WATM
(Modo de transferência Assincrono
Sem Fios)
Prof. Dr. Amine Berqia
Email : bamine@ualg.pt
Web : http://w3.ualg.pt/~bamine
Introducão
A tecnoligia surgiu
do ITU-T durante o desenvolmento da
arquitectura B-ISDN;
ATM
foi a tecnica desenvolvida para o transporte de
informacões nessas redes;
ATM
intruduz conceitos novos e diferentes daqueles
utilizados em redes de pacotes de tipo Ethernet (Célula,
circuitos virtuais)
Hoje
està amplamente disseminada em equipamentos de
redes LAN e redes WANs
Conceitos Gerais

Célula

Circuitos Virtuais
Camadas ATM
Célula ATM
Célula de tamanho fixo 53 bytes, sendo 5 destinados ao
header e 48 são dados (payload)
8 7 6 5 4 3 2 1 bits
GFC
VPI
1 bytes
VPI
VCI
VCI
VCI
PTI
HEC
PAYLOAD
CLP
GFC : Generic Flow Control
VPI : Virtual Path Identifier
VCI : Virtual Channel Identifier
PTI : Payload Type Indicator
CLP : cell loss Priority
HEC : Header Error Check
2
3
4
5
Circuitos Virtuais
Camadas ATM
Plano de Gernciamento
Plano de
Controle
Plano de
Utilizador
Protocolos
Sinalizacão ATM
Camadas
Superiores de Rede
Camada
Adaptacão ATM
De Sinalizacão
Camada
Adaptacão ATM
Camada ATM
Camada Física
Camda Física
A camada Física do modelo ATM é subdividida em duas subcamadas :
PMS – Physical medium Sublayer
TCS – Transmission convergence Sublayer
PMS : define as características do meio físico utilizado;
TCS : responsável por diversas tarefas (geração dos bits de control
de erro, detecção erros nos cabeçalhos …);
SONET – Synchronous Optical Network
SDH – Synchronous Digital Hierarchy
Camada ATM

Camada responsável pelas células ATM;

Extração/adição do cabeçalho de célula;

Multiplexagem e demultiplexagem de células de diferentes
conexões em um único fluxo de células;

Inplementacão do mecanismo de control de fluxo na
interface de rede do utilizador.
Camada de Adaptacão (1)
Camada de Adaptacão ATM (Adaptation ATM Layer – AAL),
adapta protocolos de camadas superiores à Camada ATM;
Consiste em duas subcamadas :
CS – Subcamada de Convergência
SAS – Subcamada de Segmentação e Adição
Acomodar os dados vindos de várias fontes com diferentes
características;
Camada de Adaptacão (2)
Classe A
Classe B
Tempo de
Transmissão
Requerido
Requerido
Bit rate
Constante
Variavél
Modo de
Conexão
Tipo AAL
Classe C
Classe D
Não
Não
Requerido Requerido
Variavél
Variavél
Orientado à Orientado Orientado Orientado
Conexão
à Conexão à Conexão à Conexão
AAL1
AAL2
AAL3
AAL4
AAL5
Protocolos Entre Dispotivos e
Switches
UNI – User to Network Interface
NNI – Network to Network Interface
Qualidade de Serviço
QoS

CBR – Constant Bit Rate (Transporte de voz);
rt-VBR – real time Variable Bit Rate (videoconferência em
tempo real);


nrt-VBR – non real time Variable Bit Rate (video gravado);
– Available Bit Rate (estações de trabalho de borda
com interface de rede ATM);
 ABR
UBR – Unspecified Bit Rate (switch de rede com uplinks
ATM).

Futuro da Tecnologia ATM


Fast/Gigabit Ethernet para LANs e ATM para MAN e WAN;
Os preços de equipamentos ATM começarão a ser mais
competitivos;
WATM
WATM (Wireless Asynchronous Transfer Mode)
WATM = ATM + Radio Access
1996 pelo ATM Forum Working Group (WG)
 Mobilidade com :
 High-speed
 Quality of service (QoS)
Exemplo duma rede WATM
WATM vs WLAN
 Supports TCP/IP applications
 The IEEE 802.11 standard
 LAN applications
 Product for private use

Mature technology
WLAN
 ATM Forum’s standard
 Provides end to end ATM
connectivity and quality of service
(QoS)
 Service provided by the
operating company
 An evolving technology
WATM
Link

www.cisco.com/univercd/cc/td/doc/cisintwk/ito_doc/
atm.htm

www.pcc.qub.ac.uk/tec/courses/network/SDH-SONET/sdhsonetV1.1a_1.html

www.cse.ohio-state.edu/~jain/atm/ftp/atm_watm.pdf
Download

Redes ATM (Asynchronous Transfer Mode) (Modo de transferência