Novo Acordo Ortográfico
O que muda com o novo
Acordo?
Decreto 6.583, de 29 de setembro de 2008.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Teia do Conhecimento
DINÂMICA
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
OBJETIVOS DA AULA
• Atualizar o conhecimento sobre o novo
Acordo Ortográfico.
• Demonstrar que o Acordo visa apenas a
unificação gráfica da língua portuguesa.
• Alertar para a necessidade de se recorrer a
fontes confiáveis de pesquisa.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
ORGANIZANDO O TRABALHO...
Parâmetros orientadores da nossa conduta como
grupo de trabalho.
1 – Horários:
•
•
•
•
Início
Intervalos
Almoço
Encerramento
2 – Registro de Frequência e CH da Oficina.
• Presencial
• Distância
• Individual
• Grupo
3 – Uso de celular e equipamentos eletrônicos.
4 – Coesão e cumplicidade do grupo.
Video
Desafio gabarito
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
DESAFIO
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
1- DESAFIO – Novo Acordo Ortográfico
Coloque (C) ou (E), de acordo com a nova ortografia
1. (E) Ele tem o direito, mas elas não o tem.
2. (E) O juiz considerou paranóica a atitude do sequestrador.
3. (C) Eles arguem o que arguí ontem e Ataíde argui agora.
4. (E) O voo frequente do pássaro entretem os turistas.
5. (C) Ela poderia amá-los e prendê-los pelo resto da vida.
6. (E) No passado ela não pode instrui-los, porem agora pode.
7. (C) Videoaula, antiaéreo, autoestrada, autoaprendizagem.
8. (C) Ex-empresário, ex-presidente, vice-reitor.
9. (E) Sala-de-estar, às-escondidas, a-fim-de-que.
10. (C) Cor-de-rosa, arco-da-velha, à queima-roupa
11. (E) Anti-religioso, ultra-som, contra-senso
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Avalie se as palavras em negrito nas sentenças abaixo estão
corretas ou incorretas, segundo as novas regras ortográficas.
1. A crise financeira dos EUA pode trazer conseqüências para o
Brasil.
( ) certo ( x ) errado
2. Quando ele para para pensar, desiste.
( x ) certo ( ) errado
3. Livro de auto-ajuda permanece no topo da lista dos mais
vendidos.
( ) certo ( x ) errado
4. O consumo frequente de álcool durante a juventude causa
danos ao cérebro.
( x ) certo ( ) errado
5. A idéia do presidente é que todos os países se unam contra o
aquecimento global.
( ) certo ( x ) errado
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
O Acordo
• Busca consenso na padronização da escrita. As
mudanças ocorrem apenas na grafia da língua
oficial nos oito países da Comunidade de Países
de Língua Portuguesa – CPLP.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Justificativas para a
implementação da nova reforma
• A Língua Portuguesa era a única língua que
possuía duas grafias oficiais.
• Unificação de todos os países de língua
oficial portuguesa.
• Fortalecimento da cooperação educacional.
• Preparação de um vocabulário técnico-científico
comum.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Histórico das Reformas
•1911 – Portugal faz a 1º reforma oficial da língua portuguesa.
•1931 – 1º Acordo Ortográfico entre Brasil e Portugal.
•1943 – Criação do Formulário Ortográfico. (1943- 2008)
(20)
(12)
(65)
•1971 – Reforma Ortográfica aboliu acento diferencial de timbre.
(19)
•1990 – Celebrado o Acordo pelos sete países lusófonos.
•2008 – Assinado Decreto 6.586, de 29 de setembro, que promulga o
Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990.
•2009 – Entrou em vigor, em 1º de janeiro de 2009, a nova ortografia
da Língua Portuguesa aprovada em 1990.
(4)
•2012 – Encerra-se o prazo de implementação da Reforma Ortográfica.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Objetivos do Acordo
• Econômico: facilitar a circulação de
publicações.
• Político: unificar a ortografia como forma de
facilitar a integração entre as nações da
CPLP.
• Cultural: facilitar o intercâmbio cultural e
científico e ampliar a divulgação do idioma
e da literatura em língua portuguesa.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Quadro Síntese do Acordo
BASE
XI
XII
XIII
XIV
XV
XVI
XVII
XVIII
XIX
XX
XXI
Do h inicial e final
Da homofonia de certos grafemas consonânticos
Das sequências consonânticas
Das vogais átonas
Das vogais nasais
Dos ditongos
palavras oxítonas
palavras paroxítonas
vogais tônicas/tônicas em i e u das oxítonas e paroxítonas
Da acentuação gráfica
II
III
IV
V
VI
VII
VIII
IX
X
Do alfabeto e dos nomes próprios estrangeiros e seus derivados
palavras proparoxítonas
emprego do acento grave
supressão dos acentos em palavras derivativas
Do trema
Do uso do
hífen
I
ITEM
MODIFICAÇÃO
IMPACTO NO
PORTUGUÊS
SIM
SIM
NÃO
NÃO
NÃO
SIM
NÃO
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
SIM
NÃO
NÃO
NÃO
NÃO
em compostos, locuções e encadeamentos vocabulares
nas formações por prefixação, recomposição e sufixação
na ênclise, na tmese e com o verbo haver
Do apóstrofo
Das minúsculas e maiúsculas
Da divisão silábica
Das assinaturas e firmas
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Orthographia: escrita correta das letras
• Ortografia: conjunto de normas reguladoras
da representação gráfica das palavras.
• Alfabeto: também conhecido como
abecedário ou abecê.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Fonologia e fonética
– Fonologia: estudo dos fonemas.
– Fonema: sons elementares de caráter regular e
fixo, que possibilitam a distinção entre as
palavras: cala, fala, gala, mala, bala. Bala, bela,
bola e bula.
– Fonética: estudo da configuração acústica e
fisiológica dos sons reais e concretos dos atos
linguísticos (individuais, socioculturais ou
regionais).
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Sílaba
– Conjunto de fonemas proferidos em uma única
emissão de voz.
– De acordo com o número de sílabas, as palavras
da língua portuguesa podem ser classificadas
em:
• Monossílabas: só, do, ao, um.
• Dissílabas: fa-la, ba-la, ca-la.
• Trissílabas: rá-pi-do, sín-te-se, ó-ti-mo.
• Polissílabas: a-ma-re-mos, fe-li-ci-da-de, in-cons-ti-tu-cio-nal, di-fi-cil-men-te.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Sílaba tônica
– É a sílaba sobre a qual incide a maior força da
voz: síntese, ótimo, América.
• Sílabas subtônicas
– Subtônicas: caracterizam-se pela incidência da
força da voz mais forte em relação às átonas e
mais fraca em relação às tônicas: síntese, ótimo,
América.
• Sílabas átonas
– Átonas: são as sílabas em que não incidem a
maior força da voz: síntese, ótimo, América.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Vogal
– Fonema nuclear da sílaba, sua parte mais soante:
rápido, felicidade.
• Consoante
– Fonema da sílaba, que soa em companhia de
uma vogal: síntese, bela, Ámérica.
• Semivogal
– Fonemas /i/ e /u/, orais ou nasais, quando soam,
numa mesma sílaba, apoiados numa vogal:
áurea, véu, viu, sou, vai, quase, rói
Obs.: a semivogal pode ser representada pelas letras:
e, i, o, u.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Ditongo
– Encontro de vogal e semivogal na mesma sílaba.
A
E
I
SV
V
V
O
V
V
SV
SV
U
SV
V
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Tritongo
– Encontro de semivogal, vogal e semivogal na
mesma sílaba. Podem ser orais ou nasais:
Uruguai, averiguei, averiguou, delinquiu, saguão, saguões,.
• Hiato
– Encontro de duas vogais, cada uma pertencente
a uma sílaba:
I-ta-ja-í, sa-í-da, Gra-ja-ú, sa-ú-de.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Encontro consonântico
– Presença, na palavra, de consoantes agrupadas:
• Grupos inseparáveis:
 consoante + /l/ ou /r/:
plano, prato, blusa, Brasil, atleta, dentro, claro, cruz,
glicose, grande, inflável, francês, nevralgia.
•
Grupos separáveis ou disjuntos:
 Cada consoante pertence a sílabas diferentes:
abdicar, advento, afta, aspecto, apto, Magda,
erupção, ficção, hemoptise, pacto, peremptório,
ritmo.
 Encontros de três e de quatro consoantes:
Altruísta, astrologia, abstrato.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Dígrafo
– Representação de um fonema pela representação de
letras rr, ss, ch, lh, nh, gu, e qu:
carro, passa, chapéu, ninho, guerra, quadra.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Acento tônico (Tonicidade)
– lugar do vocábulo em que, na pronúncia, incide a
maior força da voz.
– Em função do acento tônico, as palavras de duas ou
mais sílabas dividem-se em:
 Oxítonas: urubu.
 Paroxítonas: palito.
 Proparoxítonas: pálido.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Acento gráfico
– Sinal usado para indicar:
• o lugar do acento tônico
 Oxítonas: paletó.
 Paroxítonas: caráter.
 Proparoxítonas: pálido.
• diferenças de timbre (aberto ou fechado): avô / ávó;
• e de número, em certas formas verbais (agudo ´ ) e
(circunflexo ^ ): mantêm / mantém.
• a crase de dois as (acento grave): vou à luta.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Radical
– Elemento que encerra o núcleo do sentido: nascer,
amor, partiremos.
• Prefixo
– Elemento que altera o sentido do radical a que se
agrega e antecede: refazer, inútil, desordem.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Relembrando Conceitos...
• Falso prefixo ou pseudoprefixo
– Radicais que se afastaram da significação de origem e
ganharam um sentido especial ao integrarem uma
palavra composta: aeronave, agroindústria, cineclube,
fonovisão.
• Sufixo
– Elemento que altera o sentido do radical que o
antecede e ao qual se agrega: amigo, feliz, saudação.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Crônica
• Como será daqui pra frente?
Élida Kronig
Poetisa e Cronista
Novo Acordo Ortográfico
Alfabeto
• O alfabeto passa de 23 para 26 letras
• O 'k', 'w' e 'y' não eram consideradas letras do
nosso alfabeto, mas já eram utilizadas em siglas,
símbolos, nomes próprios, palavras
estrangeiras e seus derivados.
Exemplos:
• kW , km, watt, Byron, byroniano, Kant, kantismo
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Trema
Não existe mais o trema na língua portuguesa.
Exemplos:
•
•
•
•
•
aguentar, consequência, cinquenta,
quinquênio, frequência, frequente,
eloquência, eloquente, arguição,
delinquir, pinguim, tranquilo,
linguiça, linguístico, bilingue
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Observação:
• Conserva-se o trema apenas
em nomes próprios de origem
estrangeira e seus derivados.
Exemplos:
Bündchen
Müller, mülleriano;
Hübner, hübneriano.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Acentuação
Não são mais acentuados:
1) os ditongos abertos (ei, oi) em palavras
paroxítonas
Exemplos:
• assembleia, plateia, ideia,
• colmeia, boleia, panaceia,
• Coreia, hebreia, boia,
• paranoia, apoio, heroico, paranoico
Observações:
• nos ditongos abertos de palavras oxítonas e monossílabas o
acento continua: herói, constrói, dói, anéis, papéis.
• o acento no ditongo aberto 'eu' continua: chapéu, véu, céu.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
2) os hiatos 'oo' e 'ee´’
Exemplos:
• enjoo, voo, coroo, perdoo, coo,
moo, abençoo, povoo,
sobrevoo
•
creem, deem, leem, veem,
descreem, releem, reveem
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
3) as palavras homógrafas. Não existe
mais o acento diferencial
Exemplos:
• para (verbo)
• pela (substantivo e verbo)
• pelo (substantivo)
• pera (substantivo)
• polo (substantivo)
Exceções:
• o acento diferencial ainda permanece no
verbo 'poder' (3ª pessoa do Pretérito Perfeito
do Indicativo - 'pôde') e no verbo 'pôr' para
diferenciar da preposição 'por'
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
4) a letra 'u' nas formas verbais
rizotônicas, quando precedido de
'g' ou 'q' e antes de 'e' ou 'i' (gue,
que, gui, qui)
Exemplos:
• argui,
• apazigue,
• averigue,
• enxague,
• oblique
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
5) 'i' e 'u' tônicos em paroxítonas
quando precedidos de ditongo.
Exemplos:
• baiuca, boiuna, cheiinho,
• saiinha, feiura, feiume
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Hífen
O hífen foi extinto nos seguintes casos: prefixo
terminado em vogal + R ou S
Exemplos:
• antirracional, antirrábico, antirracismo,
• Autorretrato, antissocial, antirreflexo,
• antirreumático, antisséptico, autorretrato,
• autorregulamentação, autorrealização,
• autorregeneração, autorrespeito,
• autossuficiência, autossustentável.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
O hífen foi extinto nos seguintes casos:
Prefixo terminado em vogal+ R ou S
Exemplos:
• contrassenha, contrassenso, contrarreforma,
• contrarreação, contrarrevolução,
• extrarregimento, extrasseco, extrassensorial,
• ultrassensível, ultrarrevolucionário, ultrarrápido,
• ultrassonografia, suprarrenal, suprassensível,
biorritmo, bissecular, cosseno, extrarregular
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Observação:
• em prefixos terminados por 'r',
permanece o hífen se a palavra
seguinte for iniciada pela mesma letra:
Exemplos:
• hiper-realista, hiper-requintado,
• Hiper-requisitado, inter-racial,
• inter-regional, inter-relação,
• super-racional, super-realista,
• super-resistente.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
2) Em palavras formadas de prefixos terminados
em vogal + palavras iniciadas por outra vogal
Exemplos:
•
autoafirmação, autoajuda, autoaprendizagem,
•
autoescola, autoestrada, autoinstrução,
•
contraexemplo, contraindicação, contraordem,
•
extraescolar, extraoficial, infraestrutura, intraocular,
•
intrauterino,neoexpressionista, neoimperialista,
•
semiaberto, semiautomático, semiárido, semianalfabeto,
•
semiacabado, supraocular, ultraelevado.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Observações:
• esta regra uniformiza algumas
exceções antes existentes:
• antiaéreo, antiamericano,
socioeconômico, etc.
• esta regra não se encaixa quando a
palavra seguinte iniciar por 'h': antiherói, anti-higiênico, extra-humano,
semi-herbáceo, etc.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
3) Em palavra formada por um prefixo terminado
em vogal + palavra iniciada pela mesma vogal
• Exemplos:
• anti-incêndio, anti-infeccioso,
• anti-inflamatório, anti-inflacionário,
• anti-imperialista,
• arqui-inimigo, arqui-irmandade,
• micro-ondas, micro-ônibus,
• micro-orgânico.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Exceção: prefixo 'co'
• Mesmo que a outra palavra se
inicie com a vogal 'o', NÃO se
utiliza hífen.
Exemplos:
• cooperar, coonestar,
coordenar, cooperativismo.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
4) Não se utiliza o hífen em compostos que, pelo
uso, perderam a noção de composição
Exemplos:
•
•
•
•
•
•
madressilva,
girassol,
paravento,
mandachuva,
paraquedas,
paraquedista.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
5) Não se utiliza o hífen em
locuções de qualquer tipo
• Exemplos:
•
•
•
•
•
•
Sala de aula, fim de semana (substantivas)
Cor de café com leite, cor de vinho (adjetivas)
Cada um, nós mesmos (pronominais)
À parte, à vontade (adverbiais)
Abaixo de, junto a (prepositivas)
A fim de que, ao passo que (conjuntivas)
• Exceções:
• água-de-colônia, arco-da-velha, cor-de-rosa, maisque-perfeito, pé-de-meia, ao deus-dará, à queimaroupa.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
É importante salientar...
• O Acordo unifica apenas a ortografia. A língua
não é passível de ser alterada por leis, decretos e
acordos.
• A extinção do trema não implica mudança da
pronúncia das palavras.
• As modificações são necessárias para atender
demandas do tempo em que se vive.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
BIBLIOGRAFIA
• INSTITUTO ANTÔNIO HOUAISS. Escrevendo pela nova
ortografia: como usar as regras do novo Acordo
Ortográfico da língua portuguesa. São Paulo: Publifolha,
2008.
• LEDUR, Paulo Flávio. Guia prático da nova ortografia: as
mudanças do acordo ortográfico. Porto Alegre: Age, 2008.
• SILVA, Maurício (Org.). Ortografia da língua portuguesa:
história, discurso e representações. São Paulo: Contexto,
2009.
• SÓ PORTUGUÊS. Reforma Ortográfica. Disponível em:
http://www.soportugues.com.br/secoes/acordo_ortografico/
acordo_ortografico5.php, acessado em abr. 2009.
Profª. Maria Inês Spirandeli Rodrigues
Novo Acordo Ortográfico
Muito Obrigada!
Maria Inês Spirandeli Rodrigues
mariaines636@gmail.com
9110 6300
3087 1187
Download

Novo Acordo Ortográfico