Utilização de redes
tecnológicas para
aumentar a participação
social e a mobilização de
voluntários
O que entendemos por participação social?
Participação social é o interesse de um grupo de indivíduos ou de uma sociedade em
deliberar juntamente com seus pares e com o seu governo sobre as problemáticas sociais
de um determinado território, motivados ou não por alguma causa ou ideal.
Quando a atenção á vida pública acontece
somente no momento eleitoral quase sempre
há o desmantelo das políticas públicas.
Neste caso, consideramos esta participação de
baixa intensidade, fruto de uma democracia
elitista e representativa.
A participação social de alta intensidade
Quando a vida política de uma sociedade vai além do momento eleitoral e apresenta as
características abaixo dizemos que esta sociedade apresenta um alto índice de mobilização e
uma participação social de alta intensidade:
- Há movimentos comunitários que reivindicam o direito de participar das decisões em nível
local, por exemplo, do orçamento de um município.
- Associações de responsabilidade social empresarial tem liberdade para trazer inovações para
a sociedade.
- Há maior número de conselheiros do que de vereadores.
- A população se envolve fortemente em ações voluntárias a
favor do desenvolvimento comunitário.
- Plano de Mobilização Social pela Educação, uma política
pública do governo federal que estimula a formação de
comitês com o objetivo de aumentar a participação social
em torno da temática da educação.
As redes tecnológicas
Com o crescimento das grandes cidades, houve
uma enorme valorização da vida privada, e o
espaço público foi tomado pela subjetividade dos
sujeitos, ávidos para exporem suas próprias
individualidades.
Esta tirania da intimidade pode ser observada ainda hoje quando o assunto são as redes
sociais, fotos de viagens, festas, perfis em sites como facebook, entre outros.
Definitivamente o espaço público, seja ele virtual ou territorial, foi tomado pela vida
privada dos indivíduos.
Com isso, devemos entender que a participação social não foi um dos motivadores para
o surgimento das redes sociais. O grande motivador foi a ideia de se criar um simulacro
de símbolos e imagens que oferecessem a possibilidade de expor a própria intimidade
de uma forma atraente para as outras pessoas, e também a oportunidade de conhecer a
vida privada de outras pessoas.
A participação social nas redes tecnológicas
Antes do surgimento das redes tecnológicas muitos movimentos sociais já se organizavam
em forma de redes. Atualmente redes sociais são sinônimos de plataformas virtuais de
comunicação e relacionamento.
Uma rede é formada por uma série de nós, onde várias redes se alimentam e se cruzam.
O crescimento da rede é quase sempre exponencial e contínuo. As redes sociais são na
realidade redes de interesse, que podem ser utilizadas a favor das causas dos
movimentos e também para fins diversos, como comércio, por exemplo.
As redes tecnológicas são uma ótima
ferramenta para facilitar a comunicação entre
as redes sociais. Pode ser uma solução dos
desafios para o chamado à participação na
vida comunitária e politica. As novas formas de
vida coletiva desafiam o conceito de
comunidade, então, podemos acessar as
comunidades hoje, em sua versão virtual.
Exemplos de uso das redes tecnológicas
para estimular a participação social
Exemplos de uso das redes tecnológicas
para estimular a participação social
Exemplos de uso das redes tecnológicas
para estimular a participação social
Exemplos de uso das redes tecnológicas
para estimular a participação social
Bibliografia utilizada
AVRITZER, Leonardo. Teoria democrática e deliberação pública. Lua Nova, São
Paulo, v 49: 25-46, 2000.
BAUMAN, Zygmunt. A Sociedade Individualizada: vidas contadas e histórias vividas.
Tradução de José Gradel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.
CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. Tradução de Roneide Venâncio Majer.
São Paulo: Editora Paz e Terra, 1999.
Contato
Flávio Seixas
Instituto Camargo Corrêa
flavio.seixas@institutocamargocorrea.org.br
Muito obrigado pela atenção!
Download

Flávio Carlos Seixas - Mobilização Social pela Educação