NAE – Núcleo de Atualização
Educacional
Tecnologia na Educação
Ciclo I
“Algo só é impossível até
que alguém duvide e
acabe provando o
contrário”
Albert Einstein
Vídeo
Educação e tecnologia – Ladislau Dowbor
(disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=szNSCklQnWY
Pontos relevantes...
 Futuro da Educação – com tecnologia: aumento de densidade de
conhecimento (necessidade). Ex.: Agricultura, necessidade de tecnologia
 Repensar a escola de forma mais ampla – extrapolar o conteúdo
 Fontes de informação (formação) atual: TV, escola, empresas
 Cursos que surgem da das necessidades da tecnologia
 Os espaços de conhecimento estão se multiplicando e a escola necessita
ser mais articuladora do processo – não ser repetitiva na transmissão da
informação
 Grande número de informação – temos que encontrar o caminho –
aprender a ter acesso e organizar as informações
 Sociedade com questões dificultadoras – telecentros não resolvem – é
necessário que haja acesso flexível de acordo com as necessidades.
Depoimento do Professor Thomaz
Aprender a ser professor formador e construir uma prática educativa no
dia-a-dia é bem dinâmico. Dou aula há uns vinte anos e nesse tempo por
várias vezes tive a impressão que estava evoluindo e, algumas
vezes, voltei atrás em função de alguma coisa que achei que não
estava dando certo. Têm coisas que na teoria você pensa, monta e
acredita que “isso aqui é uma evolução!!” e aí quando você aplica vê que
não é bem aquilo. Por exemplo, essas novas tecnologias. Já tive
momentos em que estava bem resistente em usar isso e pensava: “como
é que vou ensinar cálculo sem a lousa?” Porque eu achava que na lousa
você vem com a aula esquematizada e não pronta, e aliás, faço isso
até hoje, tenho a aula esquematizada na minha cabeça mas ela não
está pronta, depende da classe, e à medida que vão surgindo dúvidas,
eu vou montando a aula. Não sei se é o mais correto, mas tenho
a impressão de que funciona.
Depoimento do Professor Thomaz
E teve momentos em que falei... “isso perde muito tempo” e se usar
a multimídia com power-point e fizer animações vai muito mais rápido
e, realmente, é mais rápido. Você cobre um conteúdo bem mais extenso
em bem menos tempo só que tenho percebido é que não fica muita
coisa, fica leve, o aluno vê, é rápido e cheio de animações, mas ele
não aprende como quando o processo é mais lento. Você acaba
falando de muito mais conteúdo, mas a relação parece não ser de tanta
qualidade. Acho que é por causa da interação, porque a aula está pronta
e este é que é o grande problema da tecnologia, você vem com a coisa
pronta e não tem muita margem para mudar o que está pronto e a aula
tradicional já é mais interativa. É mais interativa que a própria
tecnologia que está ali em mãos. Acho que é preciso dosar as duas
coisas
Depoimento do Professor Thomaz
Tem momentos que você tem que ir para a lousa mesmo, não tem
jeito. É o velho giz e apagador. E tem momentos, por exemplo,
numa revisão para uma prova, tudo bem, é pertinente que você monte
uma aula de revisão usando recursos de multimídia. Enquanto você
faria dez exercícios na lousa, com o multimídia você passa uns vinte.
Você ganha tempo. Essa é uma das coisas que tenho percebido. Você
tem que tomar cuidado com certas propostas em que você é levado a
pensar que está indo para frente, mas está indo para trás. (Professor
Thomaz, p. 91)
Biografias educativas e o processo de
constituição profissional de formadores de
professores de matematica Barbara Cristina
Moreira Sicardi – tese – UNICAMP, 2008
Um pouco de conversa...
O que deu certo?
O que deu errado?
Integração Tecnológica, Linguagem
e Representação
Evitar ou superar o uso ingênuo das tecnologias:
- conhecer novas formas de aprender e ensinar
- conhecer novas formas de produzir, comunicar e representar
conhecimentos.
Importância da hipermídia para estes objetivos: Para compreender as
possibilidades é necessário clareza de intenções e objetivos
pedagógicos.
Maria Elisabeth B. De Almeida
Objetivos do uso das TIC na Educação
- Contribuir para processo de construção de conhecimento
- Buscar, selecionar, criticar e processar informações
- Criar ambientes de aprendizagem para o aluno interagir com situações
e problemas
- Tornar a sala de informática um espaço para o desenvolvimento de
atividades que estejam de acordo com os conteúdos trabalhados de
modo que ela se torne mais um recurso metodológico para atingir os
objetivos propostos para a série (ano).
Sugestões práticas para os professores
desenvolverem com os alunos
fonte: http://www.educarede.org.br
Brinco, logo aprendo – o uso educativo de jogos eletrônicos – 1º,
2º e 3º anos
Jogos digitais na escola – 4º e 5º anos
[email protected] para você – aprendendo a utilizar o e–mail – 4º e 5º
anos
Orientações para instalação
do data show
- Cabo de força: ligar no data show e no estabilizador.
- Cabo VGA (entrada azul) – conectar no data show e no computador
(CPU ou notebook)
- Após cabos conectados, ligar o estabilizador, o data show e o
computador.
- Configurar as formas de apresentação de acordo com o aparelho que
está sendo usado (data show)
- Desligar primeiro o botão on/off e aguardar o aparelho desligar (alguns
vão acender a luz vermelha, outros vão apagar a luz que estiver acesa,
observar se a ventoinha
parou de funcionar, somente depois desta
etapa, desligar da tomada.
- Antes de guardar na bolsa ou na caixa, esperar o aparelho esfriar.
Recursos...
-Portal do Professor => Recursos Educacionais => áudios, vídeos,
figuras, experimentos, mapas, animação e simulação
=> Links => Softwares Educacionais
-Sites e cds variados
-Twitter
-Fóruns
-Blogs
-Chats
-Sites
-Orkut
-E-mail
Download

Ciclo I - Webnode