2º Ciclo de Capacitação de
Multiplicadores para resposta a
Febre Chikungunya:
Núcleos Centro-Leste e Nordeste
Feira de Santana/ Bahia,
06 de março de 2015
Panorama da Situação
Epidemiológica na Bahia:
Dengue e Chikungunya
Jesuina do S. Mendes Castro
Coordenadora – CODTV/ DIVEP
Dengue
Distribuição dos casos notificados e óbitos confirmados por dengue
segundo Macrorregião de Saúde. Bahia, 2014*.
Fonte: SINAN/DIS/SESAB e Planilha paralela de dengue grave/DIVEP/SESAB.
*Dados sujeitos a alterações.
Distribuição dos casos notificados e óbitos confirmados por dengue
segundo Macrorregião de Saúde. Bahia, 2014*.
Fonte: SINAN/DIS/SESAB e Planilha
paralela de dengue
grave/DIVEP/SESAB.
*Dados sujeitos a alterações
Estimativa de densidade de casos notificados de Dengue. Bahia,
dezembro de 2014*.
Fonte: SINAN/DIS/SESAB.
*Dados sujeitos a alterações.
Classificação dos municípios quanto à fase de contingência da
transmissão de dengue. Bahia, dezembro de 2014.
Febre Chikungunya
Situação Geral até 22 de dezembro de 2014*
•
Número de casos notificados: 2.073 casos;
•
Transmissão autóctone confirmada nos municípios de Feira de Santana,
Riachão do Jacuípe e Baixa Grande;
•
Número de municípios do estado com casos notificados: 86, entre eles 36
com mais de um caso suspeito;
•
Número de casos confirmados: 1.031
- Feira de Santana - 816
- Riachão de Jacuípe -198
- Salvador–3, Alagoinhas-1 Cachoeira-1 e Amélia Rodrigues-1, (casos
importados/vínculo epidemiológico com Feira de Santana).
- Conceição do Coité-1, Nova Fátima-2 e Ribeira do Pombal-7 (casos em
investigação quanto ao vínculo epidemiológico/local de infecção)
Fonte: Secretarias Municipais de Saúde (SMS) * Dados sujeitos a alterações
Situação Geral até 04 de março de 2015*
•
Número de casos notificados: 3.740 casos em 98 municípios;

33 municípios do estado com mais de dois caso suspeito notificados.
•
Número de casos confirmados: 1.774

Casos autóctones: Feira de Santana (1.601 notificados, 1.096 confirmados), Riachão
do Jacuípe (1.454/539), Baixa Grande (08/02 confirmados) e Ribeira do Pombal
(154/122 ).

Casos com vínculo epidemiológico com Feira de Santana ou Riachão do Jacuípe:
Alagoinhas (01), Amélia Rodrigues 0(2), Brejões (01), Cachoeira (01), Camaçari (01),
Conceição do Coité (01), Nova Fátima (02), Irecê (1), Salvador (05) e Santa Bárbara
(01).
•
Casos em investigação quanto ao vínculo epidemiológico/local de infecção: 1.966
Fonte: Secretarias Municipais de Saúde (SMS) * Dados sujeitos a alterações
Distribuição dos municípios com casos notificados de Chikungunya.
Bahia, 2014 e 2015*
Fonte: Secretarias Municipais de Saúde (SMS)
* Dados sujeitos a alterações
Municípios com mais de dois casos notificados de Febre Chikungunya.
Bahia, 2014 e 2015*
Município
Casos notificados
Município
Casos notificados
FEIRA DE SANTANA
1601
ANGUERA
6
RIACHÃO DO JACUIPE
1454
CONCEIÇÃO DO COITÉ
6
SALVADOR
161
SÃO DOMINGOS
6
RIBEIRA DO POMBAL
154
SÃO FELIPE
6
VALENTE
70
SERRA PRETA
6
AMÉLIA RODRIGUES
37
CACHOEIRA
5
CAMAÇARI
24
ILHÉUS
5
SANTO ANTONIO DE JESUS
15
ITABUNA
5
ABAÍRA
11
ARACI
4
CÍCERO DANTAS
11
BREJÕES
4
BAIXA GRANDE
8
ALAGOINHAS
3
CONCEIÇÃO DO JACUÍPE
8
IBITITÁ
3
JEQUIÉ
8
IPIRÁ
3
JUAZEIRO
8
IRECÊ
3
JIQUIRIÇÁ
7
UTINGA
3
LAURO DE FREITAS
7
VERA CRUZ
3
MUNIZ FERREIRA
7
Fonte: Secretarias Municipais de Saúde (SMS)
* Dados sujeitos a alterações
Até 22 de dezembro de 2014* e até 04 de março de2015*
• Casos Hospitalizados: 42/148 casos, com registro de 02 casos graves
em crianças com co-morbidade (anemia falciforme).
• Registro de 03 casos em gestantes (Bom Jesus da Lapa, Feira de
Santana e Itapicuru).
• A faixa etária mais atingida compreende os adultos jovens (20 a 49
anos), correspondendo a 53,6% do total de casos.
• Contudo, chama atenção o número de casos em menores de um ano.
• O sexo feminino representa 64,3%.
Fonte: Secretarias Municipais de Saúde (SMS) * Dados sujeitos a alterações
Casos de Febre Chikungunya por semana de início de sintomas, Bahia,
2014.
Fonte: Secretarias Municipais de Saúde (SMS) * Dados sujeitos a alterações
Distribuição dos casos de Febre Chikungunya segundo faixa
etária, Bahia, 2014*.
Fonte: Secretarias Municipais de Saúde (SMS) * Dados sujeitos a alterações
Distribuição dos casos notificados de Chikungunya por macrorregião
de saúde*, Bahia, 2014**.
Fonte: Secretarias Municipais de Saúde (SMS).
*Municípios com menos de 2 casos notificados não
foram incluídos.
**Dados sujeitos a alterações.
Níveis de resposta para os Planos de Contingência
de Chikungunya – Ministério da Saúde
• Nível 0 – casos importados;
• Nível 1 – casos autóctones esporádicos;
• Nível 2 – transmissão sustentada com aglomerado de casos
autóctones (02 ou mais casos confirmados de ChikV
relacionados temporal e espacialmente);
• Nível 3 – transmissão sustentada com taxa de ataque de 30%.
Fonte: Plano de Contingência para a Introdução do Vírus Chikungunya, Brasil 2014.
MINISTÉRIO DA SAÚDE/ Secretaria de Vigilância em Saúde/ Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis
Distribuição dos casos notificados, confirmados e fase de
contingência de Chikungunya por município e Macrorregião de
Saúde, Bahia, 2014*.
CENTRO-LESTE
Nº de casos Nº de casos
Nº de casos confirmados confirmados
Fase da
Macro
Município
notificados
por
clinicocontingência
laboratório epidemiológico
AMÉLIA RODRIGUES
3
1
0
ANGUERA
8
0
ARACI
2
0
CONCEIÇÃO DO COITÉ
7
1
0
CONCEIÇÃO DO JACUÍPE
8
0
FEIRA DE SANTANA
1430
21
795
2
IAÇU
2
0
IPIRÁ
3
0
NOVA FÁTIMA
2
2
0
RIACHÃO DO JACUIPE
437
7
191
2
RUY BARBOSA
2
0
SÃO GONÇALO DOS CAMPOS
2
0
UTINGA
3
0
BAIXA GRANDE
1
1
1
Fonte: Secretarias Municipais de Saúde (SMS) * Dados sujeitos a alterações
Distribuição dos casos notificados, confirmados e fase de
contingência de Chikungunya por município e Macrorregião de
Saúde, Bahia, 2014*.
LESTE
CENTRONORTE
Macro
Município
Nº de casos Nº de casos
Nº de casos confirmados confirmados
Fase da
notificados
por
clinicocontingência
laboratório epidemiológico
IBITITÁ
3
0
IRECÊ
CACHOEIRA
CAMAÇARI
CASTRO ALVES
JIQUIRIÇA
MUNIZ FERREIRA
SALVADOR
SANTO ANTÔNIO DE JESUS
SÃO FELIPE
SÃO SEBASTIÃO DO PASSÉ
UBAÍRA
VERA CRUZ
3
4
4
2
6
7
59
5
7
2
2
3
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
1
3
Fonte: Secretarias Municipais de Saúde (SMS) * Dados sujeitos a alterações
Distribuição dos casos notificados, confirmados e fase de
contingência de Chikungunya por município e Macrorregião de
Saúde, Bahia, 2014*.
SUL
NORTE
NORDESTE
Macro
Município
Nº de casos
notificados
ALAGOINHAS
CATU
CÍCERO DANTAS
RIBEIRA DO POMBAL
RIO REAL
3
2
11
7
2
JUAZEIRO
BREJÕES
ILHÉUS
ITABUNA
ITACARÉ
JEQUIÉ
7
5
3
4
2
7
Nº de casos Nº de casos
confirmados confirmados
Fase da
por
clinicocontingência
laboratório epidemiológico
1
0
0
0
7
2
0
Fonte: Secretarias Municipais de Saúde (SMS) * Dados sujeitos a alterações
0
0
0
0
0
0
Diagnóstico, planejamento e
monitoramento das ações de
vigilância e controle da Febre
Chikungunya
Jesuina do S. Mendes Castro
Coordenadora – CODTV/ DIVEP
Estratégias e instrumentos implantados e
propostos.
Plano de Contingência de Epidemias de Chikungunya da Bahia 20142015 – “Eliminar a transmissão autóctone ...”
Nota Técnica 04/2014, que orienta a implantação de busca ativa de
casos suspeitos de Febre Chikungunya (CHIK) no Estado da Bahia – “A
vigência da estratégia de busca ativa será mantida durante o prazo mínimo
de seis meses, a partir do mês de dezembro de 2014”.
Ofícios/ Divep 318, 28/11/2014 e 323, 30/12/2014 - Implantação da
Busca Ativa de Casos Suspeitos de Chikungunya na Bahia, 30/12/2014.
Formulário eletrônico, tutoriais “Dires”/ municípios, link
http://formsus.datasus.gov.brlsitelformuario.php?id_aplicacao=
18900
GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria da Saúde do
Estado da Bahia Diretoria de Vigilância Epidemiológica
Formulário para Casos Suspeitos de Febre Chikungunya (CHIK)
Nº DE PROTOCOLO:
1. Semana Epidemiológica: _______
Informe o período referente à semana epidemiológica imediatamente
anterior (semana antes da atual)
2. Ano:
3. DIRES:
4. Município:
5. Macrorregião:
6. Nº de Unidades notificadoras existentes no Município ________
7. Realizou busca ativa em Unidade de Saúde na semana imediatamente
anterior? ( ) Sim ( ) Não
Informe se realizou busca ativa em prontuários das Unidades de Saúde
(USF/ UBS/UPA/HOSP/CLÍNICA) na semana epidemiológica
imediatamente anterior a atual.
8. Nº de Unidades que a busca ativa foi realizada: _________
9. Informe o nº de Unidades de Saúde (UBS/ USF/ UPA/ Hospitais/
Clínicas/ Policlínicas) que notificaram casos suspeitos de CHIK.
________________
Se houve casos suspeitos de CHIK na semana imediatamente anterior,
informe o número de Unidades de Saúde (USF/ UBS/UPA/HOSP/CLÍNICA)
que notificaram casos suspeitos na semana epidemiológica imediatamente
anterior.
10. Ocorrência de caso suspeito na semana epidemiológica
imediatamente anterior? ( ) Sim ( ) Não ( NOT NEG)
11. Nº de casos notificados na semana epidemiológica imediatamente
anterior._________
Informe APENAS o número de casos da semana epidemiológica
imediatamente anterior.
12. Nº de casos notificados, acumulados, de semana epidemiológica
anteriores do ano em curso: __________
Informe o somatório de casos suspeitos de CHIK acumulados desde o
primeiro caso notificado pelo município do ano em curso.
13. Bloqueio de transmissão realizados?
( ) Sim ( ) Não
14. Quantos bloqueios de transmissão realizadas em até 15 dias do início dos
sintomas do(s) caso(s)? __________
Informar o número de bloqueio de transmissão realizado em área com caso
suspeito de CHIK, tomando como base a data de início dos sintomas.
15. Quantos bloqueios de transmissão realizadas em + de 15 dias do início dos
sintomas do(s) caso(s)? ____________
16. Se deixou de realizar bloqueio em alguma área, justifique.
17. Nº de amostras coletadas para exame específico na semana imediatamente
anterior: __________________
18. Nome do responsável pela informação: ____________________
19. Contato telefônico do responsável pela informação: ________________
20. Data do preenchimento: _____/____/_____
Busca ativa dos casos
suspeitos de
Chikungunya.
Bahia, 04/03/2015
Municípios que digitaram informações no FORMSUS
80
70
60
Axis Title
50
40
30
20
10
0
1ª Sem
2ª Sem
3ª Sem
4ª Sem
5ª Sem
6ª Sem
7ª Sem
Fonte: http://formsus.datasus.gov.brlsitelformuario.php?id_aplicacao= 18900
8ª Sem
Casos suspeitos detectados na busca ativa
250
200
Nº de casos suspeitos
Número de casos suspeitos
detectados na busca ativa
150
100
50
0
1ª Sem
2ª Sem
3ª Sem
4ª Sem
5ª Sem
6ª Sem
Fonte: http://formsus.datasus.gov.brlsitelformuario.php?id_aplicacao= 18900
7ª Sem
8ª Sem
Unidades de saúde existentes e percentual que realizou busca ativa
1200
70.00
65.82
65.48
60.00
1000
57.24
55.33
52.88
49.50
50.00
49.94
800
44.81
40.00
600
30.00
400
20.00
200
10.00
0
0.00
1ª Sem
2ª Sem
3ª Sem
4ª Sem
Número de Unidades existentes
5ª Sem
6ª Sem
7ª Sem
8ª Sem
Número de Unidades que realizaram busca ativa
% de Unidades existentes com busca ativa realizada
Fonte: http://formsus.datasus.gov.brlsitelformuario.php?id_aplicacao= 18900
Bloqueios de casos suspeitos realizados
80
76
70
59
60
50
40
30
27
24
20
24
16
10
3
7
5
1
2
2ª Sem
3ª Sem
5
5
4
2
0
0
1ª Sem
4ª Sem
Bloqueios realizados em <15dias
5ª Sem
6ª Sem
7ª Sem
Bloqueios realizados em >15dias
Fonte: http://formsus.datasus.gov.brlsitelformuario.php?id_aplicacao= 18900
8ª Sem
1ª Sem 2ª Sem 3ª Sem 4ª Sem 5ª Sem 6ª Sem 7ª Sem 8ª Sem
Nº de municípios que
digitaram informações no
FORMSUS
53
49
43
50
65
57
72
72
12
11
9
10
20
16
20
14
9
8
6
7
9
6
7
5
2
2
2
2
2
2
2
2
6
5
4
4
8
6
6
6
11
9
9
11
11
9
11
12
10
10
10
11
12
10
13
12
1
1
1
1
2
2
2
3
1
1
1
1
1
3
5
5
1
2
1
3
2
3
6
13
Macro
Centro-leste
Centro-norte
Extremo-Sul
Leste
Nordeste
Norte
Oeste
Sudoeste
Sul
Municípios_Centro-leste
Ibqiuera
Andaraí
Itaeté
Itaberaba
Bonito
Macajuba
Lajedinho
Mutuípe
Anguera
Ipirá
Amélia Rodrigues
Ichu
Teodoro Sampaio
Conceição do Jacuípe
Seabra
Serrinha
Ruy Barbosa
São Gonçalo dos Campos
Capela do Alto Alegre
Valente
Conceição da Feira
Baixa Grande
Mundo Novo
Araci
Ruy Barbosa
1ª Sem 2ª Sem 3ª Sem 4ª Sem 5ª Sem 6ª Sem 7ª Sem 8ª Sem
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
X - digitaram informações no FORMSUS
S/inf. - sem informações
x
x
x
s/inf.
x
x
x
x
x
x
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
x
x
x
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
x
x
s/inf.
x
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
x
x
s/inf.
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
s/inf.
x
x
x
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
s/inf.
x
x
x
x
x
x
s/inf.
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
s/inf.
x
x
s/inf.
x
x
x
x
s/inf.
s/inf.
x
s/inf.
x
x
s/inf.
x
s/inf.
x
Municípios_Nordeste
1ª Sem 2ª Sem 3ª Sem 4ª Sem 5ª Sem 6ª Sem 7ª Sem 8ª Sem
Olindina
x
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
Cícero Dantas
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
x
Paripiranga
x
s/inf.
x
x
x
x
x
x
Ribeira do Pombal
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
s/inf.
Ribeira do Amparo
x
s/inf.
x
x
x
x
x
x
Antas
x
x
x
x
x
s/inf.
x
x
Nova Soure
x
x
s/inf.
x
x
x
s/inf.
x
Novo Triunfo
x
x
x
x
x
x
x
x
Catu
x
s/inf.
x
x
x
s/inf.
x
s/inf.
Aporá
x
x
x
x
x
x
x
x
s/inf.
s/inf.
x
x
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
s/inf.
x
x
x
x
Adustina
Cardeal da Silva
X - digitaram informações no FORMSUS
S/inf. - sem informações
Equipe técnica
GT Dengue/Chikungunya: Agnaldo Orrico, Akemi
Erdens, João Emanuel, Jorge Monteiro, Jailton
Batista, Márcia Marinho, Zilda Torres
Coordenadora DTV: Jesuina Castro
Diretora DIVEP: Maria Aparecida Figueiredo
Demais coordenações/ técnicos/ Divep
Contatos: (71) 3116-0017/3353-7521/3116-0029/ 0047
gerenciadengue@gmail.com/
www.saude.ba.gov.br/gtdengue
Download

Situação epidemiológica chik e dengue