UNICIN
Conselho das ICs
Gestão
do Tempo
Cecília Oderich
12 de Junho de 2011
Tempo – Contexto histórico
•Demarcação do tempo iniciou com os horários das atividades
religiosas.
•Relógios com engrenagens mecânicas foram inventados nos
mosteiros. Clock ou cloche = sino
•Tipos de relógio: sol, água, areia, de bolso, de pulso e
digitais.
•Aparecimento dos primeiros relógios mecânicos na
Inglaterra, estima-se por volta de 1300.
• Início do controle do tempo do trabalho, rápida
disseminação para controle de atividades, definição
da hora como 60 minutos. Transportes, correios,
sincronização para que as pessoas tivessem um
quadro de referência temporal.
• Uso racional do tempo.
• A estruturação do tempo das pessoas na sociedade
industrial ocorre a partir do trabalho.
Tempo – Contexto atual
Paradoxo da modernidade: mais tecnologia e
menos tempo.
Simultaneidade e instantaneidade.
Tempo – Definições
Khrónos = Deus do Tempo
Cronograma, cronologia, cronômetro, síncrono, assíncrono.
Dicionário Houaiss apresenta mais de 17 definições para tempo, dentre
elas:
•duração relativa das coisas que cria no ser humano a idéia de
presente, passado e futuro; período contínuo e indefinido no qual os
eventos se sucedem;
•época na qual se vive;
•oportunidade para a realização de alguma coisa.
Tempo – Pensamentos
“Tempo é dinheiro.”
Mundo corporativo
“O tempo é a substância da qual somos feitos.”
Jorge Luis Borges
“O tempo é uma imagem móvel da eternidade.”
Platão
“A maneira mais segura de chegar tarde é ter tempo em
demasia.”
L. Kennedy
“O tempo é o elemento de transformação.”
Carlos Drummond de Andrade
“Tudo o que é bom dura o tempo suficiente para se tornar
inesquecível.”
Gestão do Tempo
Há várias doenças cujas causas estão vinculadas à falta de
administração do tempo.
Estima-se que 40% do tempo das pessoas seja desperdiçado.
Relaciona-se a auto-estima à sensação de bom aproveitamento
do tempo.
Gestão do tempo = maior saúde pessoal e organizacional.
Gestão do Tempo – Reflexões
O tempo é irreversível, permanecem memória e evolução obtidas.
O tempo é inelástico, não pode ser guardado ou “esticado”.
A percepção da passagem do tempo varia para cada indivíduo.
É preciso considerar o relógio biológico na administração do
tempo.
Pessoas muito ocupadas podem ser produtivas e ter tempo livre,
enquanto pessoas desocupadas podem sentir improdutividade e
falta de tempo.
Gestão do Tempo – Hipótese
O bom aproveitamento do tempo de vida,
a produtividade consciencial reflete:
•motivação e vínculo das ações à programação
existencial;
•competência para desenvolver determinado
trabalho;
•capacidade de priorização e estruturação do
tempo, disciplina e acompanhamento do próprio
desempenho;
•estrutura e/ou recursos disponíveis.
Gestão do Tempo nas Organizações – Exemplos de Desperdiçadores de
Tempo no Ambiente Profissional (Baseado em BERNHOEFT)
•Estrutura organizacional: normas equivocadas ou
insuficientes, falta de clareza dos papéis.
•Estrutura física: ruídos, temperatura, ferramentas de
trabalho.
•Cultura: excesso de formalismo, centralização.
•Indivíduo: falta de disciplina, desorganização.
•Gerência: decorrentes de má gestão, comunicação,
falta de delegação.
Gestão do Tempo nas Organizações – Exemplos de Economizadores de
Tempo no Ambiente Profissional (Baseado em BERNHOEFT)
•Planejamento.
•Mesa e estrutura de trabalho organizadas.
•Sistema de arquivos.
•Bom treinamento, normas claras.
•Delegação e filtragem de atendimentos.
•Trabalho em equipe.
•Canais de comunicação adequados.
•Leitura seletiva.
•Reuniões objetivas, com pauta, ata, horários.
Gestão do Tempo – Soluções
Programa de Eficiência Pessoal – Kerry Gleeson
Faça agora! Evitar a procrastinação.
1. Identificar pendências, escalonar suas resoluções por
ordem de prioridade.
1. Satisfação psicológica. Operar a partir do presente visando
o futuro é considerado saudável. O que está atrasado,
pendente, não é positivo. Quando resolvemos pendências
que atraem nossa atenção para o passado, liberamos
capacidade de atenção para o presente e futuro.
Administração do Tempo – Soluções
Programa de Eficiência Pessoal – Kerry Gleeson
4. Tomar decisões e implementá-las.
5. Dividir o tempo em blocos de tarefas: estimar o tempo
necessário para cada atividade, juntar as tarefas por
semelhança e prever sua execução no tempo disponível.
Peter Drucker sugere blocos de trabalho intensivo de 90
minutos.
6. A força do hábito: administrar o tempo, com o tempo,
passa a ser um movimento natural. 
Gestores da CCCI
Tema proposto para Debate
• Equilíbrio do tempo destinado às várias
dimensões da vida, visando a execução da
proéxis em confluência à saúde
holossomática.
Voluntariado e coordenação de IC, cursos e
atividades, vida profissional, dupla, família,
amigos, docência, estudo, auto-pesquisa, lazer,
cuidados pessoais...
Administração do Tempo – Dicas e Recomendações
BERNHOEFT, Renato. Administração do Tempo. São
Paulo: Nobel, 2010.
CARDOSO, Margot. Tempo para Tudo! Revista Vencer, ed.
39, 2010. www.vencer.com.br
FGV Online. Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho.
Apostila do curso, 2010.
PERSONA, Mário. Administração do Tempo. Vídeo.
http://www.youtube.com/watch?v=ypSagHe84wE
Agradecimento e contato
Muito obrigada!
Contato: cloderich@ig.com.br
Download

Gestão do Tempo