UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul
GESID
Análise da Eficiência Relativa dos
Investimentos em TI nos Bancos
Brasileiros
Prof. Antonio Carlos Maçada, Dr
acgmacada@ea.ufrgs.br
Prof. João L. Becker. PhD
jlbecker@ea.ufrgs.br
GESID
Objetivos
 Analisar a eficiência relativa dos investimentos em TI nos
bancos brasileiros no período de 1995 a 1999;
 Selecionar variáveis estratégicas organizacionais
relacionadas com a TI para suprir um modelo de análise
de eficiência;
 Desenvolver um modelo de análise de eficiência para
medir a efetividade de conversão dos investimentos em TI
na eficiência organizacional.
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
2
GESID
Teorias de Base
Teoria da Estratégia e
Competitividade
Se as empresas obtêm vantagem
competitiva e lucros. Modelo Porter
(1980)
Teoria Econômica
Como transformar vários
input em output
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
3
GESID
Modelo da Pesquisa
Teoria da Estratégia e
Competitividade
Variáveis Estratégicas
Organizacionais
Mahmood e Soon
(1991) Palvia (1997)
Investimento
em TI
Teoria Econômica
DEA
Efetividade
de conversão
da TI
Arranjo e utilização da TI na
operacionalização de estratégias
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
Eficiência
Organizacional
4
GESID
Revisão da Literatura
Data Envelopment
Analysis (DEA)
n
^
EFICIE NCIAk 
w
j 1
jk
OUTPUTjk
m
v
i 1
ik
k  1,, N
INPUTik
Teoria
Econômica
 os dados sobre os investimentos em TI
não necessitam ser normalizados.
 abordagem não-paramétrica e não
exige uma forma funcional explícita
relacionando input output.
 pode explicitamente indicar a eficiência
do processo de produção relacionado
com a TI;
 diferentemente
de
modelos
econométricos,
captura
mais
facilmente constructos qualitativos que
refletem aspectos comportamentais ou
de percepção de envolvimento dos
usuários da TI.
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
5
GESID
Métodos e Técnicas
Entrevista com Executivos
Entrevista Estruturada
14 perguntas
05 Executivos* dos Bancos
Telefone
Entrevista em grupo com Executivos
05 Executivos contadores*
Observar os constructos em
Contas do balanço (input e
Output)
Reuniões
Survey com Executivos
125 Bancos (população)
141 Executivos(amostra)
62 Bancos Brasileiros
79% do Pat. Líquido do total
Método de PO
Definição do modelo
Técnica DEA (CCR)
41 bancos brasileiros 62 % Pat. Líquido
Dados BACEN
Validação dados 1995 a 1999
*Os executivos foram selecionados pela FEBRABAN
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
6
GESID
Análise dos Resultados
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
7
GESID
Adaptação dos Constructos em
Input e Output
Variáveis
1. Tomadores de Recursos Financeiros (Clientes)
2. Competitividade
3. Fornecedores de Recursos Financeiros (Clientes)
4. Coleta e Troca de Informações
Input e Output
observáveis em conta do balanço
5. Produtos e Serviços
6. Estrutura de Custos e Capacidade
7. Eficiência Organizacional Interna
8. Eficiência Interorganizacional
9. Preços
10. Internacionalização
COSIF
BCB
11. Requisitos de Governos e Países
12. Coordenação Interorganizacional
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
8
GESID
Contas do valor dos investimentos em TI
( + ) 2.2.9.10.00-6
( + ) 2.2.9.30.00-0
( + ) 2.4.1.60.00-5
( - ) 2.2.9.99.10-6
( - ) 2.2.9.99.30-2
( - ) 2.2.9.99.60-5
Sistemas de Comunicação
Sistema de Processamento de Dados
Gastos com Aquisição e Desenvolvimento de Logiciais
Depreciação Acumulada de Sistemas de Comunicação
– Equipamentos
Depreciação
Acumulada
de
Sistemas
de
Processamento de Dados
Amortização Acumulada do Diferido Relativa aos
Gastos com Aquisição e Desenvolvimento de Logiciais
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
9
GESID
Modelo de analise de eficiência
Investimentos com TI
Despesas com pessoal
Outras Despesas
Despesas de
internacionalização
E
S
T
Á
G
I
O
Ativos de
Transações
Financeiras
Outros Ativos
I
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
E
S
T
Á
G
I
O
II
Receita Líquida de
Intermediação
Financeira
Receita Líquida de
Prestação de Serviços
Receita Líquida de
Operações Internacionais
10
GESID
Eficiência Relativa dos Bancos
Efetividade de Conversão
1995
1996
Banco
Porte
Capital
E1
E2
Global
E1
E2
Global
1
G
PuF
68,14
19,98
55,78
100
23,23
100
2
G
PuF
40,67
79,16
100
32,17
78,81
100
3
G
PrN
21,72
83,42
100
18,24
69,18
74,47
4
G
PrN
24,40
100
100
25,44
100
100
5
G
PuF
62,67
80,49
100
80,46
61,46
100
6
G
PrNPE
15,96
51,07
53,30
18,11
99,12
86,66
7
G
PuE
51,23
61,42
84,69
32,18
45,70
62,97
8
G
PrNCE
10,28
100
77,64
14,22
100
79,80
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
11
GESID
Análise de Sensibilidade
DEA Warwick
Bancos
Porte
Capital
Orientação
% Invest. Em TI
1995 a 1999
G
PuF
95 ( -44,20%) 97 (-36,40%)
9%
G
PrN
96 (-87,00%) 97 (-42,60%)
98 (-48,00%)
23%
I5
G
PuF
98 (-6,80%)
2%
I6
G
PrNPE
99 (-39,70)
11%
I12
M
PrNCE
99 (-52,50%)
2%
I2
G
PuF
I1
I3
_x_
15%
Total
61%
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
12
GESID
Eficiência Relativa Global
Grandes investidores em TI em relação a
amostra
Eficiência global média
100,00
95,00
Amostra completa
90,00
Grandes investidores
85,00
80,00
1995
1996
1997
1998
1999
Anos
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
13
GESID
Eficiência média no primeiro
estágio
Eficiência Relativa Grandes investidores
em TI em relação a amostra
primeiro estágio
100,00
90,00
80,00
70,00
Amostra completa
60,00
Grandes investidores
50,00
40,00
30,00
1995
1996
1997
1998
1999
Anos
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
14
GESID
Eficiência Relativa Grandes investidores
em TI em relação a amostra
segundo estágio
Eficiência média no segundo
estágio
100,00
90,00
80,00
70,00
Amostra completa
60,00
Grandes investidores
50,00
40,00
30,00
1995
1996
1997
1998
1999
Anos
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
15
GESID
Exemplo Banco 8
análise de sensibilidade
Eficiência global de 77,64 % em 1995 – necessidade
de redução 22,4% investimentos em TI;
Em 1996 o banco reduziu os investimentos em TI
passando a eficiência para 79,80%;
Em 1997 reduz em 6,4% os investimentos em TI e
aumenta a eficiência para 86,17%;
Em 1998 nova redução nos investimentos em TI e a
eficiência passa para 93,16%;
Em 1999 um aumento nos investimentos em TI
reduz a eficiência para 85,92%.
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
16
GESID
Conclusões
O processo de observação dos constructos em
contas do balanço auxilia na obtenção de dados
para pesquisadores;
A técnica DEA é uma ferramenta excelente;
Os resultados permitiram observar que os bancos
que mais investiram ganharam eficiência ao longo
do tempo;
Investimentos em TI devem ser combinados com
outros inputs.
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
17
GESID
Produção intelectual relacionada
 MAÇADA, A.C.G. Impacto dos Investimentos em Tecnologia da Informação nas Variáveis
Estratégicas e na Eficiência dos Bancos Brasileiros. Tese de Doutorado, Porto Alegre:
PPGA/EA/UFRGS, 2001.
 LUNARDI, G.L. Os efeitos da tecnologia de informação (TI) nas variáveis estratégicas
organizacionais da indústria bancária: estudo comparativo entre alguns países da América.
Dissertação de Mestrado, Porto Alegre: PPGA/EA/UFRGS, 2001.
 LUNARDI, G.L.; BECKER, J.L.; MAÇADA, A.C.G. Relacionamento entre Investimentos em
Tecnologia de Informação (TI) e desempenho Organizacional: um Estudo Cross-crountry
envolvendo os Bancos Brasileiros, Argentinos e Chilenos. In: XXVII ENANPAD, Atibaia, 2003.
CD-rom.
 LUNARDI, G.L.; BECKER, J.L.; MAÇADA, A.C.G.; ZAFFALON, R.G. Análise de eficiência das
instituições financeiras: um enfoque nos investimentos em Tecnologia de Informação (TI) nos
bancos do Conesul. In: CONFERENCIA IBEROAMERICANA EN SISTEMAS, CIBERNÉTICA E
INFORMÁTICA, Orlando, 2002. CD-rom.
 LUNARDI, G.L.; BECKER, J.L.; MAÇADA, A.C.G. Análise de Eficiência dos Bancos Brasileiros: um
enfoque nos investimentos realizados em Tecnologia de informação (TI). In: XXII ENEGEP,
Curitiba, 2002. CD-rom.
 LUNARDI, G.L.; MAÇADA, A.C.G.; BECKER, J.L. O impacto da TI nos bancos brasileiros,
americanos, argentinos, chilenos e uruguaios. In: XXVI ENANPAD, Salvador, 2002. CD-rom.
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
18
GESID
 LUNARDI, G.L.; BECKER, J.L.; MAÇADA, A.C.G. The impact of Information Technology (IT)
investments on banking industry performance and evaluation: evidences from a cross-country
analysis for Brazil, United States, Argentina, Uruguay and Chile. In: 6TH WORLD
MULTICONFERENCE ON SYSTEMICS, CYBERNETICS AND INFORMATICS, Orlando, 2002. CDrom.
 MAÇADA, A.C.G.; BECKER, J.L. O impacto da Tecnologia de Informação na Estratégia dos
Bancos. Revista de Administração de Empresas, FGV-São Paulo, v. 41, n. 4, p. 87-97, 2001.
 LUNARDI, G.L.; BECKER, J.L.; MAÇADA, A.C.G. A Tecnologia de Informação (TI) como
Ferramenta Estratégica nos Bancos do CONESUL. In: XXI ENEGEP, Salvador, 2001. CD-rom.
 MAÇADA, A.C.G.; BECKER, J.L. Análise da Eficiência Relativa dos Investimentos em TI nos
Bancos Brasileiros. In: XXV ENANPAD, Campinas, 2001. CD-rom.
 MAÇADA, A.C.G.; BECKER, J.L.; MAHMOOD, M.A. Development and Validation of an Instrument
to Evaluate the Impact of Information Technology Investments: A Cross Country Analysis. In:
INFORMATION RESOURCES MANAGEMENT ASSOCIATION CONFERENCE, Anchorage. Hershey:
IDEA - Group Publishing, 2000. v. 1, p. 893-898.
 LUNARDI, G.L.; MAÇADA, A.C.G.; BECKER, J.L. Impacto de Tecnologia de Informação (TI) na
indústria bancária: um estudo exploratório no Uruguai. In: VIII JORNADA DE JOVENS
PESQUISADORES DO GRUPO DE MONTEVIDÉO, São Carlos, 2000.
 MAÇADA, A.C.G.; BECKER, J.L. A study of the relative efficiency of investments in information
technology (IT) in Brazilian Banks. In: ELEVENTH ANNUAL WORKSHOP ON INFORMATION
SYSTEMS AND ECONOMICS (WISE´99), Charlotte, 1999. v. 1, p. 1-5.
 MAÇADA, A.C.G.; BECKER, J.L. A Validação de um Modelo de Análise de Eficiência dos
Investimentos Estratégicos em Tecnologia de Informação (TI). In: XXXI SBPO, Juiz de Fora,
1999. CD-rom.
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
19
GESID
 MAÇADA, A.C.G. Impact of Information Technology (IT) in the Performance of Brazilian Banks.
In: INFORMATION RESOURCES MANAGEMENT ASSOCIATION CONFERENCE, 1999, Hershey.
Managing Information Technology Resources in Organizations in the Next Millenium. 1999. v. 1,
p. 1134-1138.
 MAÇADA, A.C.G.; BECKER, J.L. Measuring the efficiency of investments in Information
Technology in Brazilian Banks. In: SECOND INTERNATIONAL CONFERENCE ON OPERATIONS
AND QUANTITATIVE MANAGEMENT (ICOQM-II), Ahmedabad, 1999. New Delhi: McGraw-Hill
Publishing Company, 1999. v.1, p.248-255.
 MAÇADA, A.C.G.; BECKER, J.L. Modelo para avaliar o impacto da Tecnologia de Informação (TI)
nas variáveis estratégicas dos bancos brasileiros. In: XXIV ENANPAD, Foz do Iguaçu, 1998. CDrom
 MAÇADA, A.C.G.; BECKER, J.L. Uso das abordagens da teoria Micro Econômica da produção na
Análise dos Investimentos em Tecnologia de Informação. In: XXX SBPO, Curitiba, 1998. CDrom.
 MAÇADA, A.C.G.; BECKER, J.L. Avaliando o Impacto da Tecnologia da Informação (TI) na
Performance dos Bancos Brasileiros com Data Envelopment Analysis (DEA). In: XXIX SBPO,
Salvador, 1997. CD-rom.
Antonio C. G. Maçada – João Luiz Becker
20
Download

Título dentações Externas à Universidade