COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM – UMA VIVÊNCIA
NO ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO
Autores: Andréia Bartachini Gomes (USP)
Cristiane Rocha de Farias (USP)
Eliana Rodriguez Moreno (UNICAMP)
Jaciara de Sá Carvalho (USP)
Marcelo Pupim Gozzi (USP)
Paulo Sérgio Garcia (USP)
SÃO PAULO
2008
COMUNIDADE
COMUNIDADE DE
APRENDIZAGEM
Abordagem
colaborativa
COMUNIDADE
VIRTUAL DE
APRENDIZAGEM
Abordagem
cooperativa
EDUCANDO EM AMBIENTES VIRTUAIS 1
COMUNIDADE
COMUNIDADE DE
APRENDIZAGEM
COMUNIDADE
COMUNIDADE DE
APRENDIZAGEM
COMUNIDADE DE
COMUNIDADE
APRENDIZAGEM
Difícil delimitar uma fronteira
As trocas ocorridas em quaisquer comunidades podem
gerar aprendizagem para seus usuários.
Se tomarmos a intencionalidade como parâmetro,
podemos destacar que as comunidades de aprendizagem
são aquelas que estão a serviço de cursos ou disciplinas.
COMUNIDADE DE
APRENDIZAGEM
Um grupo que interage entre si e estabelece relações
sociais, durante um determinado período de tempo
(permanência), com o propósito de aprender um conceito
de interesse comum.
PRESENCIAL
desenvolvimento
VIRTUAL
COMUNIDADE
VIRTUAL DE
APRENDIZAGEM
“grupo de pessoas que interagem entre si, aprendendo
com o trabalho das outras e proporcionando recursos de
conhecimento e informação ao grupo, em relação a temas
sobre os quais há acordo de interesse mútuo.” (ILLERA,
2007)
•Sentimento de pertencimento;
•Permanência;
•Desenvolvimento de um projeto coletivo;
•Vínculos criados por interesses comuns;
•Sentimento de co-responsabilidade.
COMUNIDADE
VIRTUAL DE
APRENDIZAGEM
“grupo de pessoas que interagem entre si, aprendendo
com o trabalho das outras e proporcionando recursos de
conhecimento e informação ao grupo, em relação a temas
sobre os quais há acordo de interesse mútuo.” (ILLERA,
2007)
•Sentimento de pertencimento;
•Permanência;
•Desenvolvimento de um projeto coletivo;
•Vínculos criados por interesses comuns, não pela
questão da proximidade geográfica;
•Sentimento de co-responsabilidade.
VIRTUAL
Resolvese em
uma
Sentido
Filosófico
“aquilo que existe apenas em potência e
não em ato” (Pierre Lévy, 1999)
ATUALIZAÇÃO
“virtualidade e atualidade são apenas dois
modos da realidade” (Pierre Lévy, 1999)
“É virtual toda entidade “desterritorializada”, capaz de
gerar diversas manifestações concretas em diferentes
momentos e locais determinados, sem contudo estar ela
mesma presa a um lugar ou tempo em particular.” (Pierre Lévy,
1999)
REALIDADE
VIRTUAL
Experiência em tempo e
espaço definido
REALIDADE
ATUAL
E
S
P
A
Ç
O
Atualização 1
Realidade
Virtual
s1
s3
Atualização 2
Atualização 3
s2
t1
t3
TEMPO
Abordagem
colaborativa
COMUNIDADE
VIRTUAL DE
APRENDIZAGEM
•Não existe hierarquia, todos
compartilham responsabilidades
e autoridade.
Abordagem
cooperativa
•Ação conjunta dentro de uma
estrutura hierarquizada.
•Existência de um comandante,
regras e etapas bem definidas.
•Esforço contínuo e mútuo para
construir soluções.
•Existência de um objetivo bem
definido a ser atingido.
•Processo aberto, todos mantém
o senso de “fazer juntos”, sem
definição clara de tarefas e
papéis.
•Definição de uma estratégia e
técnica de trabalho.
•Permanência do diálogo.
BARBOSA (2008)
EDUCANDO EM AMBIENTES VIRTUAIS 1
Disciplina cursada na pós-graduação da FEUSP (Profa. Dra. Vani Moreira Kenski);
4 meses (4 encontros presenciais e atividades em ambientes virtuais);
Ambientes virtuais: Moodle, Teleduc e Labspace/Colearn;
Discussões em fóruns, chats, construção de textos coletivos (wiki), socialização das
produções (portifólio), contatos internacionais, videoconferências;
Processos colaborativos e cooperativos.
EDUCANDO EM AMBIENTES VIRTUAIS 1
Houve o estabelecimento de relações sociais entre os participantes;
Propósito de aprender conceitos de interesse comum;
Sentimento de pertencimento à comunidade;
Desenvolvimento de diversos projetos;
Co-responsabilidade pelo aprendizado e pelos resultados obtidos.
EDUCANDO EM AMBIENTES VIRTUAIS 1
Tecnologias
Ensino e
Aprendizagem
Projetos
EDUCANDO EM AMBIENTES VIRTUAIS 1
DADOS GERAIS
31 participantes / 4 meses
Fórum
10 fóruns
87 discussões
1512 mensagens
Chat
Wikis
Atividades
26 sessões
28 mapas
3,27
participantes
por sessão
28 textos
individuais
12 desafios
grupais
(média aritmética
simples)
13 textos
coletivos
KENSKI; GOZZI; JORDÃO; SILVA (2008)
AGRADECEMOS SUA ATENÇÃO
Apresentador: Marcelo Pupim Gozzi
mgozzi@usp.br
Download

COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM