8°SENAED – Seminário Nacional ABED de
Educação a Distância
Mini-curso
Competência em Educação a Distância
Integrando saberes
Profa Dra Léa Depresbiteris
leateris@uol.com.br
Temas - questões





O que são competências?
Que relações existem entre competências,
capacidades e habilidades?
Como integrar os recursos cognitivos para
mobilizar competências?
Que estratégias de ensino e recursos podem
tornar mais significativa a aprendizagem no
EaD?
Como lidar com atitudes e valores como
dimensões das competências?
Desenho original de Bridget Riley.
JOGO DO ZENIT POLAR
Zenit Polar é um código, no qual algumas letras
são trocadas por outras. Esse tipo de codificação
foi utilizada na Segunda Grande Guerra Mundial.
POLAR corresponde a ZENIT. Logo, cada letra de
uma palavra de Zenit corresponde cada letra de
Polar.
Veja se você consegue decifrar essa mensagem
em Zenit Polar.
Osctovi e sou celcoare de cemzorolcai
Ebtagidi, Noi
Competência
Saber- agir
Sabersaber
Saber-fazer
Saberconviver
Saber-ser
Competências? Habilidades? Atitudes?
Aptidão?
Quino
Quino
Abordagem de aprendizagem
Transmitir
Informações
Construir
Competências
Exposição
Mediação
Ensinar para
acumular
conhecimento
Ensinar para
agir de modo
consciente e
ético
Competências e natureza do trabalho
trabalho
competências
educação
Auxiliar de
enfermagem
Saúde
Enfermagem
Fonte: Maria Auxiliadora C.Christófaro
saúde
Técnico
Competências identificadas para o auxiliar de
enfermagem – eixos da prática
•
Promoção da saúde e prevenção de agravos

Comunicação e registros

Bases tecnológicas para o cuidado de enfermagem
em diferentes situações clínico-cirúrgicas

Prontidão em ações e procedimentos de
enfermagem nas situações de urgências e
emergências

Organização do próprio trabalho

Organização coletiva do trabalho
Competência
Orientar-se espacialmente, de modo a
localizar-se física e mentalmente, por
meio de referenciais e comunicação
adequada.
Saber-fazer (ações)
Saberes (conhecimentos)
Orientar-se quanto às
Conceitos de esquerda,
posições relativas:
direita, atrás, na frente,
esquerda, direita, atrás,
em cima, embaixo,
na frente, em cima,
acima
embaixo, acima
Orientar-se quanto às
posições absolutas:
pontos cardeais e
colaterais
Pontos cardeais: Norte,
Sul, Leste e Oeste
Pontos colaterais:
Nordeste, Noroeste,
Sudeste, Sudoeste.
Ler e interpretar mapas.
Mapas, esquemas
Interpretar bússolas
Bússola
Orientar espacialmente
outras pessoas
Cálculos matemáticos
simples (graus,
frações)
Transcender a orientação
espacial para outras
situações escolares e
de vida.
Localização de idéias em
um texto.
Saber-ser (atitudes,
valores)
Zelar pela precisão na
orientação
Respeito a quem se
comunica
Comunicação clara e
pertinente
Indicadores de avaliação
Orienta-se quanto às posições relativas:frente, atrás,
direita, esquerda, acima e abaixo
Orienta-se com relação aos pontos cardeais: Norte,
Sul, Leste e Oeste.
Orienta-se com relação aos pontos colaterais:
Nordeste, Noroeste, Sudeste, Sudoeste
Tem clareza na comunicação espacial
Mostra respeito ao que está sendo orientado
Apresenta respostas precisas.
Mediação
capacidades
novas e mais
complexas
capacidades
já existentes
MEDIADOR
ZDP ANTES DA MEDIAÇÃO
ZDP APÓS MEDIAÇÃO
Princípios de mediação
Propiciava ambiente de
conversa, de debate, de
resposta às perguntas
que fazia.
Estimular amplitude de
idéias, atitudes de
colaboração,
argumentação.
Sócrates (470 AC)
Aperfeiçoamento do ser
humano
Princípios educacionais
Leitura de mundo – Investigação
dialógica da realidade
Tematização – Codificação e
decodificação dos temas da
realidade investigada
Paulo Freire
Problematização- Desafios e
possibilidades das situações
existenciais concretas.
Intervenção – ações para
transformar
Critérios de mediação de Feuerstein
INTENCIONALIDADE
A
RECIPROCIDADE
SIGNIFICADO
TRANSCENDÊNCIA
B
PROVOCAR
 DISPOR
 INTERAGIR

Historicidade dos produtos humanos
O que pode favorecer a aprendizagem
significativa
Tratamento
profundo da
informação
Oportunidade
para aprender
ativamente
Ensino
coerente
Aprendizagem
Relação com o
conhecimento
prévio dos
alunos
Significativa
Estímulo à
metacognição
dos alunos
Tarefas
relacionadas
com o
mundo real
Descubra onde senta cada pessoa na sala de aula.
O Sol entra todas as manhã pela janela;
O professor está a Norte de Amanda;
Pedro está a Oeste de Amanda;
Julia está a Sul de Pedro e Oeste da carteira vaga;
André está a Sudoeste da carteira vaga e ao Sul de Julia;
Antonio está a Leste de André e ao Sul da carteira vaga;
Bia está a Noroeste de André e a Oeste de Pedro;
Mário está a Sul de Bia e a Oeste de André e de Antônio.
Onde está sentado João
porta
Lousa
janela
professor
Carteira
vaga
Orientação espacial
Lousa
janela
porta
professor
Bia
Pedro
Amanda
João
Julia
Carteira
vaga
Mário
André
Antônio
Parede
Auto-avaliação e metacognição
Resolvi impulsivamente, por ensaio e erro?
O problema estava claro para mim?
Explorei sistematicamente todos os dados e informações?
Estabeleci relações entre as informações?
Possuía vocabulário e conceitos prévios para a solução do
problema?
Minha orientação espacial e temporal foi eficiente?
Planejei estratégias para a resolução do problema?
Escolhi outras estratégias no caminho?
Levantei hipóteses e as comprovei?
Proposta de Maguerez
Método do Arco (Bordenave)
Teorização
Pontos Chaves
Hipóteses de Solução
Observação da realidade
(problema)
Aplicação à realidade
(prática)
REALIDADE
Aprendizagem significativa - Resolução de
problemas
Tarefas autênticas
Problemas com várias
soluções possíveis
Fonte:Senai,2003
Tipos de respostas a solução de
problemas
imitativa
X
X
X
heurística
X
X
X
criativa
X
Fonte Antonio Simão Neto
Casos de deontologia
O chefe da unidade de saúde é procurado por um
adolescente de 14 anos, desacompanhado dos pais
ou responsáveis. Esse jovem deseja se consultar no
programa de saúde mental da unidade, pois tinha
informações de amigos sobre a qualidade desse
serviço. Diz ser usuário de drogas, mas quer garantia
que o serviço não comunique o fato a seus pais.
O que você faria nesse caso? Comunicaria ou não os
pais ou responsáveis? Que orientações daria ao
rapaz?
(Fortes, P.A.C. Ética e saúde, EPU, 1998)
Auto-estima X Desafios
Sentimento de
incapacidade
Desafio
Não ocorre
aprendizagem
significativa
Auto-estima
Fonte- Julio Furtado
Auto-estima X Desafios
Desinteresse
Não ocorre
aprendizagem
significativa
Desafio
Auto-estima
Fonte- Julio Furtado
Auto-estima X Desafios
Sentimento de
possibilidade
O desafio é
encarado e ocorre
aprendizagem
significativa
Desafio
Auto-estima
Fonte- Julio Furtado
Abordagem referenciada em critérios
aluno a
CRITÉRIOS
ESPERADOS
aluno b
aluno c
aluno n ...
Rubricas da avaliação
Competência
Excelente
Bom
Em
progresso
Necessita de
apoio
Rubricas de avaliação para aplicação de medicação...
Níveis
Desempenhos
5
Domina e integra o saber-fazer, os saberes e o saber-ser da
aplicação de medicação de rotina, verificação de sinais
vitais e transporte para o leito.
4
Apresenta leves problemas na integração do saber-fazer,
dos saberes e do saber-ser da aplicação de medicação de
rotina, verificação de sinais vitais e transporte para o leito.
3
Demonstra alguns problemas em alguns dos saberes, saberfazer ou saber-ser da aplicação de medicação de rotina,
verificação de sinais vitais e transporte para o leito.
2
Os problemas apresentados em alguns dos saberes, do
saber fazer e do saber-ser podem ser prejudiciais ao
usuário.
1
Demonstra ainda não ter desenvolvido essa competência
Duas faces de uma moeda
transparente
AFETIVA
COGNITIVA
Relações entre razão e emoções
Phineas Gage
Atitudes, valores, comportamentos
Cooperar
Respeitar
Dialogar
Interagir
Comprometer-se