Nome da organização: Fórum Municipal de Economia Solidária de Itajaí (FMESI)
Organizações que integram o FMESI:
Nome da entidade: Ação social Paroquial São João Batista CNPJ: 838253980001-22 Endereço: Pedro
Rangel, 154 - Cidade: Itajaí - SC
Cep: 88304-430 Tel.: (47) 3349-1580 Fax: (47) 3348-2594 Email: asppc@uol.com.br Nome do responsável: Pe. José Henrique Gazaniga, Ação social Paroquial São
João, pessoa jurídica de direito privado, de fins filantrópicos sob o n.° 83.825.398/0001-22, fundada em
27/09/77, desde então estabelecida à rua Pedro Rangel, bairro São João, Itajaí/SC. A entidade foi
criada a partir de interesse d comunidade em atuar na assistência social, procurando amenizar os
problemas já encontrados na época, havendo varias pessoas com os mesmos objetivos e dispostas à
concretização destes. A entidade é instituída pelo Padre Agostinho Staehelin, Antonio Afonso Amaral,
Maria Maura Gonçalves, Antonio Francisco Colla, entre outros.
Nome da entidade: ONG Voluntários pela Verdade Ambiental (Rede solidária vale dos sorrisos).
CNPJ: 02.344.184/0001-32 End: Rua Uruguai, 1073, sala comercial - Cidade: Itajaí - SC - Cep: 88302203 Tel.: (47) 3348-2852 E-mail: lara@univali.br. Nome do responsável: Lara Elisandra Garcia
Santos. A ONG Voluntários pela verdade ambiental é uma associação ambiental presente em Itajaí
desde 1997. Promove ações em Educação Ambiental, Direito Ambiental e Cidadania, unidades de
conservação e Economia Solidária. Em 2003 potencializou a formação da Rede Solidária Vale dos
Sorrisos que promove ações educativas em Economia Solidária, como oficinas de feiras de trocas,
moedas sociais, seminários e palestras. Conjuntamente com o sociólogo Didac Sanches Costa elaborou
o manual “Como criar redes de trocas em sua comunidade”.
Nome da entidade: Grupo Vida Nova CNPJ: grupo informal Endereço: R: Avelino Werner, 439, Imaruí Cidade: Itajaí- SC - Cep: 88660-000 Tel.: 9903-9219 Nome do responsável: Valci Ferreira. O Grupo
Vida Nova iniciou no ano de 2001, e por estar inserido numa comunidade carente, trabalha com a
proposta da economia solidária e geração de trabalho e renda. Atualmente nosso grupo é composto de
10 mulheres, na produção de: 1) xaropes, pomadas, cremes, sabonetes, xampu; 2) pães, bolos,
bolachas, salgados (caseiros e naturais). Uma das atividades desenvolvidas é a “Educação popular em
saúde e cidadania”, abrangendo crianças a partir dos 6 anos de idade, adolescentes, jovens e adultos
da comunidade. Para isso, conta com o apoio do projeto de extensão da Univali “Educação e
Cidadania”. Atualmente estamos com dificuldades de local para a comercialização dos nossos produtos
e para ampliar o nosso espaço físico para trabalhar melhor.
Nome da entidade: Cooperativa das Costureiras de Itajaí. CNPJ: 03494964/0001-21 Endereço:
R:Aurora Tabalipa, 280, Bairro São João- Cidade: Itajaí -SC
Cep: 88304-290 Tel.: 8818-6550
Nome do responsável: Jussara Souza de Mello. A Cooperativa das costureiras de Itajaí é fundada em
09/09/1999 representada por sua presidente sra. Jussara Souza de Mello: brasileira, casada, RG
4/r.1.201.420, CPF 429.760.909-63, fone 8818-6550, tem o propósito de trabalho coletivo e familiar,
visando melhores condições de vida para as participantes, onde toda a produção e despesas são
rateadas entre as associadas.
Nome da entidade: Centro de dos Direitos Humanos de Itajaí. CNPJ: 76.698.232/0001-27. Endereço:
R: Reinaldo Schmithausen, 302, galpão 5 - Cidade: Itajaí - SC Cep: 88310-000 - Fax: (47) 3246-4134
E-mail: cdhi@ibest.com.br. Nome do responsável: Idalina Maria Boni. O CDHI é uma instituição sem fins
lucrativos, que apóia a Economia Solidária como forma de geração de trabalho e renda. Participa do
Fórum Municipal, Catarinense e Nacional de Economia Solidária, fomentando feiras e encontros de
empreendimentos solidários. Tem parceria com a Univali na promoção de capacitação em geração de
trabalho renda, na participação em feiras, inclusive na III Feira Catarinense de Economia Solidária e na
participação na Comissão de Ética em Pesquisa.
Nome da entidade: MS Fios e Fitas – FIO NOBRE. CNPJ: 04.518.039/0001-56Endereço: R: Reinaldo
Schmithausen, 302 - Cidade: Itajaí- SC Cep: 88.330-000Tel/fax.: 3246-4134. E-mail:
fionobre@terra.com.br. Nome do responsável: Márcia T. de Melo Souza. A FIO NOBRE trabalha na
produção de fitas para calçados e fio para artesanato, crochê, tricô e outros, como um grupo de arte
gestão e diretamente ligado no projeto de geração e renda. Ministramos cursos de artesanato em
tecelagem e cursos de cooperativismo e organização de grupos. Já desenvolvemos vários projetos de
geração de rendas, um deles é a PAS - que atrai nas feiras e divulgando a Economia Solidária no
estado e até no exterior.
Nome da entidade: Núcleo Afro descendente Manoel Martins dos Passos. CNPJ: 04611553/0001-31.
Endereço: Pedro Rangel, sala 4, São JoãoCidade: Itajaí
UF: SC Tel.: 3248-4471 E-mail:
negrafa1020@yahoo.com.br Nome do responsável: Marília Luiza da Silva. O núcleo nasceu em 1996,
com o objetivo de preservar a cultura Afro descendente, lutar contra o racismo, formação para
professores e comunidades, promover debates, divulgar as raízes e promover e incluir o negro. Tem
realizado a Festa Nossa Senhora do Rosário, que é um resgate das tradições e raízes desta raça.
Estamos na 13° edição desta festa/reflexão, além de marcarmos as datas principais da raça.
Nome da entidade: Associação Comunitária dos Produtores rurais e Artesanais de Itajaí – APRAI.
CNPJ: 03.848.294/0001-02 Endereço: Praça Felix Asseburg, 28, Box 42, centro - Cidade: Itajaí - SC
Cep: 88.301-090 Tel.: (47) 3349-0305E-mail: agricultura@itajai.sc.gov.br. Nome do responsável: Rute
Borghezan Gardini. A APRAI iniciou no ano de 1997 com incentivo da Secretaria da Agricultura,
juntamente com a EPAGRI, levando agricultores a conhecer outros cidadãos e valores agregados,
industrializando os produtos produzidos nas propriedades rurais e incentivando mulheres a valorizar,
organizar e comercializar seus produtos em forma de feiras e um espaço no Mercado Público. Em 1998,
formou-se um grupo de mulheres com curso profissionalizante para moradores do meio rural, cada qual
com seu produto diversificado.Em 08 de março de 2000, registrou-se em cartório a APRAI, com o
número de nove sócios. Hoje, em virtude de várias dificuldades, está bastante reduzido o numero de
associados.
Nome da entidade: PAS - Produção Alternativa Solidária. Endereço: R: Reinaldo Schmithausen, 302 Cidade: Itajaí - SC Cep: 88.300-000Tel.: 3349-7565. Nome do responsável: Margarett da Costa. Somos
um grupo de oito participantes nas atividades de artesanato em crochê, tricô, tecelagem normal e
costura, e estamos envolvidos no trabalho de geração de renda. Temos mais 10 pessoas envolvidas
indiretamente no projeto. A tendência é crescer e ampliar para outros horizontes. Estamos nos
qualificando para aumentar o numero de participantes.
Histórico de participação da instituição em políticas públicas sociais, de educação e meio
ambiente;
O Fórum Municipal de Economia Solidária de Itajaí (FMESI) tem participado das seguintes políticas
públicas: orçamento participativo do município de Itajaí; fortalecimento dos conselhos comunitários e de
criação de associações de moradores; garantia de espaços de comercialização de artesanias em
eventos e locais públicos (feira de artesanato e economia solidária); uma das prioridades atuais é a
elaboração da lei municipal de Economia Solidária;
Histórico de participação da instituição em fóruns, colegiados e outros espaços;
O FMESI junto às organizações que o compõe integra: o fórum permanente da Agenda 21 local de
Itajaí; o fórum catarinense de economia solidária; o fórum brasileiro de economia solidária; a rede de
economia solidária do Vale do Itajaí (RESVI); o conselho municipal de saúde;
Currículo da instituição relacionado a programas de educação, educação Ambiental, organização
social, formação de professores, e outros temas afins;
O Fórum Municipal de Economia Solidária de Itajaí (FMESI) surge da união de esforços e da
organização de empreendimentos econômicos solidários (EES), organizações de apoio e fomento e de
representantes do poder publico (gestores públicos). Caminhando no mesmo sentido de outros arranjos
participativos legítimos como o Fórum Popular de Itajaí, estes grupos, sentindo a necessidade de uma
organização interna mais eficiente em termos de participação nas tomadas de decisão e de garantia de
autonomia de ação, a partir do ano de 2003, iniciaram o FMESI.
Desde então, atuou no orçamento participativo do município (2003 e 2004), na organização da III Feira
Catarinense de Economia Solidária em Itajaí (2005) e atua junto ao Fórum Permanente da Agenda 21
Local de Itajaí, na elaboração do Plano Diretor, no fortalecimento dos conselhos municipais e
associações de moradores, na Rede de Economia Solidária do Vale do Itajaí (RESVI), nos Fóruns
Catarinense e Brasileiro de Economia Solidária e também, atualmente, compõe o Conselho Gestor do
Centro Publico de Economia Solidária e Cidadania de Itajaí (CEPESC). Neste ultimo, vem realizando o
processo participativo de formação do planejamento interno e do regimento e estatuto do CEPESC em
parceria com o Laboratório de Educação Ambiental da Universidade do Vale do Itajaí
(LEA/CTTMar/UNIVALI).
Atualmente, o FMESI encontra-se num processo de organização interna crescente, na elaboração de
seu regimento interno e do estatuto do grupo.
Estrutura física da instituição que será alocada para o desenvolvimento da proposta;
O FMESI utiliza-se do espaço sede do Centro de Direitos Humanos de Itajaí (CDHI), no bairro
Cordeiros, Itajaí. Esta sede é um galpão amplo, que agrega outros empreendimentos econômicos
solidários. Será inaugurado em novembro deste ano (2006), o Centro Publico de Economia Solidária e
Cidadania. Este espaço, situado na região central da cidade, é composto por auditório para 60 pessoas,
escritório com dois computadores, sala de reunião e dinâmicas, salão cultural para exposições e
eventos. Um veículo (8 lugares) também será adquirido em breve.
Recursos humanos da instituição que será alocado para o desenvolvimento da proposta (nome,
formação, carga horária de dedicação ao projeto);
•
Bruno Werner Schmidt; acadêmico de Ciências Sociais na Universidade do Vale do Itajaí,
colaborador no Laboratório de Educação Ambiental desde 2003 (LEA/CTTMar/UNIVALI),
administrador do Centro Publico de Economia Solidária e Cidadania de Itajaí (2006). Dedicará o
tempo possível para o projeto.
•
Claudia Regina Telles; educadora popular, arte educadora, poetisa, contadora de histórias.
Dedicará aproximadamente 6 horas semanais ao projeto.
•
Idalina Maria Boni; formada em administração pela UNIVALI, presidente do conselho municipal
de saúde de Itajaí, sócia fundadora do Centro de Direitos Humanos de Itajaí (CDHI), compõe o
conselho do Fórum Brasileiro de Economia Solidária. Dedicará o tempo possível ao projeto.
Download

Fórum Municipal de Economia Solidária de Itajaí (FMESI)