Coleção de Microrganismos
de Referência
Manuela da Silva
Instituto Nacional de Controle de Qualidade
em Saúde/FIOCRUZ
manuela@incqs.fiocruz.br
Instituto Nacional de Controle de
Qualidade em Saúde
 Situado no Campus da Fundação Oswaldo Cruz no Rio
de Janeiro (RJ), inserido na estrutura organizacional do
Ministério da Saúde e articulado com o Sistema
Nacional de Vigilância Sanitária
 inaugurado em 1981
Instituto Nacional de Controle de
Qualidade em Saúde
 Responsável pelo controle nacional de qualidade de:
medicamentos
imunobiológicos
alimentos
cosméticos
desinfetantes
saneantes domiciliares e hospitalares
entre outros
Instituto Nacional de Controle de
Qualidade em Saúde
Histórico da Coleção de Culturas
 Estabelecida
 1983
 Responder às necessidades do uso de microrganismos
de referência para os ensaios de controle de qualidade,
indicados pelas:
Farmacopéias Internacionais
Farmacopéia Brasileira
Características
 Coleção de Referência  Farmacopéia Brasileira
 Serviços: preservação, fornecimento, identificação,
depósito, consultorias
Fornecimento para controle de imunobiológicos,
saneantes, medicamentos, fertilidade de meios de
cultivo e biológico do processo de esterilização,
produção de enzimas/toxinas, caracterização
taxonômica e outros tipos de ensaios
 Pesquisas relacionadas à Coleção de Culturas
Curadores
Bactérias
Ivano de Filippis
ivano@incqs.fiocruz.br
Fungos filamentosos e leveduras
Marília M. Nishikawa
marilia@incqs.fiocruz.br
Arqueas
Maysa B. M. Clementino
maysa@incqs.fiocruz.br
Equipe Técnica
Bactérias e Archeas de Referência
 Luciene Esteves da Silva - técnica
 Cátia Aparecida Chaia Fernandes – bolsista Faperj
 Nilson Cezar Pecly Ribeiro – bolsista Faperj
 Cláudia Ferreira de Andrade – bolsista Faperj
 Ana Paula Alves – bolsista Pec
Fungos de Referência
 Manuela da Silva - tecnologista
 Miguel Madi Fialho - técnico
 Ludmila Bergsten - bolsista Fiocruz
Acervo da Coleção de Referência
 Bactérias
519 linhagens  69 gêneros
ATCC, NCTC, DSMZ, CDC, etc.
 Fungos filamentosos e leveduras
243 linhagens  36 gêneros
CBS e ATCC
 Arqueas
27 linhagens  19 gêneros
DSMZ e ATCC
Acervo da Coleção de Pesquisa
 Bactérias
> 1800 isolados
material clínico humano, animal e ambiental
 Fungos filamentosos e leveduras
> 1200 isolados
material clínico humano, animal e ambiental
 Arqueas
6 isolados
ambiental
Fornecimento de Linhagens
1200
1000
918
800
789
719
600
476
400
259
187
119
200
0
1097
1010
895
670
692
1164
1110
1067
886
721
570
434
468
317
16
83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 00 01 02 03 04*
Ampolas fornecidas
Perfil do Acervo
19,50%
ATCC
2,00%
CCT
2,20%
DSMZ
CDC
3,20%
3,80%
69,30%
NCTC
Outros*
*Outros: (FDA, CIP, CCUG, SSI, UFRJ, UERJ, UFF, UFPE,
LFB-IOC, IAL, etc.)
Métodos de Preservação
 Bactérias
Ultracongelamento: -70°C
Criopreservação: -150°C
Liofilização

Fungos filamentosos e leveduras
Repiques periódicos
Óleo mineral
Congelamento: - 20°C
Ultracongelamento: -70°C
Criopreservação: -150°C
Liofilização
 Arqueas
Liquid-Drying (L-Drying)
Linhas de Pesquisas – Setor de Bactérias e
Arqueas de Referência
 Aplicação de Marcadores Moleculares na
Identificação e Certificação das Cepas de Referência
Utilizadas nos Ensaios Oficiais de Controle da
Qualidade Realizados no Brasil  Maysa B. M.
Clementino
 Controle da Qualidade de Microrganismos de
Referência: Implementação do Método de Proteínas
Totais e Implantação da Caracterização Molecular de
Genes Específicos de Microrganismos Utilizados no
Controle da Qualidade  Ivano de Fillipis
Linhas de Pesquisas – Setor de Fungos de
Referência
 Tipagem Molecular das Linhagens Fungicas da
Coleção de Culturas Utilizando a Técnica de AFLP
“Amplified Fragment Length Polymorphism” no
Controle de Qualidade dos Lotes Produzidos no Setor
de Fungos de Referência  Marília Martins Nishikawa
 Avaliação de Fungos da Coleção de Culturas Quanto
ao Seu Potencial de Degradar Poluentes  Manuela da
Silva
Programa da Qualidade
A Coleção de Culturas do INCQS está inserida dentro do
Programa da Qualidade do INCQS que tem a
preocupação em melhorar continuamente a qualidade de
seus serviços e produtos:
 diretrizes gerais do Programa Brasileiro da Qualidade
e Produtividade
 diretrizes específicas do Programa da Qualidade no
Serviço Público
 conformidade com os requisitos estabelecidos pela
NBR ISO/IEC 17.025
Programa da Qualidade
Lançamento formal do Programa da Qualidade no
INCQS  1994
Coordenação do Programa da Qualidade (CPQ)
 Comissão Interna da Qualidade (CIQ)
 Comissão Interna de Biossegurança (CIB)
 Laboratório de Metrologia
 Núcleos de: editoração e distribuição de POPs
gestão de documentos arquivísticos
ensaios de proficiência
Credenciamento junto ao INMETRO
O processo de credenciamento foi iniciado em  2001
Em 2004  36 ensaios foram acreditados
 microbiológicos
 toxicológicos
 farmacológicos
 microscópicos
 calibrações (massa e volume/massa específica)
Para 2005 há a perspectiva de aumento no número de
ensaios a serem avaliados pelo Inmetro
Download

Manu_apresentaçao_colecaoINCQS2