ufes
de Leitura, com a presença dos escritores Mara Coradello, Caê Guimarães,
Juane Vaillant e Jorge Neto. O dia se
encerrará com roda de leitura e sarau.
Finalizando a programação, no dia
29 de outubro será realizada uma maratona dos filmes: O Caçador de Pipas,
às 8 e 14 horas; Carandiru, às 10 e 16
horas; e O auto da compadecida, às 12
e 18 horas, no auditório Carlos Drummond de Andrade.
As ações são realizadas pela Biblioteca Central em parceria com a Secretaria de Cultura da Ufes e a Editora da
Ufes (Edufes), e fazem parte da III Jornada Integrada de Extensão e Cultura.
Pensar a heteronormatividade,
diversidade sexual, educação, direitos humanos e seus reflexos culturais
foi o que inspirou a obra Transposições: lugares e fronteiras em sexualidade e educação, publicada pela Editora
da Ufes (Edufes) em 2015.
Organizado pelo professor do
Departamento de Teorias do Ensino
e Práticas Educacionais Alexsandro
Rodrigues e pelo professor substituto
do Departamento de Comunicação
Social Sergio Rodrigo Ferreira, em
parceria com a professora da Universidade Federal de Lavras (MG)
Catarina Dallapicula, o livro insere o
leitor no contexto das discussões sobre o deslocamento da naturalização
das relações com o corpo. Os artigos
presentes no livro funcionam como
disparadores das temáticas citadas.
A obra apresenta-se como uma
possibilidade de leitura para aqueles que desejam refletir para além
dos limites tradicionais.
O livro esta disponível em versão
digital na página www.repositorio.
ufes.br.
7
Cultura
agenda cultural
Dia da Cultura Internacional: Itália
A terceira edição do Dia da Cultura
Internacional na Ufes vai contemplar, no
dia 29 de outubro, a Itália. A programação começa às 8 horas, com hasteamento
das bandeiras em frente ao prédio da
Reitoria, no campus de Goiabeiras.
Entre as atividades programadas estão a apresentação do país, feita pelos
próprios estrangeiros, opção de comida
típica no Restaurante Universitário (RU)
e a exibição de filmes, dança, música e
literatura referentes à cultura italiana.
Em novembro, o país homenageado
será Cuba.
Teatro Universitário
O espetáculo Tamo Junto chega ao
Teatro Universitário nos dias 31 de outubro e 1º de novembro. Contando histórias de sua vida de uma forma inusitada,
o comediante Marco Luque apresenta
em seu show de stand up assuntos do
cotidiano.
Apresentações no sábado, às 21 horas, e no domingo, às 19 horas. Os ingressos podem ser adquiridos no site
www.ingresso.com.br ou na bilheteria
do Teatro. Informações pelo telefone
4009-2953.
Galeria Espaço Universitário
A Galeria de Arte e Espaço Universitário
(Gaeu) apresenta a exposição Uma Oleira
de Vida Inteira, da artista e professora do
Departamento de Artes Visuais da Ufes Regina Rodrigues, cujos trabalhos misturam
cerâmica com outros materiais, além de
obras de artistas convidados.
A mostra pode ser visitada até o dia
6 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Visitas educativas
devem ser agendadas pelo e-mail [email protected] ou pelo
telefone (27) 3335-7853.
8
Metrópolis recebe mostra
de documentários latinos
O cinema da Ufes será a única sala brasileira a receber o festival mexicano
Divulgar o cinema documental
contemporâneo é uma das propostas do 10º Festival Internacional de
Cine Documental de la Ciudad de
México (DocsDF) que será apresentado no Cine Metrópolis entre os
dias 26 e 28 de outubro.
O Festival existe desde 2006 e
passará por diversos países latinoamericanos. O Cine Metrópolis é
a única sala brasileira a receber a
Mostra, que anualmente contribui
para a formação de novos cineastas
e para o desenvolvimento de projetos de cinema na América Latina.
Por meio da Red Doctubre, rede
de distribuição promovida pelo 10º
DocsDF, o público poderá assistir a
documentários latino-americanos
selecionados para o festival que
ocorreu entre os dias 15 e 24 de outubro, na Cidade do México.
As sessões terão entrada gratuita, e os documentários serão
apresentados em língua espanhola.
Os filmes exibidos serão Bad Card,
de Raúl de la Fuente; Félix. Autoficciones de un traficante, de Adriana Trujillo; La hora de la siesta, de
Carolina Platt; Mais náufragos que
navegantes, de Guillermo Planel;
Slikebal, de Bernardino López; 33,
de Reinaldo Sepúlveda e Eduardo
Bertrán; e No estoy muerto solo estoy
dormido, de Juan Lopez.
Mais informações e a programação completa estão disponíveis na
página do Metrópolis no Facebook.
Download

informa - UFES - Universidade Federal do Espírito Santo