Cinema
Dos anos 70…..
Os anos 70: a renovação das
estructuras

Quem assistiu as ultimas estreias do cinema
português antes de Abril pôde verificar que o
clima de ”resiténcia” era total e que, de facto,
dois cinemas, duas concepções culturais, se
confrontavan: o velho e o novo cinema, um
defendendo-se heroicamente no mercado, mas
à custa da qualidade, o outro procurando
amparo noutras instâncias, sempre cioso da
independência e da sua defensa da qualidade.
Cineblubismo

O dicionário define cineclube como uma "associação que reúne
apreciadores de cinema para fins de estudo e debates e para
exibição de filmes selecionados", mas a imprensa e o senso
comum amesquinham esse sentido e tratam o cineclubismo como
uma atividade de mero lazer cultural, fomentada talvez um tipo de
fanático juvenil amante do cinema. Ou como um sinônimo de
sofisticação do consumidor, uma espécie de grife que adorna
desde sessões especiais na televisão até salas "diferenciadas" que
exibem os filmes com expectativa de público menor. Misturando
um pouco de cada, também chamam de cineclube às beneméritas
iniciativas de organizações culturais, educacionais, patronais e
paternais voltadas ao atendimento de variadas comunidades. É
claro que todas essas atividades têm seu lugar, sua necessidade,
seu público dentro da sociedade. Nada contra. Mas cineclube é
outra coisa.
Revistas




Entre 1955 e 1965
Imagem
Filme
Cinéfilo
Festivais Surgidos









Festival do Locutor do filme Publicitário
Festival de filmes de Prevenção
Festival do filme Publicitário
Festival do Cinema de Lisboa
Festival do filme Didáctico
Festival do filme Turístico
Festival do filme Tauromáquico
Festival do filme Agrícola e de Temática Rural
Festival Internacional
Manifestações do cinema português
no exterior


Mújol de Ouro, “A promesa”
Artur Correia, “O melhor da rua”
Dificuldades do cinema português





O formato reduzido vai desaparecendo
Lei N 7/71
Diminução da afluença do público
Costos de produção elevados
No parque exibidor continua dominando o
filme americano
O cinema de Abril(1974-1986)


Na madrugada do 25 de Abril de 1974 cai o poder
político, ams o poder do cinema já se encontrava
nas mãos da generação de 60 e há-de continuar
fechado nelas.
A liberdade surgiu, dentro dos condicionalismos
cochecidos, tanto para o cineasta como para o
espectador. A Comissão de examen e Classificação
de Espectáculos foi logo substituída por uma
Comissão Etária ad hoc e, mais tarde em 1977, por
uma Comissão de Classificação de Espectáculos,
de´vídamente formada, que apenas indica os
escalões etários e as novas classificações especiais
de “inadequado” ou de “qualidade”, não se
pronuncia sobre os argumentos dos filmes a
produzir.
Mudança



Subsídios
Lei N 7/71
Decreto de la lei N 257/75
A Revolução dos Cravos teve uma influência
determinante no futuro do Cinema Português,
sobretudo ao dar-lhe a liberdade de expressão e a
possibilidade de intervir no real, nos acontecimentos
do dia a dia. A maior parte dos cineastas da época
envolveu-se no "processo revolucionário em curso",
registando em película um volume considerável de
informação histórica.
Download

cinema_dos_anos_70