Centro de Controle de
Intoxicações do Rio de Janeiro
• Dr. Roberto Henrique Belo Pereira
• Telefone CIT-RJ – (21) 2573-3244
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
1
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Metais Pesados
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
2
2
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Chumbo
• Os principais usos estão relacionados às
indústrias extrativa, petrolífera, de baterias
automotivas, tintas e corantes, cerâmica, cabos,
tubulações e munições
• Indústria de chapas de metal semi-acabado,
aditivos em gasolina,
• Indústria de reciclagem de sucata de baterias
automotivas para reutilização de chumbo
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
3
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por chumbo
Sinais e Sintomas
•
•
•
•
•
•
CRÔNICA
Não específicos
Dores vagas
Neuropatia periférica
Nefrite
Alterações Hepáticas,
Renais, Pulmonares e
de Medula Óssea
• AGUDA
• Gosto metálico
• Anorexia, constipação,
dor abdominal,
vômitos, alteração de
comportamento,
letargia, fadiga,
convulsões, coma,
encefalopatia
satúrnica, etc
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
4
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por chumbo
Evidência Presuntiva
• Laboratório: Anemia (Hb<10g/dl),
pontilhado basofílico, ALA urinário –
Intox. Aguda tb hemólise e coproporfirina
urinária
• Radiográfico: Opacidades em radiografias
abdominais, linhas de Burton (em crianças)
• Histórico: Exposição no trabalho, história
familiar
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
5
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por chumbo
Evidência diagnóstica
• Crônico – Concentração sanguínea de
chumbo entre 30-60μg/dl
• Agudo – Concentração sanguínea maior que
60μg/dl
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
6
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por chumbo
Tratamento
• Sintomático, com
encefalopatia
presente ou chumbo
sérico >100μg/dl
• BAL 450mg/m2/dia
• EDTA 1,5g/m2/dia
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
• Iniciar com BAL 75mg/m2
IM 4/4h. Após 4h iniciar com
infusão contínua de EDTA,
dose referida
• Essa terapia deve ser contínua
por 5 dias. Interromper por 2
dias, e se chumbo sérico
continuar >50μg/dl, tratar
mais 5 dias.
• Outros ciclos podem ser
necessários dependendo dos
níveis séricos de rebote
7
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por chumbo
Tratamento
• Sintomático, sem
encefalopatia
• BAL
300mg/m2/dia
• EDTA 1g/m2/dia
• Iniciar com BAL 50mg/m2 IM 4/4h, após
4h iniciar com EDTA dose referida, de
preferência por infusão contínua ou doses
divididas EV
• A terapia com EDTA deve ser 5 dias
• BAL deverá ser suspenso após 3 dias se
chumbo sérico<50μg/dl. Interomper por 2
dias e se os níveis séricos continuarem>
50μg/dl, tratar mais 5 dias
• Outros ciclos podem ser necessários
dependendo dos níveis séricos de rebote
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
8
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por chumbo
Tratamento
• Assintomático, após • Iniciar com BAL 50mg/m2 IM 4/4h, após
tratamento, com
4h iniciar com EDTA dose referida, de
medição dos níveis
preferência por infusão contínua ou doses
de chumbo < ou =
divididas EV
100μg/dl
• A terapia com EDTA deve ser 5 dias
• BAL deverá ser suspenso após 3 dias se
chumbo sérico<50μg/dl.
• BAL 300mg/m2/dia • Outros ciclos podem ser necessários
dependendo dos níveis séricos de rebote
• EDTA 1g/m2/dia
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
9
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por chumbo
Tratamento
• Assintomático, após
tratamento, com
chumbo sérico > ou =
45μg/dl
• DMSA 30mg/kg/dia
• EDTA 1g/m2/dia
• Iniciar com 10mg/kg/VO
3X/dia, 5 dias e após 10mg/kg
2X/dia por 14 dias
• Outros ciclos podem ser
necessários dependendo dos
níveis séricos de rebote
• EDTA por 5 dias de preferência
por infusão contínua ou doses
divididas EV
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
10
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por arsênico
Clínica
• SNC agudo
• SNC subagudo
• Encefalopatia, coma convulsões,
delírios
• Encefalopatia persistente,
irritabilidade, confusão mental,
memória, alucinações, paralisia
VI nervo craniano
• SNC crônico
• Encefalopatia persistente
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
11
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Arsênico
• O arsênico é usado na fabricação de
munição, ligas e placas de chumbo de
baterias elétricas.
• Na forma de arsenito é usado como
herbicida e como arsenato, é usado nos
inseticidas.
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
12
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por arsênico
Clínica
• SN periférico • Sintomas subagudos de
agudo
aparecimento precoce
• Sintomas sensoriais
• SN periférico
diminuídos/abolidos, fraqueza
subagudo
muscular, paralisia ascendente,
dor severa em extremidades
• Neuropatia sensorial e motora
• SN periférico
persistente
crônico
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
13
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por arsênico
Clínica
• Cardiovascular
agudo
• Arritmias, prolongamento
QT, Torsades de Pointes,
Edema pulmonar,
miocardite, hipertensão
• Cardiovascular
subagudo
• Arritmias, prolongamento
QT. Torsades de Pointes
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
14
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por arsênico
Clínica
• Gastrointestinal
agudo
• Gastrointestinal
subagudo
• Gastrointestinal
crônico
• Náuseas, vômito, diarréia,
dor abdominal, hepatite
tóxica
• Persistência dos sintomas
agudos, anorexia, perda de
peso
• Pode ser ausente, dor tipo
cólica, náuseas e vômitos
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
15
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por arsênico
Clínica
• Pulmonar Agudo
• Pulmonar subagudo
• Pulmonar crônico
• Edema pulmonar,
falência respiratória
• Tosse, estertores,
hemoptóicos, dor
toráxica
• Tosse
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
16
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por arsênico
Clínica
• Hematológico agudo
• Anemia hemolítica
• Hematológico
subagudo
• Pancitopenia
• Hematológico crônico
• Agranulocitose,
Anemia, Anemia
aplástica
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
17
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por arsênico
Clínica
• Renal agudo
• Necrose tubular
aguda, necrose cortical
• Otorrinolaringológicos
agudo
• Gosto metálico,
irritação de mucosas
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
18
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por arsênico
Clínica
• Dermatológico
subagudo
• Dermatológico
crônico
• Alopécia, Rash, edema
facial/periférico,
descamação
• Hipo e hiperpigmentação,
ceratose palmoplantar,
ceratose papular, lesões
ulcerativas, carcinoma pele,
edema facial/periférico
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
19
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por arsênico
Clínica
• Outros agudos
• Subagudos
• Crônicos
• Febre, rabdomiólise,
miopatia aguda
• Febre, diaforese,
fadiga
• Fadiga, Ca pulmão,
hemangiossarcoma,
cirrose, hipertemsão
portal não cirrótica,
teratogênese
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
20
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Diagnóstico diferencial
Intoxicação arsênico
• Neurológico
• Encefalopatias: Síndrome de
Korsakoff, Encefalopatias
Virais, Induzida por álcool.
• Neuropatia periférica:
Síndrome de Guillain-Barré,
Diabetes, Induzida por álcool,
nutricional
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
21
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Diagnóstico diferencial
Intoxicação arsênico
• Endocrinologia
• Hematologia
• Gastroenterologia
• Hipo e
hipertireoidismo,
doença de Addison
• Porfiria, Anemia
hemolítica, Anemia
ferropriva
• Gastroenterite,
Hepatites
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
22
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Diagnóstico diferencial
Intoxicação arsênico
• Intoxicações exógenas
• Dermatologia
• Tálio, Mercúrio,
Organofosforados,
Buckthorn
(sanguinheiro), etc
• Dermatites: por estase,
atrófica, de contato,
esfoliativa; Líquen
plano, Ca pele
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
23
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Diagnóstico diferencial
Intoxicação arsênico
• Infecciosos
• Cardiovasculares
• Outros
• Sepse, Faringite,
Infecções vias aéreas
superiores
• IAM, Miocardite,
Doença vascular
periférica
• Depressão, síndrome
da fadiga crônica
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
24
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação arsênico
Tratamento
• Valores laboratório
Sangue: < 5μg/L ou < 0,0665 μmol/L
Urina 24h: > 50 μg/dia ou > 0,665 μmol/dia
• “Action level”: > 100 μg/dia ou > 13,3 μmol/dia
(urina 24h)
• Valores maiores ou iguais ao AL necessitam
intervenção clínica
• Valores menores podem necessitar de intervenção
baseado no estado clínico do paciente
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
25
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação arsênico
Quelantes - Bal
• Dose 3-5mg/kg IM
cada 4 ou 6h – fim do
tratamento: arsênico
urina 24h < 50 μg/dia
ou substituição por
outro agente
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
• Efeitos adversos:
Hipertensão, reaçào
febril, diaforese, dor no
local da injeção, abcesso
local, salivação, náuseas,
vômitos, cefaléia,
rinorréia,
lacrimejamento,
hemólise em pacientes
com deficiência de G6PD
26
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação arsênico
Quelantes – D-penicilamina
• Dose: 25mg/kg/dose
VO 6/6h máximo
1g/24h – fim
tratamento: arsênico
urina 24h < 50 μg/dia
• Náuseas, vômitos,
febre, rash,
leucopenia,
trombocitopenia,
eosinofilia, anemia
hemolítica, síndrome
de Steven-Johnson
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
27
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação arsênico
Quelantes – DMSA
• Dose: 10mg/kg/dose
VO 8/8h por 5 dias +
10mg/kg/dose VO
12/12h por 14 dias,
podendo repetir se
necessário - fim do
tratamento: arsênico
urina 24h < 50 μg/dia
ou substituição por
outro agente
• Náuseas, vômitos,
diarréia, dor
abdominal, gases,
TGO e fosfatase
alcalina, rash, prurido,
dor garganta, rinorréia,
tonteiras, parestesias,
eosinofilia,
trombocitose
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
28
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Cádmio
• O cádmio é encontrado na natureza quase sempre
junto com o zinco, em proporções que variam de
1:100 a 1:1000, na maioria dos minérios e solos
• É obtido como subproduto da refinação do zinco e
de outros minérios, como chumbo-zinco e cobrechumbo-zinco.
• A galvanoplastia (processo eletrolítico que
consiste em recobrir um metal com outro) é um
dos processos industriais que mais utiliza o
cádmio (entre 45 a 60% da quantidade produzida
por ano).
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
29
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Cádmio
• O homem expõe-se ocupacionalmente na
fabricação de ligas, varetas para soldagens,
baterias Ni-Cd, varetas de reatores, fabricação
de tubos para TV, pigmentos, esmaltes e tinturas
têxteis, fotografia, litografia e pirotecnia,
estabilizador plástico, fabricação de
semicondutores, células solares, contadores de
cintilação, retificadores e lasers.
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
30
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação Cádmio
Agudo/Crônico
• Irritação GI
• Pneumonite
• Edema Pulmonar
•
•
•
•
•
Nefrotoxicidade
Nefrolitíase
Osteomalácia
Ca Próstata
Ca Pulmonar
(possível)
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
31
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Cromo
• Encontrado em inúmeras atividades
industriais, destacam-se:
galvanoplastia, soldagens, produção de
ligas ferro-cromo, curtume, produção
de cromatos, dicromatos, pigmentos e
vernizes.
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
32
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação Cromo
Agudo/Crônico
• Dermatites
• Úlceras de Pele e
mucosa
• Queimaduras
• Insuf. Renal Aguda
• Hemólise
• Dano hepático
• Nefrotoxicidade
• Dçs inflamatórias de
vias aéreas
• Ca trato respiratório
• Úlceras nasais
• Úlceras de pele
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
33
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Cobalto
• São largamente usados quer em laboratório
quer na indústria como catalisadores
• Componentes de tintas e pigmentos
• Multiplos usos como isótopos radioativos
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
34
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação Cobalto
Agudo/Crônico
• Dermatite
• Síndrome semelhante
à asma
•
•
•
•
Cardiomiopatia
Hipotireoidismo
Policitemia
Fibrose pulmonar
intersticial
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
35
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Cobre
• É usado como catalisador, como agente dessulfurizante ou
ainda como branqueador na indústria petrolífera
• Na tinturaria têxtil e como agente oxidante em corantes.
• Na pintura de cascos de navios, de madeira ou aço, para
proteger da ação desgastante da água do mar.
• Usado para sensibilizar superfícies à luz ou como
opacificador em esmaltes, vidros e cerâmicas.
• Usado como fungicida, inseticida e como aditivo dos solos.
• . O metal é utilizado na cunhagem de moedas, fabrico de
tubos de canalização, peças decorativas, etc
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
36
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação Cobre
Agudo/Crônico
• Dermatite
• Irritação e ulceração
de trato respiratório e
gastrointestinal
• Hemólise
• Hepatotoxicidade
•
•
•
•
•
•
Fibrose pulmonar
Doença hepática
Ca Pulmonar
Cegueira
Cirrose
Encefalite (doença de
Wilson)
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
37
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Níquel
• Usado nas soluções de niquelagem, como
catalisador e mordente para a indústria têxtil,
aditivos de óleos de motores e de lubrificantes.
• Indústria de borracha, pigmentos em produtos de
beleza
• Fabricação de Ligas, cunhagem de moedas, e
muitos outras aplicações diversas nos laboratórios
e na indústria química.
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
38
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação Níquel
Agudo/Crônico
•
•
•
•
•
•
Dermatite
Conjuntivite
Irritação GI
Gastrite hemorrágica
Pneumonite
Sinusite
•
•
•
•
Fibrose Pulmonar
Ca trato respiratório
Anosmia
Pólipos e perfuração
nasal
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
39
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Manganês
• Entre as principais aplicações industriais do
manganês, destacam-se a fabricação de fósforos de
segurança, pilhas secas, ligas não-ferrosas (com
cobre e níquel), esmalte porcelanizado, fertilizantes,
fungicidas, rações, eletrodos para solda, magnetos,
catalisadores, vidros, tintas, cerâmicas, materiais
elétricos e produtos farmacêuticos (cloreto, óxido e
sulfato de manganês).
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
40
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação Manganês
Agudo/Crônico
•
•
•
•
Dermatite
Conjuntivite
Corrosão GI
Pneumonite
• Psicose
• Síndrome semelhante
ao Parkinson
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
41
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Selênio
• o selênio e os seus compostos encontram
largo uso nos processos de reprodução
xerográfica, na indústria de vidros,como
desgasificante na indústria metalúrgica,
como agente de vulcanização, como
oxidante em certas reações e como
catalisador.
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
42
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação Selênio
Agudo/Crônico
• Dermatite
• Conjuntivite
• Ulcerações e irritação
GI
• Alopécia
• Fadiga
• Perda de unhas
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
43
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Estanho
•
•
•
•
•
Construção de tubos e válvulas
Tanques de armazenamento
Fabricação de eletrodos
Galvanoplastia
Fabricação de ligas metálicas, etc
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
44
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação Estanho
Agudo/Crônico
• Encefalopatia
• Edema cerebral
• Morte
• Pneumoconiose
• Encefalopatia crônica
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
45
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Zinco
•
metalurgia (fundição e refinação),
indústrias recicladoras de chumbo
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
46
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação Zinco
Agudo/Crônico
• Pneumonite
• Febre do fumo
metálico
• Anemia sideroblástica
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
47
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Mercúrio
• O mercúrio e seus compostos são encontrados na produção
de cloro e soda caústica (eletrólise), em equipamentos
elétricos e eletrônicos (baterias, retificadores, relés,
interruptores etc), aparelhos de controle (termômetros,
barômetros, esfingnomanômtros), tintas (pigmentos),
amálgamas dentárias, fungicidas (preservação de madeira,
papel, plásticos etc), lâmpadas de mercúrio, laboratórios
químicos, preparações farmacêuticas, detonadores, óleos
lubrificantes, catalisadores e na extração de ouro.
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
48
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação Mercúrio
Agudo/Crônico
• Irritação e ulceração
do trato respiratório e
GI
• Pneumonite
• Edema Pulmonar
• Insuficiência Renal
• Cólicas
• Irritação GI
• Sintomas SNC
(neurastênicos e alt.
Comportamentais)
• Tremores e ataxia
• Anosmia
• Disfunção renal
• Acrodinia e alt. pele
• Teratogenia
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
49
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Hidrocarbonetos
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
50
50
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Hidrocarbonetos alifáticos
usos
• Gases (metano, etano,
propano
• Benzina
• Gasolina
• Nafta
• Querosene
• Seladores minerais
• Óleo mineral
• Óleoss variados
• Lubrificantes
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Combustível
Solventes
Combustível
Diluente, carga isqueiros
Combustível, carga isqueiros
Polidores
Laxativos, óleo de bebês
Öleo de motor, fluido transmissào
Parafina
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
51
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Hidrocarbonetos clorados
usos
• Cloreto de metileno
• Tetracloreto de
Carbono
• Tricloroetileno
• Tetracloroetileno
• Solvente, fumigantes, tintas,
detergentes industriais,
refrigeração
• Solvente, propelente,
refrigeração
• Removedor tinta,
desengordurantes, fluido de
correção
• Limpeza de máquinas, plásticos,
industria química
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
52
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Hidrocarbonetos clorados
Exposição
Cloreto de
metileno
Tetraclo
reto de
carbono
Tricloro
etileno
Tetraclo
roetileno
Inalação
++
++
++
++
cutânea
+
+
+
+
Ingestão
_
++
++
++
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
53
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Hidrocarbonetos clorados Toxicidade aguda
Cl metil
CSN
Respirat.
CV
Dermat.
Ocular
GI/Hepat
Renal
Metabol
Hematol
++
+
++
+
+
+
0
0
+
Tetracl C
Tricletil
++
+
0
+
0
++
+
0
?
++
+
+
+
+
+
+
0
0
Tetracleti
+
+
0
+
+
0
0
0
0
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
54
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Hidrocarbonetos clorados
Toxicidade crônica
• Cloreto de metileno
• Tetracloreto de
Carbono
• Tricloroetileno
• Tetracloroetileno
• Hepática, cardiovascular,
carcinogênese
• Leucemias, Carcinogênese,
Hepática (?)
• CNS, Carcinogênese
• Hepática, Renal,
Carcinogênese
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
55
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Hidrocarbonetos aromáticos
Usos
• Benzeno
• Tolueno
• Xileno
• Indústria química,
Plásticos, Borracha,
Sintetizantes químicos
• Solventes para tintas,
laquês, adesivos
• Solventes, Tintas,
Pesticidas, Adesivos
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
56
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Hidrocarbonetos aromáticos
Exposição
Benzeno
Tolueno
Xileno
inalação
++
++
++
cutânea
+
+
+
ingestão
++
+
++
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
57
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Hidrocarbonetos aromáticos
Toxicidade aguda
Benzeno
+
Tolueno
++
Xileno
+
Respiratória
Cardiovasc.
Dérmica
Ocular
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
+
GI
Renal
Metabólica
+
+
0
+
+
++
+
+
+
CNS
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
58
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Hidrocarbonetos aromáticos
Exposição crônica
• Benzeno
• Hematológica
• Tolueno
• Neuropsiquiátrica
• Xileno
• Neuropsiquiátrica
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
59
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Composição hidrocarbonetos
/Solventes(drogas de abuso)
•
•
•
•
•
•
Tinta acrílica
Propelente aerosol
Tinturas
Extintores
Gás (butijão)
Anestésicos
- Tolueno
- Fluorocarbonetos
- Acetona, cloreto de metileno
- Bromoclorodifluorometano
- Propano, butano
- Enflurano, Halotano,
Isoflurano, óxido nítrico
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
60
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Composição hidrocarbonetos
/Solventes(drogas de abuso)
•
•
•
•
•
Gasolina - hidrocarbonetos, chumbo tetraetila
Carga de isqueiros – Butano
Removedor esmalte – Acetona, isopropanol
Removedor tinta – Cloreto de metileno
Colas/adesivos
– Tolueno, benzeno, xileno,
acetona, nafta, n-hexano, tricloroetileno, acetato
de etila, tetracloroetileno, tricloroetano,
tetracloreto de carbono, metiletilcetona.
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
61
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Composição hidrocarbonetos
/Solventes(drogas de abuso)
•
•
•
•
•
•
•
Tintas/verniz/laquês – tricloroetileno, tolueno
Refrigeração – Fluoroclorometano
Adesivos borracha – benzeno, n-hexano, tricloroetileno
Polidores sapato – Hidrocarbonetos clorados, tolueno
Solventes (laboratório) – tetracloreto de carbono
Fluido corretor – Tricloroetileno, tricloroetano
Adesivos poliestirenos – acetona, tolueno,
tricloroetileno, n-hexano
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
62
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por hidrocarbonetos
Clínica
• Pele/mucosas
• Gastrointestinal
• Vermelhidão, prurido,
inflamação, dermatite
eczematóide,
queimaduras, Acne,
etc
• Náuseas, vômitos, dor
abdominal, diarréia,
hematêmese (pp com
Tolueno e Benzeno)
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
63
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por hidrocarbonetos
Clínica
• Pulmonar
• Cardiovascular
• Tosse, dispnéia,
cianose,
broncoespasmo,
broncopneumonia,
atelectasia, inflamação
intersticial, hemoptise,
EAP
• Disritmias
ventriculares, morte
súbita, angina
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
64
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por hidrocarbonetos
Clínica
• SNC
• Hematológico
• Cefaléia, ataxia, alterações
visuais, irritabilidade,
estupor, letargia,
convulsões, alucinações,
euforia, agitação, espasmos
musculares, tremores e
hiperreflexia
• Anemia hemolítica e CID
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
65
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por hidrocarbonetos
Clínica
• Benzeno/crônica
• Anemia aplástica,
leucemias (mielocítica
ou monocítica),
carcinogênese,
mieloma múltiplo (?)
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
66
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por hidrocarbonetos
Clínica
• Tolueno/crônica
• Acidose tubular renal,
hipocalemia, hipofosfatemia,
acidose metabólica, alterações
cognitivas, ataxia cerebelar,
disfunção corticoespinhal,
anormalidades oculomotoras,
tremores, fraqueza, atrofia
cerebelar e cerebral difusa
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
67
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Intoxicação por hidrocarbonetos
Clínica
• Inespecíficas
• Neurastenia, déficits
neuropsicológicos, alterações
de memória, dificuldades no
aprendizado, alteração de
personalidade, neuropatia
sensorimotora periférica,
necrose centrolobular de
fígado, insuficiência renal, Ca
pâncreas, fígado e trato biliar
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
68
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Controle biológico em exposição
ocupacional
Agente químico
Anilina
Material
Urina/sangue
Arsênico
Cádmio
urina
Urina
Chumbo inorgânico
Sangue e urina
Chumbo tetraetila
Cromo hexavalent
Diclorometano
Urina
Urina
Sangue
Análise
P-aminofenol e
metahemoglobina
arsênico
cádmio
chumbo, Ac. Del
taaminolevulínico
chumbo
cromo
Carboxihemoglob.
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
69
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Controle biológico em exposição
ocupacional
Agente químico
Dimetilformamida
Dissulfeto de carbono
Estireno
Fenol
Metanol
Tolueno
Xileno
Material
Urina
Urina
Urina
Urina
Urina
Urina
Urina
Análise
N-metilformamida
Ac 2-tio-tiazolina
Ac. Mandélico e..
fenol
Metanol
Ac. Hipúrico
Ac metil hipúrico
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
70
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Metanol
• Sintomas podem aparecer até 24h após
ingesta
• Confusão mental, ataxia, seguido dentro de
6-12h de fraqueza, cefaléia, vômitos, dor
abdominal e alterações visuais
• Acidose metabólica, coma, cegueira,
depressão respiratória, choque e morte
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
71
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Metanol
• Tratamento: LG+CA
• Tratamento rigoroso da acidose
• Etanol – EV 10ml/kg de sol 10% em SG
30min +1-2ml/kg/h
• Etanol – VO 2ml/kg sol 40% em 30
min+em média 0.15ml/kg/h
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
72
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Naftalina
• Sintomas GI
• Cefaléia, letargia, anorexia, dispnéia
• Anemia hemolítica, metahemoglobinemia,
IRA
• Tratamento: Esvaziamento gástrico+CA
• Bicarbonato (hemólise)
• Azul de metileno (1-2mg/kg preparado 1%
EV repetir se necessário)
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
73
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Acetona
•
•
•
•
Depressão SNC, desde sedação ao coma
Sintomas GI
Irritação por contato
Taquicardia, hipotensão, dispnéia, acidose
metabólica
• Tratamento: LG+CA+ Sintomático
Disque-Intoxicação
0800 722 60011
Biblioteca virtual em Toxicologia: www.tox.bvs.br
74
renaciat@anvisa.gov.br
www.anvisa.gov.br
Download

Intoxicação por metais pesados