Seu exemplar de cortesia :: Your personal free copy
No 175| JULHO 2014 | Ano XVIII
Buenos Aires
Mulher
Onde você está?
Descontos
O que levar na mala
Rastreador localiza com
Até setembro, promoção em
para higiene pessoal
exatidão o turista
hotéis na Índia e Dubai
Conheça os encantos da
TZ Comunicação
América do Sul
PACOTES COM
Buenos
Aires
AÉREO
105
R$ 313 + 9x R$
À vista R$ 1.258 por pessoa, em apartamento duplo
Inclui: passagem aérea ida e volta, saindo de São Paulo, 3 noites de
hospedagem, café da manhã diário, traslado de chegada e saída em
serviço regular e city tour regular de 3 horas.
Mendoza R$ 337 + 9x R$ 116
À vista R$ 1.381 por pessoa, em apartamento duplo
Inclui: 3 noites de hospedagem em Mendoza com café da manhã,
traslado de chegada e saída regular, tour de meio dia por vinículas e
pela Igreja Carrodilla, passagem aérea Guarulhos/Mendoza/Guarulhos
em classe econômica.
Mendoza
Neve e Vinhos
1g
vinho
arrafa dpeartamento
c or
tesia por a
R$ 910 + 9x R$
306
À vista R$ 3.664 por pessoa, em apartamento duplo
Inclui: aéreo de ida e volta Guarulhos/Mendoza/Guarulhos, 7 noites de
hospedagem com café da manhã, late check-out, cupons de desconto para
compras nos principais shoppings da cidade, coordenador permanente,
traslado aeroporto/hotel/aeroporto, tour pelos Caminhos dos Vinhos, com
almoço regional e vinhos inclusos, passeio de meio dia pela cidade de
Mendoza, tour de dia inteiro à Alta Montanha e aluguel de tubing (sem almoço).
Montevidéo R$ 263 + 9x R$
91
À vista R$ 1.082 por pessoa, em apartamento duplo
Inclui: passagem aérea ida e volta, saindo de São Paulo, 3 noites de
hospedagem, café da manhã diário, traslado de chegada e saída em
serviço regular e city tour em serviço regular.
Santiago R$ 264 + 9x R$ 89
À vista R$ 1.065 por pessoa, em apartamento duplo
Inclui: passagem aérea ida e volta, saindo de São Paulo em classe
econômica, 4 noites de hospedagem, café da manhã diário, traslado de
chegada e saída em serviço regular, city tour em serviço regular, tour de
compras e 1 garrafa de vinho por apartamento.
1g
vinho
arrafa dpeartamento
c or
Apresente este anúncio ao seu agente
de viagem e peça pacotes Schultz.
tesia por a
www.schultz.com.br
*Informações detalhadas em nosso site www.schultz.com.br
Condições Gerais: pacotes válidos para baixa temporada. Preços referenciais, por pessoa, em apartamento duplo. Os pacotes estão sujeitos à alteração e disponibilidade de lugares. Os valores
apresentados neste anúncio foram convertidos em reais no câmbio Schultz do dia 26/06/2014. Valores originais dos pacotes em dólares a serem convertidos em reais no cambio Schultz do dia da
compra. Reservamo-nos o direito de corrigir eventuais erros de divulgação deste material.
No 175 | Julho 2014 | Ano XVIII
Nesta Edição
B
uenos Aires é, com certeza, um ícone turístico da América
do Sul. Com mais certeza, ainda, um dos destinos preferidos dos brasileiros. Nesta edição mostramos alguns dos
porquês desta preferência. E, também, algumas pinceladas sobre o revitalizado bairro de Palermo, que virou um “must” na
capital argentina com a proliferação de restaurantes, bistrôs, hotéis
boutiques e muito mais. Mostramos o que há a fazer em poucos dias,
como visitar museus, alguns realmente imperdíveis. E mostramos que
há alguns luxos, como o Hotel Faena, em Puerto Madero, que, mais
que hotel é um cenário a ser vivido. Leia e renda-se a Buenos Aires
entre as págs 8 e 11.
Boa leitura e boa viagem!
Madagascar no Beto Carrero World
O Beto Carrero World, em Penha, SC, acaba de ficar um pouco mais
selvagem. Alex, Gloria, Martin, Melman e toda turma de Madagascar, da
DreamWorks Animation, já têm uma nova casa.
Dentro de Madagascar, os visitantes vivenciam experiências únicas,
nunca vistas em outros parques. Essa é a primeira área do gênero na América Latina, com mais de 25 mil m² onde foram investidos mais de R$ 20
milhões. O público poderá assistir o novíssimo Magadascar Circus Show!,
e fazer um passeio muito louco no Madagascar Crazy River Adventure!.
A nova área oferece opções de compras e atrações, além da oportunidade de encontrar pessoalmente os personagens e se sentir, literalmente, dentro do mundo de Madagascar.
Madagascar Circus Show!
Inspirado no filme Madagascar 3 – Os procurados, este novo show é
perfeito para fãs de todas as idades. O público sentirá a energia da música, dança e incríveis números de circo. Madagascar Circus Show! é um espetáculo com 120 m² de telas de LED - totalizando 975 polegadas – e mais
de trinta artistas no elenco. O show acontece diariamente a partir das 15h.
No Madagascar Crazy River Adventure! os visitantes estarão ao lado de
Alex e sua turma, enquanto tentam escapar de uma enxurrada. As corredeiras garantirão muita diversão e risadas, enquanto os botes giram fora
de controle. A atração funcionará todos os dias de Parque aberto.
www.betocarrero.com.br
procura
Representante comercial
para Chapecó e Região
Contato: 41.3205-4385
Como cuidar de seu dispositivo móvel
durante uma viagem
A tecnologia é parte da nossa vida e, por isso, a lista do que levamos
em viagem é longa; incluindo telefones, tablet e até computadores.
Estar a um click da nossa família e amigos, nossas músicas, livros e fotos é parte da proposta. Hoje, dispositivos 2 em 1 e tablets costumam
nos acompanhar a qualquer hora, já que são fáceis de transportar e
permitem resolver todas as nossas atividades digitais em um único
dispositivo.
Mas mudanças de ambiente e clima podem afetar os equipamentos
eletrônicos. Por isso, a Intel dá algumas dicas para mantê-los em perfeitas condições quando viajamos:
Escolher capas apropriadas. Em viagens, temos que transportar
nossos dispositivos em capas que os protejam de golpes e arranhões.
Se são tablets ou 2 em 1, geralmente é melhor guardá-los desligados e
se recomenda transportá-los nas malas de mão para maior segurança.
Energia. Equipamentos eletrônicos precisam ter as baterias carregadas o todo tempo. Mas o como o padrão de tomada brasileiro não
é compatível com o de outros países, levar adaptadores é crucial para
qualquer viajante. Certifique-se de que está munido de adaptadores
para os formatos das tomadas dos países para onde irá viajar. Além
disso, um dispositivo com um processador de ponta consome menos
energia, garantindo que você tenha entretenimento garantido durante longos voos ou deslocamentos.
Condições ambientais e climáticas. Mesmo com tablets preparados
para resistir a condições adversas, areia, poeira e água podem danificá-los se não estiverem bem guardados. Utilizar sacos ou bolsas plásticas para protegê-los contra esses fatores é indispensável para evitar
qualquer avaria quando não estiverem sendo utilizados.
A limpeza começa conosco. A maioria dos dispositivos hoje funciona com o toque. E em viagens podemos esquecer do cuidado com as
mãos. Mas, antes de pegar o seu dispositivo, é importante lembrar-se
de limpar bem as mãos para não manchá-lo ou arranhá-lo.
Seguindo estas recomendações é possível desfrutar uma viagem
sem que os dispositivos se convertam numa preocupação e evitando
prejuízos futuros ao equipamento.
3
No 175 | Julho 2014 | Ano XVIII
Hotel Titilaka
David Sendra Domènech
Sampa, o Musical resgata,
emociona e ensina, não
necessariamente nesta ordem
Paulo Atzingen, jornalista e fundador do Diário do Turismo
4
O hotel Titilaka, no Lago Titicaca, no Peru, está localizado na sua própria península privada com 4 hectares de terreno, longe do movimentado
centro comercial da cidade de Puno (o transfer está incluso nos pacotes).
Isso faz com que o hotel seja um oásis tranquilo à beira da água, cercado
pela fauna, entre o maravilhoso contraste do vermelho das montanhas da
cordilheira, os céus de cores nítidas e o azul intenso do lago, oferecendo
um por do sol colorido e noites estreladas. A mais de 3.800 metros acima
do nível do mar, no berço da civilização Inca, numa paisagem única, longe
das rotas conhecidas, o hotel dispõe de dezoito espaçosos quartos virados para o lago distribuídos em três níveis ligados por um corredor central, com uma decoração contemporânea que integra o patrimônio local.
Um exemplo para descansar e relaxar é o quarto Amanhecer (40 m²) com
uma vista magnífica sobre o imenso lago, submergindo o hóspede em sua
mística e reconfortante visão. No hotel, terraços envolventes ao ar livre e
um deck complementam a infraestrutura. A sala de jantar principal (com
o jantar incluso em todos os pacotes, e uma cozinha de pratos peruanos
contemporâneos) tem incríveis vistas de 270 graus do lago e um bar bem
abastecido com adega regional e um pequeno molhe onde começar algumas excursões. Como Experience Lodge, o Titilaka oferece uma variedade
de excursões e atividades bem diversificadas para os hóspedes, entre elas
está a opção de conhecer as famosas Ilhas flutuantes de Uros ou Taquile
(sua arte têxtil é considerada Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade
pela Unesco).
http://titilaka.com
Doce Fado
A união das famílias
Cordeiro e Galvão (tradicionais na área de doces
em Portugal) à família
Romanelli (que atua na
indústria de alimentos
no Brasil há mais de sessenta anos) resultou na
Doce Fado. O cardápio
da loja é variado, com
mais de trinta opções
entre doces, salgados e
pães, destacando-se os
pastéis de Belém e de Santa Clara, o travesseiro de Sintra, o tachinho
do Abade, a empada e o bolinho de bacalhau, bem como o pão tradicional, com as variações de nozes com alecrim, de azeite e azeitonas
pretas e de calabresa. Para manter a tradição e o sabor original das
receitas, os ingredientes são todos portugueses e a cozinha é comandada por chefs confeiteiros vindos direto de Portugal, que elaboram
todos os produtos de forma artesanal. A produção é feita em São José
dos Pinhais, município ao lado de Curitiba. A loja também oferece importados portugueses, incluindo vinhos, azeites especiais e licores,
como o Beirão, a Ginjinha de Óbidos e de amêndoas amargas. Localizada no Box 55 do Mercado Municipal de Curitiba (Av. Sete de Setembro,
865), a Doce Fado atende de terça a sábado, das 9h às 18h e domingos,
das 9h às 13h.
(41)3282-1652
Assistir ao espetáculo “Sampa
– o Musical” apresentado todas as
sextas e sábados
na casa de espetáculos Terra da
Garoa, em São
Paulo, é ter a certeza que a alma
e o coração da
maior metrópole
da América Latina ainda pulsam, gravitam pelo ar, e sua identidade sobrevive em
meio ao rodamoinho de tendências e modismos e toda essa parafernália tecnológica que vem substituindo o talento e a criatividade.
Na segunda vez que fui à casa, na Avenida São João, no epicentro
de São Paulo, pude me deter com mais tempo ao capricho e aos detalhes do show. Assistir ao musical é dar um mergulho para dentro
da história paulistana e entender flashes de sua economia cafeeira,
“da deselegância discreta de suas meninas”, de sua poesia forjada
no trabalho, na pressa e nos automóveis.
“E se eu, antropofágico, comesse essa mocinha?”
Mas longe das aulas de história, o “Sampa” remete o paulista e
paulistano a uma época dos lampiões a gás, ao tempo dos bondes e
da garoa e o show mais emociona do que ensina, afinal é este o seu
objetivo. O ator José Rubens Chachá interpreta poemas de Oswaldo
de Andrade - um dos líderes da semana de Arte Moderna de 1922 - e
esse personagem serve para amarrar o espetáculo numa linha por ora
inteligente, por ora hilária, quando interage com o público rememorando o movimento antropofágico, de Oswald: “E se eu, antropofágico,
comesse essa mocinha, ou este senhor sentado na ponta desta mesa?”,
pergunta o personagem ao público, que se estoura em risos.
O espetáculo traduz ao visitante e ao turista a natureza complexa
do paulistano, resultado de um mix de raças e credos; sangue caboclo, mameluco, ibérico e guarani que corre nas veias das gentes daqui. O grupo de turistas japoneses (ou paulistas?) na mesa ao lado,
aplaudiu de pé.
“A proposta da casa é resgatar o que é mais representativo da
cidade de São Paulo e trazer de volta o conceito de casas de show
de luxo da cidade”, afirma Maurício Costa, relações públicas do empreendimento e articulador dos contatos corporativos. “Grandes
nomes da MPB, que ficaram esquecidos pela grande mídia ou pelo
mercado business são lembrados no ‘Sampa’, ao mesmo tempo
que temos uma programação fixa de shows de nível internacional”,
completa Maurício.
O espetáculo é recheado de quadros bem concatenados e representativos de períodos “dourados” da cidade. Os nomes Paulo
Vanzolini, Ataulfo Alves e Adoniran Barbosa surgem sobrepostos ao
palco em um jogo coreográfico assinado por Ulysses Cruz.
Comida com arte
O Terra da Garoa oferece também um mergulho na gastronomia
paulistana. Desde pasteizinhos de feira, a quibes, ou casquinha de
siri como entrada, aos pratos principais como o Pernil a Inglesa (filé
de pernil assado ao forno, farofa de Banana da Terra com brócolis ao
molho Roti) ou o Filé de Poisson Parmetier Paulista (filé de Abadejo,
batata Parmetier, salada de Cuscuz Paulista ao molho cítrico Siciliano). Estes, e outros pratos, assinados pelo chef André Boccato, são
alusivos ao jantar oferecido pela tradicional família paulistana Almeida Prado, aos modernistas na Semana de Arte de 1922.
O show, de quase duas horas, termina por volta da 1 hora da madrugada. Muitos, como eu, retornam à Avenida São João e olham
para cima. Quem sabe caia uma garoa para homenagear os donos
desta ideia e todos esses artistas?
www.terradagaroa.com.br
No 175 | Julho 2014 | Ano XVIII
Higiene pessoal
feminina em viagens
6
Preparar as malas para uma viagem, de
férias ou de negócios, requer atenção especial aos itens de higiene pessoal. Afinal,
ninguém que ser surpreendida pela falta
da escova de dentes ao chegar ao hotel no
meio da madrugada ou ter uma emergência no voo e lembrar que os lenços íntimos
estão dentro da mala despachada. Para
evitar surpresas desse tipo, Dermacyd reuniu dicas práticas para ajudar as viajantes.
No voo
Escolha roupas e calçados confortáveis.
Não tem nada mais desagradável do que
se incomodar com peças apertadas, além
de ser prejudicial para a região íntima. Mulheres que usam frequentemente roupas
justas ou ficam com a região íntima abafada por muito tempo podem desenvolver
irritações genitais e até infecções.
Outra dica é deixar na bagagem de mão
itens como lenços íntimos, protetor de calcinha (respirável), absorventes e lenços de
papel. Eles serão aliados em situações de
emergência no avião e também no resto
da viagem, já que são ideais para a higiene
fora de casa. De acordo com o Guia sobre
Higiene Íntima, da Federação Brasileira das
Associações de Ginecologia e Obstetrícia
(Febrasgo), a aplicação do lenço íntimo
deve ser suave e o uso não deve ser abusivo, para não remover a camada protetora
da pele. Os especialistas recomendam os
lenços hipoalérgicos com pH ácido, especiais para a região íntima.
Na viagem
Os lenços íntimos são um item importante para se manter na bolsa em todas as
situações da viagem, já que nem sempre é
possível encontrar um banheiro estruturado em atrações turísticas.
Em locais com temperatura elevada, o
uso prolongado de biquíni molhado, roupas justas e intensa atividade física, por
exemplo, aumentam a umidade da região
genital e prejudicam a ventilação, favorecendo o aparecimento de incômodos,
como coceira, irritação e até fissuras da
pele.
Também é aconselhável incluir um sabonete líquido íntimo na mala para manter o
pH da região íntima equilibrado e ajudar a
evitar quadros irritativos. Ainda de acordo
com o Guia Febrasgo deve-se dar preferência aos líquidos e com pH ácido (entre
4,2-5,6), porque os sabonetes em barra
costumam ser alcalinos e essa alcalinidade
pode agredir a camada protetora da pele
da região vaginal, diminuindo a acidez e
aumentando o risco de alergias.
“Ao contrário do que se imagina, as mulheres devem dar preferência aos sabonetes que produzem pouca espuma porque
limpam a pele suavemente sem remover
sua camada protetora. Os sabonetes também não devem conter substâncias antissépticas que matam os germes ‘bons’
(naturais) da pele”, afirma Paulo Giraldo,
ginecologista especialista em higiene íntima feminina, professor titular de Ginecologia da Universidade Estadual de Campinas
e vice-presidente da Comissão de Doenças
Infectocontagiosas da Febrasgo.
Central de atendimento
Couro, a aposta para o inverno
Ícones fashionistas antecipam: o couro é item chave do inverno 2014 para revelar cores, brilho intenso
e as formas do corpo. O leather look tomará conta
das ruas, mostrando uma moda mais arrojada que
vai além dos shapes bikers e perfectos, com skinnies
não só femininas, mas masculinas, shortinhos largos
e saias mais longas. De olho nessa tendência a coleção Inverno 2014 da Vicunha oferece novas opções ao
mercado, reinventando sua proposta
de jeans com efeito couro e trazendo
diferentes texturas, combinações e
cores surpreendentes.
Glossy Leather Look
Sem deixar de lado o conforto e
a respirabilidade do algodão, a Vicunha apresenta a evolução do
leather look com o acabamento
lustrous leather no artigo Cher,
que tem ainda mais brilho graças
ao efeito glossy da resina sobre a
base cetim, proporcionando aspecto encerado. Seu peso de 8,5oz
e alta elasticidade garantem modelagens variadas, principalmente as
mais ajustadas ao corpo, tendência
para o Inverno 2014. A novidade
chega nas cores preto, vinho (burgundy), azul Klein e marrom. E como
a proposta é combinar o visual do couro a tons variados, a linha CARBOLumen
Vicunha também amplia sua cartela
nos artigos Slater (8,8oz) – com o burgundy - e Perry (7oz) nas cores telha e
vermelho Ferrari. Na foto, o bicolor no
burgundy e preto.
No 175 | Julho 2014 | Ano XVIII
Hotéis com desconto na Índia e Dubai
Troller T4
A Troller está lançando o T4, a segunda geração do
jipe off-road, num projeto totalmente nacional, que
ainda vai demorar um pouco para chegar às concessionárias. Pelo que a Ford apresentou o T4 terá uma
carroceria mais resistente e segura e vem com airbags.
O novo Troller T4 tem visual forte com linhas musculosas, mostrando que um off-road pode combinar beleza
Anúncio_Jornal
Aeroporto_Junho.pdf
1
6/20/14
e elegância.
Os para-lamas
largos estão integrados
à
carroceria, o capô com porte central elevado, as am-
Brownies para celíacos
morável experiência na Índia e estender sua estadia a
Dubai, hospedar-se no The
Oberoi de Dubai e explorar
o maior shopping center do
mundo ou apreciar a incrível
vida noturna da cidade.
A oferta Oberoi Exotic Vacations oferece: acomodação
em quarto de primeira qualidade para duas pessoas; café da manhã e sessão de
ioga como cortesia; quarto extra de cortesia para duas
crianças de até 12 anos, caso haja disponibilidade; transferências entre o aeroporto ou estação ferroviária da
cidade e o hotel e 25% de desconto nas terapias do spa.
A promoção está disponível para The Oberoi
Amarvilas, Agra; The Oberoi Rajvilas, Jaipur (foto);
The Oberoi Udaivilas, Udaipur; The Oberoi Vanyavilas, Ranthambhore; Wildflower Hall, Shimla, Himalaia; The Oberoi, Nova Deli; The Oberoi, Gurgaon;
The Oberoi Grand, Kolkata; The Oberoi, Bangalore,
The Oberoi, Mumbai and The Oberoi, Dubai. Válido
até 30 de setembro.
www.oberoihotels.com
plas portas com soleiras na altura do piso e as rodas
de alumínio de 17 polegadas reforçam o visual robusto
do veículo. No teto, uma novidade: o sky-roof, duas janelas envidraçadas que proporcionam excelente iluminação da cabine e permitem a visualização externa. O
interior, com novo design, permite fácil limpeza para o
uso em diversas situações, como o entra e sai habitual
em áreas de lama e poeira nas trilhas. O motor é diesel
3.2 L e a transmissão manual de seis velocidades tra3:18nova
PM perspectiva de potência, torque e agilidade.
zem
www.troller.com.br/novotroller
RECEITA
Você não gostaria de estender as suas férias sem ter que
aumentar o seu orçamento?
Isso é o que oferece a Oberoi
Exotic Vacations - Summer
Special. A rede Oberoi Hotels
& Resorts lançou esta oferta
para que hóspedes experimentem a hospitalidade de
alguns dos melhores hotéis
do mundo. É um desconto de 50% sobre os preços da
alta temporada e de ofertas especiais como quartos de
cortesia para crianças, descontos em terapias no spa
e sessões de ioga de cortesia. Além disso, você conta
com a conveniência e flexibilidade total de poder criar
o seu próprio itinerário.
Da atmosfera romântica e mágica do Taj Mahal aos
tons vibrantes do Rajastão, dos majestosos tigres do
Ranthambore à tranquila serenidade do Himalaia, da
imensa metrópole de Mumbai à arquitetura colonial
de Deli, os hóspedes podem escolher uma variedade de destinos com itinerários planejados ou criados
por eles mesmos.
Os hóspedes podem acrescentar mais à sua me-
Da chef Sabrina Brennan,
do restaurante
El Mercado, do Faena
Hotel, de Buenos Aires
Ingredientes
200 g de manteiga
200 g de açúcar impalpável
200 g de açúcar
4 ovos
4 gemas
200 g de chocolate meio amargo
200 g de nozes picadas
260 g de mistura de farinha (metade de fécula de mandioca e metade
de farinha de arroz)
Preparo
Derreta o chocolate com a manteiga em banho-maria e reserve. Bata
ao ponto os ovos, as gemas, o açúcar, o açúcar de confeiteiro.
Misture as duas preparações. Adicionar os secos. Coloque em um
molde untado com manteiga e enfarinhado. Forno pré-aquecido. Cozinhe em 170 graus por 30 minutos.
ESPAÇOS DE BELEZA EM CONTAINER
• Agilidade na implantação,
aproveitamento de espaço
de forma funcional
e sustentável.
• Produtos selecionados
e com certificados
ecologicamente corretos.
(Piso, lâmpadas, móveis e tecnologias).
• Fornecedores homologados
para manter o padrão de
qualidade e os valores
ambientais aos
franqueados.
TUDO COM O CERTIFICADO
DE QUALIDADE POCKET BEAUTY.
TEL: (41) 3015 0733 | www.pocketbeauty.com.br |
pocketbeautyfranquias | SEJA UM FRANQUEADO!
7
No 175 | Julho 2014 | Ano XVIII
A sala do Malba que expõe a sua coleção permanente: obras de Diego Rivera e Tarsila do Amaral
Com gostinho de quero mais...
O
Jocélia Hrynczyszy
8
s rumos do Brasil e a Argentina dependem da economia. Quem não se
lembra das recorrentes matérias informando sobre argentinos vindos,
aos montes, visitar as praias catarinenses? E também o contrário: os brasileiros invadindo Buenos
Aires. Tudo depende de para qual lado o câmbio
fica mais favorável.
Porém, independentemente disto, a Argentina
tem inúmeros atrativos para nós, brasileiros. A começar pela sua capital, Buenos Aires. E brasileiro
gosta de Buenos Aires: já fomos 434 mil visitantes
em 2009, saltamos para 820 mil em 2010, subimos
para 837 mil em 2011, daí, caímos para 764 mil em
Buenos Aires é para ser observada nos detalhes
2012 e 595 mil ano passado (foram 2 milhões de turistas que passaram por lá no total – e essa diversidade é perceptível pelos sotaques nos tradicionais
cafés). Tudo vai depender da relação peso x real
ou, mais significativamente, o real x dólar.
É verdade que os dois países enfrentam dificuldades em suas economias e quem for visitar a
capital argentina vai perceber que, apesar da paridade peso argentino x real pender para o bolso
do brasileiro (com um real você compra, fácil, fácil
quatro pesos em Buenos Aires), no momento de ir
às compras o turista vai ter surpresas: os preços,
internamente, subiram muito na Argentina. Isto
praticamente tira qualquer vantagem cambial,
infelizmente.
Assim, para quem embarca pensando em fazer
compras não se esqueça do papel, caneta e calculadora. E não é para usar somente em território
argentino, não. Já no Aeroporto Afonso Pena,
em Curitiba, por exemplo, você pode fazer suas
anotações e reservas, sem compromisso, no Duty
Free do embarque, de produtos que ficarão à sua
disposição na loja do desembarque. Ao fazer a reserva e resgatar o produto, desconto de 10%. Não
compre por impulso... a viagem está só começando e ainda vai proporcionar várias oportunidades
para você.
E se na comparação a compra no free shop brasileiro for mais em conta, esta compra, no Brasil,
terá ainda outra vantagem: parcelar os produtos
no cartão de crédito (no Mastercard em até dez
vezes e no Visa em até seis vezes sem juros) para
compras acima de US$ 100.00. No fechamento da
compra, o valor em dólar é convertido em real pela
cotação da loja no dia e é feita a divisão das parcelas sem a incidência do IOF. Além do Aeroporto
Afonso Pena, de Curitiba, a Duty Free tem lojas
nos aeroportos de Porto Alegre, Florianópolis,
Campinas, Fortaleza, Natal, Recife, Belo Horizonte, Brasília, São Paulo (Guarulhos) e Rio de Janeiro
(Galeão).
Um outro detalhe quando comprar sua passagem para Buenos Aires: o aeroporto de desembarque. Você terá duas opções: o de Ezeiza, a cerca
de 30 km do centro da capital, ou o Aeroparque,
a menos de 5 km do centro. Dependendo do horário da chegada e, principalmente, o da partida,
o Aeroparque é muito mais vantajoso, só que ali,
o Duty Free é bem mais acanhado que o de Ezeiza,
aliás, um aeroporto muito moderno.
E saia do Brasil sem se preocupar em como deixar o aeroporto – não importa onde aterrissar.
Rubén Zappia é um taxista de confiança. Informe
no [email protected] o horário
de sua chegada e ele estará esperando você e sua
família no aeroporto. A corrida a partir de Ezeiza
até Palermo, por exemplo, sai por $ 450,00; do
Aeroparque para o mesmo destino, $ 150,00. No
seu táxi cabem quatro pessoas, além de uma boa
quantidade de malas e, no caminho, Rubén ainda
pode dar dicas de passeios e ir apresentando a
cidade.
Placa lembra argentinos desaparecidos
Buenos Aires tem inúmeras opções de hospedagens – para todos os bolsos, mas se aceitar uma
sugestão, alugue um apartamento. No final das
contas pode dar elas por elas, mas a experiência
de viver a cidade morando nela é muito mais enriquecedora. E faça seu roteiro. Escolha passeios
tradicionais e procure saber o que não é turístico,
para ter uma experiência mais completa. Programe pelo menos cinco dias úteis. Lembre-se:
em qualquer viagem, dois dias são praticamente
“mortos”: o de partida e o da volta.
Palermo
Independente de onde desembarcar você vai
perceber que chegou a uma cidade que você vai
gostar. É esta a primeira impressão que ela passa,
já no táxi. E vai notar, logo de cara, que o asfalto
é muito melhor do que o brasileiro. E, já aí, você
começa a verificar algumas diferenças...
Aqui vai uma sugestão de onde ficar: o bairro de Palermo. Em alguns mapas o bairro tem
quatro divisões: Palermo, Palermo Chico, Soho e
Hollywood. Não se preocupe com isto. Onde você
No 175 | Julho 2014 | Ano XVIII
ficar, vai estar a poucos passos de inúmeros restaurantes, vários kioskos (pequenos comércios
onde se encontra de tudo, inclusive uma incrível
variedade de vinhos locais) e outros serviços. Concentre-se no quadrilátero formado pelas ruas El
Salvador, Arévalo, Paraguai e Humbolt. Para se ter
uma ideia da diversidade, em poucos metros você
pode escolher sentar-se à mesa de um restaurante de comida peruana, chinesa, armênia, italiana,
japonesa e, sim, também, parrillas, para se deliciar
com a carne argentina.
Nesta região, está o Palermo Place (www.palermoplace.com) com diárias a US$ 107.00 sem
café e a US$ 143.oo com café (o hotel entrega um
voucher a ser usado em cafeterias indicadas). Se
quiser curtir a experiência de alugar, no www.
buenosaireshabitat.com (informações em português) apartamento por uma semana para casal sai
a partir de US$ 455.00 (busque opção de apartamento com parrilla. Você prepara o churrasco com
sal – em Buenos Aires a carne vem quase sem – e
pode aperitivar com queijos e ótimos vinhos...). A
chance de se arrepender é quase nula.
Compras
Definido onde ficar, é hora de saber o que fazer
e, logo de cara, a simples menção da Buenos Aires
lembra tango, Florida, Caminito e Boca Juniors.
Tem isto e muito mais para fazer e se encantar.
Talvez o primeiro conselho seja pegar o Buenos Aires Bus, o ônibus que passa pelos principais
pontos turísticos. São 25 paradas e o ônibus tem
frequência a cada 20 minutos. No www.buenosairesbus.com você encontra o itinerário que começa e termina na Florida e o valor para passeio pode
ser de um dia ($ 170,00) ou de dois dias ($ 230,00).
No ônibus há fone de ouvido com áudio em português. Entre os pontos de parada estão o Estádio
Boca Juniors, Caminito, Puerto Madero, o Malba e
Teatro Colón. Vale saber: se estiver ventando, não
arrisque ir no andar de cima.
Outro passeio interessante é o Tren de la Costa para chegar a Tigre. Você pode chegar até lá
de trem, gastando muito menos do que indo de
taxi. Pegue o trem até a estação Mitre. Na hora
se esqueça de que se você está em
Palermo, é neste bairro que estão
várias butiques da moda. Então, um
tênis e boa disposição podem dar
bom resultado, porque a caminhada
é longa, mas as calçadas são muito
bem conservadas – outra diferença
com o Brasil.
Curtir Buenos Aires e Palermo é
aproveitar os diversos cafés espalhados pela cidade. Os portenhos têm
o hábito de, sempre que possível,
pedir um café e ler seu jornal. Com
calma.
Em Palermo, a Guaresnei (na Nicaragua, 5.802) tem café a $ 16,00,
café con leche a $18,00, o café
Na Confitería Ideal: aulas de tango
doble sai por $ 25,00 e o cappuccino italiano, $ 28,00. Mas a bebida
de comprar a passagem peça explicação de qual
merece acompanhamento. Peça
trem pegar a Mitre porque na mesma linha há o uma medialuna com jamón y queso (vem duas
trem que vai para a estação Suárez. Em Mitre você por $ 22,00) ou uma empanada ($ 84,00). Mas é
desce e compra a passagem do Tren. São onze es- indispensável uma visita a um café que se mantém
tações em 16 km, sendo que aos fins de semana aberto desde 1850. O La Biela (www.labiela.com),
cada estação tem uma atração (em Barrancas, por na Recoleta, é um lugar agradável que na década
exemplo, há uma feira de antiguidades). A passagem de 50 era local de encontro de automobilistas e
pode ser ida e volta, mas se quiser fazer um passeio seus fãs, como também de artistas, intelectuais e
mais prazeroso, no ponto final, no Delta, às 16h, a políticos. Você pode escolher sentar-se no salão
Sturla (www.sturlaviajes.com.ar) tem uma embar- decorado com peças que lembram a história do
cação que faz o percurso Tigre-Rio da Prata-Puerto automobilismo na Argentina ou na calçada, em
Madero, a $ 230,00. No passeio, de quase duas ho- frente em meio a uma praça. Com sorte, poderá
ras, você pode apreciar o por do sol no Rio da Prata. pegar uma mesa embaixo de uma frondosa árInesquecível.
vore. O La Biela fica muito perto do Cemitério da
Cafés
Recoleta, onde está o túmulo de Evita Perón (há
A Florida, sem dúvida, é a rua de compras prefe- visitas guiadas para conhecer o túmulo e esculturida dos brasileiros. São dez quadras fechadas ao ras) e do Centro Cultural Recoleta.
trânsito de veículos, ali tem a Galerías Pacífico (préBuenos Aires é para ser “degustada” com calma.
dio declarado Monumento Histórico Nacional com Buenos Aires é para ser conhecida caminhando, obmais de 150 pontos comerciais) e lojas de eletrônicos, servando cada detalhe de sua arquitetura, olhar para
roupas e livrarias. Mas vale a pena ir ao shopping Uni- seu povo, conhecer seus hábitos, entrar em supercenter (a 25 km do centro) e suas mais de trezentas mercados, conversar. Buenos Aires não é para um
lojas. Como também vale um passeio a pé pela Av. fim de semana apenas. Buenos Aires tem gosto de
Santa Fé. Caminhe com calma. São inúmeras lojas quero mais...
com os mais diversos tipos de produtos. Ah, e não www.turismo.buenosaires.gob.ar/br
Tangos e Milongas
Situada em região central, a poucos
passos da Florida, na Suipacha, 384, a
Confitería Ideal é quase um monumento da cidade. O prédio, do final de 1800,
é daqueles em que se respira os faustos
tempos da capital argentina. Muita madeira nobre, muito cobre e, para completar,
a milonga, mania tricentenária do povo
hermano.
Já na calçada há a indicação. Nas suas
pedras desenhou-se os passos básicos do
tango. Há os passos dos homens e os das mulheres. Pode-se treinar ali antes de entrar. E percebe-se que, embora as mulheres sejam sempre tratadas como coadjuvantes, são delas os passos mais
difíceis. Mas, o que fazer, sem bons companheiros
de dança não há bailarina que renda bom espetáculo nas pistas.
Se quiser ver ou participar de uma boa milonga convém chegar por volta das 17h. É quando as
mulheres podem ser surpreendidas por corteses
convites à dança: um meneio da cabeça, as mãos
estendidas e, lá vão elas, bailando pelo salão com
o parceiro. Como de praxe, nos tempos antigos,
cabe aos homens chamar à dança. Mas, homem
ou mulher, você vai se divertir. Talvez mais pelos
desacertos que pelos acertos...
A milonga, dança tradicional argentina precursora do tango, é mais rápida. Surgiu mais ou me-
nos em 1865 exatamente em Buenos Aires, numa
fusão das danças de povos que ali moravam. Uma
mescla de polacos, italianos e outros com argentinos. Juntaram seus ritmos e sons e... aqui estamos: primeiro milonga, depois tango. A milonga
é difícil, sim. Mas talvez sem tanta teatralidade
como o tango. Melhor conferir e experimentar a
dança que tanto encanta o povo argentino. A diferença é que eles sabem dançar. Faz parte da sua
cultura.
O certo é que tanto o tango quanto a milonga
foram, por tempos, meio que abandonados pelos
portenhos. Hoje, há um despertar desta tradição
nacional. Há crianças, jovens, adultos e idosos que
fazem aula de milonga. Bem ali.
Mariano Filardi (www.showsyclasesdetango.
blogspot.com.br), de 34 anos, é um dos professores que atuam na Confitería. Ele começou a dançar
aos 14 anos e, por volta dos 20, seguiu viagem ao
redor do mundo ensinando sua arte. Hoje, no
país natal, dá aulas diariamente ali e vê crescendo
o número de crianças e adolescentes inscritos.
Durante a milonga, na Confitería, os turistas
podem dançar à vontade. Sem pagar. Mas há
as aulas de tango que acontecem de segunda a
sábado, em diversos horários, sempre à tarde. O
custo é de $ 50 a hora e meia.
O professor Filardi enumera alguns dos segredos para dançar bem uma milonga:
Principal: boa conexão com parceiro(a);
Bailar sempre ao tempo da música;
Saber como mover-se e usar o espaço em que
está dançando;
Usar sapatos adequados. Atenção, mulheres!
Salto 6, no mínimo!
Muito importante: a mulher deve ficar leve e se
deixar levar pelo homem.
Cerrem os olhos e ouçam a música.
Saber os passos básicos.
Ou seja, antes de dançar lá em cima, no primeiro
andar da Confitería Ideal, tentem, você e o parceiro, dar umas bailadas sobre os passos inscritos na
calçada. Já é um ótimo começo. Embora, às vezes,
a gente trance as pernas, ao menos se dá boas
risadas.
http://confiteriaideal.com
9
No 175 | Julho 2014 | Ano XVIII
A experiência Faena
10
O Hotel Faena, uma das referências em luxo de Buenos Aires, é um desses locais ímpares, que precisam ser visitados ao menos uma vez na vida.
Tudo, ali, respira sofisticação, conforto, exclusividade. E há um cuidado
surpreendente com detalhes. Aliás, o Faena parece ter sido concebido
com este intuito: surpreender-nos a cada olhar, pois, quem iria supor que
um antigo silo, construído em 1902, poderia abrigar tamanho luxo?
O prédio, antigamente chamado El Porteño,
foi adquirido pelo ex-empresário de moda
Alan Faena, que investiu
US$ 30 milhões nesta
proposta
ambiciosa.
Para tanto, entregou o
projeto ao famoso designer Philippe Starck,
que criou ambientes
exóticos com objetos
e detalhes espantosos
e refinados, cada um
destacando-se e criando impacto visual. No
prédio de tijolos à vista
o hóspede já é recebido
por um porteiro que,
pelo uniforme, parece
saído de algum filme de
época. A partir daí segue-se para uma porta de vidro vermelho e depara-se com um corredor de 80 metros de comprimento e 10 metros de altura,
espaço denominado Catedral, forrado de tapete vermelho, ao longo do
qual estão dispostos bancos pretos e é por debaixo deles que corre, pontuada, a iluminação. Aí já dá para perceber que se está em um hotel que
foge totalmente ao convencional. Um cenário teatral.
Mas há mais surpresas: o rústico e luxuoso restaurante El Mercado
(com pratos para diabéticos, celíacos e intolerantes a lactose – veja receita na pág. 7), ambientado como um antigo mercado europeu cheio de
vitrines com objetos raros; o imaculadamente branco El Bistrô de cujas
paredes forradas de seda surgem inusitadas cabeças de unicórnios (do
teto pendem lustres Baccarat e as cadeiras são emolduradas de dourado); a grande sala de estar – Library Lounge – onde se destaca um piano
de cauda, há sofás de couro, confortáveis poltronas, móveis império, um
bar, uma biblioteca, tudo cercado por cortinas vermelhas e com vista para
a piscina externa da qual se vê emergir uma coroa... É tudo uma experiência inesquecível para os sentidos.
Não bastasse isto, ainda há o requinte e conforto dos apartamentos,
onde o banheiro reina todo envidraçado e, caso o hóspede queira, basta
cerrá-lo com as vermelhas cortinas. A cama, enorme e macia, é convite
irresistível e, ao seu redor, o mobiliário branco com detalhes em dourado
contrasta com a modernidade dos equipamentos.
Para quem se hospeda no Faena uma coisa é imperdível: passar uns
bons momentos no spa. Há um extenso cardápio de massagens, basta
escolher e sentir-se rei ou rainha por algumas horas. O ambiente com
mármores e detalhes luxuosos, tem iluminação repousante e massagistas
com mãos de fada. E pode-se sair dali de bem com a vida e pronta (o) para
a festa: há cabelereiro, manicure, o que for preciso. Sem esquecer que
no térreo há boutique, joalheria e, também, um requisitado espetáculo
de tango todas as noites. Se a sua proposta é, porém, uma bela refeição,
estilo gourmet, vale experimentar o menu degustação do El Mercado ou
escolher entre seus maravilhosos pratos.
http://faena.com/faena-hotel-buenos-aires
Peso, real ou dólar?
Vá com um pouco de cada. Uma semana antes da viagem consulte
o site http://dolarblue.net que servirá de parâmetros para a cotação
paralela que você encontrará na Argentina. Dólar leve um pouco em
papel. Algumas lojas aceitam pagamento em dólar (sempre verifique
a cotação) e se você for trocar por pesos terá uma boa vantagem.
Opte pelo cartão pré-pago. O imposto aqui está em 6,38%. Ainda assim é mais vantajoso do que usar o cartão de crédito porque nas operações que você fizer no pré-pago, depois de carregado o cartão, não
incide nenhum imposto. No crédito o imposto será cobrado com a
taxa do dólar do dia da fatura do cartão. Leve alguma quantidade em
reais. E pesos, compre com seus reais em Buenos Aires.
Museus e Teatro Colón
No coração da capital, o Teatro Colón (foto) é um imponente prédio com 106 anos de história. É uma visita que tem que ser programada no seu roteiro de viagem. Melhor ainda é pesquisar no www.teatrocolon.org.ar se durante sua estadia haverá alguma programação
na casa. Tendo, não hesite em comprar ingresso. Hoje já não é mais
necessário ir a uma ópera com roupa de gala. Então, não tem desculpa. Com mais de 58 mil m² de construção e 2.478 lugares, o espaço
tem visitas guiadas todos os dias entre 9h e 17h por $ 150,00. Em uma
hora você vai se impressionar com os detalhes e saber que, ali, não
são necessários microfones para atuar. A acústica do Colón é perfeita.
Até o final do ano estão programados concertos, balés e cinco óperas
(até 15 de julho, Idomeneo; de 4 a 12 de agosto, Tristão e Isolda; 19 a
23 de setembro, Falstaff; 28 de outubro a 23 de novembro, Elektra, e
de 25 de novembro a 2 de dezembro, Madame Butterfly).
A cidade de Buenos Aires tem vários museus – mais de trinta. O
Museu Nacional de Belas Artes (www.mnba.gob.ar) tem um acervo
impressionante, com mais de doze mil peças e 24 salas para visitação,
apenas no andar térreo. São obras extraordinárias que retratam a
Guerra do Paraguai nos traços de Cândido Lópes e quadros de Renoir,
Degas, Monet, Gauguin, Delacroix, Cézanne, Van Gogh, Manet, esculturas de Rodin, como o El Beso, de 1889, réplica doada pelo autor ao
Museu. Além, é claro, de artistas argentinos em diversas fases. E tudo
gratuito. Funciona de terça a sexta, das 12h30 às 20h30 e sábados e
domingos, das 9h30 às 20h30.
O Centro Cultural Recoleta, próximo do La Biela, expõe mostras
temporárias de artistas convidados e fica num prédio de 1717 que já
abrigou um monastério, foi asilo de mendigos e idosos. Nas instalações do Centro fica o Museu da Ciência – Proibido Não Tocar, com visitação paga, é uma exposição interativa com as salas Percepção Visual, Mecânica, Tecnologia, Forças da Natureza, Luz, Corrientes, Artes,
A Mesa Está Posta, Matemática, Música e Som e Ondas, que divulga a
ciência de forma divertida e participativa. A partir de 4 anos. São dois
andares onde você vai poder, por exemplo, saber como se forma um
relâmpago e até mesmo fazer a simulação de um tornado. No inverno
abre de segunda a sexta das 10h às 17 h; sábados, domingos e feriados, das 15h30 às 19h30 e no verão, todos os dias das 15h30 às 19h30.
Com mais de sete mil peças, o Museu de Arte Moderna (http://museos.buenosaires.gob.ar/mam.htm) é de 1956, e abriga obras desde a
década de 20, com destaque para coleções de fotografias, desenho
industrial e design gráfico argentino. Aberto de terça a sexta, das 11h
às 19h e aos sábados e domingos, das 11h às 20h. Entrada a $ 15,00,
mas na terça a entrada é gratuita.
Museu que deve ter visita obrigatória é o Malba (Museu de Arte
Latino-americana de Buenos Aires – www.malba.org.br). Ali, em exposição permanente, a Arte Latino-americana do Século XX, mostra
a obra Abaporu, de 1928, de Tarsila do Amaral. Além disso, você vai
apreciar telas de Diego Rivera, Di Cavalcanti, Frida Kalo, Botero e Antonio Dias, entre outras. Segunda a quinta e feriados, das 12h às 20h;
quarta, das 12h às 21h; terças, fechado. Entrada a $ 50,00 (as quartas,
$ 25,00).
No 175 | Julho 2014 | Ano XVIII
Wishing to come back for more...
The tourist relationship between Brazil
and Argentina depends on the economy.
Who doesn’t remember the recurrent
stories informing the big amount of Argentines coming to visit the beaches of
Santa Catarina, and also the opposite:
the Brazilians invading Buenos Aires. It
all depends on which way the exchange
rate is more favorable...
However, regardless of these migratory
waves, Argentina has many attractions
for us Brazilians, starting with its capital,
Buenos Aires. Brazilians like Buenos Aires
a lot: we were 434,000 visitors in 2009,
jumped to 820,000 in 2010, climbed to
837,000 in 2011, then we fell to 764 000
in 2012 to 595 billion last year (there were
2 million tourists altogether and this diversity
is noticeable by the accents in the traditional
cafes). Everything will depend on the ratio between the peso vs. real or, more significantly,
the real vs. dollar.
It is true that both countries face difficulties
in their economies and who is visiting the Argentine capital will realize that despite the parity between the Argentine peso vs. real benefits
the Brazilian side (with one real you buy, easily
four pesos in Buenos Aires), the moment you
go shopping there will be a surprise: the prices
have gone up in Argentina. This pretty much
takes away any currency benefit unfortunately.
Thus, for those thinking of shopping do not
forget the paper, pen and calculator, but not
only for use in Argentina. At the Afonso Pena
Airport, in Curitiba, for example, you can make
your notes and reserves, without compromise,
at the boarding Duty Free of products that will
be at your disposal in the landing store. When
making the reservation and take the product,
10% discount. Do not buy on impulse... the journey is just beginning and will still provide many
opportunities for you.
If on the comparison the Brazilian free shop is
cheaper, there is another advantage: to divide
the cost of your purchases up to ten times with
Mastercard and six times with Visa without interest for values over US$ 100.00. At the closing
of the purchase, the amount in dollar is converted to the real by the store’s quotation that
day and the division of the parcels without the
IOF is made. Apart from Afonso Pena Airport,
in Curitiba, the Duty Free has shops at airports
in Porto Alegre, Florianópolis, Campinas, Fortaleza, Natal, Recife, Belo Horizonte, Brasilia, Sao
Paulo (Guarulhos) and Rio de Janeiro (Galeão).
Another detail when you buy your ticket to
Buenos Aires: the airport of landing. You have
two options: the Ezeiza, about 30km from the
city center, or Aeroparque, less than 5 miles
from downtown. Depending on the time of arrival and, especially, the departure, the Aeroparque is much more advantageous, except that
there the Duty Free is smaller than the one in
Ezeiza, which is by the way, a very modern airport. Leave Brazil without worrying about how
to get out of the airport, no matter where you
land. Rubén Zappia is a trustworthy taxi driver.
Inform by the [email protected]
com.ar the time of your arrival and he will be
waiting for you and your family at the airport.
The race from Ezeiza to Palermo, for example,
costs $ 450,00; from the Aeroparque to the
same destination, $ 150,00. In his cab for up to
four people fits a good amount of luggage and
on the way, Rubén can still give sightseeing tips
La Biela, ponto de encontro desde 1850
while he presents the city.
Buenos Aires has numerous lodging options
- to suit every budget, but if you accept a suggestion, rent an apartment. Ultimately the cost
can be the same, but the experience of living in
the city is much more enriching. Don’t forget to
prepare your itinerary. Choose traditional and
also less-conventional tours for a more complete experience. Schedule at least five working
days. Remember: in any trip, the departure and
the return days are practically lost.
Palermo
Regardless of where you land you will realize
that it’s a city that you will like. This is the first
impression, even from inside the taxi. You will
notice right away that the asphalt is much better than the Brazilian, and since then, you start
to check out some differences...
Here’s a suggestion of where to stay: the
Palermo neighborhood. On some maps the
neighborhood has four divisions: Palermo,
Palermo Chico, Soho and Hollywood. Do not
worry about it. Wherever you stay, you’ll be
walking distance to numerous restaurants, several kioskos (small shops where you can find
everything, including an amazing array of local
wines) and other services. Focus on the quadrilateral formed by the streets El Salvador, Arévalo, Paraguay and Humbolt. To get an idea of
the diversity in a few meters you can choose to
sit at a Peruvian restaurant food, Chinese, Armenian, Italian, Japanese and, yes, also, table
grills, to relish in the Argentine beef.
In this region, is the Palermo Place (www.palermoplace.com) with daily rate US$ 107.00 without breakfast and US$ 143.00 with breakfast
(the hotel delivers a voucher to be used in some
indicated cafeterias). If you want to enjoy the experience of renting in www.buenosaireshabitat.
com (information in English) an apartment for a
couple starts in US$ 455.00 a week (search an option of apartment with parrilla. You prepare the
BBQ with salt - in Buenos Aires the meat is almost
saltless - with cheese and wine as appetizers...).
The chance to regret is almost nil.
Shopping
Once defined where to stay, it’s time to learn
what to do and, right away, the mere mention
of Buenos Aires reminds tango, Florida, Caminito
and Boca Juniors, but also much more to do and
to be enchanted.
Perhaps the first recommendation is to get
the Buenos Aires Bus, the bus that passes by the
main attractions. There are 25 stops and the bus
frequency is every 20 minutes. In www.buenosairesbus.com you will find the itinerary that begins
and ends in Florida and the value for the tour can
be ($ 170.00) a day or ($ 230.00) two days. On the
bus there are headsets with audio in Portuguese. Between the bus stops are the Boca
Juniors stadium, Caminito, Puerto Madero
Malba and Teatro Colón Worth knowing: if
it is windy, do not risk going upstairs.
Another interesting tour is the Tren de
la Costa to get to Tigre. You can get there
by train, spending a lot less than going by
taxi. Take the train to Mitre station. When
buying a ticket ask more information about
the train to Mitre because it shares the
same line with another on that goes to Suárez station. In Mitre you get out and buy the
ticket of the Tren. There are eleven stations
on 16 km, where on weekends each station
has an attraction (in Barrancas, for example, there is a flea market). The passage can
be return, but if you want to make a more
pleasurable ride at the final stop in the Delta, at
4pm, the Sturla (www.sturlaviajes.com.ar) has
a boat that makes the itinerary Tigre-Rio de la
Plata-Puerto Madero, costing $ 230,00. On the
ride of nearly two hours, you can enjoy the sunset on the Rio de la Plata. Unforgettable.
Cafes
The Florida certainly is the Brazilian’s favorite street shopping. Ten blocks are closed to
vehicle traffic, there you find the Galerias Pacifico (building declared a National Historic
Monument with over 150 outlets) and electronics stores, clothing and bookstores. But it’s
worth going to the mall Unicenter (25 km from
the center) with its more than three hundred
shops. It’s also worth a stroll along Santa Fe
Avenue. Walk calmly. There are numerous stores with various types of products. Don’t forget that if you are in Palermo, this is the neighborhood of several fashion boutiques. Thus, a
good pair of walking shoes and willingness can
bring good results, because the walk is long,
but the sidewalks are well maintained - another
difference compared to Brazil.
Seizing Buenos Aires and Palermo means to
enjoy the many cafes around the city. Porteños
have a habit of, whenever possible, get a coffee
and read their newspaper. Calmly.
In Palermo, the Guaresnei (in Nicaragua St,
5802) has coffee $ 16,00, cafe con leche $ 18,00,
double coffee $ 25,00 or Italian cappuccino, $
28.00. The drink deserves some side dish. Request a jamón y queso with medialuna (two
for $ 22,00) or an empanada ($ 84,00). But it
is essential a visit to a cafe that remains open
since 1850. La Biela (www.labiela.com), in Recoleta is a nice place that in the 50s was a meeting
place for racing car drivers and their fans, as
well as Artists, intellectuals and politicians. You
can choose to sit in the lounge decorated with
pieces reminiscent of motorsport history in Argentina or at the sidewalk, across the street in
the middle of a square. With luck, you can get
a table under a shady tree. La Biela is very close
to the Recoleta Cemetery, where is the grave of
Evita Perón (there are guided tours to meet the
grave and sculptures) and the Centro Cultural
Recoleta.
Buenos Aires has to be appreciated calmly.
Buenos Aires has to be known by walking. Just
watch every detail of its architecture, look at its
people, know their habits, get in the supermarkets, talk. Buenos Aires is not for a weekend
only. Buenos Aires tastes like coming back for
more.
www.turismo.buenosaires.gob.ar/en
11
No 175 | Julho 2014 | Ano XVIII
O Poder do Hábito
Amanda Chain
12
Lisa Allen tinha 34 anos. Começou a fumar e
beber com 16, estava fora de forma, com excesso de peso, sem dinheiro no banco e seu
velho currículo mostrava que o emprego mais
longo durara menos de um ano. Mas naquele
dia, em frente aos pesquisadores Lisa estava
esbelta e vibrante. Parecia mais jovem, com
o corpo atlético de uma corredora. Não tinha
mais dívidas, não bebia e estava há mais de 3 anos no mesmo trabalho. Lisa tinha decidido mudar um de seus hábitos e isso a ajudou a
reprogramar as outras rotinas automáticas de sua vida.
Embora cada hábito signifique pouco por si só, ao longo do tempo,
as refeições que pedimos, o que dizemos a nossos filhos e companheiros todas as noites, se poupamos ou gastamos dinheiro, a frequência
que fazemos exercícios, as rotinas de trabalho, têm um impacto enorme em nossa saúde, produtividade, segurança financeira e felicidade.
O livro começa a abordagem dos hábitos sob o aspecto individual,
da rotina individual e hábitos de consumo. Parte para a análise dos hábitos de empresas e organizações bem-sucedidas, entendendo como
desenvolver novas rotinas internas e fortalecer a cultura organizacional que vão determinar o comportamento das pessoas. E finalmente
examina os hábitos de sociedade.
Cada hábito é formado por três componentes. Primeiro há uma
deixa, um estímulo ou gatilho que nos coloca em modo automático,
despertando o hábito. Depois há a rotina, o hábito em si. E no final a
recompensa, que ajuda o cérebro a saber se vale a pena memorizar
este hábito para o futuro. Ao longo do tempo, esse loop - deixa, rotina, recompensa - se torna cada vez mais automático.
Hábitos não são inevitáveis e podem ser ignorados, alterados ou
substituídos. E para isso o importante é entender qual é o gatilho que
o desperta e sua recompensa.
Escrito de forma clara e fácil, com estudos acadêmicos, entrevistas
e casos de pessoas e empresas é uma excelente leitura. De Charles
Duhigg. Editora Objetiva. Preço sugerido: R$ 39,90.
www.livrariadochain.com.br
Botas
As botas são os calçados que mais representam
o clima frio. Basta a temperatura cair que elas
surgem em diversos modelos, comprimentos e
cores. Nesta temporada, a marca feminina de
calçados Spot Shoes aposta nessa tendência
com diversas opções. Destaque para as over the
knee boots. As botas acima do joelho são itens
indispensáveis para mulheres sofisticadas. Para
compor essas criações, a Spot Shoes investe nos
detalhes vazados, cadarços, salto meia pata e em
tons invernais, como o caramelo e preto.
0800-140-082 www.spotshoes.com.br
Pochete
Banida da moda, a pochete foi
considerada esteticamente deselegante
e antiquada. Mas a marca Elyane Fiuza
Luxury Bags aposta neste inverno num
modelo prático e moderno. A pochete
remodelada vem com franjas, que está
em alta nas próximas estações. Pensando
no índio americano, a estilista Elyane
Fiuza criou um modelo conceito para
mulheres ousadas e antenadas. “É quase
uma clutch para se usar na cintura”,
explica. Em camurça e couro, ela torna
o look mais leve. Além disso, é ideal
para mulheres que não abrem mão da
segurança, pois é presa na cintura como
um cinto, além de permitir praticidade, já
que deixa os braços e ombros livres.
www.elyanefiuza.com.br
Rastreador móvel é aliado do turista
Horas longe de casa,
destinos inusitados, turismo de aventura. Todo
esse universo envolve os
turistas e os familiares
que ficam em casa se preocupam esperando por
notícias. Pensando nisso,
a Link Monitoramento
está se especializando
no monitoramento para
turistas. O rastreador móvel, do tamanho de um controle de garagem, pode ser facilmente transportado pelo viajante. O equipamento permite aos familiares e amigos
acompanhar o trajeto e, com isso, tranquilizar a todos.
Planejando levar um grupo para fazer o tradicional Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, Ana Paula já está incluindo na bagagem
da viagem, prevista para outubro, o rastreador móvel. “A família que fica
em casa muitas vezes não têm notícias nossas. O equipamento vai ajudar
nessa missão, além de possibilitar viajar junto comigo”, relata.
Outro turista que usa o sistema da Link Monitoramento é Mauro Vieira
(foto), que atualmente está no Egito cumprindo a segunda etapa de sua
viagem ao redor do mundo. Ao acessar o site Meumundomeusonho.com.
br e clicar na aba “Onde estou”, o rastreador da Link Monitoramento tem
capacidade para enviar informações importantes para quem está longe,
como tempo parado, localização exata do lugar e até velocidades. “Uma
vez ele estava na Austrália indo de navio, o que me deu certa preocupação por ele estar em alto-mar. Mas fiquei aliviada porque consegui verificar inclusive a velocidade do navio, o que possibilitou estar ali com ele
em tempo real”, disse a namorada Rosiane Godk. Sabendo onde Mauro
Vieira está, Rosiane consegue interagir com ele pela internet e, mesmo
quando não há condições de contato virtual, o mapa do rastreador permite “viajar” junto com o namorado. “Ali crio expectativa de vida e ele
me dá mais força para enfrentar as circunstâncias e a luta diária”, afirma.
O rastreador custa a partir de R$ 79,90 e, a partir de um login e senha, a
pessoa pode localizar o rastreador via internet ou smartphone.
(41)3078-1700 - www.linkmonitoramento.com.br
Ligue para denunciar prostituição infantil ou
qualquer violência contra os direitos humanos.
Parque Tecnológico do Oeste do Paraná
14
A disponibilidade de mão de obra habilitada e a riqueza que vem da agricultura formam o panorama perfeito para
a ampliação de novas tecnologias. Com
essa proposta, foi projetado em abril
de 1993 o Parque Tecnológico Agroindustrial do Oeste do Paraná, conhecido
por todos como Fundetec (Fundação
para o Desenvolvimento Científico e
Tecnológico), que tem como finalidade
ampliar os processos cooperativos que
difundem o desenvolvimento socioeconômico na região Oeste do Paraná.
Com uma ampla estrutura de laboratórios de Físico-Química, Microbiologia, Análises de Bebidas e de centros
especializados como o laboratório de
Tecnologia e Inovação, o Parque conta, ainda, com a Agrotec (Escola Tecnológica Agropecuária) oferecendo
todo o espaço da área prática para que
produtores rurais possam ser capacitados por meio de treinamentos na área
agroindustrial, e o CIT (Centro Incubador Tecnológico) responsável pela
disseminação de práticas inovadoras,
garantindo o suporte técnico, administrativo e estrutural para a incubação de
empresas.
Ciência, inovação, tecnologia são paa
e
r
o
p
o
r
t
o
S
A
i
r
p
o
r
t
s
lavras que ilustram os 21 anos de história da Fundação que diariamente abre
as portas para famílias, produtores rurais, estudantes, profissionais e turistas
que querem conhecer seus projetos ou
as instalações do Parque Tecnológico.
Em um complexo de 148 hectares,
a Fundetec está localizada numa área
de preservação da mata atlântica e de
algumas espécies de animais, às margens do km 573 da BR-277, próximo ao
trevo do distrito de São João do Oeste,
da Ferroeste, do Terminal Ferroviário
Cotriguaçu e ao lado da Fundação está
o Parque Ambiental, uma reserva ambiental que abriga plantas e cachoeiras.
Visitas podem ser agendadas pelo
(45)3218-1220 ou [email protected]
Aeroporto Internacional Afonso Pena
Afonso Pena International Airport
Av. Rocha Pombo, s/nº - São José dos Pinhais
(41)3381-1515
Distância do Centro: 18 km
Distance from downtown: 18 km
Aeroporto Mun. de Guarapuava Tancredo Tomaz de Faria
Airport of Guarapuava Tancredo Tomaz de Faria
BR-277 – Km 356
(42)3627-4991
Distância do centro: 8 km
Distance from downtown: 8 km
PROCURANDO HOTEL?
Fone: 62 3983-5656
Joinville SC
Fone: 47 3145-9510
Dourados MS
Itajaí SC
Fone: 41 3212-4410 Fone: 67 3410-4410 Fone: 47 2103-5110
Ponta Grossa PR
Fone: 42 3223-1010
São Leopoldo RS
Fone: 51 3579-4810
NOVAS UNIDADES/2014 Blumenau/Palmas
Ano 18 | No 175 | JUlHO 2014 | www.aeroportojornal.com.br
AEROPORTO JORNAL® circula mensal e gratuitamente nos Aeroportos
Internacional de São José dos Pinhais/Curitiba (Afonso Pena) e nos
Aeroportos Municipais Adalberto Mendes da Silva (Cascavel), Serafim
Enoss Bertaso (Chapecó) e Tancredo Tomaz de Faria (Guarapuava).
EDITOR
Jean Luiz Féder (SJPPR nº 487)
REDAÇÃO
Sonia Bittencourt (SJPPR nº 727)
Daniella Bittencourt Féder
(41)3029-9977
[email protected]
VERSÃO
M. Claudia Trevisan Borges
Acompanhe seu voo no www.infraero.gov.br clicando no banner “Consulte seu voo”
Aparecida de Goiânia GO Curitiba PR
The availability of skilled labor and wealth that comes from
agriculture form the perfect scenario for the expansion of new
technologies. With this proposal in April 1993 was designed the
Agro Technology Park of West Paraná, known to all as Fundetec
(Foundation for Scientific and Technological Development), which
aims to expand the cooperative processes that spread socioeconomic
development in the western region of Parana.
With an extensive structure of Physical Chemistry, Microbiology,
beverage analyzes laboratories and specialized centers as the
laboratory of Technology and Innovation, the park also has the
Agrotec (Agricultural Technical School) offering all the space of the
practice area so that farmers can be qualified through training in the
agribusiness, and CIT (Technological Incubator Center) responsible
for the dissemination of innovative practices, ensuring the technical,
administrative and structural support for business incubation.
Science, technology, innovation are words that illustrate the
21 years history of the Foundation which daily opens its door for
families, farmers, students, professionals and tourists who want to
know their projects or facilities of the Technology Park.
In a complex of 148 hectares, the Fundetec is located in a
conservation area of the
​​ rainforest and some species of animals, 573
km along the banks of the BR-277, near the district of São João do
Oeste interchange, of the Ferroeste, the Cotriguaçu Terminal Rail.
Next to the Foundation is the Environmental Park, a nature reserve
which is home to plants and waterfalls.
Visits can be scheduled at (45) 3218-1220 or [email protected]
fundetec.org.br.
ADMINISTRAÇÃO
Carlos Fernando Schrappe Borges
(CRA/PR nº 6.618)
(41)3205-4385
[email protected]
Aeroporto Mun. de Chapecó Serafim Enoss Bertaso
Airport of Chapecó Serafim Enoss Bertaso
Acesso Florenal Ribeiro, 4.545
(49)3322-1034
Distância do centro da cidade: 10 km
Distance from downtown: 10 km
Aeroporto Mun. de Cascavel Adalberto Mendes da Silva
Airport of Cascavel Adalberto Mendes da Silva
BR-277 – km 601
(45)3228-2499
Distância do centro: 8 km
Distance from downtown: 8 km
Technology Park of West Parana
União da Vitória PR
Fone: 42 3521-1010
COMERCIAL
Igor Cury – (41)9614-1918
[email protected]
SEC - Estratégias
(41)3019-3717
[email protected]
Brasília: Central de Comunicação
(61)3323-4701 – (61) 8133-3400
[email protected]
Os artigos assinados não
representam, necessariamente,
o pensamento desta publicação.
PARCERIA
Diario do Turismo
Paulo Atzingen
(11)94818-1214
[email protected]
ASSINATURAS
Anual (12 edições recebidas pelo
correio): R$ 60,00. Solicite a sua.
[email protected]
AEROPORTO JORNAL® é editado por
Post Comunicação Ltda
PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO
Rafael R. Gulart
IMPRESSÃO
Corgraf – (41)3012-5000
www.grupocorgraf.com.br
Na foto da capa, do Ente de Turismo de la Ciudad de Buenos Aires, casal de
bailarinos em frente ao Obelisco construído
para comemorar o centenário da cidade,
que fica na Praça da República, na Avenida
9 de Julho.
Siga o Aeroporto Jornal:
twitter.com/aeroportojornal
Curta o Aeroporto Jornal:
facebook.com/aeroportojornal
,
139
Tarifas a partir de
R$
00
Para 01 pessoa c/ café
e estacionamento cortesia
* Tarifas sujeitas a alterações sem aviso prévio
Não deixe de visitar / Don’t forget to visit
No 175 | Julho 2014 | Ano XVIII
www.hotel10.com.br
Seja qual for o seu desejo, o Medalhão Persa atende.
www.medalhaopersa.com.br | www.facebook.com/MedalhaoPersa
Fone: (41) 3331-6900
Download

Buenos Aires - Aeroporto Jornal