AGENDA
21
ESCOLAR
NOS
CENTROS
MUNICIPAIS
DE
EDUCAÇÃO
INFANTIL - FOZ DO IGUAÇU/PR
CERUTTI, Iracema Maria; MEIRA, Ângela Luzia Borges; BEGNINI, Maria Aparecida;
BORBA, Rosani & DAHLEM, Roseli Bernardete
iracerutti@gmail.com
angelalb.meira@hotmail.com
airamaria37@hotmail.com
roborba81@hotmail.com
roseli.dahlem@gmail.com
O Fórum Municipal da Agenda 21 Local em parceria com a Prefeitura
Municipal de Foz do Iguaçu, por meio da Secretaria Municipal da Educação e do
Meio Ambiente propôs, no ano de 2009, a implantação de Agendas 21 nos Centros
Municipais de Educação Infantil – CMEIs. A Agenda 21 foi criada na Conferência do
Rio, em 1992, e tornou–se documento oficial adotado pelos governos e sociedade
civil. Consiste num plano de ação envolvendo diversos setores que engloba um
conjunto de estratégias visando dialogar sobre questões políticas, sociais,
econômicas e ambientais através do incentivo à criação, por parte de autoridades e
instituições (locais, regionais, nacionais e internacionais), de instrumentos que
possibilitem atingir um desenvolvimento sustentável em todos os países. O governo
federal, os governos estaduais e municipais também são responsáveis por construir
suas Agendas 21 locais, envolvendo todos os setores da sociedade e buscando
atender a equidade social, econômica, ambiental e política.Todos os setores da
sociedade podem e devem participar do movimento de construção e podem
construir Agendas em suas áreas de atuação ou convivência, surgindo disso a
construção de Agendas 21 Escolares, Universitárias, de Bairros, de Associações, de
Comunidades Rurais, entre outros. A Agenda 21 Escolar surgiu em 2003 da união
do Ministério do Meio Ambiente- MMA e Ministério da Educação - MEC. Com a
criação do Órgão Gestor da Política Nacional de Educação Ambiental, coube ao
MEC a responsabilidade de inserir as questões ambientais no ensino formal. Por
meio da Conferência Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente, em 2003, houve a
proposicao da criação das Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida na
Escola - COM – VIDAS. No estado do Paraná foi iniciado, em 2005, a construção
das Agendas 21 nas escolas estaduais, envolvendo o ensino fundamental e médio.
Pelo fato da escola ser um espaço de educação, onde devem ser percebidas a
realidade social que vivemos e nosso compromisso com o presente e futuro, a
construção de agendas 21 escolares são fundamentais para conferir consciência,
ética, valores e atitudes, técnicas e comportamento aos educandos. Baseado em
Paulo Freire, que afirma que “não há saber mais, nem saber menos, há saberes
diferentes” foi estimulada a participação de todos os atores envolvidos nos CMEIs. A
apresentação da proposta e assinatura de comprometimento iniciou no dia 24 de
abril de 2009, envolvendo representantes dos 29 centros, poder público e
comunidade. Utilizando a metodologia das Oficinas do Futuro, estão sendo
realizadas reuniões com os envolvidos em cada espaço, como coordenação,
professores, merendeiras, serviços gerais, pais e mães das crianças atendidas.
Nesse diálogo, são levantadas as necessidades e sugeridos encaminhamentos,
além da escolha de um representante dos funcionários e um da comunidade para
representar o centros no Fórum Municipal, que também contará com representantes
de órgãos/ instituições que tenham inter relação com os encaminhamentos
levantados nos 29 CMEIs. A proposta é que esse Fórum construa um documento
único contendo as propostas elaboradas nos CMEIs e elabore estratégia para a
implementação e monitoramento do plano de ação da Agenda 21 Infantil proposto
em cada CMEI.
Palavras chave: agenda 21 local, centro de educação infantil, oficinas do futuro,
equidade,social,econômica e ambiental.
Download

Agenda 21 escolar nos centros municipais de educação infantil