A Paz do Senhor!
Estamos no 2º trimestre de 2015 e o tema da
revista é Moisés, o legislador de Israel, tendo
o Pastor Belchior Martins da Costa,
Presidente da Assembleia de Deus em Barueri
– Jardim Belval (SP), como comentarista.
Sinta-se livre para incluir textos, figuras,
animações e outros elementos a esta
apresentação.
Se houver necessidade, fique à vontade
para alterar os textos aqui apresentados,
porém, sem fugir do conteúdo da revista,
que é a base desta apresentação.
Muito Importante!
Peça ao Espírito Santo para fazer a diferença
em sua aula!
Ore, leia a Bíblia, consulte sua revista e
estude a lição. Lembre-se também que uma
boa consulta a outras obras fidedignas
enriquece o conhecimento.
Ao final da lição complete os exercícios
propostos no PIL (Programa de Incentivo
à Leitura) e fique preparado(a)!
Tenha uma boa aula e uma boa semana!
Dúvidas, sugestões?
Entre em contato conosco:
comercial@editorabetel.com.br
Curta nossa página e acompanhe nossas
novidades:
facebook.com/EditoraBetel
“Aquele que leva a preciosa
semente, andando e chorando,
voltará, sem dúvida, com alegria,
trazendo consigo os seus molhos”
Salmos 126.6
Aula Expositiva
“Moisés, o guia dos filhos de
Israel”
Lição 05
03 de Maio de 2015
Texto Áureo
“Guiaste o teu povo, como a um
rebanho, pela mão de Moisés e de Arão”
Sl 77.20
Verdade Aplicada
Moisés teve o privilégio de guiar o povo
hebreu, honra que seria lembrada de
geração em geração.
Objetivos da Lição
1. Estudar como Moisés guiou o povo de Deus em
meio ao deserto;
2. Aprender como Moisés proveu o povo em suas
necessidades;
3. Ver que virtudes de Moisés foram essenciais na
condução dos filhos de Israel.
Textos de Referência
Êx 16.4-7
Introdução
Guiar o povo de Deus em meio ao deserto não foi
uma tarefa fácil, mas Moisés pediu a ajuda do
Eterno e, assim, foi capaz de prover as necessidades
do povo. Suas virtudes, aliada à sua intimidade com
Deus, foram essenciais para a condução dos filhos
de Israel até a entrada da Terra Prometida.
1. Seu senso de orientação
Todo o senso de orientação de Moisés
procedeu de sua chamada e comunhão com
Deus. Ele estava responsável não apenas em
libertar do cativeiro os israelitas, mas
conduzi-los pelo deserto até, finalmente,
alcançarem a Canaã. De onde veio o senso de
direção de Moisés? Como se comportou? É o
que aprenderemos a seguir:
Comente
1.1. A escolha da rota
1.2. Orientação e presença
1.3. Ouvindo Deus
2. O trabalho em busca da
provisão
Moisés enfrentou um grande desafio ao guiar
o povo através do deserto: a provisão de suas
necessidades. Mais difícil que salvá-los das
garras de Faraó era ter que alimentá-los.
Apenas saber para onde iriam não era o
suficiente, eles tinham de providenciar água
e comida. Vejamos como ele resolveu essas
questões.
Comente
2.1. Mara e a transformação profética
2.2. Maná, o pão sobrenatural
2.3. Codornizes pela providência divina
3. Virtudes práticas
Observemos agora três virtudes práticas na
vida de Moisés, essenciais para aquele
momento. Tais atributos são fundamentais à
vida cristã e para todo líder chamado por
Deus. Vejamos sua importância.
Comente
3.1. Senso de dependência
3.2. Paciência nas adversidades
3.3. Sensibilidade para a situação
Conclusão
Guiar o povo segundo a vontade de Deus no
deserto foi uma tarefa hercúlea para Moisés.
Para Deus e Moisés, o deserto foi o melhor lugar
para que os filhos de Israel fossem reeducados
para um autoconhecimento, conhecimento da
vontade de Deus e a cristalização de uma
adoração exclusiva ao Deus vivo.
Referências
Bíblia Sagrada – Concordância, Dicionário e Harpa Editora Betel
Revista Jovens e Adultos: Moisés, o legislador de
Israel, 2º Trimestre de 2015 – Editora Betel
Download

PAE | PPT