REZAR A
PALAVRA
VIDA PAROQUIAL
E DIOCESANA
Visita ó Pai a minha orfandade com a tua paternidade.
Visita ó Jesus o meu isolamento com a tua fraternidade.
Visita-me ó “Sopro de Deus” com a tua amizade.
E que, em ti ó Pai, eu encontre a fonte da vida;
em Cristo, o amor para caminhar.
E, no Espírito, incendeia de comunhão a minha solidão,
para que a minha vida anuncie
e possa fazer provar o banquete da tua alegria.
Ó Amor sem medida, ó Deus transbordante de amor:
Enche-me do teu Espírito e faz em mim a tua eterna morada.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e para sempre. Ámen.
Domingo, 26 de Maio SOLENIDADE DA SANTÍSSIMA TRINDADE
08.h00 Missa pelo Povo
11h00 Missa e Festa da Palavra (4º Ano) e do Mandamento Novo (5º Ano)
Dia Diocesano da Família – Pastoral Familiar (Melgaço)
Segunda-feira, 27 de Maio
19h00 Recitação do Terço – Cursistas / 19h30 Missa
Terça-feira, 28 de Maio
19h00 Recitação do Terço – Comissão de Festas / 19h30 Missa
Quarta-feira, 29 de Maio
19h00 Recitação do Terço – Grupo de Oração / 19h30 Missa
Início do 67º Cursilho de Cristandade de Senhoras – Centro Paulo VI
Quinta-feira, 30 de Maio
19h00 – Recitação do Terço – 10º Ano de Catequese / 19h30 - Missa
Sexta-feira, 31 de Maio
19h00 Recitação do Terço / 19h30 Missa
Sábado, 01 de Junho / 1º Sábado /
Início do Mês do Sagrado Coração de Jesus
Dia Mundial da Criança – Peregrinação das Crianças a Fátima
Assembleia Geral de Vicentinos da Diocese – Centro Paulo VI, 09h30
17h30 Recitação do Terço – Escuteiros / 18h00 Missa de Piedade – CNE
Domingo, 02 de Junho /SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO CORPO E
SANGUE DE CRISTO – Corpo de Deus
08h00 Missa pelo Povo
11h00 Missa da Catequese
15h30 Vésperas e Procissão de Corpo de Deus – Sé Catedral
Feirão da Cereja – Largo Pe Dr Alípio da Silva Lima
BOLETIM 04
26 MAIO A 02 JUNHO
Email: parocoanha@diocesedeviana.pt
Website: www.paroquiavnanha.com
DOMINGO DA SANTÍSSIMA TRINDADE – Ano C
1ª Leitura
Prov 8,22-31
Salmo
8
2ª Leitura
Rom 5,1-5
Evangelho
Jo 16,12-15
Caros amigos:
A festa de hoje fala de um Deus que é comunhão, relação, família:
Pai, Filho e Espírito são os três protagonistas do único rosto de
Deus. Este grande mistério do amor, sem termos a pretensão de o
dominar ou explicar, é para acolher amorosamente.
DEUS É FAMÍLIA
Para uns, Deus é simplesmente algo de misterioso e sobrenatural. Para
outros, é um velhote de barbas brancas sentado à janela do paraíso,
distante e isolado do nosso mundo, quase um sem abrigo e sem família,
que pede ao homem para o fazer sair da sua eterna solidão. Para outros
ainda, é uma ilógica equação matemática (1+1+1=1). Porém, Deus não é
uma definição, mas é vida, caminho, experiência. Deus não se explica,
mas ama-se, reza-se, experimenta-se, porque “quanto mais se navega
em Deus, novos mares se descobrem” (De Leon).
Deus não é um abismo de solidão, mas é amor que não se
fecha no segredo dos deuses. Deus é festa, família, dança, relação, dom.
Por Jesus sabemos que o único rosto de Deus, o verbo amar, se declina
em três pessoas. São três pessoas que se amam totalmente que, nós de
fora, vemos apenas um, como se fosse um oceano de amor. Cada pessoa
desaparece na outra. Só quando nos aproximamos é que
experimentamos a diferença do Pai, do Filho e do Espírito.
Deus é comunidade de vida e de amor de pessoas, que vivem e
convivem, existem e subsistem eternamente na doação recíproca e
voluntária, numa comunhão perfeita e plena de vida e amor. Deus é, ao
mesmo tempo, em si mesmo, Aquele que ama, o Amado e o Amor.
VIDA ECLESIAL
PARADOXO DO
AMOR
A DANÇA DO
AMOR É SEMPRE
PLURAL
VIVER A
PALAVRA
O amor tem uma aparente contradição: por amor, cada pessoa se dá e se
perde, para se encontrar e realizar na outra pessoa. Deus Pai “esquece-se”
e desaparece da sua glória divina para aparecer na fragilidade humana do
Filho. O Filho “esquece-se” de si, na fragilidade de um Amor que se
aniquilou até à Cruz, tal era o “fraquinho” do Amor de Deus por nós, para
revelar o Pai. O Espírito “esquece-se” de si e esconde-se na brisa, para
abraçar o Pai e o Filho.
Este é também o modo de ser de Deus para connosco: Ele
morre para nos fazer viver; Ele apaga-se para nos fazer brilhar; Ele
diminui-se para nos engrandecer; Ele oculta-se para nos fazer aparecer;
Ele parte para nos dar o lugar; Ele afasta-se para nos responsabilizar. De
Deus aprenderemos sempre a viver com os outros, para os outros e graças
aos outros. É isso viver na comunhão com o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
O amor nunca é exclusivo, mas é sempre sem medida, ilimitado,
multiplicativo. Amar é viver de Deus! É viver daquela relação que
nos amou primeiro.
Ensinar a arte do amor, mostrar como o evangelho se
torna vida, aprender que as pessoas não vivem sem as outras, ou
contra as outras, ou acima das outras, mas que vivem com as
outras, para as outras, vivificadas nas outras, é iniciar a
compreender o mistério trinitário da família divina.
Caros amigos, vivei o amor, ensinai a amar, assim como
se ensina uma arte que se conhece, uma estrada que abre novos
horizontes, algo que já todos aprendemos porque já o
recebemos de Deus. E isto é viver e ensinar o Evangelho!
Quero aprender, viver e ensinar a divina arte de amar com o Pai, o
Filho e o Espírito Santo.
MISSAS
INTENÇÕES
DIA 27 - 19H30
SEGUNDA-FEIRA
- José Gonçalves de Carvalho
- Rui Alberto Pires Ferreira – int. família
- Em honra de São Roque – int. pessoa devora
DIA 28 - 19H30
TERÇA-FEIRA
- 7º dia de Joaquim Jorge Dias Ribeiro
DIA 29
QUARTA-FEIRA
19H30
- Domingos Dias de Sá – int. netos
- Joaquim Martins Viana – int. neta Cristiana
- Deolinda Afonso Reina e marido – int. filha Celeste
- José António do Rego – int. esposa
DIA 30 - 19H30
QUINTA-FEIRA
- Maria Celeste Rodrigues Correia Lima – int. família
- Aniv. Maria Alves Correia – int. filho José
DIA 31
SEXTA-FEIRA
19H30
- José Rodrigues Lopes Novo – int. esposa
- Augusto Gonçalves Damião – int. sobrinho João
- José Fernandes do Rego Faria – int. sobrinha Encarnação
- César Augusto Fagundes da Costa – int. esposa
DIA 01 - 18H00
SÁBADO
- 7º dia de António Bonifácio Costa Lima
DIA 02 - DOMINGO
08H00
11H00
OFERTAS PARA AS
OBRAS DA IGREJA
-Pelo Povo
-Florinda Rodrigues Neiva e marido – int. filho José
-Manuel Joaquim Martins da Silva – int. Esposa
- Anónimo - € 120.00 - Anónimo - € 100.00
- Anónima - € 50.00 - Anónimo - € 50.00
- Anónima - € 30.00
Bem haja aos paroquianos que já contribuiram!
Como podem constatar, o andaime anda na nossa igreja. É preciso quem o
empurre. Mais obras se adivinham. São necessárias!
As Festas estão à porta e é preciso pôr a nossa igreja um brinquinho.
Obrigado!
Download

Visita ó Pai a minha orfandade com a tua paternidade. Visita ó