IEPNews
Boletim Informativo do Instituto de Engenharia do Paraná - Ano 41 - Nº 684 - março de 2014
Renovação do terço
Eleitos quatro novos membros titulares e um suplente para o Conselho Deliberativo
Presidente Cássio ao lado dos novos conselheiros titulares: Nelson Luiz Gomez,
Waldemiro de Toledo Piza, Waldir Pedro Xavier Tavares e Helio Haruo Maeda
Neste mês, associados
ao IEP puderam escolher
através de voto secreto os
novos membros do Conselho Deliberativo. A eleição
on-line foi aberta no dia 10
de março, às 8:30h e encerrada no dia 12, ao meio
dia. Já a votação presencial
aconteceu no dia 12, entre
às 12:30 e às 19 horas.
Sete candidatos disputaram quatro vagas titulares
e uma suplência. Cada associado pôde escolher até
quatro candidatos.
Foram eleitos pela maioria dos votos o engenhei-
ro eletricista, Nelson Luiz
Gomez; o engenheiro civil,
Waldemiro de Toledo Piza; o
engenheiro civil, Waldir Pedro Xavier Tavares e o também engenheiro civil, Helio
Haruo Maeda. O Engenheiro
Civil Rui Medeiros ficou com
a vaga de suplente.
O mandato dos novos
conselheiros será de três
anos. Lembrando que anualmente é realizada a eleição
para renovação de um terço
das vagas no Conselho.
Ao todo, foram registrados 532 votos, sendo que o
total de votantes foi de 133.
Confira o resultado da votação
Candidato
Waldemiro de
Toledo Piza
Helio Haruo Maeda
Rui Medeiros
Niromar Alves de
Rezende
Nelson Luiz Gomez
Rafael Êrico Kalluf
Pussoli
Waldir Pedro Xavier
Tavares
Brancos
Nulos
Votos Net.
Votos Pres.
Total
54
23
77
48
39
22
9
70
48
32
10
42
55
22
77
14
12
26
35
22
57
127
-
4
4
131
4
2
Papo sem pauta
Expediente
Publicação Oficial do Instituto de
Engenharia do Paraná
Rua Emiliano Perneta, 174
Centro - Curitiba - PR
CEP: 80010-050
Fone/Fax: (41) 3068-9850
www.iep.org.br
E-mail: iep@iep.org.br
Deputado Eduardo Sciarra foi o convidado de março
Foi realizada no dia 8 de março a
segunda edição do “Papo Sem Pauta”,
uma conversa informal com autoridades e personalidades do Paraná. O
convidado desse mês foi o deputado
federal Eduardo Sciarra (PSD/PR), que
falou sobre sua trajetória na vida pública e seu trabalho como parlamentar.
Graduado em Engenharia Civil,
Sciarra teve oportunidade de fazer
parte da Frente Parlamentar em Defesa da Infraestrutura Nacional e da
Comissão de Desenvolvimento Urbano, e por isso tem grande conhecimento em relação aos tramites do Governo no que diz respeito a liberação
de recursos e planejamento de obras
nessa área. O deputado criticou a metodologia usada e a burocracia, que
acabam elevando os custos e favorecendo a corrupção.
Em relação ao atraso nas obras da
Arena da Baixada, que esteve muito
perto de deixar de sediar os jogos da
Copa, Sciarra criticou a postura dos governantes locais e o jogo de interesses
que teria sido a causa do entrave.
O bate papo com o deputado reuniu
pouco mais de quarenta participantes.
Conselho Diretor
Presidente
Cássio José Ribas Macedo
Vice-Presidente
Luiz Hélio Friedrich
Vice-Presidente Administrativo
Suely Vivan Taniguchi
Vice-Presidente Administrativo Adjunto
Hirotoshi Taminato
Vice-Presidente Financeiro
Luiz Eduardo Veiga Lopes
Vice-Presidente Financeiro Adjunto
José Orlando Pereira
Vice-Presidente Técnico
Sérgio Luiz Sottomaior Pereira
Vice-Presidente Técnico Adjunto
Nelson do Canto Oliveira Saks
Para o presidente Cássio José Ribas
Macedo, a conversa foi bastante enriquecedora, principalmente pela experiência de Sciarra na área de infraestrutura nacional e desenvolvimento urbano.
Idealizado pelo próprio presidente Cássio, o Papo Sem Pauta tem o
objetivo de aproximar os associados
de grandes figuras do nosso estado
e proporcionar um diálogo aberto
entre as duas partes. O encontro
acontece de forma periódica, preferencialmente aos sábados, durante o
Bar da Amizade.
Conselho Consultivo
Venevérito da Cunha
Mário de Mári
Véspero Mendes
Cássio Bittencourt Macedo
Ney Fernando Perracini de Azevedo
Volmir Selig
Gilberto Piva
Luiz Cláudio Mehl
Jaime Sunye Neto
Conselho deliberativo
Efetivos
Djalma Rocha Al-Chueyr Martins Pereira
Flávio Hermogenes Gaspar
Harry Korman
Horácio Hilgenberg Guimarães
Mauro Fortes Carneiro
Omar Sabbag Filho
Rui Medeiros
Rui Rótolo de Moraes
Walfrido Victorino Ávila
Paulo Roberto Santos Nascimento
Nivaldo Almeida Neto
Eliseu Lacerda
Suplentes
Niromar Alvez de Rezende
Waldir Pedro Xavier Tavares
Conselho Fiscal
André Fanaya - Titular
Pedro Anselmo Scaramella Beppler - Suplente
Iuri Luiz da Silva - Titular
Kelso Krieger Gomes - Suplente
Teichum Hiramatsu - Titular
Elma Nery de Lima Romanó - Suplente
Jornalista Responsável
Alexandro Kurovski - DRT 6430/PR
Os artigos assinados não representam
necessariamente a opinião do IEP.
Apoio
IEP News - março/2014
3
Engenheiro, uma profissão cortejada
Jacir J. Venturi
A valorização das engenharias
não é percebida só pelo mercado. É
vultoso o incremento de ingressantes
e a abertura de novas faculdades.
Saltou de 454 cursos em 1995 para
3.045 em 2013. Qual o curso com
maior número de calouros em 2013?
Quem acertar ganha uma régua de
cálculo (vixi, se você conhecer algum
engenheiro sexagenário, ele terá uma
bela história para contar). Resposta:
historicamente, foram Administração
e Direito, e hoje são as engenharias
– considerando as 60 habilitações
existentes no país. Em SP, o número
de ingressantes em Engenharia Civil
em 2012 foi 49% superior a 2011,
enquanto Direito incrementou 5% e
Administração estacionou.
Um resultado auspicioso surpreendeu os paranaenses, donde
se infere uma elevação no nível dos
candidatos. No último vestibular da
UFPR, as quatro melhores médias
foram dedicadas às engenharias (na
ordem: Mecânica, Civil, Elétrica e
Química). E à Medicina a 5.ª colocação. Ademais, a elevação na relação
candidato/vaga é um fenômeno que
se estende para todo o Brasil. Nas faculdades públicas de SP, o curso de
Engenharia Civil foi o 2.º mais procurado, abaixo apenas de Medicina.
Com a vigorosa expansão das faculdades, um dos maiores gargalos
está na contratação de engenheiros
para a carreira acadêmica. Para certas disciplinas há uma blague: “dormiu engenheiro, acordou professor”.
Após o ingresso, muita capacitação
para se ter um bom docente.
Um estudo que tem a credibilidade do IPEA revela que a contratação
de engenheiros até 2020 apresentará
uma taxa de crescimento de 10,5%.
Muito superior será a necessidade
para a extração e refino de petróleo
e gás (28%). Hoje, o Brasil dispõe
de 937 mil engenheiros, porém, apenas 300 mil atuam na área. É pouco, muito pouco, sendo verdade que
70% do PIB de uma nação depende
das engenharias. E a carência de
profissionais é uma das responsáveis
pelo significativo índice de desperdício e erros, que vai do planejamento
à execução.
Jacir J. Venturi, engenheiro, é coordenador didático da Engenharia
na Universidade Positivo e professor
aposentado da UFPR e PUCPR.
Lançamento de livro
No dia 13 de março foi realizado,
na livraria Saraiva do Shopping Cristal,
o lançamento do livro "Modelo de Sistema de Gestão de Saúde e Segurança
Em Serviços Com Eletricidade Em Canteiros de Obras De Edificações", dos
Engenheiros Jayme Passos Rachadel e
Rodrigo Eduardo Catai.
O livro trata a segurança do trabalho
em serviços com eletricidade em canteiros de obras de edificações de forma
ampla, abordando a questão da qualificação dos trabalhadores da construção
civil. Com base em pesquisa realizada
com trabalhadores, avaliações das condições locais de trabalho e experiências
de outros países, apresenta um modelo
de sistema de gestão com ações específicas para serviços com eletricidade.
Assim a obra é uma importante ferramenta de trabalho a ser utilizada por
gestores das empresas, por profissionais de segurança do trabalho da construção civil ou de outros segmentos do
setor produtivo, bem como pelos estudantes interessados no assunto.
4
IEP News - março/2014
Visita Técnica Viaduto Mal. Floriano
Associados ao IEP tiveram oportunidade de visitar o canteiro de obras
de alargamento do viaduto da Avenida
Marechal Floriano Peixoto, no limite
entre Curitiba e São José dos Pinhais.
A intervenção faz parte das obras de
mobilidade do PAC da Copa e devem
ser concluídas até maio.
Iniciado em 1975 e concluído dois
anos depois, o viaduto sobre a linha
férrea, no Boqueirão, passa por sua
primeira reforma, em 36 anos. Os trabalhos, que começaram em julho de
2013, mudaram a rotina do bairro e
trouxeram a expectativa de melhoria
do tráfego para os moradores. Após
a conclusão da obra, executada em
conjunto pelas construtoras Roca e
Itaúba, a capacidade do viaduto será
triplicada. Ao todo são quase 900 metros de pistas suspensas a um custo
de R$ 23 milhões.
De acordo com o diretor da Construtora Roca, Raul Osório de Almeida,
o orçamento apertado e o prazo para
execução foram os principais desafios
do empreendimento.
Um dos principais objetivos das
visitas técnicas promovidas pelo Instituto de Engenharia do Paraná é o de
proporcionar aperfeiçoamento técnico
aos associados, buscando atender os
interesses de Engenheiros de todas as
modalidades. As visitas técnicas promovidas periodicamente pelo IEP são
gratuitas e para participar basta ficar
ligado ao site ou a página do Instituto
no Facebook.
IEP News - março/2014
5
Creação inicia nova turma
Alunos do curso beneficente CREAÇÃO Pré-Vestibular participaram no dia
10 de março da aula inaugural, realizada no Instituto de Engenharia do Paraná (IEP), parceiro da iniciativa junto
com o CREA-PR.
Neste ano são 50 alunos na sétima
edição do CREAÇÃO, curso destinado
a jovens e adultos de baixa renda e
oriundos de escola pública, que buscam ingressar em cursos das áreas
tecnológicas.
Para o Presidente do IEP, enge-
nheiro civil Cássio José Ribas Macedo, é uma satisfação para o Instituto
participar do projeto. “Percebemos
com o passar do tempo que se trata
de uma iniciativa de sucesso, formada por alunos com vontade de aprender e voluntários que doam o seu
tempo para repassar os seus conhecimentos”, disse.
“Esta é uma grande ação de responsabilidade social que propicia uma
chance única de iniciar a preparação
ou resgatar o sonho de retomar os es-
tudos. Esta realidade só é possível através do trabalho dos professores e coordenadores voluntários”, acrescentou a
geógrafa Cacilda Redivo, coordenadora
do Creajr-PR.
“Trata-se de um projeto de ‘tirar o
chapéu’, uma ação que emociona e é
composto por pessoas que têm a esperança de conquistar um espaço no
mercado de trabalho. Se vocês tiveram
a capacidade de chegar até aqui, é
porque nasceram para isso, para fazer
parte das Engenharias, da Agronomia
e das Geociências”, completou a engenheira civil Janilce dos Santos Negrão
Messias, diretora do CREA-PR, representando o presidente do Conselho,
engenheiro civil Joel Krüger.
A mesa de abertura foi composta
ainda pelo professor Thiago Kuroski,
representando os professores voluntários; pelo professor Anderson Puzaki
(coordenador do CREAÇÃO) e pelo ex-aluno Éder Elias, agora graduando de
Engenharia Cartográfica.
10º Encontro Estadual do CREAjr-PR
Nos dias 13 e 14 de março o IEP sediou as atividades do 10º Encontro Estadual do CREAjr-PR. Durante a abertura,
o superintendente do CREA-PR, engenheiro agrônomo Celso Roberto Ritter,
recordou o dia em que três acadêmicos
de engenharia iniciaram, em 2004, as
negociações para a criação de um canal de diálogo e de integração entre as
instituições de ensino e o sistema profissional. “Depois de quase dez anos, o
CREAjr-PR, que conta hoje com 11 mil
estudantes inscritos, se consolida na
defesa dos profissionais e da engenharia no estado”, destacou Ritter.
O presidente do CIEE-PR, José Ribamar Brasil dos Reis, destacou a importância do estágio na formação do
engenheiro, lembrando que o objetivo
do estágio é capacitar a comunidade
estudantil para atuar no mercado de
trabalho. O presidente do IEP, Cassio
José Ribas Macedo, compartilha da
mesma opinião, e ressaltou que o estágio é a melhor maneira de saber o que
fazer, o caminho a seguir e faz parte da
do ciclo da vida do engenheiro.
Ainda na abertura, o termo de posse
dos dirigentes foi lido e assinado pela es-
tudante de engenharia química da UTFPR,
campus de Apucarana, Luana Dumas.
O engenheiro mecânico Sérgio Yassuo Yamawaki, coordenador da Câmara de Engenharia Mecânica e Metalúrgica do CREA-PR, falou para os mais de
cem membros dirigentes do CREAjr-PR
sobre inovação e criatividade, garantindo que tentar algo novo e criativo
é um processo evolutivo que pode ser
desenvolvido. “Num mundo cada vez
mais competitivo, com rápidas transformações tecnológicas e de gestão do
mercado de trabalho, ser inovador e
criativo é fundamental. Precisamos nos
reinventar a cada instante em busca de
boas ideias e soluções”, defendeu.
Além do superintendente do CREA-PR e do presidente do IEP, engenheiro civil Cassio Ribas Macedo, a mesa
de abertura das atividades do evento
contou com a presença do dirigente
do CIEE-PR, José Ribamar Brasil dos
Reis; engenheiro eletricista Luciano
Carstens, coordenador do curso de
engenharia elétrica da Universidade
Positivo; Saulo Pereira, presidente do
CREAjr Nacional e do CREAjr-AM; e
José Carlos Bezerra Filho, presidente
do CREAjr-PR.
IEP News - março/2014
6
Defesas de mestrado
Começou em fevereiro
a temporada de defesas de
dissertações dos mestrandos do Prodetec, Programa
de Pós-graduação em desenvolvimento de tecnologia mantido pelo Lactec em
parceria com o IEP. Entre os
projetos apresentados nesse ano estão tecnologias de
análise de solos, emissão
veiculares, eficiência energética, avaliação de baterias,
entre outros. Com mais de
100 dissertações defendidas, o Prodetec tem se firmado como um dos cursos
mais respeitados no país
na área de desenvolvimento
tecnológico, atraindo alunos
não só do Paraná como também de outros estados como
Maranhão e Pará. “Essa procura é reflexo da qualidade
do ensino e principalmente
pelo trabalho prático desenvolvido durante o curso, que
torna-se um diferencial no
mercado de trabalho”, diz
o presidente do IEP, Cássio
José Ribas Macedo.
Em sua sétima turma,
o Prodetec se consolida a
cada ano como um celeiro
de ideias inovadoras que
presa pela formação de
pesquisadores capacitados
para desenvolver soluções
em suas respectivas áreas
de atuação. A seleção de novos alunos acontece sempre
no segundo semestre.
Bolsas de estudos
Anualmente o IEP oferece
duas bolsas de estudos integrais para associados. Para
pleitear a bolsa, o candidato
aprovado no Prodetec precisa estar associado ao IEP
por no mínimo seis meses.
Defesas realizadas em Fevereiro
“Desenvolvimento de um protótipo para obtenção do grau
de saturação de solos, de forma qualitativa, com a utilização
da tecnologia de fibra óptica” – Mailyn Kafer Gonçalves
“Proposta de metodologia de eficiência energética para datacenter atuando na matriz de servidores” – Marcos Fernando
Ferreira de Souza
“Análise de influência das condições hidrometeorológicas sobre os desastres ambientais no litoral paranaense”
– Ana Gabriela Gasparello Braga Vieira
“Desenvolvimento de procedimento para avaliação rápida
de baterias para sistemas fotovoltaicos” – Luiz Cláudio Skrobot
“Estudos de emissões legisladas, álcool não queimado
e potencial de formação de ozônio de um veículo leve bicombustível” – Kátia Cristine da Costa Silva
“Sistema fotovoltaico auxiliar com armazenamento de
energia elétrica” – Ales de Lima e Silva
“Proposta de gestão integrada de pequenos e grandes
projetos de software” – William Roberto Pelissari
“Análise de temperaturas geotérmicas para aplicação de
bombas de calor no Paraná” – Alexandre Fernandes Santos
IEP no Conselho do movimento Pró-Paraná
O Presidente do IEP,
Cássio José Ribas Macedo,
agora integra o Conselho Superior do Movimento Pró-Paraná. Criado pelo jornalista
e advogado Dr. Francisco
Cunha Pereira Filho, é uma
entidade sem fins lucrativos, que tem como principal
objetivo integrar interesses
dos vários segmentos da
sociedade paranaense junto
aos poderes constituídos,
procurando solução para
os problemas do interesse
do Estado, desenvolvendo
esforços no sentido de projetar o Paraná no âmbito Federal e Internacional.
O Movimento Pró-Paraná
atua efetivamente na busca pela melhoria das infra-estruturas públicas a fim
de possibilitar o desenvol-
CONSÓRCIO - MARÇO
Grupo
39
40
41
42
43
43
Modalidade Cota Contemplada
Sorteio
47
Sorteio
32
Sorteio
8
Sorteio
2
Sorteio
63
Lance
20
Quant. Parcel.
41 parcelas
Para conhecer mais sobre a carta de crédito
do consórcio de automóveis do Instituto de
Engenharia do Paraná basta acessar o site do
IEP, enviar um e-mail para consorcio@iep.org.br
ou ligar para o telefone (41) 3068-9862
vimento econômico
do Estado, como
Melhoria de nossos
Modais Viários: rodoviário x pedágio, ferroviário, aéreo e portuário, bem como,
atuou, decisivamente, na promulgação
da Lei da Transparência nº 16.595,
de 26/10/2010 – a
qual dispõe que todos os atos oficiais
dos órgãos que impliquem na realização de despesas
públicas como os Poderes
Executivo, Legislativo e Judiciário, o Ministério Público e o Tribunal de Contas
do Paraná, deverão ser publicados no Diário Oficial
do Estado.
A Entidade participou ainda, na luta pela Reforma Política – Partidária Eleitoral e na
Distribuição dos Royalties do
Pré-Sal em favor do Paraná,
em regime de partilha.
A sua estrutura da entidade é composta por uma
Diretoria e um Conselho
Superior, todos integrados por mantenedores e
paranaenses de destaque,
líderes e profissionais renomados, que atuam como
agentes de coordenação,
mobilização e estudo.
Cássio irá representar o
Instituto no Conselho Superior até 2015.
Download

Baixe a versão PD