CRIAR: a sugestão como
construção de sentido e
valorização do ser.
Luiz Fernando Pontes, PhD
Universidade Corporativa do Banco do Brasil
Brasília, 21/10/2009
0
“tem vários tipos de criatividade”
e “são pequenos momentos
que você tem uma ideia”.
(Aline, 03 anos de Banco)
1
2
3
4
“mas apesar de ter o normativo,
a gente cria,
porque o normativo diz uma coisa
e se a gente fizer
dessa forma não vai dar,
então, vamos procurar
um meio de trabalhar com as ideias”
(Carlos, 10 anos de Banco).
5
“Então você fica fazendo aquilo ali, o certo,
porque ninguém vai dar valor,
ninguém vai reconhecer o seu serviço,
ninguém reconhece o serviço da gente”.
(Carlos , 3 anos e 3 meses de Banco)
Para quê ser criativo?
(Pedro Paulo, 14 anos de Banco)
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
“Eu acho que o Banco não estimula a criatividade
e esse sentimento, assim, reflete na gente que trabalha. A
gente faz a coisa da gente, mas claro que poderia ser
melhor, se a gente fosse escutado. Não digo na agência,
porque tem muitos times no Banco, só se fala em
coletividade, mas o sentimento individual
tem que ser levado em conta também’.
(Rodrigo, 02 anos de Banco)
16
“A gente não é valorizado
e quem não é valorizado
acaba minguando.
Você começa a ter criatividade e
tem um hora que você começa a minguar”.
(Fábio, 02 anos e 3 meses de Banco).
“E aí eles respondem para gente.
Obrigado pela sua sugestão
e estamos estudando
e não volta mais”.
(Elisabete, 05 anos de Banco)
17
Diagnóstico dos Canais Ascendentes
1. Repositório de Informação
2. Apropriação indevida
3. Falta de visibilidade
4. Informação não se transformava em Conhecimento
18
Inovação colaborativa
Inovação
Diretrizes
Geração de valor a partir da
criação ou aperfeiçoamento de
produtos, processos ou serviços
Boas práticas
Melhorias
Novos processos
Metas
Novas soluções
Educação
Aprendizagem Organizacional
Casos de sucesso
Adoção ou criação de novos
procedimentos e aprimoramento dos
processos estabelecidos
Talentos
Especialistas
Compartilhamento e Colaboração
Disseminação de conhecimentos sobre
processos novos ou estabelecidos
19
Sugestões
Atividade
Atividade
Funcionário
Eficiência - critérios
tensão
Coletivo
ruptura
ruptura
Sujeito Reflexivo - Criativo
20
Objetivos
Sedimentar a
cultura do
Saber-fazer
Propiciar
comunicação
interfuncional
ágil e dinâmica
Contribuir para
análise e solução
de problemas
Projeto
CRIAR
Diminuir a distância
entre o ser criativo
e o ser organizacional
Estabelecer
critérios de
avaliação do
resultado criativo
Incrementar
diferenciais
competitivos
Introduzir novos
ganhos de
produtividade
para o Banco
Contribuir para
uma visão sistêmica
dos negócios
21
Fluxo
BB Inovação
(enciclopédia virtual)
Sugestões mais votadas
e comentadas pela
Área Gestora
Comunidade BB
Analisa e avalia
Sugestões mais
votadas
Mapeia a dinâmica dos elos
de cooperação: recursos,
conhecimentos, ou
competências são
ofertados, demandados ou
trocados pelos atores.
Fórum e
Votação pela
Comunidade
Sugestões
Dipes
RECONHECIMENTO
Comunidade BB
Envia idéias em forma de
Sugestão
22
Análise deAnálise
Redes de
com base nas trocas
dasConhecimento
Redes de Conhecimento
ocorridas
fóruns nos fóruns
com base nas
trocasnos
ocorridas
23
24
25
Tipos de Estrutura Social
• o “ COMO”
•Liderança
distribuída
• Responsabilidade
pela prática e
comunidade
Comunidade de Prática
• Foco interno e
Externo
• Inovação e
aprendizagem
•Paixão pela
prática
26
Fonte: Adaptado de Plaskoff, 2007
“Criar é tão difícil ou tão
fácil como viver. E é do
mesmo modo
necessário”.
Fayga Ostrower (1987, p.166)
27
fluizfer@bb.com.br
Obrigado!!!!
Luiz Fernando Pontes
Thai
Hindi
Traditional Chinese
Gracias
Spanish
Russian
Brazilian Portuguese
Thank You
English
Arabic
Danke
Grazie
Italian
German
Simplified Chinese
Merci
French
Japanese
Tamil
Korean
28
Download

CRIAR