XVII Congresso Brasileiro de Meteorologia
METVIEW 4 – PODEROSA FERRAMENTA DE ACESSO, MANIPULAÇÃO E
VISUALIZAÇÃO DE DADOS METEOROLÓGICOS.
Mello, F.O. 1 ; MitsuoIi, F. A. 2*
1
CPTEC/INPE, Cachoeira Paulista, SP, CEP:12630-000 – felipe.odorizi@cptec.inpe.br
2 ECMWF, Reading, Shinfield Park, RG2 9AX - UK - fernando.ii@ecmwf.int
INTRODUÇÃO
O Metview é um software meteorológico interativo no estado-daarte com funções de acesso, manipulação e visualização de
dados meteorológicos em estações de trabalho Linux.
O Metview foi concebido como um sistema distribuído onde
módulos podem ser executados em diferentes workstations.
Estes módulos trabalham de forma integrada possibilitando ao
usuário um sistema de uso simples e de alto desempenho.
Objetivo: prover um ambiente completo de trabalho para
meteorologistas tanto da área operacional quanto de pesquisa.
Isto é obtido através da disponibilidade de um poderoso sistema
de gerenciamento de dados, um grande conjunto de funções de
processamento de dados e um eficiente sistema de visualização
e geração de cartas meteorológicas.
MATERIAL E MÉTODOS
O Metview possui uma arquitetura do tipo SOA (Service
Oriented Architecture): coleção de executáveis independentes
que se comunicam entre si através de um módulo central. As
funcionalidades principais são:
• Extensiva facilidades de uso no modo batch ou no modo
interativo;
• Cálculos com dados meteorológicos;
• Geração de diversos tipos de cartas meteorológicas;
• Visualização de parâmetros meteorológicos;
• Os dados de entrada podem ser recuperados a partir de um
banco de dados ou de um arquivo isolado ou ser o resultado de
alguma computação anterior;
• Facilidades (controle manual e automático) para sobrepor
diferentes tipos de dados vindos de diferentes fontes.
RESULTADOS E DISCUSSÃO
O Metview 4 conta com várias melhorias com relação ao seu
antecessor. As principais são:
Janela de Visualização – na janela temos recursos como lupa,
controle de animação, controle de zoom, inspeção do valores
dos dados e nova área de controle de camadas e de
configurações.
Examinadores de Dados – é possível examinar dados nos
formatos BUFR, Grib, PrepBufr, netCDF, CSV, ODB e
GeoPoints.
Novo Editor de Macros – com capacidade de arrastar ícones e
gerar automaticamente o código fonte, capacidade de rodar a
macro de dentro do próprio editor e conjunto de esqueletos de
código pré-preparados.
Visualização de Dados ODB - interface com um banco de
dados observacionais, formato ODB, permitindo aos usuários
examinar, filtrar, plotar e processar dados de observação.
(a)
(b)
Figura 02: Janela do Editor de Macro (a) e Campo de vento, dado ODB,
sobreposto com isolinhas de geopotencial, dado GRIB (b).
Suporte para Web Services OGC - O Metview implementa um
cliente Web Map Service (WMS) permitindo a sobreposição de
dados oriundos de outras organizações.
Figura 03: Dados de topografia e população (NASA), satélite (EUMETSAT) e
radar (KNMI) recuperados dos servidores WMS destas instituições.
CONCLUSÃO
O Metview 4 possui características muito interessantes para a
operação meteorológica e também para a pesquisa,
principalmente por possuir uma interface amigável com o
usuário, facilidades para uso no modo interativo e batch, uma
linguagem descritiva muito poderosa e de fácil uso, ferramentas
para examinar dados e suporte a dados WMS. Inovações
adicionais, como por exemplo, uma nova interface com o
usuário, tornando o uso interativo do Metview ainda mais
intuitivo, facilidades de integração de dados GIS (Sistema de
Informação Geográfica) através do uso da biblioteca Terralib
(http://www.terralib.org/) e uma maior interatividade dentro do
editor de ícones, fará do Metview ainda mais poderoso nas suas
próximas versões.
REFERÊNCIAS
(a)
(b)
Figura 01: Janela de Visualização com dados do Modelos Eta do CPTEC/INPE
(a) e Janela de Examinadores de Dados Grib (b).
[Metview 4 – ECMWF’s latest generation meteorological workstation] Disponível em:
http://www.ecmwf.int/publications/manuals/metview/articles/126_mv4.pdf - setembro de 2012.
[Introduction to Metview 4] Disponível em:
http://www.ecmwf.int/publications/manuals/metview/mv4_intro/mv4_intro.pdf - setembro de 2012.
[Metview User Guide] ] Disponível em:
http://www.ecmwf.int/publications/manuals/metview/manual/mvug_new.pdf - setembro de 2012.
Download

Metview 4