ESPORTES INDIVIDUAIS E
COLETIVOS
Aspectos históricos, sociológicos e técnico-táticos.
1. O que é Esporte?
1. O que é Esporte?
 Consideram-se Esporte as práticas que adotam
regras de caráter oficial e competitivo, ou seja,
envolvem disputa entre equipes e indivíduos,
tendo com critério de julgamento os pontos ou
escores, dentro de uma prática social que
institucionaliza temas recreativos da cultura
corporal. De uma maneira geral, na Educação
Física, o esporte subdivide-se em coletivo ou
individual de acordo com a atividade praticada.

São exemplos de esportes coletivos e
esportes individuais:


Coletivos: Handebol, Basquete, Vôlei,
Futsal, Futebol, Pólo aquático, Softbal,
Ciclismo, Beisibol.
Individuais: Tênis de mesa, Tênis de
Campo,Natação, Badminton, O pentlato
moderno, Ciclismo,
O QUE É TÉCNICA?

Para Djackov ( 1973,6), a técnica desportiva é
definida:
O domínio completo das estruturas motoras
econômicas de exercícios esportivos.
 O resultado máximo a ser atingido nas mais difíceis
condições da competição.

Para qualquer atividade corporal com significado e
sentido, é preciso dominar uma técnica, ou um
conjunto de técnicas, como "movimentos
aprendidos para realizar fins“.
O QUE É TÉCNICA?
Ao esporte pertence não apenas o impulso à violência, mas
também a suportá-la e tolerá-la.
“ Os dominados celebram a própria dominação. Eles fazem
da liberdade uma paródia, na medida em que livremente se
colocam a serviço da cisão, mais uma vez, do indivíduo com seu
próprio corpo. Por meio dessa liberdade confirma-se a injustiça fundada na violência social - que mais uma vez se destina aos
corpos escravizados.
Funda-se aí a paixão pelo esporte.
Tratar-se-ia da adaptação ao sempre igual disfarçado de
novo, da submissão ao modelo industrial. O esporte pretenderia
devolver ao corpo uma parte daquilo que lhe roubara a máquina,
mas - pertencendo ao campo da não liberdade - o faz no sentido de
colocá-lo implacavelmente a serviço da maquinaria, incorporandose a sua lógica cega.
O QUE É TÁTICA?


“Tática define-se como um conjunto de normas e
comportamentos individuais que servem para
utilizar da forma ótima os próprios pressupostos
condicionais, motores e psíquicos na competição.”
Tendo em consideração:






As linhas de conduta;
As capacidades motoras próprias;
A forma de jogar do adversário;
As condições externas;
O regulamento do jogo;
As condições da partida.
(Konzag, 1981).
O QUE É TÁTICA?
A
tática é um princípio, um sistema
de planos de comportamento e de
possibilidades de tomada de decisão.
É
resolver as tarefas e problemas
que o jogo lhe apresenta de forma
veloz, segura e objetiva.
ESPORTES COLETIVOS



São atividades essencialmente de ataque e defesa que se
estruturam na disputa entre duas equipes com enfoque no grupo
dentro de uma organização técnico e tática.
Os esportes coletivos para Teixeira (1995), desenvolvem principalmente o
“espírito social”, de colaboração e de equipe, no qual o participante está
inserido.
De acordo com Tubino (1992) as dimensões sociais admitidas para o
esporte na atualidade são:
 Esporte-participação/educação;
 Esporte-performance/espetáculo
 Esporte profissão.
ESPORTES COLETIVOS

Para Tubino (2002):
 Esporte social é entendido pelas dimensões
de esporte-educação e esporte-lazer.
 Esporte
espetáculo/performance
está
relacionado ao esporte-rendimento.
O esporte educação é aquele que deve ser
praticado nos sistemas de ensino e em
formas assistemáticas de educação, se
evitando a seletividade, a
hipercompetitividade e tendo como objetivo
alcançar o desenvolvimento integral do
indivíduo e sua formação para o exercício
da cidadania e prática do lazer.
ESPORTES INDIVIDUAIS
São aqueles em que o praticante atua sozinho,
dependendo basicamente de si mesmo para
alcançar seus objetivos.
 Os esportes em geral e principalmente os
individuais atuam no desenvolvimento:


Da personalidade, pois exigem uma
preparação psicológica para a sua prática.
melhor

Envolve um aumento da confiança, da perseverança,
da motivação intrínseca e da segurança.
“EU FAÇO ESPORTE OU SOU USADO
PELO ESPORTE”
O
Esporte que você pratica está mais
próximo do que vemos na televisão ou de
uma recreação?
 Quais esportes você conhece? O que os
diferencia um do outro?
EVOLUÇÃO DO ESPORTE
O
esporte surgiu assumindo diversos
papeis em nossa sociedade e um deles foi o
de socialização tendendo a uma prática
amadora principalmente para a classe
dominante.
 Já
para a classe trabalhadora o esporte
era praticado de uma forma mais
combativa, aproximando-se do que viria a
ser, mais tarde o esporte profissional.
ESPORTE ESPETÁCULO
 Os
meios de comunicação contribuíram
para a divulgação e ajudaram a criar uma
“falsa ilusão” valorizando o esporte e
tornando-o uma mercadoria de consumo.
 “... A partir do momento que o controle
econômico se deslocou para a televisão,
mudanças foram introduzidas para
agradar os telespectadores ou gerar mais
receita com propagandas.”
ESPORTE ESPETÁCULO


O Esporte-Espetáculo é um fenômeno inserido em
uma sociedade de consumo e comunicação de
massa organizada de tal maneira a difundir sons,
imagens e informações, configurando-se meio de
reproduzir a sociedade de consumo.
Programa esportivo na escola, que introduz a
competição com o objetivo de produzir atletas ou
ainda consumidores do esporte.
A escola através da Educação Física –
preocupando-se com a lógica do esporteespetáculo:
O consumo de bens e entretenimento, conduzidos
por conceitos de marketing e administração do
esporte, que vêem nas crianças e adolescentes
“potenciais consumidores”
E a Educação Física escolar que hoje na maioria
das vezes funciona como uma reprodutora desses
aspectos, sem desenvolver uma análise crítica
sobre esse fenômeno.
ESPORTES COLETIVOS

Futebol

Embora não se tenha muita certeza sobre os primórdios
do futebol, historiadores descobriram vestígios dos jogos
de bola em várias culturas antigas.

Nascido no bairro paulistano do Brás, Charles Miller
viajou para Inglaterra aos nove anos de idade para
estudar. Lá tomou contato com o futebol e, ao retornar
ao Brasil em 1894, trouxe na bagagem a primeira bola
de futebol e um conjunto de regras.
Podemos considerar Charles Miller como sendo o
precursor do futebol no Brasil.
VOLEIBOL


O voleibol foi criado nos Estados Unidos, no dia 9
de fevereiro de 1895, pelo diretor de educação
física da ACM (Associação Cristã de Moços de
Massachusetts) William George Morgan.
Ao inventar o voleibol e suas regras, Morgan
tinha como objetivo principal a criação de um
esporte sem contato físico entre os jogadores.
Desta forma, ele pretendia oferecer às pessoas
(principalmente aos mais velhos) um esporte em
que as lesões físicas, provocadas por choques
entre pessoas, seriam raras.
BASQUETEBOL


O basquetebol (popularmente conhecido como
basquete) surgiu no ano de 1891, nos Estados
Unidos. Seu criador foi James Naismith,
professor de Educação Física da Associação
Cristã de Moços de Springfield (estado de
Massachusetts – EUA).
O Brasil foi um dos primeiros países a conhecer a
novidade. Augusto Shaw, um norte-americano
nascido na cidade de Clayville, região de Nova
York recebeu um convite para lecionar no
tradicional Mackenzie College, em São Paulo. Na
bagagem, trouxe uma bola de basquete.
HANDEBOL
O Handebol é um dos esportes mais antigos de
que se tem notícia. Ele já apresentou uma grande
variedade de formas até a praticada atualmente.
 O Handebol é um dos esportes mais antigos de
que se tem notícia. Ele já apresentou uma grande
variedade de formas até a praticada atualmente.
 O Handebol no Brasil Após a I Grande Guerra
Mundial, um grande número de imigrantes
alemães vieram para o Brasil estabelecendo-se na
região sul por conta das semelhanças climáticas.

Esporte de aventura ou Esporte Radical
São termos usados para designar esportes com
um alto grau de risco físico, dado às condições
extremas de altura, velocidade ou outras
variantes em que são praticados.
 Para que um esporte radical seja bem sucedido, é
preciso levar em conta o que é preciso, pois há
varias coisas que são necessárias, um exemplo é o
condicionamento físico, o estado mental,
equipamentos e a alimentação, esses são os
fatores mais importantes.
 A definição de esporte de aventura surgiu no final
dos anos 80 e início dos anos 90.

Paintball



É um desporto coletivo radical que consiste em um jogo
onde duas ou mais equipes competem entre si, usando
carregadores de bolas que soltam tinta ao atingir o
adversário. O objetivo é apanhar a bandeira do outro grupo,
na forma mais populares do jogo, e quanto mais adversários
forem eliminados mais fácil fica de completar o objetivo.
Nos últimos dez anos, este desporto revelou um
desenvolvimento exponencial e conta já com cerca de 15
milhões de praticantes em todo o mundo sendo que a maior
parte está aglomerada a norte do continente americano e
na Europa.
Na América do Sul o Paintball de competição deu um salto
a partir de 2005 com a criação do CSP - Circuito SulAmericano de Paintball
Natação











Natação é a capacidade do homem e de outros animais de se
deslocarem através de movimentos efetuados no meio líquido.
A natação é conhecida desde tempos pré-históricos, o registro
mais antigo sobre a natação remonta às de cerca de 7.000 anos
atrás. Em 1908, foi fundada a Federação Internacional de
Natação (FINA).
Modalidades:
Existem 7 modalidades distintas na especialidade de natação.
Natação pura
Polo aquático
Saltos para a água
Águas abertas
Natação sincronizada
Masters
Mergulho Aquático
Provas de estafetas (ou revezamento)
Disputam-se também provas de estafetas, em que
quatro nadadores se revezam a nadar.
 As provas de estafetas são de 4x100m, 4x200m
para estilo livre e 4x100m para estilos.
 Estilo costas
 Estilo bruços
 Estilo mariposa
 Estilo crawl

Pólo Aquático

O Pólo Aquático é um esporte coletivo semelhante ao Handebol, praticado em piscina
e disputado por duas equipes. Este esporte foi criado no século XIX (por volta de
1870), na cidade de Londres (Inglaterra). Porém, há relatos que indicam que o esporte
era praticado desde o século XVIII, principalmente na Inglaterra e na Escócia.

A piscina, as equipes e a bola e regras:

O Pólo Aquático é praticado em piscinas e em cada extremidade é colocado um gol.
São duas bola, uma para o masculino e outra mais leve para o feminino.
- O objetivo do jogo é marcar gols.
- A equipe que marcar um número maior de gols vence a partida;
- A bola não pode ser segurada com as duas mãos ao mesmo tempo (com exceção do
goleiro).
A bola deve ser conduzida por uma das mãos ou pelos braços e não pode passar de
30s com a bola na mão;
- Cada partida é dividida em quatro tempos de sete minutos cada. Quando há empate
em partidas eliminatórias, há prorrogação e, se continuar empatada, ocorre à disputa
por pênaltis (cinco cobranças para cada lado);










São consideradas faltas: segurar a bola com as duas mãos
ao mesmo tempo, manter a bola sob a água, pegar impulso
no fundo da piscina e empurrar o adversário;
Cada equipe é formada por sete jogadores (incluindo o
guarda-redes) e seis suplentes.
- Os jogadores usam gorros de pano, com proteções para as
orelhas, sendo que uma equipe usa gorros brancos e a outra
usa gorros azuis. Os gorros dos guarda-redes são
vermelhos.
No Brasil, o esporte foi introduzido no início do século XX, a
princípio no Rio de Janeiro, nos Clubes Regatas Botafogo e
Regatas Vasco da Gama por Flávio Vieira. Em 1900 o Pólo
aquático entrou nas olimpíadas.
Nado Sincronizado




O Nado Sincronizado era disputado sob três formas: solo
(um atleta), dueto (dois atletas) e conjunto (quatro a oito
atletas).
O Nado Sincronizado entrou para as Olimpíadas nos Jogos
de Los Angeles, em 1984, apenas com apresentações de solo
e dueto. O Brasil foi representado pelas irmãs Paula e
Tessa Carvalho. O mesmo tipo de apresentações continuou
nos Jogos de Seul (1988) e de Barcelona (1992).
Em 1996, ocorreu uma mudança. Um Pré Torneio Olímpico
selecionou apenas oito países e a competição passou a ser
apenas por equipes. O Brasil ficou fora dessa olimpíada,
pois a equipe não conseguiu classificação na seletiva
realizada no ano anterior.
As equipes brasileiras continuaram crescendo e
progredindo, e hoje detêm a liderança em toda a América
do Sul.
ESPORTES INDIVIDUAIS

Atletismo
O atletismo é um conjunto de atividades esportivas
(corrida, saltos e arremessos), que tem a origem nas
primeiras Olimpíadas realizadas na Grécia Antiga.
 Nos primeiros Jogos Olímpicos, realizados em 776 a.C,
eram realizadas provas de corridas e arremessos de peso.

ATLETISMO

Corrida de pista, a mais tradicional competição do atletismo e
envolve várias provas.
Corridas disputadas em pistas ovais (cada atleta corre numa
faixa):



100 metros rasos;
200 metros rasos;
400 metros rasos.
Corridas de Meio Fundo (os atletas não precisam ficar na raia):


800 metros;
1.500 metros.
Corridas de Fundo (dentro da pista):


5.000 metros;
10.000 metros.
Maratona (disputada nas ruas):

Percurso de 42,19 km.
Corridas com obstáculos , são realizadas dentro
dos estádios e se dividem em quatro modalidades:
 100 metros (feminino);
 110 metros (masculino);
 400 metros (masculino e feminino);
 3.000 metros (feminino e masculino).
Revezamento, são disputadas por grupos
compostos por quatro atletas cada.
Cada atleta corre um quarto da pista e passa um
bastão para o atleta seguinte de sua equipe.
Saltos
 Salto
em distância;
 Salto em altura;
 Salto com vara;
 Salto Triplo.
Arremessos
e
Lançamento
modalidades nesta categoria:
 Arremesso
de peso;
 Lançamento de dardo;
 Lançamento de martelo;
 Lançamento de disco.
Existem
quatro
 Decátlo
Praticada por homens, numa mesma prova são envolvidas dez modalidades
do atletismo.
As modalidades do decátlo são:
Corrida (100 metros), salto em distância, salto em altura, lançamento de
peso, 400 metros, 110 metros com barreira, lançamento de disco, lançamento de
dardo,
salto
com
vara
e
corrida
de
1500
metros.
 Heptátlo
Prova combinada somente para mulheres. Envolve sete modalidades do
atletismo:
100 metros com barreira, lançamento de peso, lançamento de dardo, salto
em altura, salto em distância, corrida de 200 metros e 800 metros.
NATAÇÃO- INDIVIDUAL
Provas individuais são as provas em que o
nadador efetua o percurso sozinho.
 Estilo livre: Nesta prova o nadador pode optar
pelo estilo que preferir. Na prática o estilo usado
com mais freqüência é o crawl.
 As provas de estilo livre são excetuadas nas
distâncias de 50m, 100m, 200m, 400m, 800m e
1500m. As provas são de 50m, 100m, 200m,
400m, 800m (só para mulheres) ou 1500m (só
para homens).

Badminton


Badminton é um desporto individual ou de duplas,
semelhante ao tênis, praticado com raquete e uma peteca
ou volante.
A versão competitiva do jogo surgiu na Índia no século XIX.
década de 1860, com origem na Badminton House, a
residência campestre do Duque de Beaufort em
Gloucestershire na Inglaterra. É normalmente disputado
em quadras cobertas, sendo a quadra dividida por uma
rede. O objetivo do jogo é, usando a raquete, rebater a
volante sobre a rede para a quadra do adversário, sem
deixar a peteca tocar no chão. Aquele que deixar a volante
cair dentro do seu lado da quadra, ou rebater a volante
para fora da quadra, perde a jogada. O "game" pode chegar
no máximo de 30 pontos, Existe o intervalo de 2 minutos
entre os jogos e o intervalo de 1 minuto quando alcançado
os primeiros 11 pontos de um jogador por "game". Ganha
quem vencer 2 jogos.
Tênis de mesa




O Tênis de Mesa é um esporte que surgiu na Inglaterra na
segunda metade do século XIX. Chegou ao Brasil na primeira
década do século XX, trazido por turistas ingleses. É considerado
um dos esportes mais populares do mundo.
O objetivo do jogo é marcar pontos. Isso ocorre quando o
adversário manda a bola para fora da mesa (no lado oposto ao
seu).Vence o jogador que consegue ganhar 3 sets (na partida de 5
sets) ou 4 (nas partidas de 7 sets). Cada set é composto por 11
pontos. Quando há empate em 10 pontos, vence quem colocar dois
pontos de vantagem sobre o adversário.
Curiosidades do esporte:
- O primeiro campeonato mundial de tênis de mesa ocorreu em
1927, na cidade de Londres (Inglaterra).
- O tênis de mesa tornou-se um esporte olímpico somente em
1988, nas Olimpíadas de Seul (Coréia do Sul).
- O jogador Hugo Hoyama é o destaque do tênis de mesa brasileiro
na atualidade. Ele ganhou várias medalhas em campeonatos
mundiais, pan-americanos (recordista brasileiro) e Jogos
Olímpicos.
O Pentatlo moderno


O Pentatlo moderno existe desde a Grécia Antiga.
Era a modalidade mais nobre dos Jogos
Olímpicos antigos, que premiava o atleta mais
completo com modalidades do atletismo e luta.
Inspirado nas disputas, o barão Pierre de
Coubertin, um dos maiores incentivadores das
Olimpíadas modernas, resolveu adaptar a
disputa aos novos Jogos, também premiando o
atleta mais completo. Porém, os esportes
praticados dessa vez seriam outros. Em vez das
modalidades do atletismo e da luta, os
competidores passariam a disputar provas de
tiro, esgrima, natação, hipismo e corrida.
O Pentlatlo Moderno no Brasil



No Brasil, o Pentatlo moderno é uma conseqüência da evolução
das modalidades que integram esse esporte. A prática conjunta,
porém, nunca chegou a ser muito divulgada, e até hoje o pentatlo
é praticado mais em quartéis militares, onde o atleta costuma ter
todos os equipamentos necessários à sua disposição.
A Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno, que regula o
esporte no país, só conseguiu se desvencilhar da Confederação
Brasileira de Desportos Terrestres em 2001, sendo uma das
entidades mais jovens a reger um esporte olímpico no Brasil.
Em função disso, os resultados dos atletas nacionais nunca foram
muito expressivos. As melhores marcas foram todas obtidas em
edições de Jogos Pan-Americanos, quando os brasileiros não
enfrentam os europeus, grandes potências das competições.
JUDÔ: A PRÁTICA DO CAMINHO SUAVE

O Judô foi criado por Jigoro Kano (1860 – 1938).
Não pesava mais de 50 kg e media 1,50 m. vítima de brutalidades de outros estudantes.
Iniciou a prática de artes marciais aos 17 anos.
Os
camponeses
não
dispunham de espadas para lutar
contra os samurais e, para se
defenderem, foi necessário que
desenvolvessem uma luta de
manifestação corporal, no caso,
o Jiu-Jutsu.”
DOJO
Local de iluminação;
 Inicialmente feito de palha de arroz;
 Judô esporte: pontuação definida pela técnica que resulta na
queda do adversário.

Pontuação no Judô:
Koká
– queda do adversário na posição sentado, além da
imobilização de 10 a 14 segundos.
Yuko – queda pela lateral, imobilização entre 15 e 19 segundos
Waza-ari (queda quase perfeita)– queda encostando metade das
costas no chão, imobilização entre 20 e 24 segundos
Ippon – queda com a totalidade das costas no chão (projeção
perfeita). Pode ser conquistado das seguintes maneiras:
imobilizar por 25 segundos o oponente com as costas inteiras no
tatame.
Paulo Scapinello
Inter.paulo@hotmail.com
Download

Clique para fazer o do arquivo