Implantação do COM - Centro de Operação da Medição
Carlos Augusto Montovani
Energisa, Paraíba - Brasil
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Roteiro
• Histórico
• Estrutura
- Organizacional
- Funcional
• Atividades x Interfuncionalidades
• Situação atual
• Pontos Críticos
• Considerações finais
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Histórico
Com a expansão da telemetria surgiu a necessidade
de criação Centro de Operação da Medição - COM, com
função corporativa, tendo como principais objetivos:
• Sinergia e padronização de procedimento em nível
corporativo;
• Redução de perdas;
• Coleta, tratamento e disponibilização dos dados de
medição;
• Automação do faturamento.
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Estrutura Organizacional
Diretoria de Distribuição e
Comercial
Departamento de Gestão
da Medição
Apoio Administrativo
LABM
Telemedição dos
Alimentadores
Telemedição de
Fronteira
ENGM
COM
Telemedição de
Consumidores Livres
Telemedição de
Transformadores
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
PESI
Telemedição do
Grupo A
Telemedição do
Grupo B
Estrutura Organizacional
Diretoria
Distribuição e
Telemedição
dede Alimentadores
Comercial
Departamento de Gestão
-Monitoramento
dos sistemas de
da Medição
conjuntos de medição instalados em
alimentadores que tem objetivo de Apoio Administrativo
identificar em qual ponto está
LABM
ENGM
COM
concentrado
o maior índice
de perdas. PESI
Situação atual
Telemedição dos
Alimentadores
Energisa
Quantidade
Paraíba
37
TelemediçãoBorborema
de
Telemedição de 0 Telemedição de
Fronteira
Consumidores Livres
Transformadores
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Telemedição do
Grupo A
Telemedição do
Grupo B
Estrutura Organizacional
Diretoria dede
Distribuição
e
Telemedição
Fronteira
Comercial
- Faturamento
mensal de
(Mercado);
Departamento
Gestão
Mediçãopara o CCEE;
- Envio diário dedadados
-Gestão de manutenção do sistema de Apoio Administrativo
telemedição;
-Acompanhamentos
de chamados
LABM
ENGM
COM
PESI
(CCEE).
Situação atual:
Telemedição dos
Alimentadores
Telemedição de Energisa
TelemediçãoQuantidade
de
Telemedição de
Paraíba
26
Fronteira
Consumidores Livres
Transformadores
Borborema
COSERN
8
7
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Telemedição do
Grupo A
Telemedição do
Grupo B
Estrutura Organizacional
de Distribuição e
TelemediçãoDiretoria
de Consumidores
Livres
Comercial
- Faturamento
mensal de
(DEGF);
Departamento
Gestão
da Medição
- Disponibilização
dos dados para
Mercado;
Apoio Administrativo
- Envio diário de dados para o CCEE;
- Gestão deENGM
manutenção do
sistema de PESI
LABM
COM
telemedição;
- Disponibilização dos dados para os
consumidores.
Telemedição dos
Alimentadores
Telemedição de
Fronteira
Telemedição de
Consumidores Livres
Situação atual:
Energisa
Paraíba
Borborema
Telemedição de
Transformadores
Quantidade
7
1
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Telemedição do
Grupo A
Telemedição do
Grupo B
Estrutura Organizacional
Diretoria de de
Distribuição
Telemedição
Grupoe A
Comercial
Telemedição dos
Alimentadores
- Monitoramento
dos sistemas
Departamento
de Gestão de
telemedição; da Medição
- Faturamento de unidades telemedidas;
Apoio Administrativo
- Gestão de alarmes;
- Gestão deENGM
Ativos (remotas
/ chips); PESI
LABM
COM
- Gestão de manutenção do sistema de
telemedição e conjuntos de fiscalização;
- Parametrização de medidores.
SituaçãoTelemedição
atual: de
Telemedição de
Telemedição de
Telemedição do
Telemedição do
Grupo A
Fronteira
Consumidores
Livres
UC's
Energisa
Paraíba
Borborema
Sergipe
Quantidade
854
159
294
Transformadores
Conjuntos de Fiscalização Grupo A
Energisa
Paraiba
Borborema
Sergipe
Quantidade
128
20
0
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Grupo B
Estrutura Organizacional
Diretoria
Distribuição e
Telemedição
de deTransformadores
Comercial
(Projeto Piloto)
Departamento de Gestão
da Medição
Disponibilização
dos dados
Cicop;
LABM
para o
Apoio Administrativo
- Manutenção dos sistema de
ENGM
COM
telemedição.
PESI
Situação atual:
Telemedição dos
Alimentadores
Telemedição de
Fronteira
Energisa
Paraíba
Telemedição de
Consumidores Livres
Quantidade
2 de
Telemedição
Transformadores
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Telemedição do
Grupo A
Telemedição do
Grupo B
Estrutura Organizacional
Diretoria de de
Distribuição
Telemedição
Grupoe B
Comercial
- Coleta diária
dos dados
do projeto piloto
Departamento
de Gestão
(Add/ITRON); da Medição
- Solicitações de inspeções.
Apoio Administrativo
- Situação atual:
ENGM
LABM
Energisa
Paraíba
Telemedição dos
Alimentadores
Telemedição de
Fronteira
COM
PESI
Quantidade
86
Telemedição de
Consumidores Livres
Telemedição de
Transformadores
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Telemedição do
Grupo A
Telemedição do
Grupo B
Estrutura Funcional
FORNECEDORES
INSUMOS
NEGÓCIO
PRODUTOS
CAS - Ciência Aplicada à
Tecnologia
Software de Gerência Hemera, CCS e SRP
Operação e Gerência do Sistema de Telemedição do
Grupo Energisa, disparando ações necessárias para
seu pleno funcionamento.
Dados de leitura enviados
1
Pendências Alarmes
despachados
1
CLARO
Operadora de Telefonia
Celular
Software de parametrização
remota de medidores-SMA
MISSÃO
2
1
Remotas GSM
INFORMAT TECNOLOGIA
3
1
Suporte de TI
1
DEIN - Departamento de
Informática
4
Landis e Gyr
5
4
Chips telefônicos GSM
2
Modem GSM
Manter o sistema de telemedição do Grupo
Energisa operacional, enviando aos nossos
clientes informações exatas sobre medição
de energia e alarmes, buscando as
melhores práticas para seu funcionamento
e, trazendo maior dinâmica e precisão no
fluxo das informações que venham a
prevenir ou indicar atos que tragam
prejuízos a organização.
3
Actaris / Ítron
Software de gerência de
senhas-SMC MANAGER
6
Fiscalização do Grupo A
Software de Medição de
Fronteira-Notus
7
Sistema de Telemedição Grupo
B
Link Saelpa - Cataguazes
6
3
6
3
Mercado
3
4
6
CCEE
4
5
Sistema de medição em
funcionamento
6
1 Linha telefônica móvel (Celular)
PESSOAL
1- Engenheiro eletricista
1- Analista em redes e ambientes operacionais
1- Eletrotécnico
Manutenção
7
2
Medidores e remotas
parametrizadas
5
4
5
CICOP
8
Análise de alarmes
10
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
6
Fiscalização do
Grupo B
6
7
Fiscalização do
Grupo A
7
6
7
Assessoria de
Grandes Clientes
4 Computadores
1 Modem GSM
10
1
4 Estações de trabalho c/gaveteiro
3 Linhas telefônicas fixa
CICOP
2
DEGF
4
Memória de massa dos
clientes do Grupo A
6
Fiscalização do Grupo B
1
Análise de inconsistências
dos dados coletados pelo
CCEE analisadas efetuadas
EQUIPAMENTOS
5
8
Relatório de memória de
massa das Medições
Fronteiras e Consumidores
Livres enviados
CLIENTES
3
5
6
Estrutura Funcional
FORNECEDORES
INSUMOS
NEGÓCIO
PRODUTOS
CAS - Ciência Aplicada à
Tecnologia
Software de Gerência Hemera, CCS e SRP
Operação e Gerência do Sistema de Telemedição do
Grupo Energisa, disparando ações necessárias para
seu pleno funcionamento.
NEGÓCIO
Dados de leitura enviados
1
Pendências Alarmes
despachados
1
CLARO
Operadora de Telefonia
Celular
Software de parametrização
remota de medidores-SMA
2
Remotas GSM
3
1
Suporte de TI
DEIN - Departamento de
Informática
1
4
Chips telefônicos GSM
4
2
Landis e Gyr
Modem GSM
5
Manter o sistema de telemedição do Grupo
Energisa operacional, enviando aos nossos
clientes informações exatas sobre medição
de energia e alarmes, buscando as
melhores práticas para seu funcionamento
e, trazendo maior dinâmica e precisão no
fluxo das informações que venham a
prevenir ou indicar atos que tragam
prejuízos a organização.
3
Actaris / Ítron
Relatório de memória de
massa das Medições
Fronteiras e Consumidores
Livres enviados
1
2
Software de gerência de
senhas-SMC MANAGER
6
Fiscalização do Grupo A
Software de Medição de
Fronteira-Notus
7
8
Sistema de Telemedição Grupo
B
Link Saelpa - Cataguazes
5
Sistema de medição em
funcionamento
6
1 Linha telefônica móvel (Celular)
Manutenção
7
PESSOAL
1- Engenheiro eletricista
1- Analista em redes e ambientes operacionais
1- Eletrotécnico
4
3
3
6
4
6
CCEE
4
Medidores e remotas
parametrizadas
5
10
6
Mercado
8
Análise de alarmes
10
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
6
Fiscalização do
Grupo B
6
7
Fiscalização do
Grupo A
7
6
7
Assessoria de
Grandes Clientes
4 Computadores
1 Modem GSM
CICOP
2
4 Estações de trabalho c/gaveteiro
3 Linhas telefônicas fixa
5
4
Memória de massa dos
clientes do Grupo A
6
Fiscalização do Grupo B
1
3
Análise de inconsistências
dos dados coletados pelo
CCEE analisadas efetuadas
EQUIPAMENTOS
5
DEGF
CICOP
Operação e Gerência do Sistema de Telemedição do
Grupo Energisa, disparando ações necessárias para
seu pleno funcionamento.
1
INFORMAT TECNOLOGIA
MISSÃO
CLIENTES
3
5
6
Estrutura Funcional
FORNECEDORES
INSUMOS
CAS - Ciência Aplicada à
Tecnologia
Software de Gerência Hemera, CCS e SRP
1
NEGÓCIO
PRODUTOS
Operação e Gerência do Sistema de Telemedição do
Grupo Energisa, disparando ações necessárias para
seu pleno funcionamento.
Dados de leitura enviados
MISSÃO
Pendências Alarmes
despachados
1
CLARO
Operadora de Telefonia
Celular
Relatório de memória de
massa das Medições
Fronteiras e Consumidores
Livres enviados
1
Remotas GSM
INFORMAT TECNOLOGIA
3
Suporte de TI
4
Landis e Gyr
5
4
Chips telefônicos GSM
Modem GSM
3
6
7
Fiscalização do Grupo B
8
Software de gerência de
senhas-SMC MANAGER
Software de Medição de
Fronteira-Notus
5
Sistema de medição em
funcionamento
6
Memória de massa dos
clientes do Grupo A
Sistema de Telemedição Grupo
B
1 Modem GSM
1 Linha telefônica móvel (Celular)
5
Link Saelpa - Cataguazes
PESSOAL
1- Engenheiro eletricista
1- Analista em redes e ambientes operacionais
1- Eletrotécnico
4
Manutenção
7
2
6
3
6
Mercado
3
4
6
CCEE
4
8
Análise de alarmes
10
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
6
Fiscalização do
Grupo B
6
7
Fiscalização do
Grupo A
7
6
7
Assessoria de
Grandes Clientes
4 Computadores
3 Linhas telefônicas fixa
10
5
CICOP
4 Estações de trabalho c/gaveteiro
6
CICOP
1
3
Medidores e remotas
parametrizadas
5
Fiscalização do Grupo A
DEGF
4
2
Actaris / Ítron
2
Análise de inconsistências
dos dados coletados pelo
CCEE analisadas efetuadas
1
1
DEIN - Departamento de
Informática
1
Manter o sistem a de MISSÃO
telem edição do G rupo
Manter o sistema de telemedição
do Grupo
Energisa operacional,
enviando
aos nossos
Energisa operacional, enviando aos nossos
informações exatas sobre medição
clientes informclientes
ações
exatas sobre m edição
de energia e alarmes, buscando as
práticas para seu funcionamento
de energiamelhores
alarm
es,e precisão
buscando
as
e, e
trazendo
maior dinâmica
no
fluxo das informações que venham a
prevenir para
ou indicar atos
que tragam
m elhores práticas
seu
funcionam ento
prejuízos a organização.
e, trazendo m aior dinâm ica e precisão no
fluxo das informEQUIPAMENTOS
ações que venham a
prevenir ou indicar atos que tragam
prejuízos a organização.
Software de parametrização
remota de medidores-SMA
2
CLIENTES
3
5
6
Estrutura Interfuncional
SISTEMA DE MEDIÇÃO
MEDIDOR
REMOTA
Comandos e
parametrizações
...
MEDIDOR
REMOTA
Leituras, alarmes e
memória de massa
DB - Sw de
Gerência
SW Gerência
(HEMERA)
COM
INTEGRAÇÃO
DB
Faturamento
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Situação atual
Performance da Telemetria
100
95
90
85
80
75
70
65
60
55
50
45
40
35
30
25
20
15
10
5
0
MELHOR
2007
jan/08
fev/08
mar/08
abr/08
mai/08
jun/08
85,00
87,40
90,29
83,46
82,63
83,02
95
95
95
95
95
95
jul/08
ago/08
set/08
out/08
nov/08
dez/08
95
95
95
95
95
95
META HISTÓRICA
REALIZADO HISTÓRICO
REALIZADO NO MÊS
META NO MÊS
COMPOSIÇÃO DO ÍNDICE - referência 06/08
LEITURA
FRONTEIRA
77,82
95,68
CONJUNTOS DE
MEDIÇÃO
63,9
GRUPO A
94,69
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Pontos Críticos
• Simultaneidade entre as etapas de implantação e
operação
- Implantação do Sistema de Gestão
- Definição e mapeamento dos processos (anuência
com as áreas envolvidas)
• Adaptação a novas rotinas (manutenção e leitura)
• Desenvolvimento dos softwares de telemedição
durante o processo de implantação
• Adequação do quadro funcional
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Resultados
Perdas
1- Monitoramento em tempo integral dos clientes
(24 hs por dia), inibindo possíveis intervenções não
autorizadas na medição
2- Maior objetividade nas fiscalizações
3- Agilidade na detecção de falhas em
equipamentos de medição
Faturamento
1- Automação (rapidez) no processo de faturamento
2- Redução de erros de digitação e de leitura
3- Maior volume de energia faturada no mês
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Considerações finais
Apesar dos bons resultados apresentados até o
momento com a implantação do sistema de
telemedição, o COM deverá passar ainda por
algumas adequações para atender as demandas de
atividades advindas das outras empresas do grupo.
A colaboração de todos os envolvidos no processo
em todas as empresas do grupo é fundamental,
sendo assim, o COM estará apto a atender todos os
seus clientes de forma que as informações
repassadas sejam precisas e de qualidade.
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Obrigado a todos.
Carlos Montovani
carlosmontovani@energisa.com.br
Metering, Billing/CRM Latin America 2008, Rio de Janeiro, Brasil
Download

Carlos Augusto Montovani Energisa, Paraíba - Brasil