FAVORECENDO A INCLUSÃO:
Pelos caminhos do coração
Grande desafio da Educação
do Século XXI:
Aliar o desenvolvimento científico e
tecnológico à expansão e o
despertar da consciência do ser
humano sobre as dimensões
pessoais de sua existência.
• Des- envolvimento e o não
envolvimento
• O ressignificar da amorosidade
humana
• Re-envolvimento humano
• Diferenças –motivo de enriquecimento
da existência humanizadora e práticas
do AMOR
3
Incluir para quê?
A favor de quem?
Contra quem?
Como e Por que?
Incluir para...
Favorecer com que o outro
cumpra a finalidade de sua
existência.
PARA Construir caminhos de
amor, resiliência e não-violência
...
5
Maria Dolores Fortes Alves
Porque...
“Não há educação sem amor.
O amor implica luta contra o
egoísmo. Quem não é capaz
de amar os seres inacabados
não pode educar. Não há
educação imposta, como não
há amor imposto.”
Paulo Freire
Maria Dolores Fortes Alves
6
O trabalho pedagógico mais
importante é criar cenários de respeito
pleno pelo outro. Contextos interativos
de aceitação sem limites das diferenças
e de convite fraterno a um trabalho de
criação partilhada e amorosamente
emotiva de saberes.
Configurando espaços
de convivência que
permitam o
enriquecimento da
capacidade de ação e
reflexão do ser
aprendente.
8
Maria Dolores Fortes Alves
QUEM INCLUI QUEM?
O outro tem deficiência ou eu tenho
deficiência em ver e aceitar o
outro como LEGÍTIMO, ÚNICO E
SINGULAR?
Deixo de ver as muletas do outro
quando liberto-me das minhas
muletas e permito-me superar
obstáculos, subir montanhas
• A aceitação requer coragem
• Inclusão inicia-se no coração. Em
gestos de amor e solidariedade no
qual percebamo-nos TODOS como
filhos do cosmos e fios da TEIA da
VIDA.
• Quanto maior a diversidade dos
fios, mais forte é a trama.
• Quem confia com o outro fia.
Juntos tecer caminhos para o
crescimento, mútuo.
Assim todos serão capazes de dizer
a sua palavra. De ouvir a palavra
do outro e dialogar com ela.
Atitudes favoráveis a construção
de palavras integradoras. Um
caminho para a humanização do
humano, a humana-ação .
Por que? ....
Porque ....
“Uma Educação onde
caibam todos só será
possível num mundo no
qual caibam muitos
mundos.
Encontramo-nos
TODOS como
integrantes da
humanidade e
irmandade cósmica!
FAVORECENDO A INCLUSÃO
PELOS CAMINHOS DO
CORAÇÃO
Os limites estão em nossa tola
razão. Quando há Amor no
coração não há limites!
“Sou Educadora porque desejo que a
justiça social se implante antes da
caridade. Um mundo para Todos é
aquele em que se valoriza a
diversidade.”
Maria Dolores Fortes
Maria Dolores Fortes Alves
 Doutoranda e Mestre em Educação pela PUC/SP; Mestre em
Psicopedagogia; Pós-Graduada em Distúrbios da
Aprendizagem pela UBA (Universidade de Buenos Aires);
Especialista em Educação em Valores Humanos; Pedagoga
pela UNISA;
 Pesquisadora do GEPI (Grupo de Estudos Pesquisas
Interdisciplinares) RIES (Rede Internacional Ecologia dos
Saberes) e, ECOTRANSD (Ecologia dos Saberes e
Transdisciplinaridade); Docente colaboradora de
PósGraduação (UNASP, UNIFESP e outras); Assessora Educacional;
Palestrante, Conferencista, Escritora. Livros: “DE PROFESSOR A
EDUCADOR”,
“O VÔO DA ÁGUIA: uma autobiografia”,
“FAVORECENDO A INCLUSÃO PELOS CAMINHOS DO
CORAÇÃO: Complexidade, Pensamento eco-sistêmico e
Transdisciplinaridade” pela WAK.
 Site: www.edupsicotrans.net, E-mail: mdfortes@gmail.com
Download

Limites???Deficiência???Diferença???