PRODUTIVIDADE E EXCELÊNCIA
ORGANIZACIONAL:
INOVAÇÃO TECNOLÓGICA
Carlos A. Briganti
JULHO 2014
Conteúdo
•
Competitividade Brasil
•
Aumento de Produtividade
•
Inovação X Aumento de Produtividade
•
Inovação Brasil e EUA
•
Inovação Visão Geral
•
Condições para Inovação – Brasil
•
Legislação
•
Inovação: Alinhamento e Liderança
•
Casos para debate
2
Quem Somos
COMPETITIVIDADE
BRASIL
INOVAÇÃO TECNOLÓGICA
3
Inovação Tecnológica
Evolução Taxas Cambiais1 (Venda - em R$) - 2004, 2007, 2010 e 2013
2.9259
2.1576
1.9479
2004
1
2007
Fonte: IPEA Data, Dados Macroeconômicos – Acessível em: http://www.ipeadata.gov.br/
4
1.7603
2010
2013
Inovação Tecnológica
60.0%
50.0%
40.0%
30.0%
20.0%
10.0%
0.0%
5
Carga Tributária % PIB
Inovação Tecnológica
Participação da Indústria de Transformação
no PIB (%)
30.00%
24.90%
25.00%
20.00%
16.46%
15.00%
11.30%
10.99%
9.30%
10.00%
5.00%
1947 1979
2004
Fonte: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/pib/defaultcnt.shtm, Exame edição
impressa, 1068, ano 48, nº 12.
6
2012
2029
Inovação Tecnológica
AUMENTO PRODUTIVIDADE
• EFICIÊNCIA OPERACIONAL
 Qualidade
 Melhoramento Contínuo
 Lean
 6 Sigma
• INOVAÇÃO TECNOLÓGICA
7
Inovação Tecnológica
O que é Inovação?
Novo!
Introdução de novos Processos,
Produtos ou Serviços no
Mercado ou na Prática Social
Inovar
8
transformar
Idéias em Valor
Inovação Tecnológica
Inovação aumenta Produtividade
9
Inovação Tecnológica
Por que o Império Romano não realizou a Revolução
Industrial?
O Império romano dispunha dos
conhecimentos necessários para
realizar a revolução industrial!
10
Inovação Tecnológica
Mas... a força dos escravos era preferida à força
dos rios
Moinho
a
braço
(Pompéia), muito mais
utilizado do que os
moinhos à
água ou
moinhos de vento.
11
Inovação Tecnológica
AÇO: UM NOVO MATERIAL ?
Inox colorido
Lingotamento
contínuo
Nanotecnologia: aços eutetóides
para malha de pneu
12
Inovação Tecnológica
AÇO: UM NOVO MATERIAL ?
Steel Innovations in Cars: The New VW Passat is Leading
13
Inovação Tecnológica
P&D – Brasil x US
Distribution of Professional S&E by Institutions in Brazil and in the USA
Brazil
Teaching at Universities
Federal Universities
State Universities
Private Universities
Research Centers and Institutes
Private company research centers
Total
90,631
USA
73%
128,000 13%
16%
11%
70,200 7%
764,500 79%
43,494
25,299
21,838
5,924
29,086
125,641 100%
962,700 100%
Source: Cruz, C. H. de B. A. Universidade, a Empresa e a Pesquisa (January, 2004)
 Apenas 11% dos Cientistas e Engenheiros de Desenvolvimento de Tecnologia
trabalham em empresas privadas. 73% estão em tempo integral lecionando
em Universidades.
 Esta condição reduz a competitividade tecnológica, e a capacidade de
transformar ciência em tecnologia e valor.
14
Inovação Tecnológica
P&D – Visão geral
Dispêndio Total em P&D (%PIB)
Fonte: CRUZ, Carlos Henrique; Ciência e Tecnologia em São Paulo; FAPESP; Instituto de Física UNICAMP
15
Inovação Tecnológica
P&D – Visão geral
Pesquisadores por milhão de habitantes, 2010
Fonte: CRUZ, Carlos Henrique; Ciência e Tecnologia em São Paulo; FAPESP; Instituto de Física UNICAMP
16
Inovação Tecnológica
INOVAÇÃO NO BRASIL





17
Parque Industrial Atualizado
Baixo Custo de Engenharia
Centros de Excelência em P&D
Associações e Entidades atuantes no assunto (SAE, ABM...)
Incentivos Governamentais
Inovação Tecnológica
Custos de Engenharia no Mundo
Low
Medium
High
100
Source: Seminário SAE Tecnologias
Automotivas: Investindo em Gestão e
Inovação para Competir, April 2005
61
58
38
83
78
41
62
42
ro
E
u
es
t
W
Ja
pa
n
pe
A
U
S
ex
ic
o
M
o
S
in
g
ap
ro
E
u
as
t
E
18
re
e
p
ia
In
d
ex
ic
o
M
l
B
ra
zi
C
h
in
a
29
Inovação Tecnológica
INOVAÇÃO NO BRASIL – Poucos Engenheiros......
FONTE: OCDE, Escola Politécnica da USP, CNI e Confea
19
INCENTIVOS FISCAIS
FOMENTOS
INOVAÇÃO TECNOLÓGICA
20
Inovação Tecnológica
INCENTIVOS FISCAIS
FOMENTOS
INOVAÇÃO TECNOLÓGICA
 LEI DO BEM (Lei nº 11.196/2005)
 LEI DA INFORMÁTICA (Lei nº 10.176/2001)
 LEI ROUANET
11.487/2007)
DA
INOVAÇÃO
(Lei
 LEI DA INOVAÇÃO (Lei nº 10.973/2004)
21
nº
Inovação Tecnológica
Lei do Bem
Lei nº 11.196/2005 – Arts. 17 a 26
A Lei do Bem, consolidou e inovou os incentivos fiscais que as
pessoas jurídicas podem usufruir de forma automática desde
que realizem pesquisa tecnológica e desenvolvimento de
inovação tecnológica
BENEFICIÁRIOS - Empresas nacionais que operam com
modalidade de “LUCRO REAL” estão habilitadas a fazerem o
uso do benefício.
22
Inovação Tecnológica
Lei do Bem
PRINCIPAIS BENEFÍCIOS
TIPO
DESCRIÇÃO
BENEFÍCIO
60% de exclusão da base de
cálculo do IR e da CSLL
Incremento do nº de pesquisadores (MENOR do 10% de exclusão da base de
que 5% comparado ao ano anterior)
cálculo do IR e da CSLL
Incremento do nº de pesquisadores (MAIOR 10 % de exclusão da base de
do que 5% comparado ao ano anterior)
cálculo do IR e da CSLL
Dispêndio com inovação tecnológica (P&D)
DESPESAS
Desembolsos em projetos cujas patentes sejam 20%Dedução adicional na base
concedidas.
de cálculo do IR e da CSLL
EQUIPAMENTOS
PEQUENA E MICRO
EMPRESA
23
Aquisição de novos equipamentos destinados às
Redução 50% IPI
atividades de P&D
Depreciação acelerada integral no próprio ano
de aquisição
Redução da base de cálculo do
Amortização acelerada integral na aquisição de
IRPJ e da CSLL
bens intangíveis destinados às atividades de
P&D
Contratação de micro, pequena empresas além
dos
inventores
independentes,
quando
efetuadas para empresas que possuem o projeto
de Inovação tecnológica prevista na Lei do Bem.
AUSÊNCIA de tributação das
receitas das micro, pequena
empresas e pesquisadores
independentes
Inovação Tecnológica
Lei do Bem
CONTRAPARTIDA
Necessidade de regularidade fiscal – Certidões
negativas de débitos ou Positiva com efeitos de
Negativa.
Prestação de Contas ao Ministério da Ciência e
Tecnologia – MCT – até 31 de julho do ano
calendário subseqüente.
Existência de controle em contas contábeis
específicas para os desembolsos com P&D;
24
Inovação Tecnológica
LEI DA INFORMÁTICA
(Lei nº 10.176/2001)
25
Inovação Tecnológica
LEI DA INFORMÁTICA
(Lei nº 10.176/2001)
 A Lei da Informática é destinada a Empresas que desenvolvem projetos
de P&D voltados para área de TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO.
 Aplica-se a bens e serviços de informática e automação definidos em Lei.
EXEMPLOS:
Máquinas, equipamentos e dispositivos baseados em técnica digital.
 Processo Produtivo Básico (PPB) aprovado pelo MCT.
26
Inovação Tecnológica
Lei da Informática
INCENTIVO FISCAL
INCENTIVO FISCAL FEDERAL IPI:
PERÍODO
DE 01/01/2004 a 31/12/2014
ANO DE 2015
DE 01/01/2016 a 31/12/2019
APÓS 01/01/2020
% DE REDUÇÃO DO IPI
80%
75%
70%
extinto
INCENTIVO FISCAL ESTADUAL ICMS:
No Estado de São Paulo a redução do ICMS para 7% (sete por
cento) nas saídas internas dos produtos incentivados pela Lei
da Informática (Art. 26, I, Anexo II do RICMS/SP)
27
Inovação Tecnológica
Lei da Informática
CONTRAPARTIDA
As empresas beneficiárias deverão investir em inovação
tecnológica no mínimo 4% (QUATRO POR CENTO) sobre o
faturamento obtido com os produtos contemplados com os
incentivos.
28
Inovação Tecnológica
Lei da Informática
CONTRAPARTIDA
Regularidade Fiscal (CND)
Exceções:
29

Empresas optantes pelo Simples Nacional

Estabelecimentos equiparados à industrial
Inovação Tecnológica
LEI ROUANET DA PESQUISA
(11.487/07)
30
Inovação Tecnológica
Lei Rouanet da Pesquisa
INCENTIVOS – 11.487/07
Redução de impostos para empresas que investirem em
projetos
de
inovação
tecnológica
Instituição Científica e Tecnológica (ICT).
31
conduzidos
por
Inovação Tecnológica
Lei Rouanet da Pesquisa
BENEFÍCIOS
 Deduzir no mínimo 50% e, no máximo, 250% os valores investidos na
pesquisa para apuração dos impostos (IRPJ e CSLL).
 Participação da empresa inversamente proporcional à utilização do
incentivo.
 A empresa poderá ter seu nome vinculado ao projeto patrocinado
32
Inovação Tecnológica
Lei Rouanet da Pesquisa
BENEFÍCIOS
Sob o ponto de vista comercial, haverá benefícios análogos ao da Lei
da Informática, quais sejam:
Possibilidade de geração de patentes
Diminuição de importações de equipamentos e
componentes de informática
Capacitação local
Atração de novas empresas para o país.
33
Inovação Tecnológica
Lei Rouanet da Pesquisa
CONTRAPARTIDA
a) A proposta do Benefício deve ser feita formalmente ao ICT Instituição
Científico Tecnológica. E seu recebimento estará condicionada à aprovação por
uma Comissão formada pelos seguintes órgãos:
MEC
Ministério da
Educação
MDIC
Ministério do
Desenvolvimento,
Indústria e
Comércio Exterior
CAPES
MCT
Ministério da Ciência
e Tecnologia
Coordenação de
Aperfeiçoamento
de Pessoal de Nível
Superior
b) Somente estarão habilitadas a fazer uso do benefício as empresas que
operam com a modalidade de Lucro Real.
34
Inovação Tecnológica
LEI DA INOVAÇÃO
(10.973/04)
35
Inovação Tecnológica
OBJETIVO DAS LEIS
A Lei de Inovação tem como objetivo proporcionar um
novo ambiente favorável à inovação do País, com a fruição
de recursos provenientes do governo federal para custeio
das atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico.
36
Inovação Tecnológica
Inovação Tecnológica
Instrumentos de Apoio – âmbito nacional
Os principais instrumentos de apoio à inovação nas empresas concentram-se
no Ministério da Ciência e Tecnologia – MCT.
O MCT gerencia alguns programas diretamente, mas em geral os recursos
financeiros para projetos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico são
repassados através de suas agências:
CNPq
FINEP
Financiadora
de Estudos e Projetos
37
Conselho Nacional de
Desenvolvimento
Científico e
Tecnológico
FAPESP
Fundação de Amparo à
Pesquisa no Estado de
São Paulo
BNDES
Banco Nacional do
Desenvolvimento
Inovação Tecnológica

INOVAR – AUTO

Requisitos mandatórios:
◦ Melhorar a eficiência energética em 12% até 2017.
◦ Fazer no Brasil pelo menos 80% das etapas do processo de fabricação do veículo.

Requisitos optativos (cumprir 2 deles)
◦ Adotar o selo de consumo do INMETRO (a exemplo da linha branca)
◦ Aplicar 0.5% do faturamento em P&D para melhorar a segurança dos veículos (esse
porcentual cresce ano a ano até atingir 0.5% em 2017)
◦ Aplicar 1.0% do faturamento em tecnologia e treinamento (esse % cresce ano a ano até
atingir 1.0% em 2017)

38
Beneficios Adicionais
- Melhorar a eficiência energética em 18% (no lugar dos 12% mandatórios)
- Investir em inovação tecnológica e desenvolvimento de fornecedores
Inovação Tecnológica
Inovação: Requer Alinhamento
Alinhamento: Requer Liderança
Indissociável: dimensão técnica e dimensão
social.
Atividade socialmente organizada, com
planos,
objetivos
definidos
e
gerenciamento.
Envolve diretamente setores da produção e da pesquisa, inovação e
empreendedorismo
movimentando toda a sociedade: Empresas,
Instituições Financeiras, Centros de Pesquisa, Instituições de Ensino,
Agências de Governo, opinião ...
39
Inovação Tecnológica
LIDERANÇA
• Visão estratégica
• Alinhamento de Objetivos, Relacionamento
interpessoal,
• Habilidade de Comunicação,
• Agente de Mudanças,
• Pro atividade,
• Foco em Resultados,
• Execução ........................
40
Inovação Tecnológica
EXEMPLOS PARA DISCUSSÃO
• GENGIS KHAN
• AIRBAG
• LOGISTICA DA VALE
41
Contact
Carlos A. Briganti
Managing Director South America
cbriganti@powersys.com
42
Download

Slide 1 - Power Systems Research