Cristiane Alperstedt
Fernanda Furuno
Luciana A. Santos
 Introdução
A
tutoria em EaD
 A criação de um Programa
• fatores motivadores e decisivos
 Resultados
 Conquistas
 Desafios
e perspectivas
 Conclusão
 Evolução
das TICs
• surgimento e aprimoramento da EaD
 Uso
da TI na EaD: controle de qualidade
• acompanhamento e análises aprofundadas de
desempenho acadêmico
• atuação da tutoria on-line

Novas mídias educacionais
• exigem desenvolvimento de novas habilidades e
competências docentes

Condições para tutoria on-line bem-sucedida (Berge,
1976)
• pedagógica, social, gerencial e técnica
 mediador pedagógico (“arquiteto cognitivo”): projeta diferentes
caminhos de aprendizagem para os alunos escolherem
 (re)orienta a aprendizagem dos alunos
 esclarecendo dúvidas, identificando dificuldades, sugerindo leituras,
planejando atividades
 mediação pedagógica constante materializada nas interações e
comunicação
 Tutoria:
preocupação
• aqueles que não estão familiarizados com
metodologias de EaD e com recursos tecnológicos
• programas de educação continuada são necessários
 “o treinamento é necessário e organizá-lo é uma
responsabilidade importante dos administradores” (Moore e
Kearsley, 2007)
 treinamento inicial e monitoramento contínuo dos tutores
durante o desempenho de suas funções
 “Programa
de Acompanhamento de Tutoria” da
Universidade Anhembi Morumbi
• critérios de qualidade para auxiliar a prática de
professores-tutores durante sua atuação em turmas online

Disseminação da EaD na Universidade,
expansão dos programas e aumento no
número de alunos
2001 – “DPs On-line”
2002 – “Sexta-Free”
2004 – cursos de aprimoramento e extensão
2005 – oferta de 3 cursos seqüenciais
totalmente a distância
• 2007 – oferta de 3 cursos de graduação
tecnológica totalmente a distância
• 2007 – disciplinas optativas on-line
• 2008 – oferta de curso de pós-graduação
integralmente on-line com uma proposta autoinstrucional
•
•
•
•
 Práticas
docentes heterogêneas: orientações
e critérios diferentes
• alto índice de reclamações de alunos e intervenção
recorrente da equipe do EaD
 Necessidade de ação específica
• instrumento para orientar a
trajetória de cada tutor
direcionando ações ao longo
e ao final da disciplina

Implantação em 2006

Definição de critérios e indicadores

Processo de melhoria contínua desde sua implantação

Critérios atuais

A cada unidade de aula o tutor é avaliado e recebe um
feedback
• cada indicador possui um peso e cada critério um percentual
• somatório dos percentuais gera a nota atribuída ao docente
 indicativo aos tutores do que é mais importante e esperado em cada
etapa/momento da disciplina on-line
• Planejamento
• Acompanhamento
• Interação com a equipe do departamento de EaD
 aplicados a cada uma das unidades de conteúdo das disciplinas on-line
• possibilita corrigir eventuais desvios ainda durante o andamento
do semestre
100%
90%
80%
70%
60%
Acima de 8
Entre 7 e 8
50%
Entre 5 e 7
40%
Abaixo de 5
30%
20%
10%
0%
2006/1
2006/2
2007/1
2007/2

Atividade basilar da prestação do serviço
educacional on-line
• melhoria dos padrões de qualidade da tutoria efetuada
nas disciplinas on-line
 ações pedagógicas são previamente planejadas
 ciência das ações que têm maior importância no decorrer do
período letivo
 mais tempo para dedicar à mediação, interação e avaliação dos
alunos alinhamento das práticas pedagógicas
• nenhuma resistência identificada por parte dos tutores
• satisfação aumentada dos alunos e das diferentes
instâncias gerenciais
• formação continuada para os tutores em novas mídias e
ferramentas on-line
• participação na Comunidade de colaboração e interação
dos tutores com a equipe pedagógica
 Redução
dos índices de reclamações, evasão e
reprovação
 Aumento do número de matrículas em
disciplinas on-line nos semestres posteriores
 Aproximação significativa entre a equipe
pedagógica do departamento de EaD e os
professores
• facilitando o processo de planejamento e
acompanhamento das estratégias de ensinoaprendizagem
• assegurando ao professor maior certeza nas suas
ações e intervenções

Condução permanente do Programa de
Acompanhamento de Tutoria
• revisões e readequações dos critérios e indicadores
avaliados à medida em que as dinâmicas adotadas nos
diversos projetos pedagógicos a distância se alteram


Ampliação dos critérios de qualidade para outras
instâncias dos processos de EaD, tais como
produção e monitoria, com a mesma propriedade
Compreensão de que a não aptidão para a
metodologia EaD não significa não aptidão ao
presencial
O Programa de Acompanhamento em
Tutoria possibilitou a concepção de uma
metodologia consistente de EaD que
assegura aos alunos uma experiência
significativa de aprendizagem
Cristiane Alperstedt
Diretora do Departamento de EAD
calperstedt@anhembi.br
Fernanda Furuno
Coordenadora
ffuruno@anhembi.br
Luciana Santos
Assessora Pedagógica
lucianas@anhembi.br
Download

programa de acompanhamento de tutoria on-line