Paisagens Art Déco, Arquitetura no Rio de Janeiro
Virgilio Garbayo
Projeto do Livro
Conteúdo
Introdução Conceito Art Déco no Rio de Janeiro Cidade Maravilhosa, Urbanismo e humanidade Divulgar a arquitetura Art Déco no Rio de Janeiro Público alvo Análise de Competidores Sobre o Autor Patrocínio Responsabilidade Social Cronograma Virgilio Garbayo virgilio@tantata.com +55 21 98220 6655
­ Página 1 de 9 ­ Paisagens Art Déco, Arquitetura no Rio de Janeiro
Virgilio Garbayo
Introdução
Este é um projeto que faz a junção de referencias importantes da imagem urbana da Cidade do Rio de Janeiro, memórias afetivas de sua arquitetura e o turismo cultural. A monumentalidade do acervo construído Art Déco no Rio de Janeiro inspira, senão impõe, na oportunidade do 450º aniversário da cidade, a publicação de um livro sobre o tema, com ensaio fotográfico, sob novas perspectivas, do ​
Art Déco e de sua arquitetura na capital carioca. O livro também tem a intenção de mostrar, através de depoimentos anônimos dos cariocas, a percepção de tais edifícios ​
no imaginário e nas memórias de moradores, visitantes e o resto da cidade maravilhosa​
. O Art Déco, originado na França se estendeu rapidamente pelo mundo, com importantes nomes como Nova Iorque e Cidade do Cabo. Mas foi no Brasil onde teve uma ​
grande influência indígena da cultura Marajoara​
, a arquitetura no Rio de Janeiro tornou­se um patrimônio único. Ao divulgar tal acervo do patrimônio cultural do Rio de Janeiro o livro destaca as atrações que a cidade oferece ao seu visitante e fortalece a ​
consciência coletiva para a importância de sua preservação​
. ­ Página 2 de 9 ­ Paisagens Art Déco, Arquitetura no Rio de Janeiro
Virgilio Garbayo
Conceito
Paisagens Art Déco, Arquitetura no Rio de Janeiro, é um livro de mesa com ​
acabamento artístico e luxuoso que privilegia as imagens​
. É por isso que sua vocação é ficar exposto para consultas ocasionais ou contemplação, em vez de acomodada ou até escondida em uma estante. A função do livro é de como um objeto que se faz corpomídia, à mostra em primeiro plano, interagindo com o ambiente e estimulando os sentidos para uma fruição estética e se comunicando com o entorno. Art Déco no Rio de Janeiro
O Art déco foi um movimento internacional de design na primeira parte do século XX que abrange todos os domínios da criação humana: arquitetura, decoração, moda, arte, desenho industrial, cinema, artes gráficas, publicidade, mobiliário. Futurista em sua essência, muitas vezes tropical em seus temas, foi também conhecido como “estilo moderno”. Rio de Janeiro é considerada a ​
capital do Art Déco da América Latina​
, com um acervo de quase 300 prédios e construções, e a maior estátua Art Déco do mundo, o Cristo Redentor. O estilo teve no Brasil uma ​
grande influência da arte indígena Marajoara (400 ­ 1350) da região amazônica. Principalmente na cerâmica, que usa padrões muito similares. A influência já foi interpretada como uma “​
aclimatação do estilo ao debate cultural que então se travava no país, [...] que buscam um diálogo com a cultura nacional​
”. (Guia da Arquitetura Art Déco no Rio de Janeiro) Cidade Maravilhosa, Urbanismo e humanidade
Urbanismo é uma ciência humana, inserida no contexto da sociedade. A arquitetura se relaciona com os moradores da cidade. Assim, nesse livro se busca mostrar o relacionamento dos cariocas ­ Página 3 de 9 ­ Paisagens Art Déco, Arquitetura no Rio de Janeiro
Virgilio Garbayo
com o estilo ​
Art Déco desde a perspectiva das pessoas, seus sentimentos, suas visões e suas experiências. Depoimentos anônimos completam as imagens do livro, palavras de proprietários, professores, moradores, síndicos, trabalhadores, especialistas, turistas ou visitantes ocasionais, humanizando o registro da arquitetura e as paisagens urbanas. Divulgar a arquitetura Art Déco no Rio de Janeiro
Muitos são os ícones que atraem visitantes ao Rio de Janeiro, e também dos quais os cariocas usufruem a cada dia. O Cristo Redentor e algumas das construções da cidade incluem­se nesses ícones, mas na maioria dos casos não se tem consciência de que edifícios são testemunhos construídos de um movimento de grande importância. As jóias arquitetônicas Art Déco passam despercebidas dentro da paisagem urbana aos olhos de visitantes e moradores. É importante valorizar este patrimônio e destacar aos olhos dos moradores, empresários e políticos a importância de uma soma de esforços no sentido de uma política de mais efetiva de monitoramento e controle de suas condições (e riscos) de mantenção e preservação. Cidades como Barcelona, Amsterdam, Miami e Melbourne têm, em seus respectivos circuitos de Art Déco, atrativos turísticos que mobilizam milhões de visitantes. Comemorar 450º aniversário incluindo o estilo Art Déco
Segundo o Comitê 450º “Trabalhar o pertencimento à Cidade e valorizar as manifestações culturais mais genuínas do Rio são elementos que estão na base das comemorações do 450º aniversário da cidade.” Nesse cenário o livro pretende ​
incluir a arquitetura Art Déco como parte importante do patrimônio cultural do projeto comemorativo. ­ Página 4 de 9 ­ Paisagens Art Déco, Arquitetura no Rio de Janeiro
Virgilio Garbayo
Público alvo
O interesse no Art Déco, no Rio de Janeiro, pode ser comprovado pela existência do Instituto Art Déco Brasil (fundado em 2005), o qual foi sede para o 11º Congresso Mundial de Art Déco em 2011. Também foram realizadas algumas exposições como “Rio Art Déco” (Caixa Cultural, 2011) e “Art Nouveau e Art Déco: Estilos de Sedução” (Espaço Cultural Península, 2013). Nas mídias sociais e nos conteúdos de internet encontra­se também uma ampla cobertura do tópico, recebendo milhões de interações de visitantes online cada mês. Rio de Janeiro recebe anualmente mais de 1,5 milhões de visitantes estrangeiros, e esse número se multiplica quando se consideram os visitantes de outras partes do Brasil. Os livros de fotografia sobre a cidade estão entre os souvenirs mais solicitados, considerados uma excelente lembrança e uma coleção de cartões postais de alta qualidade artística. Livrarias e lojas de museus e de hotéis são os pontos principais de venda. O turismo cultural também tem na cidade carioca um destino importante, como fala Rex M. Ball, Presidente da Tulsa Art Deco Society num artigo no jornal Art Déco News “Rio Gets High Marks As Deco Destination”: ​
http://www.artdeconews.com/destinations.htm O Congresso Mundial de Art Déco acontece a cada dois anos desde 1991, tendo como membros mais de 35 associações dos 5 continentes. Na última edição contou com a participaçao de 250 delegados de 16 países. Arquitetos, turistas, designers, construtores, historiadores, brasileiros, pessoas com interesse no Rio de Janeiro, urbanismo, fotografia, ciências humanas… o livro atinge um amplo leque de público alvo. ­ Página 5 de 9 ­ Paisagens Art Déco, Arquitetura no Rio de Janeiro
Virgilio Garbayo
Análise de Competidores
São muitos os livros de fotografia publicados sobre o Rio de Janeiro, a maioria dos quais mostra imagens das praias, do carnaval, da natureza ou dos monumentos mais conhecidos da cidade, como o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar. Há carência de publicações locais com foco na Arquitetura Art Déco, a sua realcão com a cidade e a percepção dos moradores. Publicações dedicadas ao Art Decó no rio de Janeiro: Rio de Janeiro Art Déco ­ Márcio Roiter 23cm x 30cm 256 páginas ISBN: 978­85­7734­180­1 R$120,00 Livro sobre a influência do movimento Art Déco no Rio de Janeiro Márcio Roiter é Presidente do Instituto Art Déco Brasil, pesquisador, curador de exposições sobre o tema, marchand e antiquário. Comentário: Obra muito completa sobre o movimento Art Déco. Predomina o texto e as imagens sobre cartazes da época, elementos decorativos e mobiliário. Nem a arquitetura nem a fotografia são temas predominantes. Guia da Arquitetura Art Deco no Rio de Janeiro ­ secretaria municipal de urbanismo Rio de Janeiro 11cm x 26cm 162 páginas (edição esgotada) A obra abrange todos os recantos da cidade, registrando os estilos arquitetônicos desenvolvidos no espaço urbano durante quatro séculos. história da arquitetura, história do urbanismo, história urbana. Comentário: Livro sobre arquitetura e urbanismo, com referências fotográficas de baixa qualidade de resolução. ­ Página 6 de 9 ­ Paisagens Art Déco, Arquitetura no Rio de Janeiro
Virgilio Garbayo
Sobre o Autor
Virgilio Garbayo recebeu o apelido de “Gringo da Gema” logo depois de chegar ao Rio de Janeiro, o que não poderia refletir de melhor maneira seu coração carioca. Depois de morar em vários continentes e visitar quase 50 países (e a lista continua crescendo cada ano) completou a formação artística na Escola de Artes Visuais do Parque Lage onde seu trabalho de fotografia alcançou maior visibilidade e reconhecimento. Fruto da mistura do amor pela fotografia e pelo Rio de Janeiro, começou o projeto Tantata Focus (focus.tantata.com), com o lema “Arte fotográfica com perspetiva”, onde imagens diferentes sobre a cidade maravilhosa são disponibilizadas para entidades corporativas, hotelaria e público em geral. O autor usa técnicas singulares, destacando a fotografia a partir de uma pipa (KAP ­ Kite Aerial Photography), conseguindo uma visão a baixa altitude muito usada em arquitetura e urbanismo. Pode­se consultar um artigo publicado no jornal Globo sobre sua pessoa: http://oglobo.globo.com/rio/a­paixao­segundo­os­neocariocas­11138262 Virgilio também é um membro ativo da ONG Museu de Favela, com a qual colabora ativamente de forma pessoal, com seu tempo e energia, além de compartilhar os frutos de seus projetos artísticos para dar apoio econômico ao Museu. Mais informações no ponto “Responsabilidade Social” ­ Página 7 de 9 ­ Paisagens Art Déco, Arquitetura no Rio de Janeiro
Virgilio Garbayo
Patrocínio
O segmento responsável pela proliferação dos livros de mesa no mercado brasileiro nos últimos anos é o de livros patrocinados, nome pelo qual ficaram conhecidas as obras produzidas com recursos financeiros de terceiros (empresas pública ou privada e, em menor proporção, pessoas físicas), a partir de renúncia fiscal dos incentivadores culturais, possibilitando um caráter de mecenato aos investimentos. Pelos ​
altos custos envolvidos na produção dos livros ilustrados, esses projetos, de pequenas tiragens, dependem, total ou em parte, de subsídios externos ao negócio para chegarem ao consumidor final com preços competitivos. Daí a justificativa para se recorrer às ​
leis de incentivo​
. A mais utilizada, no segmento editorial de livros ilustrados, é a de âmbito federal. BRINDE CORPORATIVO O livro é um ​
presente corporativo que valorizar a imagem da empresa e a relação com seus clientes. É uma obra de alto valor percebido e de longa duração. O livro pode ser personalizado, adicionando uma página de apresentação com uma mensagem sobre a empresa e seu logo ou com uma imagem sobre a companhia. Responsabilidade Social
O autor acredita em projetos e pessoas que contribuem para boas causas, para o bem­estar, para qualidade de vida e para sorrisos. Por isso 15% dos lucros netos obtidos com esse livro serão destinados à ONG "Museu de Favela". Cada vez que alguém comprar um livro, estará apoiando diretamente este projeto social. Museu de Favela www.museudefavela.org O Museu de Favela (MUF) é uma organização não­governamental privada de caráter comunitário, fundada em 2008 por lideranças culturais moradoras das favelas Pavão, Pavãozinho e Cantagalo. ­ Página 8 de 9 ­ Paisagens Art Déco, Arquitetura no Rio de Janeiro
Virgilio Garbayo
Cronograma
Conceito / Semana 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Produção Edição Imagens Revisão de Texto Tradução Projeto Gráfico Impressão Distribuição Contato para interesse, dúvidas, patrocínios ou imprensa: Virgilio Garbayo virgilio@tantata.com +55 21 98220 6655 ­ Página 9 de 9 ­ 
Download

Projeto do Livro - Art Deco Rio de Janeiro